22 de outubro de 2018

Capítulo 20

Ruby: Decidi. Vou colocar meu Gary numa dieta.
Rosie: Você vai colocar ele numa dieta? Como diabos se pode controlar o que o seu filho de 21 anos come?
Ruby: Ah, é fácil. Vou pregar tudo no chão.
Rosie: Que tipo de dieta é essa?
Ruby: Não sei. Comprei uma revista, mas tem tantas dietas estúpidas lá que não sei qual delas escolher. Lembra aquela dieta ridícula que eu e você fizemos ano passado? A do alfabeto, que a cada dia a gente tinha de comer coisas que começam com determinada letra do alfabeto?
Rosie: Ah, sim! Por quanto tempo conseguimos fazer aquilo?
Ruby: Er... Foram vinte e seis dias, né, Rosie? Óbvio.
Rosie: Ah, é... Tá certo... Claro. Você engordou no terceiro dia.
Ruby: Porque logo no terceiro dia vinha a letra “C”... Chocolate... Hummm...
Rosie: Bem, compensamos tudo no último dia. Estava morrendo de fome quando chegou o dia da letra “Z”; quase fui ao zoológico pra caçar zebras com uma faca de cozinha... Acho que poderia ter comido o zoológico inteiro...
Ruby: Talvez eu mesma invente uma dieta pra competir com essas revistas...
Rosie: Qual seria a sua ideia, então?
Ruby: Hum... Então, uma em que deveria se pensar em comer só... Aquilo que se pareça com você.
Rosie: Aposto que os especialistas dessas revistas estão se cagando de medo agora.
Ruby: Não, é sério! Acho que tive uma ideia aqui! Teddy sempre me lembra um tomate, com aquele rosto grande, maduro, avermelhado e suculento. Os dois fios de cabelo que se eriçam na cabeça dele me lembram o talo. Sempre sinto vontade de enfiar a cabeça dele num liquidificador e misturar com vodca e tabasco. Um Bloody Mary de Teddy. O Simon do escritório me lembra uma couve-de-bruxelas. Ele fede e...
Rosie: É verde?
Ruby: Não, só é fedido mesmo.
Rosie: E eu, me pareço com o quê?
Ruby: Boa pergunta... Hum, acho que você se parece um pouco com uma cebola...
Rosie: Por quê? Sou fedida e faço as pessoas chorarem? Por quê? Sou fedida e faço as pessoas chorarem?
Ruby: Pra que repetir a pergunta?
Rosie: Cebolas fazem isso, não fazem? De tanto que te fazem arrotar, você tem que ficar repetindo tudo o que fala...
Ruby: Uma cebola engraçada também, como vejo. Não, acho que você se parece uma porque tem várias camadas, Rosie Dunne, e a cada ano que passa uma nova camada sua é descascada. Acho que tem muito mais camadas aí embaixo do que as pessoas pensam. E eu, o que pareço?
Rosie: Hum... Um bolo. Doce como açúcar e ainda com uma cerejinha em cima.
Ruby: Calórica e nem um pouco saudável.
Rosie: Olha, Ruby, foi você quem inventou essa dieta. Se você se parece com um bolo, então tudo o que precisa comer é bolo. Pense nisso.
Ruby: Sim, te entendo. Pra ser sincera, bem lá no fundo sempre achei que havia uma pitada de torta de banana em mim. Mas a minha dieta não é aconselhável, a menos que você se pareça com um vegetal ou uma fruta, e o meu Gary, embora possa até ter as qualidades de um vegetal, não se parece com nenhuma fruta nem vegetal.
Rosie: Com o que você acha que o Greg se parece?
Ruby: Ah, essa é fácil! Testículo de boi!
Rosie: Hahahahha! E desde quando as pessoas comem testículo de boi?
Ruby: É uma coisa meio tribal... Tá, tudo bem. Uma lesma. Uma lesma pegajosa, nojenta e lenta.
Rosie: Não acho que o Greg comeria uma lesma.
Ruby: Quem se importa com o que aquele cretino traidor come? E o Alex? Com o que ele se parece?
Rosie: Um Skye.
Ruby: Você acha que o seu amigo que tem 1,82m de altura, olhos e cabelos castanhos, se parece com uma barra de Skye recheada com caramelo?
Rosie: Sim.
Ruby: Ai, não tem nada a ver...
Rosie: Ah, desculpe, sra. Acho que o Teddy tem cabeça de tomate!
Ruby: Olha, esse papo de dieta está me deixando com fome. Vou almoçar mais cedo, tá?
Rosie: Tá legal, assim você me anima muito, Ruby.
Ruby: Ops. Desculpe. Acho que não deveria ter dito isso, né?
Rosie: Não, mas está perdoada.
Ruby: Ai que bom. Tchau, querida.
Rosie: Tchau...
Ruby fez logoff.

