24 de julho de 2016

Capítulo 18

Sua oportunidade chegou quando MacHaddish pisou em um buraco de gelo da neve. Eles estavam girando, arrastando os pés e compactado a neve na pequena clareira e, por uma fração de segundo, o scotti foi confundido quando a bota  escorregou no remendo congelado que havia sido exposto.
Foi apenas um momento, mas Will percebeu que poderia ser o único que ele teria. Em um movimento fluido, ele se adiantou e jogou a faca de caça no general. Ele tinha visto a velocidade do homem e já não tinha qualquer esperança real de que o lançamento iria penetrar sua defesa. Muito pelo contrário, de fato, como ele ainda pretendia capturar vivo o scotti. Quando a lâmina brilhante foi atirada em direção a ele, MacHaddish rodeou a adaga escocesa em seu corpo em uma desesperada defesa, bloqueando a faca de caça pesada no último segundo. Mas o tiro tinha atingido o seu objetivo, distraindo a atenção MacHaddish e desviando a adaga escocesa.
No instante em que o scotti enviava a faca de caça girando para fora, Will estava sobre ele, sua mão direita segurando o pulso esquerdo do general como um torno. Mas MacHaddish era rápido como uma serpente. No momento em que Will o segurou, ele se torceu e o empurrou violentamente, puxando Will para frente e tirando seu equilíbrio. Ao mesmo tempo, sabendo que sua mão direita estava inútil, ele atolou seu antebraço direito até sob o queixo de Will, através de sua garganta, sufocando Will e forçando sua cabeça para trás.
Com o braço direito estendido e a cabeça sendo forçada mais e mais para trás, Will podia sentir o seu aperto sobre mão da faca enfraquecer. A pele do scotti estava levemente coberta de graxa, sem dúvida como proteção contra o frio penetrante, e isso tornou ainda mais difícil para manter sua aderência. MacHaddish trançou a mão esquerda para trás e para frente. Will podia sentir girando dentro de seu próprio punho, e ele sabia que seria apenas uma questão de segundos antes que ele ficasse livre do aperto de Will completamente.
Rapidamente, Will deu dois duros socos no lado do direito exposto do scotti, atingindo as costelas e sentindo uma cessão leve. MacHaddish grunhiu de dor, e a pressão de seu antebraço através da garganta de Will diminuiu ligeiramente. Foi o suficiente. Will estendeu a mão e agarrou o pulso direito MacHaddish, arrastando o antebraço para baixo sob seu queixo e torcendo MacHaddish fora de equilíbrio.
Com o aperto de ferro Will preso em seu braço ferido, MacHaddish gritou em agonia e dobrou em um movimento instintivo para se proteger. A ação de torção pegou Will desprevenido e ele perdeu o equilíbrio, libertando seu aperto ao pulso ferido de MacHaddish, seus pés escorregando na neve compactada. Eles cambalearam ao redor da clareira, cada um tentando ganhar a vantagem. A faca de mão de MacHaddish ainda estava trancada no punho de Will, e agora o scotti foi ao ataque novamente. Ele jogou o antebraço direito no rosto de Will. O arqueiro jovem abaixou o golpe, em seguida, apenas conseguiu torcer o corpo para um lado no tempo que o joelho direito MacHaddish se arremessava nele. Agora toda a atenção de Will visava manter o controle sobre a mão que segurava a navalha afiada, a adaga escocesa. Ele sabia que se soltasse, estaria acabado. Todo o pensamento de pegar MacHaddish vivo agora estava desaparecido. Will estava pensando apenas em sobreviver.
Ele agarrou a longa trança que pendia para o lado esquerdo da cabeça MacHaddish e a puxou, arrastando a cabeça do scotti. O general uivou de dor e virou a cabeça, mostrando os dentes, tentando morder as mãos de Will. Quando ele fez isso, Will passou a perna esquerda através de uma rasteira que pegou os pés do general, fazendo-lhe cair na neve, Will em cima dele, o seu peso acabando com o ar dos pulmões do general.
Novamente, ele sentiu MacHaddish torcendo e girando a mão da faca em seu punho, tentando se libertar. Então o general soltou convulsivamente e rolou para a direita ao mesmo tempo, invertendo suas posições de forma que agora ele estava em cima, a mão com a adaga escocesa posada sobre a garganta de Will, lentamente começando a se mover para baixo conforme ele colocava todo seu peso e força nela.
Will segurou a mão da faca com ambas as mãos, tentando forçar o punhal longe para o lado. Mas ele sentiu uma sensação oca de desespero que percebeu o quanto o scotti era forte.
Combatendo em seus pés, Will teria tido uma ligeira vantagem na velocidade e mobilidade. Mas aqui, todas as vantagens estavam com o outro. Will soltou e pulou desesperadamente, tentando jogar o outro fora. Mas MacHaddish estava esperando os movimentos e os contrapôs facilmente. Cada vez, Will ganhava um pequeno adiamento conforme a faca se afastava dele. Em seguida, inexoravelmente, a força bruta MacHaddish trazia de volta, forçando-a para baixo na garganta de Will. E Will estava cansando.
O suor do medo, pânico e esforço corria nos olhos de Will, enquanto observava a ponta brilhante da adaga escocesa chegar cada vez mais perto. Atrás dela, vagamente, ele podia ver o rosto MacHaddish, suas características obscurecidas pela pintura. Havia uma luz de triunfo em seus olhos e os lábios de MacHaddish atraiam de volta um sorriso feroz quando ele percebeu que a qualquer segundo agora, isso estaria acabado.
