16 de outubro de 2016

Dezessete - Tio Randolph entra na minha lista negra PRA VALER

FOI SAM QUEM reagiu mais rápido. Ela pegou a lança e partiu para cima do pai.
— Não, querida.
Loki estalou os dedos.
Instantaneamente, os joelhos de Sam fraquejaram. Ela caiu no chão e ficou imobilizada, com os olhos semicerrados. A lança cintilante rolou pelas pedras.
— Sam! — Corri na direção dela, mas o tio Randolph me interceptou.
O corpo dele eclipsou tudo. Ele segurou meus ombros, o bafo uma combinação arrasadora de alho e peixe podre.
— Não, Magnus. — A voz dele estava falhando de pânico. — Não piore as coisas.
— Piorar?
Eu o empurrei.
Meu corpo vibrava de raiva. Jacques parecia leve na minha mão, pronto para atacar. Ao ver Samirah inconsciente aos pés do pai (ah, deuses, eu esperava que ela estivesse apenas inconsciente), senti vontade de cortar meu tio com a espada. Senti vontade de virar um uruz na cara de Loki.
Dê uma chance a Randolph, a voz de Annabeth sussurrou em minha mente. Ele é da família.
Eu hesitei... o suficiente para reparar na condição do tio Randolph.
O terno cinza estava gasto e manchado com cinzas, como se ele tivesse se arrastado por uma chaminé. E o rosto... pelo nariz, bochecha esquerda e sobrancelha havia uma cratera horrível de cicatrizes vermelhas e amarronzadas, uma marca de queimadura mal cicatrizada em forma de mão.
Senti como se um anão tivesse perfurado minha cavidade abdominal. Lembrei que a marca de Loki apareceu na bochecha de Randolph na fotografia da família. Pensei no meu sonho no campo de batalha em Valhala e me lembrei da dor ardente em meu rosto quando Loki se comunicou comigo, usando Randolph como condutor. Loki marcou meu tio.
Fixei o olhar no deus da trapaça. Ele ainda estava usando o smoking verde horrível que tinha experimentado durante a minha visão, com a gravata-borboleta estampada em um ângulo torto. Os olhos brilhavam como se ele estivesse pensando: Vá em frente. Mate seu tio. Talvez seja divertido.
Decidi não dar esse prazer a Loki.
— Você nos enganou para virmos aqui — rosnei. — Por que, se podia passar por uma passagem mágica em um caixão?
— Ah, mas nós não podíamos! — respondeu o deus. — Não enquanto você não abrisse o caminho. Quando abriu, bem... você e Randolph estão ligados. Ou ainda não tinha reparado nisso? — Ele bateu na lateral do próprio rosto. — O sangue é uma coisa poderosa, Magnus. Sempre posso encontrar você por meio dele.
— A não ser que eu te mate. Randolph, saia da frente.
Loki riu.
— Você ouviu o garoto, Randolph. Chegue para o lado.
Meu tio parecia estar tentando engolir um limão inteiro.
— Por favor, Loki. Não...
— Uau! — Loki ergueu as sobrancelhas. — Até parece que você está tentando me dar uma ordem! Mas isso não pode estar certo, pode? Isso violaria nosso acordo!
As palavras nosso acordo fizeram Randolph se encolher. Ele deu um passo para o lado, com os músculos do rosto se retorcendo ao redor da nova cicatriz.
Pelo canto do olho, vi Blitzen ajudando Hearthstone a se levantar. Desejei silenciosamente que eles recuassem e ficassem em segurança. Eu não queria mais ninguém no caminho de Loki.
Sam continuava imóvel.
Meu coração batucava contra as costelas. Dei um passo à frente.
— Loki, o que você fez com ela?
O deus olhou para a filha.
— Quem, Samirah? Ela está bem. Só a mandei parar de respirar.
— Você fez o quê?
Loki desconsiderou minha preocupação.
— Não para sempre, Magnus. Só gosto de ser firme com meus filhos. Os pais são tão desinteressados atualmente, você não acha?
— Ele os controla — grunhiu Randolph.
Loki lançou um olhar irritado para ele.
— Conte para a gente quão bem você se saiu como pai, Randolph. Ah, é verdade. Sua família está morta, e sua única esperança de vê-las de novo sou eu.
Randolph se encolheu.
Loki se virou para mim. Seu sorriso fez calafrios de nojo subirem pela minha coluna.
— Sabe, Magnus, meus filhos devem seus poderes a mim. Em troca, têm que me obedecer quando eu quero. É justo. Como falei, o sangue é uma ligação muito poderosa. Que bom que você me ouviu e deixou Alex em Valhala. Senão eu teria duas filhas inconscientes! — Ele esfregou as mãos. — Agora, você quer ver mais? Samirah sempre relutou em se metamorfosear. Talvez eu deva forçá-la a assumir a forma de um gato para você. Ou de um canguru? Ela seria um canguru bem fofo.
O nojo embrulhou meu estômago e ameaçou explodi-lo.
Finalmente, entendi a relutância de Samirah em se metamorfosear.
Cada vez que faço isso, ela me disse certa vez, sinto como se mais da natureza do meu pai estivesse tentando tomar conta de mim.
Era compreensível Sam ter medo de Loki poder obrigá-la a se casar com o gigante. Era compreensível ela se preocupar com Alex Fierro, que se metamorfoseava sem pensar duas vezes. Será que os outros deuses tinham esse tipo de controle sobre os filhos? Frey podia...? Não, eu não me permitiria pensar nisso.
— Deixe ela em paz.
Loki deu de ombros.
— Como desejar. Eu só precisava dela apagada. Sem dúvida, Gellir contou: a espada Skofnung não pode ser desembainhada na presença de uma mulher. Felizmente, mulheres em coma não contam! Randolph, rápido. Essa é a parte em que você desembainha a espada.
Tio Randolph umedeceu os lábios.
— Talvez fosse melhor se... — Sua voz se dissolveu em um grito gutural. Ele se inclinou para a frente, com fumaça saindo das cicatrizes na bochecha. Meu rosto ardeu em solidariedade.
— Pare! — gritei.
Meu tio ofegou. Ele se levantou, ainda com fumaça saindo da lateral do nariz.
Loki gargalhou.
