1 de julho de 2017

Primeiro contato

DOIS DIAS SE PASSARAM e deixei de me deprimir. Eu estava ficando melhor em ignorar os vizinhos quando ouvi um zunido vindo do lado de fora. Estou no meu sofá, ainda atolada em O senhor das moscas. Misericordiosamente, estou perto do fim. Ralph está na praia esperando por uma morte violenta. Estou tão ávida para que o livro termine para que eu possa ler alguma outra coisa, algo mais alegre, que ignoro o som. Alguns minutos depois e ouço outro zumbido, mais alto desta vez. Coloco o livro de lado e escuto. Os zunidos três, quatro e cinco vêm em uma sucessão rápida.
Algo bateu em minha janela. Como assim? Eu me levanto e corro para a janela antes de pensar em uma opção melhor. Afasto as cortinas.
A janela do Olly está escancarada, as persianas abertas, e as luzes estão apagadas. O bundt indestrutível está sentado no peitoril usando óculos de natação que me encaram. O bolo treme e então se inclina para o lado como se estivesse contemplando o chão a distância. Ele recua e treme de novo.
Tento ver Olly em seu quarto escuro quando o bundt pula do parapeito e se joga no chão.
Eu me engasgo. Será que o bolo acabou de cometer suicídio? Baixo o pescoço para ver que fim levou, mas está muito escuro para enxergar o que quer que seja.
E então uma lanterna ilumina o bolo. Inacreditavelmente, ainda está intacto. Do que essa coisa é feita? Provavelmente foi melhor a gente não ter tentado comer esse troço.
A luz se apaga e eu olho para cima bem a tempo de ver a mão do Olly com uma luva preta levar novamente a lanterna para dentro da janela. Fico ali mais alguns minutos, esperando que ele volte, mas isso não acontece.


NOITE DOIS
JÁ ESTOU ACOMODADA na minha cama quando o zumbido começa de novo. Estou determinada a ignorá-lo e é isso o que faço. O que quer que ele queira, eu não posso fazer. É mais fácil não saber.
Não vou para a janela nem naquela noite nem na seguinte.


NOITE QUATRO
NÃO AGUENTO MAIS. Dou uma espiada de um dos cantos da cortina.
O bundt está sentado no parapeito. Band-Aids e bandagens cobrem metade do seu corpo. Olly não está em nenhum lugar por perto.


NOITE CINCO
O BUNDT ESTÁ SENTADO na mesa ao lado da janela. Perto dele há um copo de martíni repleto de um líquido verde, um maço de cigarros e um frasco de comprimidos com uma etiqueta representando uma caveira e ossos cruzados. Outra tentativa de suicídio?
E ainda nenhum sinal do Olly.


NOITE SEIS
O BUNDT ESTÁ DEITADO em um lençol branco. Uma garrafa de plástico de cabeça para baixo está presa no que parece ser um cabideiro e está pendurada em cima do bolo. Um barbante pende da garrafa até o bundt como uma cânula. Olly aparece usando um casacão branco e um estetoscópio. Ele franze a testa para o bundt e ouve seu coração. Quero soltar uma gargalhada, mas não me permito.
Olly olha para cima e balança a cabeça solenemente. Fecho as cortinas, contendo um sorriso, e me afasto.


NOITE SETE
DIGO A MIM MESMA para não olhar, mas assim que ouço o primeiro zunido, corro para a janela. Olly está usando um roupão preto com uma cruz prateada gigante pendurada no pescoço. Ele está executando os últimos ritos do bundt.
Por fim, não consigo me conter. Caio na gargalhada. Ele olha para cima e sorri também. Pega uma caneta marcador de cor preta do bolso e escreve na janela:



PRIMEIRO CONTATO, PARTE DOIS
De: Madeline F. Whittier
Para: usuariogenerico033@gmail.com
Assunto: Olá
Data de envio: 4 de junho, 20:03
Olá. Acho que devemos começar com as apresentações, não é? Meu nome é Madeline Whittier. E o seu?
– Madeline Whittier
P.S. Você não precisa se desculpar por nada.
P.P.S.: Do que é feito esse tal de bundt?

