18 de novembro de 2016

Capítulo 25

Cara fechou seu laptop, ajeitando seu corpo dolorido na cadeira executiva. Ela vinha treinando sem parar para sua próxima luta com o Galt e começou a sentir o treino.
No final do corredor, a porta do escritório de seu pai se abriu e se fechou. Galt tinha ido lá horas atrás. Desde então, tudo o que Cara ouvia era vozes murmurantes interrompidas por risadas.
Rindo de mim.
Desde sua derrota no ginásio, seu pai tinha passado mais tempo com Galt enquanto ela ficava presa ajudando com o inventário anual de ursos de pelúcia de sua mãe. Se ela tivesse que contar mais um urso, tinha certeza de que gritaria.
Houve sons de passos quando Galt e seu pai se separaram para ir para seus respectivos quartos, fechando as portas atrás deles. A casa ficou em silêncio. Cara saiu de seu quarto e andou no escuro. Ela foi da cozinha para o corredor até a porta do escritório vazio de seu pai. Quando ela e Galt eram crianças, eles testavam a coragem um do outro com desafios ascendentes. Eu te desafio tocar a porta dele e voltar. Eu te desafio a colocar um pé lá dentro.
E agora Galt entrava e sentava-se atrás de portas fechadas e tinha horas de conversa enquanto ela era deixada de lado. Por que ele? Cara sobrecarregava seu cérebro.
Porque ele me venceu. Porque ele é mais rápido. Mais forte. Mais inteligente. Melhor.
A realização pesou em seus ombros como uma camada de chumbo. Cara saiu do escritório de seu pai e voltou para seu quarto. Talvez se ela dormisse, se sentiria melhor pela manhã. Ela parou e pulou para trás quando ao ouvir o som de alguém se movendo pela casa. Era seu pai. O que ela estava fazendo na cozinha a esta hora?
Seu pai acendeu uma luz e se aproximou de um armário. Ele pegou um espremedor e vários pós e, em seguida, as garrafas da família de shakes de proteína.
Ele está fazendo nossos shakes da manhã, Cara pensou. Ele vem nos dando aqueles negócios por séculos, e eu nunca realmente o vi fazer um.
Ele começou espremendo um monte de frutas e legumes diferentes: maçãs, uvas, pêssegos, brócolis, couve, alguma erva de aparência estranha. Derramou quantidades iguais de suco em cada garrafa, seguido por uma colher de proteína em pó. Então tirou algo do bolso de seu robe e o ergueu na luz.
Era um frasco de vidro, cheio de um líquido verde espesso. Seu pai tirou uma seringa do bolso e arrancou a embalagem esterilizada. Ele mergulhou a seringa no frasco e a encheu com o líquido.
Cara olhava, chocada. Isso não é proteína em pó, Cara pensou. É uma droga! O que ele está fazendo?
Pierce segurou a ponta da agulha sobre a garrafa de Galt e cuidadosamente pressionou o êmbolo. Um longo jorro da droga foi jogado no shake de Galt. Quando a agulha estava vazia, Pierce mexeu a garrafa vigorosamente e a colocou na geladeira. Ele se virou para a garrafa de Cara em seguida, mas dessa vez encheu a seringa menos do que a metade antes de colocá-la no shake de Cara. Ele tampou a garrafa dela, balançou, e guardou na geladeira ao lado da de Galt. Assim que todos os sinais de sua presença foram apagados, ele apagou a luz e saiu.
Quando ouviu a porta do quarto do Pierce fechar, Cara rastejou em direção a geladeira. Ela tirou as garrafas e as colocou no balcão, sentido sua raiva formar enquanto tudo ficava claro.
Galt não era melhor que ela. Ele não era mais forte ou mais rápido e certamente não era mais inteligente. Ele estava trapaceando! Pior do que isso, seu pai estava trapaceando por ele.
Cara ficou em silêncio por um tempo, olhando para as garrafas. Em seguida, pegou a sua própria e enfiou a unha por baixo da etiqueta. Ela trocou pela do Galt de modo que ela ficaria com o impulso completo e ele ficava com o resto.
Como vai ser, Cara se perguntou, sentir essa força toda? Mostrar para Galt de uma vez por todas quem é o número um?
O estômago de Cara deu um nó com raiva, e uma estranha espécie de fome.
Vamos ver quem é o mais apto agora, pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!