6 de janeiro de 2017

37

— Você não me disse o que achou do meu plano.
Warner e eu acabamos de entrar em seu quarto e ele ainda não disse uma palavra para mim. Está parado perto da porta do escritório, os olhos no chão.
— Não sabia que você queria minha opinião.
— É claro que eu quero a sua opinião.
— Eu tenho mesmo que voltar ao trabalho — ele diz e se vira para sair.
Toco em seu braço.
Warner fica rígido. Fica em pé, sem se mexer, os olhos voltados para a mão que coloquei no seu antebraço.
— Por favor — sussurro. — Não quero que seja assim entre nós. Quero que possamos conversar. Conhecer um ao outro de novo, do jeito certo... Ser amigos...
Warner faz um som estranho e profundo com a garganta. Coloca alguns metros de distância entre nós.
— Estou fazendo o melhor que posso, amor. Mas não sei como ser apenas seu amigo.
— Não tem que ser tudo ou nada — tento dizer a ele. — Pode haver passos no meio... Eu só preciso de tempo para entendê-lo assim... Como uma pessoa diferente...
— Mas é exatamente isso.
A voz dele vai sumindo.
— Você precisa de tempo para me entender como uma pessoa diferente. Você precisa de tempo para consertar sua percepção a meu respeito.
— Por que isso é tão errado...
— Porque eu não sou uma pessoa diferente — ele diz com firmeza. — Sou o homem que sempre fui e nunca tentei ser diferente. Você me entendeu errado, Juliette. Você me julgou, você me percebeu como algo que não sou, mas isso não é culpa minha. Eu não mudei e não vou mudar...
— Você já mudou.
Ele trava os dentes.
— Você tem muita audácia para falar com tanta convicção de assuntos sobre os quais não sabe nada.
Eu engulo a seco, com dificuldade.
Warner vem para tão perto de mim que chego mesmo a ter medo de me mexer.
— Uma vez você me acusou de não saber o significado do amor — ele diz. — Mas estava errada. Você me culpa, talvez, por amá-la demais.
Os olhos dele estão muito intensos. Muito verdes. Muito frios.
— Mas, pelo menos, eu não nego os meus próprios sentimentos.
— E acha que eu nego — eu sussurro.
Warner baixa os olhos. Não diz nada.
— O que você não entende — falo para ele, minha voz falhando — é que eu nem conheço mais meu próprio coração. Não sei que nome dar para o que eu sinto ainda e preciso de tempo para descobrir. Você quer mais agora, mas o que eu preciso é que você seja meu amigo...
Warner se retrai.
— Eu não tenho amigos — diz.
— Por que não pode tentar?
Ele faz que não com a cabeça.
— Por quê? Por que não dar uma chance a isso...
— Porque eu tenho medo — ele fala enfim, a voz tremendo — de que sua amizade seja o meu fim.

Ainda estou congelada no mesmo lugar quando a porta do escritório é fechada com violência atrás dele.

11 comentários:

  1. Tem outros no team warner?

    ResponderExcluir
  2. So da warner aq \o/ adam é um babaca e ela nao pode tocar no kenji :/

    ResponderExcluir
  3. Com certeza!

    Team Warner <3

    Se a Ju não se resolver logo eu mesma fico com ele 😘

    ResponderExcluir
  4. * Carla

    Esqueci de assina rs.

    ResponderExcluir
  5. Ouvi falar que as team Warner são chamadas de Warnettes.
    Então sou warnette com certeza

    ResponderExcluir
  6. "— Porque eu tenho medo
    — ele fala enfim, a voz tremendo
    — de que sua amizade seja o
    meu fim."
    Mds quase chorei, poha Juju, pega logo esse homem pra vc, só não pego o Warner pra mim pq eu já tenho meu mozão d olhos verdes e.e
    #TeamWarner
    #TeamJuliner
    #TeamWarner
    #TeamJuliner
    #TeamWarner
    #TeamJuliner

    ResponderExcluir
  7. #Team Warner♥ sempre, sempre, sempre...

    ResponderExcluir
  8. #TEAM WARNER desde criancinha 😄😍

    ResponderExcluir
  9. Ela aprendeu a pedir com a America, será que são amigas? 😂😂

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)