29 de dezembro de 2016

11

Estou parado na borda do pátio sobre o Quadrante, olhando para milhares de rostos me encarando.
Esses são meus soldados. Parados em fila em seus uniformes de reunião. Camisas pretas, calças pretas, botas pretas.
Sem armas.
Punhos esquerdos pressionados aos peitos.
Faço um esforço para me concentrar — e me importar — com a tarefa à minha frente; mas de um jeito ou de outro não consigo evitar sentir a presença daquele caderno guardado no meu bolso, seu volume pressionando minha perna e me torturando com seus segredos.
Não sou eu mesmo.
Meus pensamentos estão emaranhados em palavras que não são minhas. Respiro fundo para clarear minha cabeça; flexiono os dedos da mão.
— Setor 45 — proclamo, falando diretamente no microfone.
Eles se movem imediatamente, abaixando a mão esquerda e colocando o punho direito de encontro ao peito.
— Temos uma série de coisas importantes para discutir hoje — digo a eles. — A primeira de todas é bem aparente. — Faço um gesto com meu braço. Estudo seus rostos cuidadosamente desprovidos de emoção.
Seus pensamentos traiçoeiros são óbvios.
Eles pensam que sou uma criança maluca. Não me respeitam; não são leais a mim. Eles estão desapontados que estou ali frente a eles; zangado; revoltado até, mas não fui morto por causa desse ferimento.
Mas eles temem a mim.
E isso é tudo de que preciso.
— Fui ferido — digo — enquanto perseguia dois de nossos soldados desertores. Soldado Adam Kent e Soldado Kenji Kishimoto planejaram sua fuga num esforço para sequestrar Juliette Ferrars, nosso mais novo e importante ativo para o Setor 45. Eles foram acusados do crime de capturar e deter a Srta. Ferrars contra a sua vontade. Porém, e mais importante, eles foram devidamente condenados por traição contra o Restabelecimento. Quando forem encontrados serão executados sumariamente.
O terror, eu percebo, é um dos sentimentos mais fáceis de se identificar. Até mesmo no rosto estoico de um soldado.
— Em segundo lugar — digo, dessa vez mais lentamente —, num esforço para apressar o processo de estabilizar o Setor 45, acalmar seus cidadãos, e o subsequente caos resultante desses recentes acontecimentos, o comandante supremo do Restabelecimento se juntou a nós na base. Ele chegou — informo a eles — a menos de trinta e seis horas.
Alguns homens abaixaram os punhos. Esqueceram por um momento de si mesmos. Seus olhos estão arregalados.
Petrificados.
— Vocês irão recepcioná-lo — digo.
Eles caem de joelhos.
É estranho deter esse tipo de poder. Gostaria de saber se meu pai está orgulhoso do que criou. Ser capaz de fazer milhares de homens caírem de joelhos com apenas algumas palavras; apenas ao me ouvirem dizer o seu título. É o tipo de coisa horrorosa e viciante.
Conto cinco compassos na minha cabeça.
— Levantar.
Eles levantam. E então marcham.
Cinco passos para trás, para frente, parados no lugar. Levantam seus braços esquerdos, curvam os dedos e formam punhos, e se ajoelham num joelho só. Dessa vez não permito que se levantem.
— Preparem-se, cavalheiros — digo a eles. — Não descansaremos até que Kent e Kishimoto sejam encontrados e que a Srta. Ferrars seja trazida de volta à base. Vou me reunir com o comandante supremo nas próximas vinte e quatro horas; nossa mais nova missão será claramente definida. Nesse ínterim vocês têm que entender duas coisas: primeiro, iremos neutralizar a tensão que se criou entre os cidadãos e nos esforçar para lembrarmos a eles de suas promessas para nosso novo mundo. E em segundo lugar, garantiremos encontrar os soldados Kent e Kishimoto. — Paro. Olho em volta, me concentrando em seus rostos. — Deixe que o destino deles sirva como exemplo para vocês. Não aceitamos traidores no Restabelecimento. E nós não perdoamos.

4 comentários:

  1. Olha só,o loirinho botando moral.

    ResponderExcluir
  2. Warner que palhaçada é essa de matar o Adam e Kenji?O Adam é o amor da Juliette (até que se prove o contrário),o Kenji é o alívio cômico da história,e o mais importante:vocês formam o trio de gatos do livro.Repense essa decisão cara.

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)