De: usuariogenerico033
Para: Madeline F. Whittier <madeline.whittier@gmail.com>
Assunto: RE: Olá
Enviado em: 4 de junho, 20:07
você é uma espiã horrível madeline whittier se ainda não conseguiu descobrir o meu nome. minha irmã e eu tentamos conhecer você na semana passada, mas a sua mãe não deixou. realmente não sei do que o bundt é feito. pedras, talvez?

De: Madeline F. Whittier
Para: usuariogenerico033@gmail.com
Assunto: RE: RE: Olá
Enviado em: 4 de junho, 20:11
Oi.
Receita do Bolo Bundt
3 xícaras de cimento
1 1/4 de xícara de serragem em flocos finos
1 xícara de cascalho (de vários tamanhos para efeito decorativo)
1/2 colher de chá de sal
1 xícara de cola branca
2 barras de manteiga sem sal
3 colheres de chá de tíner
4 ovos grandes (em temperatura ambiente)

MODO DE PREPARO
Pré-aqueça o fogo a 350 graus.
Unte a forma redonda.
Para o bolo:
Em uma tigela média, misture o cimento, o sal e o cascalho.
Em uma tigela grande, misture a manteiga, a cola branca, o tíner e os ovos. Não misture o conteúdo das duas tigelas. Gradualmente, forme pequenos montinhos com os ingredientes secos. Bata com uma colher até assumir o formato de um anel.
Coloque no forno. Quando você colocar um palito dentro do bolo e ele não sair, está pronto. Deixe esfriar dentro da forma.
Para a cobertura:
Misture serragem e água suficientes até obter uma cobertura consistente. Desenforme o bolo sobre um pedaço de papel vegetal (para facilitar a limpeza). Cubra o bolo com a cobertura e deixe solidificar antes de servir.
(Serve 0)
– Madeline Whittier
P.S.: Não sou uma espiã!


PRIMEIRO CONTATO, PARTE TRÊS
Quarta-feira, 20:15
Olly: eu ia responder o seu e-mail, mas vi que você estava on-line. a sua receita me fez rachar de rir. por acaso já houve algum espião na história da espionagem que admitiu ser um espião? acho que não. eu sou olly e é um prazer conhecê-la.
Olly: o que significa esse “f”?
Madeline: Furukawa. Minha mãe é a terceira geração de imigrantes japoneses. Sou metade japonesa.
Olly: e a outra metade?
Madeline: Afrodescendente.
Olly: você tem algum apelido madeline furukawa whittier ou eu devo chamar você de madeline furukawa whittier?
Madeline: Eu não tenho apelido. Todo mundo me chama de Madeline. Às vezes minha mãe me chama de querida e de docinho. Isso conta?
Olly: não, claro que isso não conta. ninguém chama você de m ou maddy, ou made, ou line? vou arrumar um apelido para você.
Olly: a gente vai ser amigo

Quinta-feira, 20:19
Madeline: Já que vamos ser amigos, tenho umas perguntas: de onde você é? Por que você usa um gorro o tempo todo? A sua cabeça por acaso tem um formato esquisito? Por que você só se veste de preto? Pergunta relacionada: você sabe que existem outras cores de roupa? Tenho algumas sugestões se você precisar. O que você faz no telhado? O que é a tatuagem no seu braço direito?
Olly: eu tenho as respostas: viemos de vários lugares, mas principalmente da costa leste. raspei a cabeça antes de me mudar para cá (grande erro). sim. eu fico mesmo incrivelmente sexy de preto. sim. não preciso de nenhuma, obrigado. nada. um código de barras
Madeline: O que você tem contra letras maiúsculas e a pontuação correta?
Olly: quem disse que eu tenho alguma coisa contra
Madeline: Tenho que ir. Desculpe!