— Rand, Rand, Rand. Você é ridículo. Nós já passamos por isso antes. Quer trazer sua família de volta de Helheim? Exijo pagamento integral adiantado. Você carrega minha marca e faz o que eu digo. Não é tão difícil. — Ele apontou para a espada Skofnung. — Pegue, garoto. E, Magnus, se tentar interferir, sempre posso tornar o coma de Sam permanente. Mas espero que você não faça nada. Seria terrivelmente inconveniente, com o casamento tão próximo.
Eu queria parti-lo ao meio, como Hel. (Estou falando da filha dele, Hel, que tinha dois lados diferentes.) Depois, queria colá-lo de volta e parti-lo ao meio de novo. Não conseguia acreditar que pensei em Loki como carismático e persuasivo. Ele chamou meu tio de “Rand”. Isso por si só já merecia a pena de morte.
Mas eu não sabia a extensão do controle de Loki sobre Sam. Ele podia mesmo deixá-la em um coma permanente apenas com o pensamento? Eu também estava preocupado (mais ou menos) com o que podia acontecer com meu tio. O idiota podia ter feito um acordo do mal com Loki, mas eu entendia o motivo. Eu me lembrei da esposa dele, Catherine, naquele barco afundando; de Aubrey com o barquinho de brinquedo; de Emma gritando enquanto agarrava a runa herança, o símbolo de todos os sonhos que ela não realizaria.
À minha esquerda, Hearthstone e Blitzen se aproximaram. Hearth tinha se recuperado o bastante para ficar de pé sozinho. Blitz estava segurando uma espada que devia ter pego de um zumbi. Eu levantei a mão, pedindo que eles ficassem onde estavam.
Randolph pegou a espada Skofnung. Tirou-a lentamente da bainha, uma lâmina dupla de ferro frio e cinzento. Na parte central, runas brilhavam levemente em todos os tons de azul, de gelo a azul-escuro.
Jacques tremeu.
— Ah... ah, uau.
— Realmente — disse Loki. — Se eu pudesse portar uma espada e não pudesse ter a famosa Espada do Verão, escolheria a Skofnung.
— O cara pode ser mau — sussurrou Jacques —, mas tem bom gosto.
— Infelizmente — prosseguiu Loki —, no meu estado atual, não estou totalmente presente.
Blitzen grunhiu.
— É a primeira coisa que ele diz com a qual concordo. Essa espada nunca devia ser desembainhada.
Loki revirou os olhos.
— Blitzen, filho de Freya, você é um anão tão dramático quando o assunto é armas mágicas! Não posso brandir Skofnung, mas os Chase descendem dos antigos reis nórdicos! Eles são perfeitos.
Eu me lembrei do tio Randolph ter me contado alguma coisa parecida, que a família Chase descendia da antiga realeza sueca e blá-blá-blá. Mas sinto muito: se isso nos qualificava a portar espadas do mal, eu não ia colocar isso no meu currículo.
Perigoso demais. Os sinais de Hearthstone foram desanimados e fracos. Os olhos estavam tomados de medo. Morte. A profecia.
— A lâmina tem alguns melindres — disse Loki. — Eu adoro melindres! Ela não pode ser usada na presença de mulheres. Não pode ser desembainhada à luz do dia. Só pode ser usada por alguém de linhagem nobre. — Loki cutucou o braço de Randolph. — Até esse cara serve. Além do mais, quando a espada é brandida, ela não pode ser embainhada enquanto não tiver sentido gosto de sangue.
Jacques zumbiu com um gemido metálico.
— Não é justo. Ela é atraente demais.
— Não é? — disse Loki. — E o último melindre da espada... Hearthstone, meu amigo, você quer contar ou conto eu?
Hearthstone oscilou. Ele segurou o ombro de Blitzen. Eu não sabia se era para ter apoio ou se para ter certeza de que o anão ainda estava ali.
Blitzen ergueu a espada, que era quase do tamanho dele.
— Loki, você não vai fazer isso com Hearth. Eu não vou deixar.
— Meu querido anão, agradeço por você ter encontrado a entrada da tumba! E é claro que eu precisava de Hearthstone para quebrar a barreira mágica ao redor do caixão. Cada um de vocês desempenhou bem sua parte, mas infelizmente preciso pedir um pouco mais dos dois. Vocês querem ver Samirah casada e feliz, não querem?
— Com um gigante? — Blitzen fez um ruído de desprezo. — Não.
— Mas é por uma boa causa! A devolução do martelo daquele fulano lá! Isso quer dizer que preciso de um dote apropriado, e Thrym pediu a espada Skofnung. É uma troca bem razoável. A questão é que a espada não está completa sem a pedra. As duas formam um conjunto.
— O que você quer dizer? — perguntei. — Que pedra?
— A pedra Skofnung, a pedra feita para afiar a lâmina! — Com os polegares e os dedos, Loki fez um círculo do tamanho de um prato de sobremesa. — Grande assim, azul com manchas cinzentas. — Ele piscou para Hearthstone. — Soa familiar?
Hearthstone pareceu estar sendo sufocado pelo cachecol.
— Hearth, do que ele está falando?
Meu amigo elfo não respondeu.
Tio Randolph cambaleou, agora usando as duas mãos para levantar a espada amaldiçoada. A lâmina de ferro ficou mais escura, e filetes de fumaça gelada saíram das beiradas.
— Está ficando mais pesada — disse Randolph, ofegante. — Mais fria.
— Então temos que correr. — Loki olhou para a forma inconsciente de Samirah. — Randolph, vamos alimentar a espada faminta.
— De jeito nenhum. — Eu levantei minha espada. — Randolph, não quero machucar você, mas vou.
Meu tio soltou um gemido trêmulo.
— Magnus, você não entende. Você não sabe o que ele está planejando...
— Randolph — sibilou Loki —, se você quer ver sua família de novo, ataque!
Meu tio partiu para cima, atacando com a espada amaldiçoada... e eu avaliei totalmente errado qual era seu alvo.
Burrice, Magnus. Uma burrice imperdoável.
Eu só pensava em Sam, caída indefesa aos pés de Loki. Precisava defendê-la. Não estava pensando em profecias nem em como tudo o que Loki fazia, até uma olhada casual na direção da filha, era puro teatro.
Eu me adiantei para interceptar o ataque do meu tio, mas ele passou direto por mim. Com um grito de horror, enfiou a espada Skofnung na barriga de Blitzen.


