2 de fevereiro de 2018

Capítulo 12

O PRÍNCIPE

Eu havia dito a Sven que provavelmente nem falaria com ela, e, ainda assim, desde o momento em que a vi caminhando de forma arrogante pelos arredores como se nada no mundo importasse, falar com ela era tudo que eu queria fazer. Eu queria fazer uma crítica de proporções épicas a ela, dar-lhe um sermão que deixaria até mesmo as orelhas do meu pai — acostumadas a isso — vermelhas. Eu queria revelar a identidade dela para um salão cheio de gente, e, ainda assim, fiquei lá, sentado e em silêncio, e deixei que ela me passasse as escolhas do menu em vez de tomar alguma providência. Princesa Arabella, Primeira Filha da Casa de Morrighan, trabalhando em uma taverna.
E ela parecia estar gostando. Bastante, na verdade.
Talvez fosse isso o que mais me incomodava. Enquanto eu estava na estrada, imaginando se a Princesa seria a vítima de bandidos ou ursos, ela estava brincando de garçonete. Ela com certeza era encrenca, e no dia em que fugiu de nosso casamento, eu me esquivei de uma flecha envenenada. Ela me fez um favor. Eu quase podia dar risada da sugestão do meu pai de arrumar uma amante depois do casamento. Essa menina poderia fazer toda a corte e metade do exército real se arrepender de tal decisão.
Eu me virei, socando o colchão cheio de caroços, na esperança de que minha incapacidade de permanecer quieto mantivesse meu indesejado companheiro acordado. Ele ficara andando de um lado para o outro, pisando duro, durante uma hora antes de apagar o lampião. Eu vi quando ele estava olhando para Lia na taverna, praticamente despindo-a com os olhos desde o minuto em que entramos.
Quando a vi pela primeira vez, também fui pego de surpresa. O rosto dela não batia com a face emaciada e amargurada que eu havia visualizado depois de tantos quilômetros na estrada. Meu sermão épico encolheu-se e transformou-se em silêncio enquanto eu a observava. Eu estava quase nutrindo a esperança de que não fosse ela, mas então, quando a ouvi falar, eu soube... Soube por sua audácia e seu temperamento. Soube pela forma como ela ordenou um soldado bem maior do que ela a se calar com algumas poucas palavras ardentes e bem-colocadas, ainda que imprudentes. Depois de nos sentarmos, notei que meu novo amigo ainda a observava, passando os olhos por ela da mesma forma que uma pantera olharia para uma corça, provavelmente imaginando que ela seria sua sobremesa. Eu quase chutei sua cadeira para que caísse no chão.
Com sorte, ele iria embora amanhã e esqueceria tudo sobre a conquista de uma garçonete local. Depois que deixamos a taverna e fomos ao banheiro, olhei com atenção para seus equipamentos de montaria, todos objetos genéricos, sem nenhuma marca que indicasse se ele era um artesão ou de qual região vinha. Nada. Nem no alforje, na bainha, no cobertor — não havia nem mesmo o mais humilde adorno como uma elaborada rédea no focinho de seu cavalo. Seria isso obra do acaso ou era algo proposital?
Rolei de novo no colchão, incapaz de ficar confortável. Então eu a tinha visto. E agora? Eu havia dito a Sven que não falaria com ela, e falei. Eu queria envergonhá-la em público, e não o fiz. Queria falar com ela em particular, mas sabia que não podia. Nada estava saindo da maneira que eu havia planejado.

12 comentários:

  1. Quem será q vai ganhar o coração a nossa garota 😏😏 ???

    ~MIRELLE

    ResponderExcluir
  2. aii gnt
    é tão bom ver o lado de cd um na hist,e esses dois se torturando mentalmente é tão emocionante,tããão romantico
    será q só eu acho isso?

    ResponderExcluir
  3. Scrr, não consigo saber quem é quem, o Rafe é o príncipe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é a ideia, Isadora! Assim como Lia, não sabemos quem é quem

      Excluir
  4. Eu quero saber do poder dela. Aquelas vozes. Muita coisa pra rolar... VAI DA TRETA!

    ResponderExcluir
  5. Tô achando q Rafe é o príncipe e Kaden o assassino

    ResponderExcluir
  6. A autora é genial, colocar os leitores a descobrir quem é quem no mesmo lugar que a personagem é simplesmente brilhante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né! Também achei. Pena que teve gente que não entendeu a ideia...

      Excluir
  7. Eu tenho certeza de que o Kaden é o principe

    ResponderExcluir
  8. Está todo mundo pensando, que por ser óbvio demais o Rafe seria o príncipe. Mas vocês já pensaram que óbvio seria se fosse assim? Eu acho que por ser óbvio pode ser exatamente isso. O Rafe o assassino e o Kaden o príncipe.

    ResponderExcluir
  9. Cada capítulo eu mudo de opinião mas quero que ela fique com o príncipe😍😍😍

    ResponderExcluir

Comentários de volta!
Passamos algumas horas sem essa opção, mas estamos à ativa novamente :)

Boa leitura! E SEM SPOILER!