5 de janeiro de 2017

16

Kenji volta depois de apenas umas duas horas. O rosto muito pálido, as mãos tremendo. Ele está com a respiração pesada, seus olhos estão sem foco e ele se senta no sofá sem dizer uma palavra, e eu já estou em pânico.
— O que aconteceu? — pergunto.
— O que está acontecendo? — Lily diz.
— Você está bem, cara? — isso vem de Ian.
Nós o bombardeamos com perguntas e ele não responde. Olha fixamente, sem piscar, uma réplica de Castle, que está sentado em uma poltrona à sua frente.
Por fim, depois de um longo momento de silêncio, ele fala.
Três palavras.
— A Juliette morreu.
Caos. As perguntas estão voando e gritos são abafados e todos estão chocados, horrorizados, enlouquecendo.
Estou pasmo.
Meu cérebro parece paralisado, sem querer processar ou digerir essa informação. Por quê?, eu quero perguntar. Como? Como isso é possível?
Porém, não consigo falar. Estou congelado de horror. Sofrimento.
— Não foi o Warner que foi atrás dela — Kenji está dizendo, lágrimas caindo depressa pelo seu rosto. — Foi o Anderson. Eram homens do Anderson. Eles fizeram o anúncio há apenas algumas horas — ele explica, engasgando com as palavras. — Disseram que bombardearam o Ponto Ômega, capturaram Juliette e a mataram nesta manhã mesmo. O supremo já voltou para a capital.
— Não — eu ofego.
— Devíamos ter ido atrás dela — Kenji está dizendo. — Eu devia ter ficado para trás... Eu devia ter tentado encontrá-la… É minha culpa — ele fala, as mãos no cabelo, tentando conter as lágrimas. — É culpa minha ela estar morta. Eu devia ter ido atrás dela...
— Não é culpa sua — Ian diz para ele, aproximando-se depressa e agarrando seus braços. — Não ouse colocar essa responsabilidade em si mesmo.
— Perdemos muitas pessoas — Lily diz. — Pessoas queridas para nós que não pudemos salvar. Isso não é culpa sua. Eu juro. Fizemos o melhor que podíamos.
Todos estão consolando Kenji agora, tentando assegurar para ele que nenhuma culpa é necessária. Não existe ninguém a culpar por isso tudo.
Mas eu não posso concordar.
Eu tropeço para trás até bater na parede, inclinando-me contra ela em busca de apoio. Eu sei a quem culpar. Sei onde está a culpa.
Juliette está morta por minha causa.

11 comentários:

  1. Que situação...

    ~polly~

    ResponderExcluir
  2. Agora até descobrirem que uns aos outros estão vivos......

    ResponderExcluir
  3. Fiquei com pena do Kenji e do Adam agora...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do Adam? Vc leu o mesmo que eu? Ele já tinha largado ela de mão. O que ele achou que ia acontecer? Qual seria seu futuro?

      Excluir
  4. com certeza se isso tivesse mesmo acontecido era culpa sua Adam, e não venha dar um de sentimental agora.... Kenji me cortou o coração te ver assim até escorreu uma lagrima aqui...

    ResponderExcluir
  5. Gente vocês são sem noção! Adam não tem culpa ,ele tinha que pensar no irmão/filho . Como podem culpar Adam por isso? Ela que dispensou ele ,ela que largou ele é por tudo que ele vez por ela ,ela simplesmente acaba com tudo! E ainda fica nesse triângulo nada a ver! Ele não tem que se culpar. A culpa não é do Adam ��

    ResponderExcluir
  6. Oh Kenji....vontade de entrar no livro e te dar um abraço @.@

    ResponderExcluir
  7. Kenji sempre fofo! So cute! Eu acho que Adam não merece a Juju mesmo, vacilou demais. Me poupe de seus arrependimentos Adam...

    Elen

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)