8 de fevereiro de 2017

Capítulo 8

Halt, Gilan e Maddie estavam praticando com as armas no quintal da Escola de Guerra de Araluen. Para o fim desta demonstração, Halt havia solicitado que Horace e Cassandra ficassem longe. Ele sabia que havia atrito entre a menina e seus pais e não queria que isso interferisse em sua concentração.
Maddie olhou curiosamente para Halt. Ela não tinha certeza do que estava acontecendo, mas ela o observava arrumar dois antigos capacetes de torneio medieval em postes a cerca de setenta metros de onde eles estavam. Ele sorriu para ela.
— Gilan está interessado em uma nova possível arma para o Corpo — ele conto a ela. — Pensei que você pudesse ser a melhor pessoa para demonstrá-la.
— Você quer dizer o estilingue? — Ela perguntou, olhando para as tiras de couro duplas em sua mão direita.
Quando ele arranjara sua libertação temporária do quarto, Halt havia lhe pedido para trazer seu estilingue e o suprimento de munição que ela usava.
— Exatamente. Agora, Gilan, você concorda que este parece ser o intervalo ideal para atirar em um homem blindado?
GIlan assentiu. O arco pode disparar muito mais que setenta metros, é claro. Mas a esta distancia, ainda teria o poder e a força enviar uma flecha e esmagar o capacete de aço de um inimigo. E se o atirador precisasse, ainda haveria tempo para mais um tiro.
Não que os arqueiros errassem frequentemente, se errassem alguma vez.
— Então vamos ver você fazer isso — Halt falou para Gilan.
Gilan levantou seu arco e, com um movimento suave e automático que veio de anos de prática, trouxe uma flecha da aljava sobre o ombro e pôs na corda. Sem parecer ter objetivos, ele recuou e atirou.
Eles ouviram o barulho estrondoso que a flecha fez ao atingir o capacete do lado esquerdo, perfurando através do aço no que seria o nível da testa. O capacete saltou e girou no poste, paralisado pela flecha, e rolou na poeira do pátio de treinamento.
— Lento — Halt apontou.
Gilan virou e olhou tristemente para ele.
— Eu gostaria de vê-lo fazer melhor — ele desafiou.
Halt permitiu-se um leve sorriso.
— Infelizmente, deixei meu arco no nosso apartamento — disse ele, e Gilan fungou. Halt olhou para Maddie. — Então, vamos deixar o segundo alvo para você, mocinha.
Maddie deslizou a corda de um lado do estilingue em torno do dedo médio da mão direita, depois agarrou o final trançado da outra tira entre seu polegar e o indicador. Enquanto ela fez isso, pegou uma carga de chumbo da bolsa em seu cinto e encaixou no remendo de couro no meio do estilingue. Halt notou com satisfação que ela fez isso sem olhar. Seus olhos, levemente estreitados, se concentraram no capacete na outra extremidade do pátio de treinamento.
Ela se virou de lado, avançando a perna esquerda em direção ao alvo, e deixou a bola de chumbo balançar por trás de seu corpo, no final das duas tiras. Ela virou o estilingue em um lento movimento pendular diversas vezes, certificando-se de que a carga estava firmemente integrado em sua bolsa. Ela apontou seu braço e mão esquerda em direção ao alvo, então chicoteou seu braço direito em uma ação de arremesso overhand, o braço movendo-se em um arco rápido vinte graus a partir da vertical e seu corpo seguindo através do movimento. Quando ela chegou ao ponto de lançamento, ela soltou o fim do nó entre o polegar e o indicador. A bola de chumbo saiu voando do estilingue, o poder de seu lance ampliou diversas vezes pelo comprimento extra e a alavancagem que acrescentou à ação.
CLANG!
O segundo capacete girou loucamente no poste, depois parou num ângulo torto.
