29 de maio de 2018

Capítulo 14

— COM O QUE VOCÊ TÁ SONHANDO?
Peter toca minha testa com a colher para chamar a atenção. Estamos no Starbucks fazendo a lição de casa depois da escola.
Eu despejo dois pacotes de açúcar mascavo em meu copo de plástico e mexo com a colher. Tomo um longo gole, sentindo grânulos de açúcar derretendo contra os meus dentes.
— Eu estava pensando em como seria legal se as pessoas da nossa idade estivessem apaixonadas como na década de 1950.
Imediatamente eu desejo não ter dito “apaixonadas”, porque Peter nunca disse nada sobre estar apaixonado por mim, mas é tarde demais, as palavras já saíram da minha boca, então eu só continuo e espero que ele não perceba. — Nos anos 50, as pessoas apenas tinham encontros, e era fácil assim. Uma noite cinema drive-in com Burt, na noite seguinte, sock hop ou algo assim com Walter.
— Que diabos é sock hop? — ele pergunta, confuso.
— É tipo uma dança, como em Grease. — Peter olha para mim sem expressão. — Você nunca viu Grease? Estava na TV ontem à noite. Não importa. O ponto é que, naquela época, não se era a garota de alguém até ter recebido um broche.
— Um broche? — Peter repete.
— Sim, um rapaz daria a uma garota o broche da sua fraternidade, e isso significava que eles estavam ficando firmes. Mas não era oficial até que ter o broche.
— Mas eu não estou em uma fraternidade. Não sei nem mesmo como se parece um broche de fraternidade.
— Exatamente — eu digo.
— Espera, você está dizendo que quer um broche ou que não quer um?
— Eu não estou dizendo nada disso. Apenas que... você não acha que havia algo legal na forma como costumava ser? É antiquado, mas é quase... — O que Margot está sempre falando? — Pós-feminista.
— Espere. Então você quer se encontrar com outros caras? — Ele não parece chateado, necessariamente, apenas confuso.
— Não! Eu apenas... Estou apenas fazendo uma observação. Acho que seria legal trazer de volta o namoro casual. Há algo doce sobre isso, não acha? Minha irmã me falou que gostaria não ter deixado as coisas ficarem tão intensas entre ela e Josh. Você mesmo falou como odiava que tivesse ficado tão sério com Genevieve. Se nós terminarmos, não quero que as coisas fiquem tão ruins que não possamos estar juntos na mesma sala. Eu ainda espero que sejamos amigos, não importa o quê.
Peter dispensa esse argumento.
— Comigo e Gen, é complicado por causa de quem Gen é. Não é como eu e você. Você é... diferente.
Posso sentir meu rosto ficar ruborizado de novo. Tento não parecer muito ansiosa quando digo:
— Diferente como?
Sei que estou procurando um elogio, mas eu não me importo.
— É fácil estar com você. Você não me deixa todo louco e agitado; você é... — A voz de Peter some quando ele olha para o meu rosto. — O Quê? O que foi que eu disse?
Todo o meu corpo fica duro e rígido. Nenhuma garota quer ouvir o que ele acabou de dizer. Nenhuma. Ela quer ter um menino louco e agitado – não é a parte de estar apaixonado?
— Quero dizer que é uma coisa boa, Lara Jean. Você está brava? Não fique brava.
Ele esfrega o rosto cansado. Hesito. Peter e eu contamos a verdade um ao outro; é assim que tem sido desde o início. Eu gostaria que continuasse assim, de ambos os lados.
Mas então percebo a preocupação súbita em seus olhos, a incerteza, e não é algo que eu esteja acostumada a ver nele. Não gosto de ver. Nós só estamos juntos novamente faz algumas de semanas, e não quero começar uma nova briga quando sei que ele não fez por mal. Eu me ouço dizer:
— Não, eu não estou brava — e apenas assim, eu não estou mais.
Afinal, eu sou a aquela que estava preocupada sobre ir longe demais com Peter. Talvez seja uma coisa boa que ele não fique louco e agitado por mim. As nuvens em seu rosto se limpam instantaneamente, e ele está ensolarado e brilhante de novo. Esse é o Peter que eu conheço. Ele toma seu chá.
— Veja, isso é o que quero dizer, Lara Jean. É por isso que eu gosto de você. Você apenas entende.
— Obrigada.
— De nada.

12 comentários:

  1. Tenho certeza q ele vai dar um broche pra ela 💚💚💚

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei a mesma coisa.. amo esse dois

      Excluir

    2. Aquele colar da loja eu acho

      Excluir
    3. Estou na esperanca dele ter comprado esse colar a não sei quanto tempo.. to ansiosa para descobrir se realmente foi ele quem comprou..

      Excluir
  2. acho que vai ser aquele colar que estava na loja da mãe dele e que quando o pai dela foi comprar para o natal nao estava mais a venda

    ResponderExcluir
  3. o colar de coraçaao!esqueceu q ele foi vendido?...pois eh eu acho q eh isso

    ResponderExcluir
  4. Acho que entendo o que Peter quer dizer com "louco e agitado", a Gen devia tirar ele do sério

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns garotos gostam assim nd MT morno
      Garotos são estranhos

      Excluir
  5. Peter ficou mais perdido que cachorro em dia de mudança hahaha
    Lara Jean "louco e agitado" é pessimo, muito melhor alguem que te traz paz e não desespero

    ResponderExcluir
  6. Em todo romance fofinho tem uma fala que eles sempre fala tipo:
    Culpa da estrelas- Okay? Okay
    A maldição do tigre- Ta! TA
    PS: Ainda amo você- Obrigada. De nada
    ❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  7. Gente so eu q acho que tem uma falha ai no relacionamento dos dois?parece q ele so ta com ela pq ela eh o oposto da gen e essa omissao dela so para agradar ele nao eh legal,sem falar que relacionamento quente demais as pessoas se queima mais morno demais logo esfria, sera que eles vao realmente ver um ao outro e se acertar ou no final vao acabar amigos? pq neh essa obsessao pela gen eh chata, ate parece que ele ainda ama ela mesmo.

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no Google e quiser comentar, utilize a opção Nome/URL e preencha seu nome/apelido/nick; o URL pode deixar em branco.

Boa leitura, E SEM SPOILER!