8 de maio de 2017

Capítulo 6

Profecias falhas
Diz a Bola 8 Mágica
Tente novamente

O FANTASMA FLUTUOU EM nossa direção. Era difícil identificar seu humor, pois ele não tinha rosto, mas parecia nervoso. Apontou para mim e fez uma série de gestos com as mãos que não entendi: balançou os punhos, entrelaçou os dedos, fez uma concha com uma das mãos como se estivesse segurando uma esfera. Parou do lado oposto da mesa de centro.
— O que tá rolando, Queijinho? — perguntou Leo.
Josephine riu.
— Queijinho?
— É, ele é laranja e tal — disse Leo. — Por que ele é dessa cor? E por que não tem cabeça?
— Leo — repreendeu Calipso. — Não seja grosseiro.
— Ei, é uma pergunta válida.
Emmie observou os gestos do fantasma.
— Eu nunca o vi tão agitado. Ele brilha nesse tom de laranja porque... Bom, na verdade, eu não faço ideia. Quanto à cabeça...
— O irmão cortou a cabeça dele — expliquei. A lembrança surgiu das profundezas obscuras de meu cérebro mortal, embora eu não lembrasse os detalhes. — Agamedes era irmão de Trofônio, o espírito do Oráculo das Sombras. Ele... — Havia outra coisa, algo que me enchia de culpa, mas eu não conseguia recordar.
Os outros ficaram me encarando.
— O irmão dele fez o quê? — perguntou Calipso.
— Como você sabia disso? — questionou Emmie.
Eu não tinha resposta. Não sabia de onde viera aquela informação. Mas o fantasma apontou para mim como se dizendo Esse cara sabe das coisas, ou possivelmente, e mais perturbador, É sua culpa. Mais uma vez, ele repetiu o gesto de antes, como se estivesse segurando uma esfera.
— Ele quer a Bola 8 Mágica — interpretou Josephine. — Já volto.
Ela correu até a oficina.
— A Bola 8 Mágica? — Leo sorriu para Emmie. O macacão que ele pegou emprestado tinha o nome GEORGIE bordado no peito. — Ela está brincando, né?
— Ela está falando sério — disse Emmie. — É melhor sentarmos.
Calipso e Emmie se sentaram nas poltronas. Leo ficou quicando no sofá ao meu lado com tanto entusiasmo que senti uma pontada irritante de nostalgia ao me lembrar de Meg McCaffrey.
Enquanto esperávamos Josephine, tentei recuperar memórias mais específicas sobre aquele fantasma, Agamedes. Por que o irmão dele, Trofônio, o decapitaria, e por que eu me sentia tão culpado por isso? Não consegui descobrir muita coisa, só uma sensação vaga de desconforto e a impressão de que, apesar da falta de olhos, Agamedes olhava feio em minha direção.
Finalmente, Josie voltou correndo. Em uma das mãos, ela segurava uma esfera preta de plástico do tamanho de uma manga. De um lado, pintado no meio de um círculo branco, havia o número 8.
— Adoro isso! — disse Leo. — Não vejo uma dessas há anos.
Olhei ressabiado para a esfera, me perguntando se era algum tipo de bomba. Isso explicaria a empolgação de Leo.
— O que isso faz?
— Você está de brincadeira? — perguntou Leo. — É uma Bola 8 Mágica, cara. Você faz perguntas a ela sobre o futuro.
— Impossível — contestei. — Eu sou o deus da profecia. Conheço todas as formas de adivinhação e nunca ouvi falar de uma Bola 8 Mágica.
Calipso se inclinou para a frente.
— Também não estou muito familiarizada com esse tipo de bruxaria. Como funciona?
Josephine abriu um sorriso largo.
— Bom, é só um brinquedo, na verdade. Você sacode a bola, e uma frase aparece flutuando nessa janelinha de plástico embaixo. Fiz algumas modificações. Às vezes, a bola capta os pensamentos de Agamedes e os converte em palavras.
— Às vezes? — perguntou Leo.
Josephine deu de ombros.
— Tipo, trinta por cento das vezes. Foi o melhor que consegui.
Eu ainda não fazia ideia do que ela estava dizendo. Aquela bola me pareceu uma forma muito esquisita de adivinhação, mais um jogo de sorte de Hermes do que um oráculo digno de mim.
— Não seria mais fácil Agamedes escrever o que quer dizer? — perguntei.
Emmie me lançou um olhar de cautela.
— Agamedes é analfabeto. É um assunto um pouco sensível para ele.
O fantasma se virou para mim. Sua aura escureceu até um laranja-avermelhado.
