9 de outubro de 2017

Glossário

Aegir — deus das ondas
aesir (pl.: aesires) — deuses da guerra; semelhantes aos humanos
alcorânico — tudo que é relacionado ou pertencente ao Alcorão, o principal texto religioso do Islã
Allahu Akbar — Deus é maior
argr — nórdico para não másculo
Árvore de Laeradr — árvore localizada no centro do Salão de Banquete dos Mortos, em Valhala, com animais imortais que têm funções especiais
bala minié — um tipo de bala usada em rifles durante a Guerra Civil Americana
Balder — deus aesir, filho de Odin e Frigga, irmão de muitos, inclusive Thor. Ele era tão lindo, gracioso e alegre que emitia luz
bardos — poetas que compunham nas cortes de líderes durante a era viking
berserker (pl.: berserkir) — guerreiro nórdico considerado invencível em batalha
Bifrost — a ponte arco-íris que liga Asgard a Midgard
Bolverk — um dos pseudônimos de Odin
bosque de Glasir — árvores em Asgard, fora dos portões de Valhala, com folhas avermelhadas. Glasir significa reluzente
Bragi — deus da poesia
brunnmigi — um monstro que urina em poços
cailleach — gaélico para bruxa ou megera
draugr — zumbis nórdicos
Eid al-Fitr — uma festividade comemorada pelos muçulmanos para celebrar o fim do ramadã
einherjar (sing.: einherji) — grandes heróis que morreram com bravura na Terra; soldados do exército eterno de Odin; treinam em Valhala para o Ragnarök, quando os mais corajosos se juntarão a Odin na batalha contra Loki e os gigantes no fim do mundo
einvigi — combate individual viking
eldhusfifl — nórdico para bobo do vilarejo
Fárbauti — marido jötunn de Laufey e pai de Loki
Fenrir — lobo invulnerável nascido do caso de Loki com uma giganta; sua força incrível provoca medo até nos deuses, que o mantêm amarrado a uma pedra em uma ilha. Ele está destinado a se soltar no dia do Ragnarök
Frey — deus da primavera e do verão; do sol, da chuva e da colheita; da abundância e da fertilidade, do crescimento e da vitalidade. Frey é irmão gêmeo de Freya e, como a irmã, tem grande beleza. Ele é o lorde de Álfaheim
Freya — deusa do amor; irmã gêmea de Frey
Frigga — deusa do casamento e da maternidade; esposa de Odin e rainha de Asgard; mãe de Balder e Hod
Garm — cão de guarda de Hel
Ginnungagap — o abismo primordial; a névoa que obscurece as aparências
Gjallar — trombeta de Heimdall
glamour — magia ilusória
halal — carne preparada da forma exigida pela lei muçulmana
Heimdall — deus da vigilância e guardião da Bifrost, a entrada para Asgard
Hel — deusa da morte desonrosa; nascida do caso de Loki com uma giganta
Helheim — o submundo nórdico, governado por Hel e habitado pelos que morreram fazendo maldades, de velhice ou devido a doenças
hidromel de Kvásir — uma bebida que dá a quem bebe o dom da oratória, criado de uma combinação do sangue de Kvásir com mel
Hrungnir — brigão
Hugin e Munin — corvos de Odin, cujos nomes significam pensamento memória, respectivamente
huldra — espírito da floresta domesticado
Idun — bela deusa da juventude que distribui as maçãs da imortalidade para os outros deuses
Inshallah — se Deus quiser
Jörmungand — a Serpente do Mundo, monstro nascido do caso de Loki com uma giganta; o corpo dele é tão grande que envolve a Terra
jötunn — gigante
kenaz — a tocha, o fogo da vida
konungsgurtha — praça do rei
Kvásir — um homem criado do cuspe dos deuses aesires e vanires, para representar o tratado de paz entre os clãs depois da guerra
Laufey — esposa jötunn de Fárbauti e mãe de Loki
lindwyrm — um dragão temível do tamanho e do comprimento de um caminhão, com apenas duas patas frontais e asas marrons com textura coriácea parecidas com as dos morcegos, porém pequenas demais para voo
