29 de maio de 2018

Capítulo 21

— CONTE-ME SOBRE SEU jovem homem — pede Stormy.
Estamos sentadas de pernas cruzadas no chão dela, separando fotos e lembranças para seu scrapbook. Ela foi a única a aparecer para a aula hoje, então fomos para o seu apartamento. Fico preocupada que Janette note a baixa frequência, mas desde que comecei o voluntariado, ela não apareceu nem uma vez. Tanto melhor.
— O que você quer saber sobre ele?
— Ele faz algum esporte?
— Ele joga lacrosse.
— Lacrosse? — ela repete. — Não é futebol americano, beisebol ou basquete?
— Bem, ele é muito bom. Está sendo recrutado por faculdades.
— Posso ver uma foto dele?
Tiro o meu telefone e abro uma foto de nós dois em seu carro. Ele está vestindo um suéter verde floresta que o deixa particularmente bonito na minha opnião.
Eu gosto dele com suéteres. Tenho a vontade de abraçá-lo e acariciá-lo como um bicho de pelúcia. Stormy olha para ele de perto.
— Huh — diz ela. — Sim, ele é muito bonito. Não sei se tão bonito quanto o meu neto, no entanto. O meu neto se parece com um jovem Robert Redford.
Uau.
— Eu vou te mostrar se você não acredita em mim.
Ela se levanta e começa a buscar uma foto. Está abrindo gavetas, passando por papéis. Qualquer outra avó em Belleview teria uma foto de seu amado neto exposta num quadro, acima da TV ou sobre a lareira. Não Stormy. As únicas fotos que ela tem emolduradas são de si mesma. Há um enorme retrato de noiva em preto-e-branco na entrada que ocupa quase toda a parede. Embora eu suponha que se eu fosse bonita, gostaria de mostrar também.
— Uh. Não consigo encontrar uma foto.
— Você pode me mostrar na próxima vez — digo.
E Stormy senta no sofá. Ela coloca as pernas em cima do divã.
— Onde é que os jovens vão nestes dias para ter um pouco de tempo sozinhos? Será que não há tipo um “ponto de encontro”?
Ela está fuçando, está definitivamente fuçando para obter informações. Stormy é um cão de caça quando se trata de farejar bens suculentos, mas eu não vou desistir. Não que eu ainda tenha muito para oferecer a ela.
— Hum, eu não sei... acho que não.
Me ocupo com a limpeza de uma pilha de bilhetes. Ela começa a cortar alguns enfeites.
— Eu me lembro do primeiro garoto com que fui em um estacionamento. Ken Newbery. Ele dirigia um Chevy Impala. Deus, a emoção de um menino colocando as mãos sobre você pela primeira vez. Não há nada parecido com isso, há querida?
— Mm-hmm. Onde está aquela pilha de cartazes antigos da Broadway que você tem? Devemos fazer algo com aquilo, também.
— Eles podem estar em meu baú do enxoval.
A emoção de um menino colocando as mãos sobre você pela primeira vez. Minhas entranhas ficam trêmulas. Eu conheço a emoção. Lembro-me perfeitamente, e lembraria mesmo que não tivesse sido gravado em vídeo. É bom pensar sobre isso novamente como uma memória, separada do vídeo e tudo o que se seguiu. Stormy se inclina perto e diz:
— Lara Jean, apenas lembre-se, a menina deve ser sempre a que controla o quão longe as coisas vão. Os meninos pensam com você-sabe-o-quê. É você que mantém a cabeça no lugar e protege o que é seu.
— Eu não sei, Stormy. Isso não é meio sexista?
— A vida é sexista. Se você engravidar, é quem terá que mudar de vida. Nada de significativo muda para o menino. Será sobre você que as pessoas sussurrarão. Eu já vi esse show, mães adolescentes. Todos esses meninos inúteis. Lixo!
— Você está dizendo que eu não deveria fazer sexo?
Esse tempo todo, Stormy esteve me dizendo para deixar de ser a boazinha, para viver a vida, amar os garotos. E agora isso?
— Estou dizendo que você deve ser cuidadosa. Tão cuidadosa quanto a vida e a morte, porque isso é o que é — ela me lança um olhar significativo. — E nunca confie no menino para trazer o preservativo. Uma moça sempre traz seu próprio.
Eu tusso.
— Seu corpo é seu para proteger e aproveitar — ela levanta as sobrancelhas para mim significativamente. — Qualquer um que você opte por participar dessa apreciação, é a escolha sua, e escolha sabiamente. A todo homem que me tocou foi concedida uma honra. Um privilégio — Stormy coloca a mão sobre mim. — Isso tudo? É um privilégio adorar neste templo, entende o que quero dizer? Não é qualquer jovem tolo que pode se aproximar do trono. Lembre-se das minhas palavras, Lara Jean. Você decide quem, quão longe, e quantas vezes, sempre.
— Eu não tinha ideia de que você era uma feminista — eu digo.
— Feminista? — Stormy faz um som desgostoso com a garganta. — Eu não sou feminista. Francamente, Lara Jean!
— Stormy, não fique nervosa por causa disso. Tudo isto significa que você acredita que homens e mulheres são iguais e devem ter direitos iguais.
— Eu não acho que nenhum homem é meu igual. As mulheres são muito superiores, e não se esqueça disso. Não esqueça nenhuma das coisas que acabei de dizer. Na verdade, você provavelmente deve escrevê-las para as minhas memórias. — Ela começa a cantarolar Stormy Weather.
As coisas nunca vão muito longe quando são falsas. Mas vejo agora quão rápido as coisas podem mudar, mesmo sem você perceber. Pode ir de um beijo para mãos debaixo da camisa em dois segundos, e é tão febril, tão frenético. É como se estivéssemos em um trem em alta velocidade que está partindo rapidamente, e eu gosto disso, gosto, mas também gosto de um trem lento onde posso olhar para fora da janela e apreciar a paisagem, os edifícios, as montanhas. É como se eu não quiser perder os pequenos passos; eu quero que a viagem dure.
E então no próximo segundo eu quero crescer mais rápido, mais, agora. Para estar tão pronta como todos. Como todo mundo está tão pronto?
Eu continuo a achar que é muito surpreendente, ter um menino em meu espaço pessoal. Ainda fico nervosa quando ele coloca o braço em volta da minha cintura ou pega a minha mão. Não acho que eu conheça encontros da década de 2010. Estou confusa com isso. Eu não quero o que Margot e Josh tiveram, ou Peter e Genevieve. Eu quero algo diferente.
Acho que você poderia me chamar de uma iniciação tardia, mas que implica que estamos todos florescendo em algum plano predeterminado, que há um caminho certo e um errado para estar com dezesseis anos e apaixonada por um menino.
Meu corpo é um templo e não é qualquer rapaz que pode adorá-lo.
Eu não farei mais do que me permitir.