— Ah... — falei. — E esses gestos que ele estava fazendo?
— Não é nenhuma forma de linguagem de sinais que consigamos identificar — disse Jo. — Estamos tentando descobrir há sete anos, desde que Agamedes se juntou a nós. A Bola Mágica 8 é a melhor forma de comunicação que temos. Aqui, amigão.
Ela jogou a esfera mágica para ele. Como Agamedes era etéreo, eu esperava que a bola passasse direto por ele e se estilhaçasse no chão. Mas ele a pegou com facilidade.
— Tudo bem! — disse Josephine. — E então, Agamedes, o que você quer nos contar?
O fantasma sacudiu a Bola 8 Mágica com vigor e a jogou para mim. Eu não sabia que dentro da esfera tinha um líquido, o que, como qualquer um que já brincou de batata quente com uma bexiga cheia de água pode comprovar, torna o objeto bem mais difícil de controlar. A bola bateu em meu peito e caiu em meu colo. Eu a apanhei por pouco, antes que rolasse do sofá.
— Mestre da destreza — murmurou Calipso. — Vire a bola de cabeça para baixo. Você não estava ouvindo?
— Fica quietinha, feiticeira.
Desejei que Calipso só pudesse se comunicar trinta por cento das vezes. Virei a bola para baixo.
Como Josephine tinha descrito, havia um círculo de plástico transparente na base da esfera, uma espécie de janela para o líquido lá dentro. Um grande dado branco com vários lados flutuava lá dentro. (Eu sabia que essa coisa cheirava aos malditos jogos de azar de Hermes!) Um lado estava encostado na janelinha, revelando uma frase escrita em letra de forma.
— “Apolo precisa trazê-la para casa” — li em voz alta.
Olhei para a frente. Uma expressão de choque estampava o rosto de Emmie e Josephine. Calipso e Leo trocaram um olhar cauteloso.
— Hã, o que...? — Leo começou a dizer.
Simultaneamente, Emmie e Josephine soltaram uma enxurrada de perguntas:
— Ela está viva? Está em segurança? Onde está? Me diga!
Emmie se levantou num pulo. Começou a andar de um lado para o outro, soluçando alto, enquanto Josephine avançava para cima de mim, os punhos fechados, o olhar intenso como a chama do maçarico dela.
— Não sei! — Joguei a bola para Josephine como se fosse uma batata quente. — Não me mate!
Ela pegou a Bola 8 Mágica e então pareceu voltar a si. Respirou fundo.
— Me desculpe, Apolo. Me desculpe. Eu... — Ela se virou para Agamedes. — Aqui. Nos responda. Nos conte.
Ela jogou a bola para ele.
Os olhos inexistentes de Agamedes encararam a bola. Os ombros murcharam, como se ele não gostasse da tarefa. Balançou a bola mais uma vez e a jogou para mim.
— Por que eu? — protestei.
— Leia! — disse Emmie com rispidez.
Virei a bola. Uma nova mensagem apareceu no líquido.
— “Resposta vaga” — li em voz alta. — “Tente novamente mais tarde.”
Emmie chorou de desespero. Afundou na poltrona e escondeu o rosto nas mãos. Josephine correu até ela.
Leo franziu a testa.
— Ei, Queijinho, é só sacudir de novo, cara.
— Não adianta — disse Josephine. — Quando a Bola 8 Mágica diz “tente novamente mais tarde”, é exatamente isso que quer dizer. Vamos ter que esperar.
Ela se sentou no braço da poltrona e aninhou a cabeça de Emmie entre seus braços.
— Está tudo bem — murmurou Josie. — Nós vamos encontrá-la. Vamos trazê-la de volta.
Hesitante, Calipso esticou a palma da mão, como se não soubesse direito como ajudar.
— Sinto muito. Quem... quem está desaparecida?
Com o lábio tremendo, Josephine apontou para Leo.
Leo piscou.
— Hã, eu ainda estou aqui...
— Não você — disse Josephine. — O nome. Esse macacão era dela.
Leo encostou no nome bordado no peito.
— Georgie?
Emmie assentiu, os olhos inchados e vermelhos.
— Georgina. Nossa filha adotiva.
Fiquei feliz de estar sentado. De repente, tantas coisas fizeram sentido que minha mente ficou sobrecarregada, como se estivesse no meio de outra visão: as duas Caçadoras que envelheciam e não eram Caçadoras, o quarto de criança vazio, os desenhos de giz de cera feitos por uma garotinha. Josephine mencionou que Agamedes chegara à vida delas aproximadamente sete anos antes.