Sexta-feira, 20:34
Olly: então quer dizer que você está de castigo?
Madeline: Não estou de castigo. Por que você acha que eu estou?
Olly: bem, alguma coisa fez com que você saísse do computador correndo na noite passada. eu estava pensando que era a sua mãe. confie em mim. eu sei tudo sobre estar de castigo. não vi você do lado de fora desde que nos mudamos
Madeline: Desculpe. Não sei o que dizer. Não estou de castigo, mas não posso sair de casa.
Olly: muito misterioso. você é um fantasma? foi o que eu pensei no dia em que nos mudamos e vi você na janela. e seria mesmo o maior azar a menina bonita da casa ao lado na verdade não estar viva.
Madeline: Primeiro eu era uma espiã e agora eu sou um fantasma!
Olly: você não é um fantasma? então uma princesa de conto de fadas. qual delas você é? cinderela? você vai se transformar em abóbora se sair de casa?
Olly: ou a rapunzel? o seu cabelo é bem comprido. jogue ele aqui para baixo e deixe que eu escale para te resgatar.
Madeline: Isso sempre me soou como algo impraticável. E doloroso. Você não acha?
Olly: sim. então você não é a cinderela nem a rapunzel. branca de neve, então. sua madrasta má jogou um feitiço em você de forma que jamais será capaz de sair de casa e o mundo não poderá ver quão digna você é.
Madeline: Não é assim que acontece na história. Você sabia que na versão original não existia uma madrasta má, mas sim uma mãe má? Dá para acreditar nisso? E também não havia anões. Interessante, não?
Olly: definitivamente.
Madeline: Eu não sou uma princesa.
Madeline: E nem preciso ser resgatada.
Olly: tudo bem. eu também não sou nenhum príncipe.
Madeline: Você acha que eu sou bonita?
Olly: para uma fantasma espiã princesa dos contos de fadas? com toda a certeza.

Sábado, 20:01
Olly: por que você só entra na internet depois das 8?
Madeline: Em geral só fico sozinha depois dessa hora.
Olly: alguém fica com você o dia todo?
Madeline: Será que a gente podia não falar sobre isso?
Olly: madeline whittier, aquela que me deixa cada vez mais e mais curioso

Sábado, 20:22
Olly: vamos jogar um jogo. os seus cinco preferidos. rápido. sem pensar muito. livro palavra cor vício pessoa.
Olly: anda logo. digite mais depressa, mulher. não pense, digite.
Madeline: Uau. O Pequeno Príncipe. Dependente. Verde-água. Eu não tenho nenhum vício. Minha mãe.
Olly: todo mundo tem vícios
Madeline: Eu não tenho. Por quê? Quantos você tem?
Olly: o suficiente para ter um preferido
Madeline: Ok, minha vez.
Olly: a mesma lista?
Madeline: Sim
Olly: o senhor das moscas. macabro. preto. roubar prataria. minha irmã.
Madeline: Eca. O senhor das moscas? Não acho que possamos mais ser amigos. Esse livro é horrível.
Olly: o que tem de tão horrível nele?
Madeline: Tudo!
Olly: você só não gosta dele porque é um livro verdadeiro
Madeline: Como assim verdadeiro? Se formos deixados por nossa própria conta vamos acabar matando uns aos outros?
Olly: sim
Madeline: Você realmente acredita nisso?
Olly: sim
Madeline: Bem, eu não acredito. Definitivamente não.
Madeline: Você rouba prataria?
Olly: você precisa ver a minha coleção de colheres

Segunda-feira, 20:07
Olly: o que você fez para te colocarem num castigo tão brabo?
Madeline: Não estou de castigo e não quero falar sobre isso.
Olly: tem algum garoto nessa história?
Olly: você está grávida? você tem namorado?
Madeline: Ah, meu Deus, você é maluco! Não estou grávida, nem tenho namorado! Que tipo de garota você acha que eu sou?
Olly: uma garota bem misteriosa.
Madeline: Você passou o dia todo achando que eu estava grávida?
Madeline: Sério que você pensou isso?
Olly: passou pela minha cabeça umas duas ou umas quinze vezes
Madeline: Inacreditável.
Olly: você não quer saber se eu tenho namorada?
Madeline: Não.