18 comentários:

  1. Stormy falou uma grande verdade. Que rainha, mesmo com opiniões sexistas e femistas, ela é sabia, e uma ótima pesoap

    ResponderExcluir
  2. KARINA Gostaria de saber, se vc vai postar a trilogia de "Quando as estrelas caem" de Amie kaufman.
    Li a sinopse é parece que é uma história interessante. Bjs

    ResponderExcluir
  3. estou amando <3 o primeiro vai virar filme no NETFLIX .... super anciosa

    ResponderExcluir
  4. "— Stormy, não fique nervosa por causa disso. Tudo isto significa que você acredita que homens e mulheres são iguais e devem ter direitos iguais.
    — Eu não acho que nenhum homem é meu igual. As mulheres são muito superiores, e não se esqueça disso. Não esqueça nenhuma das coisas que acabei de dizer. Na verdade, você provavelmente deve escrevê-las para as minhas memórias. — Ela começa a cantarolar Stormy Weather."
    Eu amo essa idosa kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. gente, sera q o neto dela é o Mclaren? to torcendo pra ser

    ResponderExcluir
  6. Eu também desconfio disso

    ResponderExcluir
  7. "Não sei se tão bonito quanto o meu neto, no entanto. O meu neto se parece com um jovem Robert Redford."
    McLaren, creio que este seja você.

    ResponderExcluir
  8. "— Seu corpo é seu para proteger e aproveitar — ela levanta as sobrancelhas para mim significativamente. — Qualquer um que você opte por participar dessa apreciação, é a escolha sua, e escolha sabiamente. A todo homem que me tocou foi concedida uma honra. Um privilégio — Stormy coloca a mão sobre mim. — Isso tudo? É um privilégio adorar neste templo, entende o que quero dizer? Não é qualquer jovem tolo que pode se aproximar do trono. Lembre-se das minhas palavras, Lara Jean. Você decide quem, quão longe, e quantas vezes, sempre."

    QUE MULHERÃO DA P****

    ResponderExcluir
  9. Eu devo ser a única pessoa que não gosta da Stormy

    ResponderExcluir
  10. Esse garoto que é citado na sinopse não vai aparecer mais não é? Demora...

    ResponderExcluir
  11. Stomu tem conselhos incríveis. Ela está certa nosso corpo é um templo!!!

    ResponderExcluir
  12. Ka, você não vai postar o Diário da Princesa?!

    ResponderExcluir
  13. Nossa, concordo tanto com as opiniões da Stormy!
    Sempre pensei assim, a respeito do corpo, e de todo o resto.
    Queria que mais 'seres do sexo feminino' pensassem assim.
    Não são todas que merecem ser chamadas de 'mulher', de fato.

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no Google e quiser comentar, utilize a opção Nome/URL e preencha seu nome/apelido/nick; o URL pode deixar em branco.

Boa leitura, E SEM SPOILER!