— Vocês duas abandonaram as Caçadoras — falei. — Para ficarem juntas.
O olhar de Josephine se perdeu ao longe, como se as paredes do prédio fossem transparentes como a base da Bola 8 Mágica.
— Não foi exatamente algo planejado. Saímos em... quando, 1986?
— Oitenta e sete — disse Emmie. — Estamos envelhecendo juntas desde então. E muito felizes. — Ela limpou uma lágrima, não parecendo muito feliz no momento.
Calipso flexionou a mão recentemente quebrada.
— Não sei muito sobre Lady Ártemis e as regras para as seguidoras dela...
— Tudo bem — interrompeu Leo.
Calipso fez cara feia para ele.
— Mas não é só a companhia de homens que é proibida? Se vocês duas se apaixonaram...
— Não — falei, com amargura. — Todos os romances são proibidos. Minha irmã é muito inflexível quanto a isso. A missão das Caçadoras é viver sem nenhum tipo de distração romântica.
Pensar na minha irmã e nas ideias antirromânticas dela me irritou. Como dois irmãos podiam ser tão diferentes? Mas eu também estava irritado com Hemiteia. Ela não só abriu mão de ser Caçadora; ao fazer isso, também desistiu da divindade que lhe concedi.
Humanos! Nunca mudam! Damos imortalidade e poder divino a vocês e aí vocês vão lá e trocam isso tudo por amor e um loft no centro de Indianápolis. Francamente!
Emmie não olhou nos meus olhos.
Deu um suspiro melancólico.
— Nós adorávamos ser Caçadoras. Era nossa família. Mas...
— Nós nos amamos mais — completou Josephine.
Tive a sensação de que elas terminavam as frases uma da outra com frequência, de tão em sintonia que estavam. Isso não me ajudou a ficar menos irritado.
— A separação deve ter sido tranquila — comentei. — Porque Ártemis permitiu que vocês continuassem vivas.
Josephine concordou.
— As Caçadoras da Lady sempre passam pela Estação Intermediária... mas não vemos a própria Ártemis há décadas. E, sete anos atrás, fomos abençoadas com Georgina. Ela... foi trazida até nós por Agamedes.
O fantasma laranja fez uma reverência.
— Ele a trouxe de onde? — perguntei.
Emmie deu de ombros.
— Nunca conseguimos obter essa informação dele. É a única pergunta que a Bola 8 Mágica nunca responde.
Leo devia estar pensando muito; um tufo de fogo surgiu no alto da orelha esquerda dele.
— Esperem. Agamedes não é o pai da sua filha, é? Além do mais... você está me dizendo que o macacão de uma menina de sete anos cabe em mim?
Isso arrancou uma gargalhada seca de Josephine.
— Aparentemente, sim. E, não, Leo, Agamedes não é o pai da Georgina. Nosso amigo fantasmagórico está morto desde a Antiguidade. Como Apolo disse, ele era irmão de Trofônio, o espírito do oráculo. Agamedes apareceu aqui com Georgie quando ela era bebê. Em seguida, nos levou até o oráculo. Foi quando descobrimos que ele existia.
— Então vocês conhecem a localização dele — falei.
— Claro — murmurou Emmie. — Mas não adianta de nada para nós.
Perguntas demais surgiram na minha cabeça. Eu queria me dividir em doze manifestações diferentes para poder ir atrás de todas as respostas ao mesmo tempo, mas mortais não se dividem com facilidade.
— Mas a garota e o oráculo devem ter alguma ligação.
Emmie fechou os olhos, e percebi que ela estava se esforçando para segurar o choro.
— Não sabíamos que a conexão entre eles era tão forte. Só notamos quando Georgie foi tirada de nós.
— O imperador — concluí.
Josephine assentiu.
Eu ainda nem tinha encontrado esse segundo membro do Triunvirato, mas já o odiava. Eu tinha perdido Meg McCaffrey para Nero. Não gostei da ideia de mais uma garotinha sendo levada por outro imperador do mal.
— Na minha visão — relembrei —, ouvi Nero chamar esse imperador de Novo Hércules. Quem é ele? O que ele fez com Georgina?
Emmie se levantou, aflita.
— Eu... eu preciso fazer alguma coisa produtiva com as mãos. Foi o único jeito que encontrei de não enlouquecer nas últimas duas semanas. Por que vocês não nos ajudam com o almoço? Aí podemos falar sobre o monstro que controla nossa cidade.

