10 de abril de 2019

A cidade no mar


Olhai! A morte ergueu seu trono
Em uma estranha cidade ao abandono,
Longe, onde o sol morre sem vigor,
Onde os bons, os maus, os piores e os melhores
Desfrutam nessa terra o eterno sono.
Lá, catedrais, palácios e torres
(Que o tempo corroeu, mas não estremecem!)
A nada do que é nosso se parecem.
Em torno, resignadas, sob os céus,
Esquecidas do furor da ventania,
Jazem as águas quedas de apatia.

Do santo céu nenhum raio esparge
Sobre a noite tão longa da cidade,
Mas no mar medonho há uma luz que arde
Que as torres silenciosamente invade —
Ilumina ao longe os pináculos —
As cúpulas, salões, colunas —
Os templos e as muralhas babilônicas
Os canteiros sombrios e há muito esquecidos,
de flores de pedra e hera esculpida
Erguendo-se muito acima, um magnifico templo
Em cujos frisos se enroscam, reunidas
A viola, a violeta e a vinha.
Esquecidas do furor da ventania,
Jazem as vagas águas de apatia.
E nas sombras se enlaçam torreões
Pelo ar pairando em oscilações,
Enquanto do alto de soberba torre, na seteira,
A morte vigia a cidade, sobranceira.
  
Lá, templos e sepulcros se descobrem
Mesmo ao nível das ondas de luz fátua;
Mas nem as riquezas que se escondem
Nos olhos de diamante das estátuas —
Nem os mortos de joias, alegres
Fazem de seu leito vibrar as águas, inabaláveis;
Pois, ai, nada perturba o mar!
Naquela imensidão cristalina —
Nenhuma espuma sugere a brisa
De um outro mar distante e menos quieto —
Nenhuma saliência conta dos ventos
Em mares não tão abjetos e serenos.

Mas eis que uma agitação percorre os ares!
A onda — um movimento dos mares!
Como se as torres, mansas, sucumbissem,
Afundando levemente, no mar parado —
E seus cumes uma fenda abrissem
Entre as nuvens do Céu translúcido.
As ondas brilham já com mais rubor —
As horas sopram já, brando rumor...
E quando, sem qualquer pranto mundano,
A cidade submersa for tragada pela voragem,
O inferno, emergindo soberano, fará sua homenagem.

— Edgar Allan Poe, “A cidade no mar”

3 comentários:

  1. Aaaaaaaaaa meodeos eu esperei tanto por isso❤️❤️❤️ Obgd karina! Vc é realmente UM ANJO ❤️ Muito obrigada

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Karina, estou a meses esperando este livro.
    Amo seu blog, não sei oque faria sem vc!!!

    ResponderExcluir
  3. Casa comigo Karina te amo obrigada por postar

    ResponderExcluir

Para comentar, por favor utilize a opção Nome/URL e preencha seu nome/apelido/nick; o URL pode deixar em branco.

Boa leitura, E SEM SPOILER!