30 de agosto de 2016

Introdução

Caro Leitor,

Assim como apertos de mão, cães e cenouras cruas, muitas coisas são melhores quando não são escorregadias. Neste volume, receio que Violet, Klaus e Sunny Baudelaire enfrentem um amontoado de escorregadelas durante sua lamentável jornada pelas Montanhas de Mão-Morta.
Seria melhor não mencionar os desagradabilíssimos detalhes da história – em especial uma mensagem secreta, um tobogã, uma armadilha, um enxame de mosquitos da neve, um vilão maquinador de planos maléficos, um bando de jovens organizados e o sobrevivente de um terrível incêndio.
Para meu grande azar, dediquei minha vida a registrar a triste história dos Baudelaire. Mas não há razão para você também se dedicar a uma atividade tão ignóbil; seria melhor deixar este livro escorregar de suas mãos para dentro de uma lixeira ou de um poço bem fundo.

Respeitosamente,
Lemony Snicket


Para Beatrice
Quando nos conhecemos você
tinha a beleza e eu, a solidão.
Agora, só tenho uma bela solidão.

4 comentários:

  1. Sobrevivente de um terrível incêndio!!! Um dos pais esta vivo!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. "seria melhor deixar este livro escorregar de suas mãos para dentro de uma lixeira ou de um poço bem fundo."

    GENTE, eu não faria isso por mais ruim que o livro fosse ;-;

    ResponderExcluir
  3. Desde O Elevador Ersatz, quando mostrou aquele túnel subterrâneo que eles passaram, eu desconfie que os pais deles pudessem ter sobrevivido passando por ali da Mansão até o Apartamento 667...
    Mas por enquanto só se fala de um único sobrevivente, e também não faço ideia da ligação entre os Baudelaire e os Squalor... CSC, talvez?

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Boa leitura :)