De: Alex
Para: Rosie
Assunto: Precisa de mais tempo?
Sou eu, Alex. Faz um tempo que não recebo notícias suas... Pensei que a esta altura eu já teria recebido algum sinal seu... Se precisar de mais tempo, vou entender. Por favor, me diga o que está acontecendo.

De: Rosie
Para: Alex
Assunto: Re: Precisa de mais tempo?
E aí, Skye! Desculpe não ter escrito antes, ando atolada de trabalho. Por algum motivo, as coisas por aqui andam agitadas. Talvez porque o sol tenha resolvido dar as caras de novo; essa região do interior fica muito mais legal quando o sol aparece. O que você quis dizer perguntando se eu preciso de mais tempo? Não preciso de tanto tempo assim pra aceitar que agora tenho 30!
Por falar nisso, obrigada por ter vindo pro meu aniversário. Foi muito fofo da parte da Katie e do Toby terem organizado tudo, mesmo que só tenham comparecido você e a Ruby. Desculpe, eu estava meio chatinha. Acho que estava meio pra baixo por completar 30 anos e porque a maioria das pessoas estava longe. Só acho que teria sido bem legal se tivesse vindo mais gente, mas deixa isso pra lá, não é o fim do mundo. Você estava lá e isso basta pra mim.
Fiquei muito feliz em te ver. Você sempre está presente, Alex, e realmente gosto muito disso. Faz eu me sentir forte quando eu não me sinto assim.
Enfim, como estão as coisas? E o Josh? Dê um beijo enorme e molhado nele e um abraço por mim.

De: Alex
Para: Rosie
Assunto: Minha carta
Você não recebeu a minha carta?

De: Rosie
Para: Alex
Assunto: Carta?
Que carta? Talvez o correio tenha atrasado. Devo recebê-la em breve. Quando você mandou?

QUERIDO ALEX,
Obrigada por ter vindo para a festa de aniversário da mamãe e obrigada pelo meu presente também. Ela estava muito triste antes de você chegar, mas acho que você fez ela ficar mais feliz. Preciso ir agora porque a professora está olhando pra mim.
De Katie

QUERIDA KATIE,
Obrigado pela carta. Espero que você não arrume encrenca na escola por ficar me mandando mensagens. Que bom que você gostou do presente que mandei. Fala pro Toby que mandei um oi e que logo mando pra ele aquele equipamento de beisebol.
Como vai a sua mãe? E as coisas em casa? Por acaso você sabe o que é um Skye?
Com carinho,
Alex

De: Alex
Para: Rosie
Assunto: Enc: Minha carta
Eu não mandei a carta pelo correio, coloquei em cima da sua mesa da cozinha antes de sair para o aeroporto. Você não a pegou?

QUERIDO ALEX,
O Toby está muito empolgado com essas coisas de beisebol. As coisas estão meio que voltando ao normal de novo. Agora o Greg dorme no quarto vazio só algumas noites. A mamãe disse que ele fica lá porque ronca. Não acredito porque o Toby e eu colocamos um gravador no quarto e ele não ronca. Mas ele fala enquanto dorme! Ele disse: “Não mande os cavalos para o arco-íris!”. É verdade, está gravado.
As coisas estão bem, mas não como antes. Foi legal quando você veio. Prefiro ficar na casa do Toby agora. Ah, então, Skye é um chocolate. É o preferido da mamãe. Ela adora. Ela diz que adoraria poder fazer uma dieta em que pudesse comer Skyes o dia todo. Outro dia ela disse que estava apaixonada pelo Skye e aí começou a beijar o chocolate e a rir sem parar.
Por que você quer saber? Quer um Skye também? Posso te mandar um se você quiser, se não vende aí na Mérica. Já fiz isso uma vez quando estava de férias na Inglaterra, mandei uma barra de chocolate pelo correio pro Toby porque eles não vendiam aquele chocolate por aqui, e, quando o Toby recebeu, o chocolate estava derretido e grudado no papel. Ele nem conseguiu ler a minha carta, mas fiquei feliz porque senti saudade dele quando estava fora e aí escrevi umas coisas idiotas e senti vegonha.
Então, posso enviar o chocolate? Mamãe diz que não pode viver sem o Skye dela. Ela é estranha.
Beijo,
Katie

De: Alex
Para: Rosie
Assunto: Enc: Enc: Minha carta
Oi, Rosie. Preciso muito falar com você. Agora. É sobre a carta. Escrevi umas coisas muito importantes lá e adoraria que você lesse, se puder. Por favor, tente encontrá-la.

