17 de novembro de 2016

Fanfic: A filha do diabo


Sinopse:
Hope nunca soube quem ou o que era. Isso, é claro, foi antes de morrer e ir para o Inferno, onde o próprio Lúcifer lhe explicou sua descendência. 
Ela podia não querer, podia não gostar, mas não tinha escapatória.

Categorias: aventura, ação, ficção, história original
Autora: Laura Florencio
_____________________________


Prólogo


O cheiro de sangue era forte e por mais que Hope tentasse não prestar atenção era muito difícil.
O cheiro já estava impregnado em seu nariz. E tudo ao seu redor cheirava a morte a podridão.
Os lamúrios também não eram fáceis de serem ignorados, eles não eram dela e tampouco eram dos humanos ao seu redor, eles permaneciam calados esperando pelo fim. Hope sabia de onde os sons vinham e isso não melhorava nada o seu medo, ela também conseguia sentir o poder saindo da terra junto com as vozes.
E por mais que ela soubesse o que estava prestes a acontecer e que nada mudaria seu destino, ela orava para qualquer deus que estivesse disposto a ouvi-la e salvá-la da morte terrível que a aguardava.
Hope Guironov sempre foi uma boa garota, atenciosa e simpática com todos, até mesmo com seus irmãos que a tratavam como escrava dizendo que ela não era mais do que uma bastarda. Ela nunca desejou mal nenhum para eles. Por isso ela não entendia porque estava ali para “pagar seus pecados”, como diziam os carrascos.
Por que ela tinha que pagar por algo que ela não cometeu? Sim, sempre houve injustiça mo mundo, muitos morreram no lugar de outras pessoas, mas todos na vila a conheciam, conheciam a família Guironov e sabiam que Hope nunca faria mal a ninguém. Então pó que ninguém a protegeu? Por que ninguém lhe defendeu? E por que todos a olhavam como se ela não fosse nada alem de restos de poeira?
As lamentações vindo da terra aumentaram quando mais uma pessoa foi enforcada, logo seria a vez de Hope de sentir a corda ao redor do pescoço e mesmo sabendo disso ela não derramara uma única lágrima. Ela não era culpada, não tinha que temer, mas temia, não que fosse demonstrar isso para alguém, ela sabia que os carrascos se deleitavam em ver todos sofrendo, pedindo clemência. E como seu último ato, ela não daria esse prazer a eles.
Ela viu sua mãe chorando por ela, embora seu pai tentasse escondê-la dos outros. Hope sempre foi amada por sua mãe, mas nunca recebeu amor nenhum de seu pai, às vezes até sentia o desprezo que ele tinha por ela, porém ela nunca entendeu porque ele agia assim com ela, talvez por ela ser sentimental de mais, algo que nenhum Guironov podia ser.
Os gemidos continuavam e o cheiro de podridão saía cada vez mais dos mortos amontoados.
Deus, Hope pedia, me ajude.
Ela sempre foi muito religiosa, frequentava a igreja todos os domingos e orava sempre para agradecer a Deus pela vida que tinha.
Hope sentiu mãos firmes e nada gentis a puxarem para frente.
Era sua vez.
Hope iria ser executada em praça publica, mesmo sendo inocente.
E pela primeira vez em seus dezoito anos de vida Hope sentiu raiva.
Raiva da injustiça que se passava ao seu redor. Raiva por ter que morrer tão jovem. Raiva por nunca ter conhecido alguém e constituído uma família.
A corda esquentou no pescoço de Hope quando seus pés deixaram o chão.
***
Ao abrir os olhos a mais nova dos Guironov sentiu-se leve.
Ela sabia o que havia acontecido, ela tinha sido enforcada e agora seu corpo deveria estar jogado por cima dos outros. Mas ainda sim ela se sentia leve.
Devo estar no Céu – pensou – É por isso que me sinto assim.
Logo após o término de seu pensamento Hope ouviu uma risada e embora o som parecesse diabólico a garota sentiu uma onda de ternura invadir seu peito.
– Isso está longe de ser o Céu, lindinha.
Hope percorreu o lugar com os olhos, a uma pequena distância dela encontrava-se um homem, ele parecia ser mais velho que ela, mas ao mesmo tempo não parecia.
Ele a olhava de cima e foi aí que ela percebeu que estava sentada no chão. O homem limpou a garganta e se pronunciou novamente.
– Bem-vinda ao Inferno!
_____________________________________

Deixe sua opinião nos comentários!

16 comentários:

  1. Nem li ainda, mas já amei. Florencio, minha escritora preferida ! Rs ��❤

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei, por mais que eu não vá ler o resto do livro, já que não gosto muito desse assunto. Eu não entendi muito o começo, ela foi assassinada na praça pública pelos seus pecados não-cometidos? Sim, eu sou muito lerda; mas fazer oque, é a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não entendi muito bem kkkk Vou ler o resto pra ver se entendo

      Excluir
  3. Karina cade o resto da historia mulher ???????????????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está no link lá em cima, em SAIBA MAIS

      Excluir
    2. Está no link lá em cima, em SAIBA MAIS

      Excluir
  4. Nossa, interessantíssimo. A capa é perfeita e apesar de alguns erros, parece profissional o bastante. Gostei.

    ResponderExcluir
  5. cade todos os capitulos e nao adianta falar que estao no lini que la so tem 4 cap tudo muito misturado ainda

    ResponderExcluir
  6. So conseguir ler o capitulo 1, o 2 ta indisponível e sao apenas 4 capitulos?

    ResponderExcluir
  7. Karina eu queria muito mesmo ler os livros O silencio das montanhas, As vantagens de ser invisivel e o diario de benjamim... sera q vc poderia postar por favooor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por enquanto só temos As Vantagens se Ser Invisível, mas espero ter os outros um dia :)

      Excluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!