70 comentários:

  1. Viva ao amor sem preconceitos. 😍😍😍👏👏👏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De todas as barreiras que o Rick ultrapassa, essa fica incesto lugar

      Excluir
    2. Acho que alguém não entendeu

      Excluir
    3. Ai meus deuses, e esse corretor?

      Excluir
    4. NÃO FOI O CORRETOR! FOI A BURRICE

      Excluir
    5. Isso é sério, gente? Vamos parar com essa palhaçada. Francamente...

      Excluir
    6. Pesado... Acho que ele quis dizer em relação ao fato das caçadoras de Ártemis serem todas irmãs... Ai por isso a do "incesto"

      Excluir
    7. ...Essa fica EM SEXTO lugar...?

      Excluir
    8. Pra vocês que não entenderam, como já foi falado acima, ele deve ter se referido ao fato das caçadoras serem todas irmãs, e a relação sexual entre membros de uma família se chama "Incesto".

      Excluir
  2. Não fiquei surpreso ao descobrir a relação delas, fiquei surpreso por o macacão da Gerogio servir no Leo. A garota com 12 anos vai ser mais forte que os germânicos.

    -MrGoat

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né! Tudo bem que Leo é baixinho, mas... Essa garota é giganta!

      Excluir
    2. Não moços, gente magra como Leo e eu temos dessas mesmo. Tipo, minha irmã me emprestou um pijama, e só depois me contou que ela usava quando tinha uns 6-7 anos.

      Excluir
  3. Isso responde ao povo que fala que elas não podem se apaixonar por homens apenas, elas tem um destino pior ( as caçadoras digo ) elas não podem amar ninguém

    ResponderExcluir
  4. Uma Leitora Qualquer10 de maio de 2017 03:37

    Eu amo o tio Rick e a diversidade nos livros dele. Amei o novo casal, demais 😍😍😍😍😍💜💜💜💜💜

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem vou zuar essa aí.

      Excluir
    2. Ah! Da licença Uma Leitora Qualquer.

      Excluir
    3. Leitorinha Qualquer, não seja ridícula. Acorda pra vida.

      Excluir
    4. A unica ridicula que estou vendo aqui é vc, que ta fazendo todo um drama besta só porque duas mulheres que nem existem de verdade se amam, vc não tem nada melhor pra fazer não? Ao invés de ficar de "mimimimi" por ai?

      Excluir
    5. Allan, seu nome é Uma leitora qualquer? Não, né? Então vai caçar o que fazer. Você não tem louça pra lavar não? Não tem casa pra limpar não? Da licença meu bem.

