6 de janeiro de 2017

53

Eu fico de pé.
Adam está parado do outro lado da sala, conversando com Winston e Ian. Todos ficam em silêncio conforme eu me aproximo. E, se Adam está pensando ou sentindo qualquer coisa a meu respeito, ele não demonstra.
— Você tem que contar a ele — digo.
— O quê? — Adam se assusta.
— Você tem que contar a verdade para ele — falo. — E, se não contar, eu conto.
Imediatamente, os olhos de Adam são um oceano congelado, frio e isolado.
— Não me provoque, Juliette. Não diga coisas idiotas das quais vai se arrepender.
— Você não tem o direito de esconder isso dele. Ele não tem ninguém no mundo e merece saber.
— Isso não é nem um pouco da sua conta — Adam retruca.
Ele está enorme diante de mim, os punhos fechados.
— Fique fora disso. Não me force a fazer algo que eu não quero fazer.
— Você está mesmo me ameaçando? — pergunto. — Você está louco?
— Talvez você tenha esquecido — ele fala — que eu sou o único nesta sala que pode desligá-la. Mas não desliguei. Você não tem poder contra mim.
— É claro que eu tenho poder contra você. Meu toque o estava matando quando estávamos juntos...
— É, bem, a situação mudou muito desde então.
Ele agarra a minha mão, puxando-a com tanta força que eu quase caio para a frente. Tento me soltar, mas não consigo.
Ele é muito forte.
— Adam, me largue...
— Você consegue sentir isto? — ele pergunta, os olhos em um tom louco e tempestuoso de azul.
— O quê? — questiono. — Sentir o quê?
— Exatamente — ele diz. — Não tem nada aí. Você está vazia. Sem poder, sem fogo, sem superforça. Apenas uma menina que não consegue dar um soco nem se sua vida depender disso. E eu estou perfeitamente bem. Sem ferimentos.
Eu engulo a seco, com dificuldade, e encontro o olhar frio dele.
— Então, você conseguiu? — pergunto. — Você conseguiu controlar?
— É claro que consegui — ele responde, nervoso. — E você não podia esperar... Mesmo eu tendo dito a você que eu conseguiria... Você não podia esperar, embora eu tenha dito que eu estava treinando para nós ficarmos juntos...
— Não importa mais.
Estou olhando para a minha mão na dele, sua recusa em me soltar.
— Nós acabaríamos no mesmo lugar mais cedo ou mais tarde.
— Isso não é verdade... Esta é a prova! — ele diz, levantando minha mão. — Poderíamos ter feito dar certo...
— Somos muito diferentes agora. Queremos coisas diferentes. E isto? — digo, acenando com a cabeça para nossas mãos. — Tudo o que isto conseguiu provar é que você é extremamente bom em me desligar.
Os dentes de Adam travam.
— Agora, solte a minha mão.
— Ei... Podemos não fazer um showzinho de merda esta noite? — a voz de Kenji ecoa desde o outro lado da sala.
Ele está caminhando em nossa direção. Furioso.
— Fique fora disso — Adam dispara para ele.
— Chama-se consideração. Tem outras pessoas vivendo nesta sala, seu babaca — Kenji diz depois de estar perto o bastante.
Ele agarra a mão de Adam.
— Então, pare com isso.
Adam se livra dele, bravo.
— Não toque em mim.
Kenji lança um olhar cortante para ele.
— Solte-a.
— Quer saber? — Adam diz, sua fúria assumindo o controle. — Você está tão obcecado por ela... Saindo para defendê-la o tempo todo, entrando nas nossas conversas o tempo todo... Você gosta tanto assim dela? Ótimo. Pode ficar com ela.
O tempo congela por toda a nossa volta.
A cena está formada:
Adam e seus olhos enlouquecidos, sua ira e seu rosto vermelho.
Kenji parado a meu lado, incomodado, levemente confuso.
E eu, minha mão ainda presa no aperto de Adam, forte como o de um torno, o toque dele rápida e facilmente reduzindo-me a quem eu era quando nos conhecemos.
Estou completamente indefesa.
Mas, então, em um único movimento, tudo muda:
Adam agarra a mão descoberta de Kenji e a aperta na minha mão vazia.

Apenas por tempo suficiente.

11 comentários:

  1. Ele não fez isso! :o

    ResponderExcluir
  2. Quando ele se tornou esse babaca imbecil?

    ResponderExcluir
  3. Idiota, babaca,imbecil

    ResponderExcluir
  4. Vá se fuder Adam, eu te odeio seu desgraçado infeliz _l_

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava super irritada, mas quando vi o teu comentário comecei a rir bué! Isso é um pirete?!😅

      Excluir
  5. ADAM O QUE VOCÊ FEZ?!
    AI MEU DEUS, ISSO NÃO PODE ESTAR ACONTECENDO...
    ~POLLY~

    ResponderExcluir
  6. Tô CHOCADAAA BRASEEEEEEEEEEL!!!!!!!!!!!!! ADAM SEU CRETINO!!

    ResponderExcluir
  7. Agora lembrei pq fiquei com tanta raiva do Adam -.-

    ResponderExcluir
  8. O ADAM É O MAIOR IMBECIL
    NÃO TINHA O DIREITO DE SEGURAR A JULIETTE A FORÇA E MUITO MENOS DE COLOCAR O KENJI EM RISCO!!!
    ELE CHAMA O WARNER DE PSICÓPATA MAS QUEM TÁ AGINDO COMO UM É ELE!!! Se ele acha que assim vai ter a Juliette de volta tá completamente enganado

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)