8 de agosto de 2016

Carta

Ao Meu Amável Editor,

Por favor, desculpe a sujeira deste bilhete. Escrevo-lhe de um barraco onde forçaram os órfãos Baudelaire a morar enquanto frequentaram a Escola Preparatória de Prufrock, e infelizmente o meu papel de cartas caiu no meio do carvão.
Sábado à noite não deixe de comprar um ingresso para a poltrona J-10 no espetáculo Faute de Mieux da Companhia Mambembe de Ópera. Durante o quinto ato, use uma faca afiada para rasgar a almofada do seu assento. Você encontrará um texto intitulado O inferno do colégio interno, minha descrição do atormentado semestre que as crianças passaram, e ainda uma bandeja de lanchonete, alguns dos grampos feitos à mão pelos Baudelaire e a pedra (sem valor) do turbante do treinador Genghis. Há também o negativo de uma foto dos Trigêmeos Quagmire, que o sr. Helquist pode mandar revelar para ajudá-lo em suas ilustrações.
Lembre-se, o senhor é minha última esperança de que as histórias dos órfãos Baudelaire sejam finalmente contadas ao grande público.

Respeitosamente,
Lemony Snicket

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!