7 de dezembro de 2017

Capítulo 13

Ford Prefect saltou para a ponte de comando do Coração de Ouro.
— Trillian! Arthur! — gritou. — Está funcionando! A nave foi reativada!
Trillian e Arthur estavam dormindo no chão.
— Venham, vocês, estamos indo, estamos saindo — disse, chutando-os para acordá-los.
— Oi, gente — gorjeou o computador —, é muito legal estar mais uma vez com vocês, puxa vida, e eu só queria dizer que...
— Cala a boca — disse Ford —, diga-nos apenas em que inferno a gente está.
— Planeta Astrossapo B, e, cara, é um monturo! — disse Zaphod, correndo para a ponte. — Oi, turma, vocês devem estar tão maravilhosamente felizes de me ver que não conseguem encontrar palavras para exprimir o quanto eu sou supimpa.
— O quanto é o quê? — disse Arthur, de olhos turvos, erguendo-se do chão e sem entender nada.
— Sei como vocês se sentem — disse Zaphod. — Sou tão sensacional que às vezes até eu fico sem palavras quando falo comigo mesmo. Ei, prazer em vê-los, Trillian, Ford, Homem-macaco. Ei, ahn, computador...?
— Oi, gente, sr. Beeblebrox, é realmente uma grande honra...
— Cale a boca e tire-nos daqui, rapidinho.
— Pra já, amigão, pra onde você quer ir?
— Qualquer lugar, não importa — gritou Zaphod. — Quer dizer, importa sim! — disse de novo. — A gente quer ir para o lugar mais perto onde se possa comer!
— Pra já! — disse o computador feliz e uma massiva explosão chacoalhou a ponte.
Quando Zarniwoop entrou um minuto mais tarde, com um olho roxo, observou os quatro filetes de fumaça com interesse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)