Terça-feira, 20:18
Madeline: Oi.
Olly: e aí?
Madeline: Não sabia se você ia ficar on-line hoje. Você está bem?
Olly: estou
Madeline: O que aconteceu? Por que você está tão irritado?
Olly: não sei do que você está falando
Madeline: O seu pai, Olly. Por que você está tão irritado?
Olly: você tem os seus segredos. eu tenho os meus
Madeline: OK.
Olly: ok

Quarta-feira, 3:31
Olly: não consegue dormir?
Madeline: Não.
Olly: eu também não. cinco favoritos. rápido. filme comida parte do corpo matéria da escola
Madeline: Só tem quatro. Além disso, é muito tarde para que eu consiga pensar.
Olly: estou esperando
Madeline: Orgulho e Preconceito – a versão da BBC, torrada, mãos, arquitetura.
Olly: meu deus do céu. será que existe alguma menina nesse planeta que não ama o sr. darcy?
Madeline: Todas as meninas amam o sr. Darcy?
Olly: você está brincando? até a minha irmã ama o darcy e olha que ela não ama ninguém.
Madeline: Ela deve amar você. Tenho certeza de que ela ama você.
Olly: o que tem de tão incrível no darcy?
Madeline: Você não está falando sério.
Olly: ele é um esnobe
Madeline: Mas ele supera isso e no fim se dá conta de que o caráter importa mais que a classe social! Ele é um homem disposto a aprender as lições da vida! E ele também é lindo, nobre, sinistro, taciturno e poético. E eu mencionei que ele é lindo? E também ama a Elizabeth acima de tudo.
Olly: hã-hã
Madeline: É isso mesmo.
Olly: minha vez?
Madeline: Prossiga.
Olly: godzilla, torrada, olhos, matemática. espera aí. a parte preferida do corpo é a sua ou a de outra pessoa?
Madeline: Eu não sei! Essa lista é sua.
Olly: ah, tudo bem, vou continuar com os meus olhos
Madeline: Qual é a cor dos seus olhos?
Olly: azul
Madeline: Seja mais específico, por favor.
Olly: jesus. garotas! eles são azul-oceano
Madeline: Do Atlântico ou do Pacífico?
Olly: atlântico. qual é a cor dos seus?
Madeline: Chocolate.
Olly: seja mais específica, por favor
Madeline: Cor de chocolate com 75% de cacau.
Olly: haha. legal
Madeline: Ainda assim são só quatro favoritos. Precisamos de mais um.
Olly: vou deixar essa para você
Madeline: Forma de poesia.
Olly: o que quer dizer que você tem uma
Madeline: E você não é leigo no assunto.
Olly: limeriques
Madeline: Você é um leigo. Vou fingir que você não falou isso.
Olly: qual é o problema com um bom limerique?
Madeline: “Um bom limerique” é uma contradição.
Olly: qual é a sua preferida?
Madeline: Haicai.
Olly: haicais são horríveis. eles são menos engraçados do que os limerique
Madeline: Você foi rebaixado de leigo para herege.
Olly: Conte-me uma novidade.
Madeline: OK. Preciso dormir.
Olly: ok eu também

Quinta-feira, 20:00
Madeline: Eu jamais imaginaria que matemática é a sua matéria preferida.
Olly: por que não?
Madeline: Eu não sei. Você escala edifícios e pula sobre as coisas. A maioria das pessoas são boas com o corpo ou com a mente, não com ambos.
Olly: esse é um jeito legal de dizer que você me acha idiota?
Madeline: Não! Isso quer dizer que... Eu não sei o que isso quer dizer.
Olly: você quer dizer que eu sou muito sexy para ser bom em matemática. está tudo bem. ouço isso o tempo todo
Madeline: 
Olly: é preciso apenas prática, como qualquer outra coisa. se você quer saber, eu era um matematleta duas escolas atrás. Tem alguma dúvida sobre probabilidade ou estatística? eu sou o cara ideal para resolver o seu problema
Madeline: Não!
Olly: sim!
Madeline: Tão sexy.
Olly: estou sentindo uma sombra de falsidade
Madeline: Não!
Olly: sim!
Madeline: :) Então quer dizer que você vai ser um matematleta na Escola de Ensino Médio do Vale de São Francisco?
Olly: provavelmente não
Olly: meu pai me fez sair da equipe. ele queria que eu fizesse alguma coisa mais de macho, tipo futebol americano.
Madeline: Você joga futebol?
Olly: não. ele me fez sair dos matematletas, só que não conseguiu intimidar o técnico o suficiente para que ele me deixasse entrar no time bem no meio da temporada. no fim das contas, ele acabou esquecendo essa história
Madeline: E se ele obrigar você a jogar futebol de novo?
Olly: agora sou um pouco mais difícil de ser ameaçado do que 2 anos atrás
Olly: também me tornei mais malvado. e maior.
Madeline: Você não parece ser mau.
Olly: você ainda não me conhece assim tão bem.