      Excluir
  5. "Por que vocês não nos ajudam com o almoço? Aí podemos falar sobre o monstro que controla nossa cidade." sim, em meio a essa melancolia Tio Rick ainda assim consegue me fazer rir :v

    ResponderExcluir
  6. Finalmente uma dúvida muito comum entre semideuses. Sobre romance entre as Caçadoras. Eu desconfiava levemente disso desde o capítulo anterior. O único motivo que faria alguém abandonar a Caçada seria amor romântico, e como só apareceram elas duas, meio óbvio. Bateu a bad agr de imaginar o sofrimento delas sem a filha. Alguém mata logo esses falsos deuses, imperadores! Afs.

    ResponderExcluir
  7. Odiei. Odiei. Odiei, odiei, e odiei. Não me critiquem. Respeitem meu comentário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vou criticar, mas vou ressaltar o que muitos pensaram: Ninguém se importa.

      Excluir
    2. Ninguém te ofendeu aqui, se acalma '-'

      Excluir
    3. Estrela, a indireta não foi pra você, então por favor... Só olha e não comenta.

      Excluir
  8. Ah qual é! Já basta Nico. Já deu disso, gente. # IssoÉRidiculo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ridículo que existam mais de 3 pessoas não-hétero? '-'

      Excluir
    2. Estrela, brilhe longe daqui, não venha com essa conversinha fiada sobre gays e heteros. Já basta. Deixe-me comentar o que eu penso, você pode escrever um milhão de respostas aqui, mas nem vc não vai mudar meu modo de pensar. Espero não cruzar com você nos próximos capítulos. Espero MESMO.

      Excluir
  9. Eu tava me perguntando sobre isso outro dia

    ResponderExcluir
  10. Respostas
    1. Você é um pirata? @o@

      Excluir
    2. Da licença Estrela.

      Excluir
    3. Kkk td mundo com raiva da estrela kkkkk vai fica td bem amiga(o)

      Excluir
  11. Só eu que acho que a filha delas pode ser a Meg?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a Meg tinha um pai que foi morto por Nero, não pode ser ela

      Excluir
  12. Pqp. Que capitulo bosta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto mais vc ficar choramingando e fazendo drama por causa de besteira, mais o Tio Rick vai colocar isso nos seus livros, então por favor continue com seus "Mimimim"

      Excluir
    2. Cara, qual é o teu problema comigo. Eu nem citei seu nome, eu nem critiquem VC. Eu nem te conheço. E VC tem razão, eu vou continuar com meu ''mimimi''. Cara, vou dar uma dica: para de ser revoltado, pois eu critiquei o ''casal'' do livro, porém eu não falei nada de VC nem do seu namorado. VC é ridículo.

      Excluir
  13. Tio Rick ultrapassa o preconceito! <3

    ResponderExcluir
  14. Afu, so axo o Tio Rick ta levano mt a fundo essa questao de homossexualismo :/. Tipo, tratar disso uma vez e ate legal, pq pros adolescentes e uma duvida constante. Mas ja e a terceira vez vei, c o Apolo, c o Nico (pq, Rick, pq?) E agr c essas duas. Ja ficou meio chato sabe ._. tem gnt (tipo eu) q n axa esse tipo de coisa TAO normal ;-; (me respeitem pls, esa e minha opiniao)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro: é homossexualidade
      Segundo: se você não acha normal, o problema tá em você, não no Rick. Homossexualidade é tão normal quanto Heterossexualidade.

      Bella.

      Excluir
    2. 1°:É HOMOSSEXUALIDADE, vc não vê ninguém falando de heterossexualismo por acaso vê?
      2°Não querendo ser grosseiro, mas é "problema seu", problema seu se vc não gosta, vc não é a única pessoa que lê os livros , eu na minha opinião estou cansado de toda historia terminar "e o menino se apaixou pela menina e bla,bla,bla" isso significa que posso impedir todas as historias que terminam assim?