Gilan assentiu, impressionado.
— Nada mal.
Ele liderou o caminho até o pátio de treinamento para examinar o resultado do lançamento dela. Havia um enorme amassado no capacete, também na altura da testa. Alguns traços de prata brilhante do metal foram pulverizados em todo o aço.
— Não penetrou — disse ele, mordendo o lábio, pensativo.
Halt tocou o entalhe enorme no capacete.
— Não. Mas você gostaria de ter a sua cabeça dentro do capacete quando isso aconteceu?
— Isso definitivamente não faria muito bem ao usuário — Gilan admitiu. Ele esfregou o dedo no respingo do metal prateado. — O que você está usando como munição? — Ele perguntou.
Maddie pegou outro projétil da bolsa em seu cinto e entregou a ele. Gilan ficou momentaneamente surpreso com o peso.
— Chumbos — disse ela.
— Isso parece fazer o truque — ele estendeu a mão e ela lhe passou o estilingue. Ele examinou. — Tão simples. E tão mortal — ele devolveu. — Você usa uma técnica diferente da sua mãe. Eu me lembro que ela girava, dava voltas e voltas horizontalmente... — ele demonstrou, acenando com a mão direita sobre a sua cabeça em um círculo plano.
Maddie deu de ombros com desprezo.
— Não é uma boa técnica — ela opinou. — Eu não sei como ela nunca bateu em nada. É tão difícil avaliar quando você está girando-o na horizontal.
— Oh, ela bateu em muitas coisas — Halt revelou a ela. — Mas ela teve que praticar durante horas para obter qualquer tipo de precisão.
— Isso é mais eficiente — Maddie respondeu. — E, além disso, se você se erguer e girar o estilingue em torno de sua cabeça duas ou três vezes, estará se fazendo de alvo.
— Bom ponto — Halt admitiu. — Quantos tiros você consegue em um minuto?
Maddie empurrou para fora seu lábio inferior, hesitante.
— Eu não tenho ideia. Nunca contei o meu tempo.
— Então vamos ver, sim?
Ele parou e pegou o capacete em que Gilan tinha atirado, puxando a flecha e devolvendo-a para o Comandante do Corpo de Arqueiros. Então recolocou o capacete no poste e fez um gesto para Maddie para retornar à linha de tiro.
— Tudo bem. Alterne entre os dois e vamos ver o quão rápida você é — ele disse a ela. — Mas lembre-se, rapidez não é bom se você não for precisa. Se você tem um grande e desagradável pirata ibérico vindo para você com um facão, não é bom atirar cinco vezes nele em rápida sucessão. É melhor acertar de uma vez, lentamente.
Ela sorriu para ele.
— Entendido.
Ela apoiou seus pés, enfiou a mão na bolsa de munições e carregou um tiro para o estilingue. Mais uma vez, ela o deixou balançar lentamente para trás e para frente por alguns segundos.
— Comece! — Halt gritou.
Os lábios de Gilan moveram-se quando ele começou a contar os segundos silenciosamente.
Ela deixou uma das bolinhas voar, e antes que ela atingisse o alvo, já estava carregando outra no estilingue. Desta vez, ela não se incomodou com essas oscilações preliminares curtas, pôs seu braço para cima e sobre quase imediatamente. Enquanto ela lançou, eles ouviram o barulho de seu primeiro tiro acertando o alvo. Então, ela estava recarregando e ajustando seu braço para cima e, mais uma vez, visando o primeiro alvo.
CLANG! CLANG!... CLANG! CLANG!
— Pare de atirar! — Halt gritou quando Gilan ergueu sua mão.
Ela tinha lançado seis tiros longos no minuto que ele tinha contado, embora o quarto projétil tivesse perdido o seu alvo.
— Cinco dos seis — ele comentou, pensativo. — Não é de todo mal.
Maddie se virou e confrontou os dois arqueiros, seus pés separados, as mãos nos quadris.
— Se importam em me dizer do que se trata isso tudo? — Ela desafiou, olhando de um para o outro. Quando Halt abriu a boca para responder, ela acenou com a mão para detê-lo.
