22 de setembro de 2017

A pretensão do amor
Antigo poema de amor egípcio

Com a fraqueza e a exaustão da mazela
Todo o dia na cama passarei;
Meus amigos virão para trelas
E entre eles ela eu verei.
Ela fará sentir vergonha aos médicos,
Eles que estarão sobre mim a ponderar,
Porque só ela, a minha amada,
Conhece bem o meu mal-estar.


A canção da pomba
Antigo poema de amor egípcio

Ouço a tua voz, ó rolinha...
Enquanto a alvorada se ilumina...
Exausta estou de amor, de amor.
Ó, para onde minh’alma caminha?
Não deve, ó formoso pássaro,
A alegria ser negada...
Pois encontrei meu amado, meu amor;
E estou por ele acompanhada.
Avançamos os dois, de mãos dadas
Caminhando por veredas floridas...
Sou da terra de todas a mais bela,
Porque ele assim me fez definida.

(Poemas extraídos de Egyptian Myths and Legends [Mitos e lendas egípcias], por Donald Mackenzie – tradução livre.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)