      Excluir
    3. George Dutra, concordo com VC. Achei q era só eu que pensasse assim.
      ** Rebecca**

      Excluir
    4. DERAM A OPINIÃO DE VOCÊS E AGORA EU VOU DAR A MINHA. LE QUEM QUER. Eu fiquei pasma com alguns comentários aqui, odiar tal capítulo por ele conter esse conteúdo é simplesmente ridículo e é preconceituoso sim! Tio rick abordou os gays, e os bissexuais, mas nunca o amor de duas mulheres. O que é importante porque temos milhares de gêneros em nossa sociedade, e outra: Tem muito mais casal hetero nos livros dele então do que vocês estão reclamando? Isso também aborda o fato de pessoas do mesmo sexo poderem ter uma família, o livro é legal e interessante e ainda nos tras essa lição de moral e vocês só sabem reclamar que só aparece isso. Na real, por isso que o Brasil não vai pra frente e é cheio de preconceito. Vocês me dão nojo!

      Excluir
    5. Esse allan tá fazendo o maior drama por causa desse assunto. Meu amigo, continue sua leitura em paz e deixa essa discussão de lado.

      Ass: A dona do ''mimimi'' ;)

      Excluir
    6. Mas com o Apolo é porque isso é muito comum antigamente e mas lendas dos deuses
      Na verdade eu acho aye legal ele lembrar isso
      Quanto a esta aparecendo muito, ele tá trabalhando preconceito com isso, quanto mais as pessoas encontrarem romances assim, mais fácil de aceitar, tanto nos livros quanto na vida real

      Excluir
    7. Legal vocês terem suas proprias opiniões, mas como eu disse, essa e a MINHA opinião, n significa q e a vdd. Gostaria q vcs respeitassem minha opinião, assim como eu respeito as suas, obrigado viu ;) E continuem compartilhando suas opiniões aki, pq o legal e ver diferentes pensamentos, so se respeitem :D

      Excluir
    8. É que isso não é uma coisa tão rara, sabe. Então não é como se ele estivesse tentando incluir minorias simplesmente, é uma característica dessas personagens. Como o cabelo preto da Meg ou os olhos puxados do Frank.

      Excluir
    9. então não falando do livro mas vocês sabem que a maioria dos gregos eram gays né? e depois não é como se alguém tivesse te obrigando a aceita gostar ou qualquer outra coisa assim apenas aceite as coisas como são

      Excluir
  15. Podem reclamar o quanto quiserem, como fosse mudar alguma coisa. Quem escreve é o Rick, ele que escolhe. Não concorda com essa orientação sexual no livro? Simples. Parem de ler. Garanto que não farão falta. Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Finalmente alguém falando sensatamente.

      Excluir
    2. é agora sim vi uma resposta definitiva ta chato ficar vendo gente criticar o livro que é mt bom

      Excluir
    3. Não vou nem perder meu tempo com essa Carol. E só pra constar: vou ler o livro e criticar e elogiar quantas vezes me dever vontade, afinal, é direito meu e de quem quiser. Todos podem elogiar, mas também podem criticar. Não é porque criticamos uma coisinha que temos que encerrar nossa leitura por aqui. Só vou parar de ler no ultimo ponto final desse livro. Então... Tu vai ter que aguentar nois. Te vjo nos futuros capítulos de todos os livros de As provações de Apolo.

      Excluir
    4. ninguem liga pra ti

      Excluir
    5. Você só diz: ''ninguém liga pra ti'' por que não tem coisa melhor pra dizer. Tu sabe que eu estou certo. E, aliás, o comentário foi para a dona Carol, não pra você. Respeita a parada aqui, mano!

      Excluir
  16. Gente, eu não pensava que os leitores do tio Rick pudessem ser tão preconceituosos. Triste com alguns comentários :'(

    ResponderExcluir
  17. olha respeito a opinião de todo mundo mas com o preconceito de hoje em dia ñ tem essa de exagerar ñ. e mais uma coisa quando rick retratou o nico ele retratou um MENINO GAY, o apolo é BISSEXUAL e a jo e a emmie são MULHERES GAYS ou se preferir LESBICAS. é ridiculo como as pessoas pensam q só pelo autor colocar um casal homo já representa a comunidade lgbt toda. não é assim q funciona há uma variedade enorme de pessoas e TODAS merecem ser representadas.