E então, mais cedo do que ele esperava, aconteceu.
Bang! O pomo da espada de bronze pesada de Horace se chocou com a têmpora do scotti duas vezes em um rápida sucessão.
Will sentiu a força de MacHaddish de repente desaparecer do nada, e tudo o que restava era seu peso morto caindo sobre a faca com os olhos vidrados e ele caiu inconsciente. Com um suspiro final convulsivo, Will o atirou para o lado e cambaleou aos seus pés, titubeando um pouco conforme se afastava do corpo inerte na neve.
Horace caminhou na direção de seu amigo e colocou um braço sobre os ombros para segurá-lo.
Durante os últimos cinco minutos Horace tinha estado correndo cegamente por entre as árvores e arbustos, indo no que ele esperava que fosse à direção certa. Graças a Deus, ele pensava, tinha chegado no tempo certo.
Ele viu, com alguma preocupação, que a frente da capa de Will estava coberta de sangue.
— Você está bem? perguntou, colocando o braço nos ombros de Will e girando-o para que ele pudesse ver com mais clareza, procurando algum sinal de uma ferida.
Will tossiu e vomitou em reação. Ele sabia o quão perto de morrer ele tinha estado, e suas pernas estavam fracas pensando nisso.
— Will! — Horace disse, a preocupação fazendo sua voz endurecer. — Você está bem?
O jovem guerreiro estava correndo freneticamente, as mãos sobre o peito e estômago de Will, tentando ver onde ele poderia estar ferido. Havia muito sangue na parte da frente de sua roupa, e tinha que vir de algum lugar. Ainda em ligeiro choque, Will reagiu com irritação à pergunta.
— Claro que eu não estou bem, seu idiota! — Ele soltou. — Ele quase me matou! Ou você não percebeu?
Ele tentou dar um tapa nas mãos de Horace que procuravam algo pra afastar, mas não teve êxito.
— Onde é que ele te pegou? — Horace perguntou freneticamente.
Ele sabia que tinha de encontrar a fonte de que o sangue e estancar o fluxo. Feridas no estômago e tronco eram frequentemente fatais, ele sabia, e sentiu o pânico subindo nele conforme ele continuava a busca.
— Pare de me apalpar! — Will gritou com raiva, pisando de volta. — É sangue de MacHaddish, não meu!
Horace olhou para ele, sem entender por um momento.
— Não é o seu? — disse.
— Não. Olhe para sua mão onde a flecha bateu. Ele estava derramando sangue em mim enquanto nós lutávamos. Eu estou bem.
E ilogicamente, mesmo nos saltos de uma arremetida repentina de alívio, Horace sentiu sua raiva brotando.
— Sangue dele? Por que você não disse logo? Eu estava desesperado aqui, pensando você que estava sangrando como um porco golpeado!
— Quando você me deu uma chance? — Will disse. — Você estava em cima de mim, me agarrando e virando-me desta maneira e assim!
A raiva, é claro, não era nada mais do que a reação ao choque e medo que ambos sentiram. Mas não era menos real para tudo isso.
— Sinto muito — disse Horace retrucou. — Perdoe-me por estar preocupado com você. Não vai acontecer outra vez!
— Bem, se você chegasse aqui um pouco mais cedo, não teria sido um problema — Will respondeu rapidamente. — Onde raios você estava afinal?
— Onde eu estava? Eu quase fiquei louco tentando encontrar você! É isso que recebo por salvar sua vida? Porque, deixe-me lhe dizer, não parece que você estava melhor do que o nosso amigo aqui.
Ele cutucou o inconsciente MacHaddish com a ponta da bota. O general scotti não fez nenhum som. Mas Will teve a graça de olhar, de repente castigado quando ele percebeu que seu amigo estava certo.
— Sinto muito, Horace. Você está certo. Você salvou a minha vida, e eu sou grato.
— Bem... — agora foi a vez de Horace embaralhar os pés inquietos.
Ele sabia o motivo da raiva aparente de Will. Ele tinha visto isso em muitos soldados que tinham chegado perto da morte e sabia que Will não teve a intenção de ser indelicado.
— Está tudo bem. Não pense sobre isso.
Ele procurou uma maneira de mudar de assunto e percebeu que a oportunidade perfeita estava deitada inconsciente na neve.
— Acho que é melhor levá-lo de volta para Grimsdell — disse ele.
Ele se inclinou e agarrou os braços do scotti à alçada dele e em cima de seu ombro, então percebeu que o braço direito do homem ainda estava soltando sangue.
— Melhor atar isso ou ele vai sangrar em cima de mim — disse ele.
Rapidamente, ele cortou uma tira fora da roupa do homem e envolveu o pulso ferido na mesma. Então, com a ajuda de Will, ele conseguiu colocar o peso morto do general sobre o ombro. Ele torceu o nariz com repugnância.
— Ele não cheira nada bem de perto, não é?
Will deu de ombros.
— Eu estava um pouco ocupado demais para notar.

3 comentários:

  1. Will e Horace, parecem um casal! kkkkkkk. Ri feito uma idiota quando Horace estava apalpando Will!
    Ass: Bina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb ri feito uma tonta Bona.
      Ass: Lua

      Excluir
  2. Amigos, vivem brigando mesmo quando um salva a vidado outro

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!