De: Rosie
Para: Alex
Assunto: Sua carta
Oi, Alex. Vasculhei a casa de cima a baixo ontem, quando cheguei do trabalho. Nem sinal. Está tudo bem? Pode me mandar por e-mail o que tinha escrito na carta?

De: Alex
Para: Rosie
Assunto: Enc: Enc: Enc: Minha carta
Jesus Cristo. Rosie, te ligo em cinco minutos.

De: Rosie
Para: Alex
Assunto: Enc: Sua carta
Alex! Você não pode me ligar aqui no trabalho, vão me demitir! Do que se trata?

De: Alex
Para: Rosie
Assunto: Enc: Enc: Enc: Enc: Minha carta
Então finja que está falando com um hóspede, Rosie! Estou falando sério, atende o telefone.

De: Rosie
Para: Alex
Assunto: Enc: Enc: Sua carta
Ah, aguenta aí. O Greg está online. Antes que você tenha um infarto, vou verificar se ele viu a carta.

De: Alex
Para: Rosie
Assunto: Enc: Enc: Enc: Enc: Enc: Minha carta
NÃO FAÇA ISSO!!! NÃO PERGUNTE PRA ELE!

VOCÊ RECEBEU UMA MENSAGEM DE: ROSIE.
Rosie: Greg, você viu uma carta que estava em cima da mesa da cozinha?
Greg: Uma carta? Não, acho que só tinha a conta de luz e a do seu celular lá.
Rosie: Não estou falando de hoje de manhã; estou falando de duas semanas atrás, do fim de semana do meu aniversário.
Greg: Mas, Rosie, você não me queria por perto naquele fim de semana. Fiquei no sofá no apartamento do Teddy, lembra?
Rosie: Ah, coitadinho de você. Claro que lembro. Achei que você ia gostar da ideia, já que nos últimos tempos tem dormido na casa de outra pessoa. Não sou idiota, Greg. Ah, perdoe-me. Esqueci que você pensou que eu fosse...
Greg: Querida, eu...
Rosie: Não me chame de querida. Você viu a maldita carta ou não? Você estava em casa naquela segunda-feira depois que o Alex saiu.
Greg: Não, estou sendo sincero, não vi carta nenhuma.
Rosie: Bem, tenho as minhas razões pra não acreditar em você, sr. Honestidade.
Greg: Olha, Rosie, não podemos seguir adiante se você não me perdoar e aprender a confiar em mim de novo.
Rosie: Ah, pegue o seu perdão e o enfie no rabo! Não tenho tempo pra outra dessas conversinhas com você. Olhe, é muito simples. Alex está online, me esperando. Ele deixou uma carta pra mim e quer saber se eu a encontrei. Então, estou te perguntando mais uma vez, Greg. Você viu a carta ou não?
Greg: Não, dou a minha palavra. Não vi.

De: Bill Lake
Para: Rosie Dunne
Assunto: E-mails pessoais
Espero que os e-mails que você está enviando nos últimos trinta minutos sejam profissionais, Rosie. Receberemos um grupo de oitenta pessoas nos próximos minutos que vai passar o fim de semana no nosso hotel, na Suíte de Valera, para uma conferência de negócios.
Há muitas coisas a fazer, Rosie.

De: Rosie
Para: Alex
Assunto: Enc: Enc: Enc: Sua carta
Alex, o Greg não viu a carta. Talvez você possa simplesmente me escrever outra ou me telefonar depois quando eu chegar em casa, não agora, enquanto o Big Brother está me filmando com essa câmera de segurança ridícula apontada bem na minha direção. Agora, melhor que vocês dois me deixem em paz antes que eu seja demitida.