    ResponderExcluir
  18. Vamos lá. Eu AMO o tio Rick. Se acham que romance entre pessoas do mesmo sexo algo não natural, blz. SUA opinião. Mas o cara tem um objetivo, levar a crianças esses conceitos com normalidade e sem preconceito. O mundo não é igual a você. Não gosta? blz. Criticar pra que? Alimentar seu ego? O cara criou um(a) personagem incrível (um dos meus favoritos ever) em Magnus Chase com gênero fluido. Não gosta do que a pessoa é romanticamente não deixa o personagem menos incrível. Agora, educadamente pedindo, leiam o livro ao invés de falar da vida dos outros!

    ResponderExcluir
  19. Gente, sinceramente vocês acham ruim pq são preconceituosos sim. E dois essa quantidade de casal homo é normal. No nosso dia a dia existem pessoas gays e elas não podem ficar invisíveis. Em um terceiro aspecto esses relacionamentos refletem a própria sexualidade greco-romana. Em suma: parem de ser ignorantes.

    ResponderExcluir
  20. Tio rick tem uma riqueza de todos os tipos de diversidade possíveis em seus livros que é fascinante! Adoro o Apolo até sendo o Lester e obrigada por postar esse e tantos outros livros que adoro!

    ResponderExcluir
  21. Eu amo o Leo demais, senhor! Se tivesse o Nico ali eu poderia morrer em paz kkkk
    Mas gente, vocês odiaram um capítulo desse livro m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o, só por que duas moças se gostavam? Na verdade, isso não faz tanta diferença e até abre mais as possibilidades e os questionamentos sobre as caçadoras.
    Não tô entendendo essa resistência '-'

    ResponderExcluir
  22. Já sabia desde o último capítulo.
    #Oráculo

    ResponderExcluir
  23. VICTÓRIA GUERREIRO -FILHA DE ARES13 de junho de 2017 16:27

    N entendi essa furia toda '-' pessoas dizendo q n gostaram pq o tio Rick retrata isso como uma coisa normal mas n é e blá blá blá

    Gente, pensem, se vc fosse homossexual, e visse um monte de personagens tipo só no padrão 'mulher com homem e ponto', vcs n SE sentiriam excluídos? O tio Rick está pondo o assunto no livro já por conta disso (o q eu acho), n existem só os leitores héteros, tbm existem os LGBT. Então, licença de vc acha q abordar o assunto é errado, pq n é. Apenas demonstra para aqueles q estão em dúvida, q é uma coisa q acontece com as pessoas, elas descobrem o q querem ser. Então deixem o Riordan colocar personagens gays, pq ele pode. Existe personagem q cria fogo com as mãos, q controla a água, q era um deus e n é mais, q controla os ventos.. E aí vem com esse blá blá blá todo pq tem personagens gays? Que é uma coisa real? PELOS DEUSES!

    ResponderExcluir
  24. Eu amei esse casal ❤
    Tio Rick ultrapassa preconceito!!

    ResponderExcluir
  25. A Bolacha Quebrada do Pacote10 de julho de 2017 17:21

    Esse capitulo realmente trouxe uma questão polêmica , é normal que opiniões diferentes se choquem , mas vale lembrar que cada um possui seu próprio ponto de vista , não vivemos todos dentro de uma caixinha onde só existe uma opinião válida . Vou respeitar o que cada um de vocês pensam sobre o tema , concordando ou não . Um beijo de caramelo para quem gostou do casal e outro para quem não simpatizou muito

    ResponderExcluir
  26. Filha de Afrodite11 de julho de 2017 06:58

    Primeiro gostaria de fazer uma ressalva para alguns que criticaram o casal de lésbicas, homofobia é crime no Brasil passível de punição legal. Bom eu amo Rick riordan por ser capaz de tratar do tema de forma tranquila não vi nada no capítulo que ofendece quem quer que seja ou que torna-e a leitura imprópria. O livro até o momento está sendo ótimo como todos que já li dele.

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)