2 de fevereiro de 2018

Capítulo 63

KADEN

Estava ficando escuro. Eu sabia que ela havia se dirigido ao sul, e sabia que seguira em direção aos bosques. Isso poderia dar a ela a cobertura que desejava, mas seria o último lugar para onde deveria ir. Sempre dávamos a volta em tomo das florestas do planalto porque sabíamos o que estava à espreita por lá. Se não a alcançássemos antes de escurecer, Lia não sobreviveria àquela noite.
Griz e Finch estavam convencidos de que ela apenas havia se separado de nós na confusão. Eu sabia que não era o caso. Eles estavam igualmente certos de que ela havia salvado as vidas de todos nós, e de que seu dom era tão verdadeiro quanto o solo embaixo de nossos pés. Eu não sabia dizer com certeza se era coincidência ou um saber genuíno. Se a pessoa fingir ter o dom com tanta frequência como ela havia feito, certamente uma hora vai acabar tendo a sorte de sincronizar um fingimento com um caso real.
Parei, analisando a fileira de árvores ao sul que estava ali, em pé, como um muro proibitivo. Fiquei arrepiado, pensando nela cavalgando em meio àquilo. Havíamos perdido os rastros dela um quilômetro e meio atrás, mais ou menos, e eu só podia sugerir que ela tivesse entrado na floresta escura. Nós nos dividimos, concordando em nos encontrarmos novamente na savana, ao crepúsculo. Rezei para que não fosse Malich a encontrá-la. Eu não sabia ao certo contra quem ela se sairia melhor: ele ou as feras da floresta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários de volta!
Passamos algumas horas sem essa opção, mas estamos à ativa novamente :)

Boa leitura! E SEM SPOILER!