26 de novembro de 2018

Capítulo 37

A demdji e o príncipe

ERA UMA VEZ UM GAROTO DO MAR que se apaixonou por uma garota do deserto.
Ele sabia que ela era perigosa quando a conheceu, com uma arma na mão e nenhuma preocupação com a própria vida, em uma cidade empoeirada no fim do mundo. Ela era puro fogo e pólvora, e seu dedo estava sempre no gatilho.
O garoto imaginou que talvez estivesse em apuros quando aqueles mesmos dedos dançaram por histórias tatuadas em sua pele sem parecer entender quanto poder existia dentro dela. Ou quanto poder podia ter sobre ele. Teve certeza disso quando acordou com dor de cabeça, sentindo falta da garota, e percebeu que estava grato por ela ter dado uma desculpa para ir atrás dela.
Ele sabia disso quando ela o fez atravessar o deserto, com medo de que perdê-la fosse rasgá-lo ao meio. Sabia disso quando realmente a perdeu. E teria revirado o mundo inteiro de cabeça para baixo procurando por ela.
Mas então ele se perguntou se um garoto do mar e uma garota do deserto poderiam sobreviver juntos. Temia que ela pudesse queimá-lo vivo ou que ele pudesse afogá-la. Até que finalmente parou de lutar contra o desejo e ateou fogo em si mesmo por ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você não tem conta no Google e quiser comentar, utilize a opção Nome/URL e preencha seu nome/apelido/nick; o URL pode deixar em branco.

Boa leitura, E SEM SPOILER!