De: Greg
Para: Alex
Assunto: Sua carta?
Fiquei sabendo que está online, então espero que ainda dê tempo de falar com você. Por acaso tropecei em algo que você está procurando, acredito eu. Eu agradeceria se você parasse de enviar cartinhas de amor para a minha mulher. Parece que se esqueceu de que ela é uma mulher casada. Casada comigo, Alex.
Rosie e eu temos tido as nossas dificuldades, como todo casal tem, mas estamos dispostos a deixar tudo isso pra trás e nos dar uma nova chance. Você precisa entender que nenhuma de suas cartas vai mudar isso. Como você mesmo disse: teve a sua chance, mas ela se foi. Vamos ser um pouco realistas, Alex. Tanto você quanto a Rosie têm 30 anos e se conhecem desde os 5. Você não acha que durante todo esse tempo, se algo tivesse de acontecer entre vocês, se fosse pra ser, já teria acontecido a esta altura? Pense nisso. Ela não está interessada.
Não quero mais nenhum contato com você. Se colocar os pés na minha casa de novo vou me sentir muito feliz em te mostrar o quanto é indesejado. Para poupá-lo do constrangimento, não vou falar sobre o conteúdo da carta. E, por falar nisso, você está errado. Eu me sinto extremamente feliz e satisfeito em ter a Rosie como minha mulher. Ela é maravilhosa, adorável, carinhosa e cuidadosa, e eu sou feliz por tê-la escolhido para passar o resto da vida comigo. Assim sendo, você pode continuar vendo-a de costas, se afastando de você no altar, porque ela não vai se virar.

De: Alex
Para: Greg
Assunto: Rosie
Acha mesmo que essa sua tentativa ridícula de me assustar vai funcionar? Você é um patético infeliz. Rosie pensa por si própria e não precisa de você pra tomar as decisões por ela.

De: Greg
Para: Alex
Assunto: Re: Rosie
E então, o que você vai fazer se ela disser “sim”, Alex? O que vai fazer? Vai se mudar pra Dublin? Deixar o Josh pra trás? Esperar que a Rosie tire a Katie de suas raízes, que abandone o emprego que ela adora e se mude pra Boston? Pense, Alex.

VOCÊ RECEBEU UMA MENSAGEM DE: ALEX.
Alex: Ela não recebeu a carta, Phil.
Phil: Ah, que merda, Alex. Bem que eu te disse pra você não escrever aquilo numa dessas malditas cartas. Você deveria ter conversado com ela. Não sei por que diabos você não pode simplesmente usar a boca como todos nós.
Alex: Greg encontrou a carta.
Phil: O idiota do marido dela? Achei que eles tivessem se separado.
Alex: Está na cara que não. Mas isso não muda nada, Phil. Continuo amando-a.
Phil: Sim, mas ela continua casada, não é? Você não vai gostar do que tenho a dizer, Alex. Bom, de qualquer forma, Deus sabe que você não segue conselho nenhum, mas eu não mexeria com a mulher de nenhum outro cara. Mas isso sou eu.
Alex: Mas ele é um imbecil, Phil!
Phil: Você também é, mas é meu irmão e eu te amo, cara.
Alex: Estou falando sério. O cara traiu ela. É o cara totalmente errado pra ela.
Phil: Sim, mas a diferença entre o agora e o antes é que agora a Rosie sabe da traição. Ela sabe que ele é um imbecil. Mas continua com ele. Ela deve amar esse cara, Alex. Eu diria pra você se afastar. É só a minha opinião, mas eu diria pra você se afastar.
Alex: Não concordo com isso, Phil.
Phil: Beleza! É você quem manda em si mesmo; faça como quiser. Sei que quer o melhor para a Rosie, mas está sendo meio egoísta. Olhe para a situação sob a perspectiva da Rosie. Ela acabou de descobrir que o marido imbecil a traiu, não deve ter sido nada fácil, e por algum motivo, seja lá qual for, ela decidiu passar por cima e ficar com ele. E aí, agora que ela está se acostumando com a ideia, entra você, o melhor amigo, numa armadura brilhante, proclamando o seu amor por ela. Quer confundir ainda mais a pobre coitada? Olha, se o casamento é um desastre, então em questão de poucos meses ele vai terminar e a Rosie virá até você. Só não banque o idiota que está tentando pôr um fim no casamento dela. Ela nunca te perdoaria por isso.
Alex: Então você acha que devo deixar as coisas acontecerem naturalmente? Deixar que ela venha até mim quando estiver pronta?
Phil: Alguma coisa desse tipo. Estou pensando em começar um daqueles programas que passam na TV. Sabe aqueles em que dão conselhos pras pessoas?
Alex: Eu estaria lá toda semana, Phil. Obrigado.
Phil: Sem problemas. Agora, enquanto você vai dar um coração novo pra alguém, tenho que arranjar um motor novo pra um carro. Então se manda. Faça o que tem de ser feito.
Alex fez logoff.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você não tem conta no Google e quiser comentar, utilize a opção Nome/URL e preencha seu nome/apelido/nick; o URL pode deixar em branco.

Boa leitura, E SEM SPOILER!