Sexta-feira, 3:03
Madeline: Você está acordado de novo.
Olly: é
Madeline: Sei que você não quer falar sobre isso.
Olly: e mesmo assim
Madeline: Vi o que aconteceu hoje. A sua mãe está bem?
Olly: ela está ok. essa não foi a primeira vez. nem será a última
Madeline: Oh, Olly.
Olly: por favor, não venha com essa história de oh olly para cima de mim
Olly: me fala alguma coisa. qualquer coisa. me fala um negócio engraçado
Madeline: Tudo bem. O que é um pontinho verde no canto da sala?
Olly: o que é?
Madeline: Uma ervilha de castigo!
Madeline: Oi?
Olly: ah, meu deus. essa não foi uma boa piada
Madeline: Mesmo assim fez você rir.
Olly: é, fez mesmo
Olly: obrigado
Madeline: Disponha.

Sábado, 20:01
Olly: acho que não vou conhecê-la pessoalmente até as aulas começarem
Madeline: Eu não vou à escola.
Olly: você quer dizer que não frequenta a Escola de Ensino Médio do Vale de São Francisco? onde você estuda?
Madeline: Quero dizer que eu não frequento uma escola regular. Faço aulas on-line.
Olly: por quê?
Madeline: Eu realmente não posso falar sobre isso.
Olly: ah, qual é, você precisa me contar alguma coisa
Madeline: Quero que a gente seja amigo. E não que você sinta pena de mim.
Olly: só me diga. a gente ainda vai continuar amigo
Madeline: Estou doente.
Olly: doente quanto?
Madeline: Doente de verdade. Não posso sair de casa enquanto estiver assim.
Olly: jesus
Olly: você está morrendo?
Madeline: Não. Pelo menos agora não.
Olly: você vai morrer em pouco tempo?
Madeline: Se eu sair de casa, vou.
Olly: ok
Olly: ainda somos amigos. não sinto pena de você.
Madeline: Obrigada.
Olly: como essa coisa da sua escola funciona?
Madeline: Todas as minhas aulas são via Skype. Tenho dever de casa, provas e notas. Um monte de gente estuda em casa hoje em dia.
Olly: ah, legal
Olly: você já reparou que a maioria dos finalistas do concurso nacional de soletração estudam em casa?
Madeline: nunca tinha reparado nisso.
Olly: é um fenômeno
Olly: queria que a gente pudesse se conhecer
Madeline: Eu também.
Madeline: OK. Preciso ir agora.
Olly: vai então
Olly: você ainda está aí?
Madeline: Sim.
Olly: vá até a janela
Madeline: Agora? Estou de camisola.
Olly: coloque um roupão. vá até a janela para eu poder te ver
Madeline: OK. Já vou. Boa noite, Olly.
Olly: boa noite, maddy

13 comentários:

  1. AAAA ELES SAO TAO FOFOS <3

    ResponderExcluir
  2. Morrendo aqui....Livro lindooo

    ResponderExcluir
  3. eles são tão fofos...
    se peguem logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. seria maravilhoso se eles se pegarem, mas ela morreria se a língua dele entrasse em cotato coma dela ;-;

      Excluir
  4. Primeira a comentar mano esse livro é tão fofo amei

    ResponderExcluir
  5. Ooow que fofinhos 😍😍😍 já estou me apaixonando por esse casal. Por favor, que ela não morra no final. Por favor...🙏🙏
    Naylla Araújo N. A.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ela provavelmente vai ou ele vai se mudar, eu sei,é trite

      Excluir
  6. Karina,tenho que te agradecer por postar isso. Meus dias são maravilhosos a partir do momento em que eu entro aqui pra ler!
    MUITO OBRIGADA <3

    ResponderExcluir
  7. AHHHhhh. Preciso de um Olly desses na minha vida... <3

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)