12 comentários:

  1. Tava com dó do tio Rand até ele enfiar a espada na barriga do blitzen

    ResponderExcluir
  2. Agora é pessoal! Annabeth!

    ResponderExcluir
  3. Fica cada vez mais difícil shippar esses dois. É uma pena que ela esteja de casamento marcado😥
    -Sinead

    ResponderExcluir
  4. Ele não morreu não morreu???

    ResponderExcluir
  5. Ok... Eu sei que o Randolph está fazendo isso pela família e tudo mais, mas ele sabe que está só sendo um fantoche e não vai dar certo né?

    ResponderExcluir
  6. BLITZEN MELDELZ NAOOO

    ResponderExcluir
  7. MORRA, SEU HUMANO DESGRAÇADO! Morte lenta e dolorosa p vc
    Vc não entende q quem morre deve permanecer morto? Com exceção dos ein esqueci o nome, né jsjs
    Nunca gostei desse velho mesmo, Magnus, por favor, mata ele.

    ResponderExcluir

  8. — O cara pode ser mau — sussurrou Jacques —, mas tem bom gosto.

    Kkkkk
    Concordo Jacques

    OBS: não sei vcs mais eu imagino Jacques como o yukine (may love) de noragami ele tbm é uma espada que por sinal muito gata.
    ( ˘ ³˘)❤
    ( ˘ ³˘)♥

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!