Loki — deus da lábia, da magia e da trapaça; filho de dois gigantes, Fárbauti e Laufey; adepto da magia e da metamorfose. Ele é alternadamente maldoso e heroico para os deuses de Asgard e para a humanidade. Por causa do papel na morte de Balder, Loki foi acorrentado por Odin a três pedras gigantescas com uma serpente venenosa enrolada acima da cabeça. O veneno da cobra queima o rosto do deus de tempos em tempos, e quando ele se debate seus movimentos causam os terremotos
meinfretr — peido fedido
mikillgulr — nórdico para amarelão
Mímir — deus aesir que, ao lado de Honir, trocou de lugar com os deuses vanires, Frey e Njord, no final da guerra entre os dois clãs. Como os vanires não gostaram dos conselhos dele, cortaram sua cabeça e a mandaram para Odin. Odin depositou a cabeça em um poço mágico, onde a água o trouxe de volta à vida, e Mímir absorveu todo o conhecimento da Árvore do Mundo
mjöð — hidromel
Mjölnir — o martelo de Thor
Naglfar — o Navio das Unhas
Njord — deus vanir dos mares, pai de Frey e Freya
nøkk — um nixe, ou espírito da água
Nornas — três irmãs que controlam o destino dos deuses e dos humanos
Odin — o “Pai de Todos” e rei dos deuses; deus da guerra e da morte, mas também da poesia e da sabedoria. Ao trocar um olho por um gole do Poço da Sabedoria, Odin ganhou conhecimentos inigualáveis. Ele pode observar os nove mundos de seu trono em Asgard; também vive em Valhala com os mais corajosos entre os mortos em batalha
oração maghrib — a quarta de cinco orações formais diárias feitas por muçulmanos praticantes, recitada antes do pôr do sol
othala — herança
ouro vermelho — moeda de Asgard e Valhala
Ragnarök — o Dia do Juízo Final, quando os mais corajosos entre os einherjar vão se juntar a Odin na batalha contra Loki e os gigantes no fim do mundo
ramadã — momento de purificação espiritual alcançado por jejum, sacrifício e orações, comemorado no nono mês do calendário islâmico
Ran — deusa do mar; esposa de Aegir
Sif — deusa da terra; com seu primeiro marido, teve Uller; Thor é seu segundo marido; a sorveira é sua árvore sagrada
Sigyn — esposa de Loki
Skadi — giganta do gelo que já foi esposa de Njord
Sleipnir — o corcel de oito patas de Odin; só Odin pode invocá-lo; um dos filhos de Loki
suhur — refeição pré-aurora feita por muçulmanos praticantes durante o ramadã
Sumarbrander — a Espada do Verão
Thor — deus do trovão; filho de Odin. As tempestades são o efeito de quando a carruagem de Thor atravessa o céu, e os relâmpagos são provocados quando ele usa seu poderoso martelo, Mjölnir
Thrym — um rei gigante
Thrymheimr — Lar do Trovão
tveirvigi — combate duplo
Tyr — deus da coragem, da lei e do julgamento por combate; ele teve a mão arrancada por uma mordida de Fenrir, quando o Lobo foi amarrado pelos deuses
Utgard-Loki — o feiticeiro mais poderoso de Jötunheim; rei dos gigantes das montanhas
Valhala — paraíso para os guerreiros a serviço de Odin
valquíria — servas de Odin que escolhem os heróis mortos que serão levados para Valhala
vanir (pl.: vanires) — deuses da natureza; semelhantes aos elfos
vatnavaettir (each-uisge na Irlanda) — cavalos d’água
Vigrid — planície que vai ser o local da batalha entre os deuses e as forças de Surt durante o Ragnarök
Vili e Ve — os dois irmãos mais novos de Odin, que, junto com ele, participaram da formação do cosmos e são os primeiros aesires. Quando Odin ficou fora por muito tempo, Vili e Ve governaram Asgard no lugar dele, junto a Frigga
vitupério — duelo verbal de insultos, no qual os competidores precisam exibir prestígio, poder e confiança
wergild — dívida de sangue
wyrd — destino
Ymir — pai de todos os deuses e gigantes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)