— E não me invente alguma história sobre GIlan avaliar o estilingue como uma nova arma. Se você estivesse apenas interessado no estilingue, por que se importaria com o quão rápido eu posso atirar?
Gilan e Halt trocaram um rápido olhar. Não foi despercebido por Maddie. Mas ela também não disse nada.
— É bastante óbvio que você está testando a mim, e não a arma. A questão é: por quê?
— Talvez seja algo que seus pais devam discutir com você — Halt falou finalmente.
Maddie suspirou profundamente.
— Mamãe e papai? Eles estão interessados em me manter confinada. Você sabe que eu estou presa no quarto por mais uma semana, não é?
Um sorriso tocou os cantos da boca de Halt.
— Ouvi alguns rumores nesse sentido. E, claro, não há nenhuma boa razão para que eles fizessem isso, não é?
Maddie revirou os olhos e suspirou resignada.
— Ah, tudo bem. Talvez eu tenha fugido e ido caçar uma ou duas vezes...
Halt levantou uma sobrancelha e ela emendou a confissão.
— Ou cinco ou seis vezes seguidas. E talvez eu tenha sido um pouco insolente quando falaram comigo sobre isso.
A sobrancelha, que tinha acabado de voltar ao normal, subiu novamente.
— Tudo bem, talvez tenha sido um pouco mais do que isso — ela admitiu.
— Eles só estão fazendo o que acham que é melhor para você, Maddie — Halt disse a ela suavemente.
Ela baixou os olhos e arrastou sua bota na areia do pátio de treinamento.
— Eu sei — ela falou, infeliz. — Mas eles têm que me tratar como uma Princesa preciosa o tempo todo?
— Bem, você é uma Princesa – e você é preciosa para eles — Halt lembrou. — Para todos nós, como uma questão de fato.
Ele gostava de Maddie. Ao longo dos anos, eles tinham formado um vínculo estreito. Gilan estava ciente disso. Foi por isso que ele decidiu ficar de fora dessa discussão e deixar para Halt.
Apesar de si mesma, Maddie sorriu levemente.
— Você sempre consegue me atar em nós.
Halt pegou a mão dela.
— Tudo o que eu estou dizendo é que eles se preocupam com você. Eles não querem ser tão superprotetores, mas é difícil para eles soltar as rédeas. Eles sabem disso também. Mas acredite em mim, eles estão tentando, e eles tiveram uma ideia.
— Que você não vai me contar?
— Não. Não cabe a mim fazer isso. Você deve saber por eles.
Maddie respirou fundo.
— Então vamos voltar ao castelo e eles poderão me dizer... presumindo que eu passei em seja qual for o teste que você armou pra mim?
Halt olhou para Gilan.
— Eu acho que ela passou, não é?
Gilan sorriu para a jovem Princesa.
— Ah sim. Eu acho que sim.

5 comentários:

  1. Uma Arqueira sem arco? Eu vou chamar de estilingueira. Mas aqui na minha terra, o nome disso é baladeira, e não, não tem nada a ver com balada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na região que eu moro chamam de cetra kkkk

      Excluir
  2. Ainda vão achar um arco pra Maddie, tô falando... Se o Hal (fãs de Brotherband?) conseguiu "inventar" navios mais rápidos, alguém pode inventar arcos mais leves mas com a mesma potência

    -Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, eu acho q simplesmente ela utilizará o arco recurvo inclusive em caso de se formar. Ele é mais leve e fácil de ser manejado além de ter potência o suficiente. Me parece que as Arqueiras terão uma abordagem mais furtivva, então vão usar mais o "estilingue" e quando em campo aberto/no steath usarão o arco recurvo.

      Excluir
  3. Isso vai ser divertido! Amando esse livro!
    ass:Bina.

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)