16 de abril de 2018

Capítulo 47

O JANTAR VIRTUAL de domingo foi ideia minha.
O laptop está em cima de uma pilha de livros no meio da mesa. Meu pai e Kitty estão sentados na frente dele com fatias de pizza. É hora do almoço para nós e hora do jantar para Margot. Ela está sentada na escrivaninha do quarto com uma salada. Já está de pijama de flanela.
— Vocês estão comendo pizza de novo? — Margot olha para mim e para papai com reprovação. — A Kitty vai continuar baixinha se vocês não derem verduras a ela.
— Relaxa, Gogo, tem pimentão na pizza — digo e levanto minha fatia.
Todo mundo ri.
— Vai ter salada de espinafre no jantar de hoje — diz papai.
— Dá para bater minha porção de espinafre no liquidificador? — pergunta Kitty. — É a forma mais saudável de comer espinafre.
— Como você sabe? — pergunta Margot.
— O Peter me disse.
A fatia de pizza que estava a caminho da minha boca para no ar.
— Que Peter?
— O namorado da Lara Jean.
— Espera um minuto... Lara Jean está namorando quem?
Na tela do computador, os olhos de Margot estão arregalados e incrédulos.
— Peter Kavinsky — responde Kitty.
Eu faço cara feia para ela. Com os olhos, eu digo: Obrigada por ser fofoqueira, Kitty. Com os olhos, ela responde: O que foi? Você já deveria ter contado para ela há séculos.
Margot olha de Kitty para mim.
— Como isso aconteceu?
— Ah, só... aconteceu — respondo, sem jeito.
— Isso é sério? Por que você se interessaria por alguém como Peter Kavinsky ? Ele é tão... — Margot balança a cabeça, sem acreditar. — Você sabia que o Josh o pegou colando, uma vez?
— O Peter cola? — repete papai, alarmado, olhando para mim.
— Foi só uma vez, no sétimo ano! O sétimo ano foi há tanto tempo que nem conta mais. E não foi em uma prova, era só um teste.
— Não acho que ele seja bom para você. Todos aqueles caras do lacrosse são tão babacas.
— Bem, o Peter não é como eles.
Não entendo por que Margot não pode simplesmente ficar feliz por mim. Eu ao menos fingi ficar feliz quando ela começou a sair com Josh. Ela podia fingir estar feliz por mim, também. E estou furiosa por ela ficar falando essas coisas na frente do nosso pai e de Kitty.
— Se você conversar com ele, Margot, se der uma chance, vai ver.
Não sei por que estou me dando o trabalho de tentar convencê-la sobre Peter, considerando que vamos acabar logo, mesmo.
Mas quero que ela saiba que ele é um cara legal, porque ele é.
Margot faz uma cara de ah, tá, claro, e sei que ela não acredita em mim.
— E a Genevieve?
— Eles terminaram meses atrás.
Papai parece confuso.
— O Peter e a Genevieve eram namorados?
— Deixa pra lá, pai — digo.
Margot fica quieta comendo a salada, e acho que acabou, mas ela dispara:
— Mas ele não tira notas boas, não é? Na escola?
— Nem todo mundo pode ser o melhor aluno do ano! E há tipos diferentes de inteligência, sabia? Ele é esperto.
A reprovação de Margot me deixa muito irritada. Mais do que irritada. Furiosa. Que direito ela tem de se meter se nem mora mais aqui? Kitty tem mais direito do que ela.
— Kitty, você gosta do Peter, não gosta? — pergunto para ela. Sei que ela vai dizer sim.
Kitty se empertiga, e percebo que está satisfeita por ser incluída na conversa de “meninas grandes”.
— Gosto.
Margot parece surpresa.
— Kitty, você conhece ele também?
— Claro. Ele vem aqui o tempo todo. Dá carona para a gente.
— No Audi? Que só tem dois lugares?
Margot olha para mim.
Kitty se anima.
— Não, na van da mãe dele! — Com olhos inocentes, ela diz: — Quero dar uma volta no conversível dele. Nunca andei de conversível.
— Então ele não dirige mais o Audi? — pergunta Margot.
— Não quando a Kitty vai com a gente — digo.
— Hum.
Isso é tudo que Margot diz, e a expressão cética em seu rosto me dá vontade de fechar a tela do laptop.

5 comentários:

  1. Hueheueheu fiquei "um pouco" (😏) satisfeita com isso 😏😏😏😏💚

    ResponderExcluir
  2. Belo jeito de contar as coisas, hein Jaranjinha?

    ResponderExcluir
  3. Mandy Nerd K-Otaku20 de junho de 2018 16:32

    ahh eu achei que a Margot foi meio chata...ela poderia ao menos ter ficado feliz pela irmã dela estar namorando, ne?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só eu que não acho a Margot grande coisa? Chatinha!

      Excluir
    2. Na verdade até faz sentido. Margot pensa que Peter é o estereótipo babaca jogador de esportes e, por isso, tem medo que ele fique com Lara simplesmetnte por ficar. Só lembrando que Margot meio que assumiu o papel da mãe dela depois que ela morreu, então, faz sentido que ela fique tão preocupada com Lara.

      Excluir

Se você não tem conta no Google e quiser comentar, utilize a opção Nome/URL e preencha seu nome/apelido/nick; o URL pode deixar em branco.

Boa leitura, E SEM SPOILER!