21 de fevereiro de 2016

Capítulo 30

O homem de camisa cor de salmão estava comendo o quarto pão doce, enfiando grandes pedaços trançados na boca com seus dedos rechonchudos, e de vez em quando aliviava a garganta com um gole de chope gelado.
— Esse é o café da manhã dos campeões — murmurou Vera ao passar por mim com uma bandeja de copos e fazer um barulho de nojo.
Por um instante, senti gratidão por não ser mais encarregada do banheiro masculino.
— Então, Lou! O que um homem precisa fazer para ser servido por aqui? — Ali perto, meu pai se sentara num banco e se debruçava sobre o bar, observando a grande variedade de cervejas. — Preciso mostrar um cartão de embarque para comprar uma bebida?
— Pai...
— Uma viagem rápida a Alicante? O que acha, Josie? Está a fim?
Minha mãe o cutucou.
— A gente devia pensar em fazer isso este ano. Devia mesmo.
— Sabe, até que este lugar não é tão ruim. Depois que a gente supera que aqui as crianças podem entrar num pub de verdade. — Meu pai deu de ombros e olhou para trás onde uma jovem família, cujo voo estava obviamente atrasado, espalhara Lego e passas pela mesa enquanto fazia dois cafés renderem. — Então o que você recomenda, hein, querida? O que é bom aqui?
Olhei para Richard, que se aproximava com sua prancheta.
— É tudo bom, pai.
— Com exceção daquelas roupas — disse minha mãe, observando a saia de Lurex muito curta de Vera.
— São ordens superiores — justificou Richard, que já aguentara duas conversas com minha mãe sobre a objetificação das mulheres no local de trabalho. — Não tenho nada a ver com isso.
— Tem alguma cerveja preta aí, Richard?
— Temos a Murphy’s, Sr. Clark. É muito parecida com a Guinness, mas eu não diria isso a um purista.
— Não sou nada purista, meu filho. Se é líquido e está escrito “cerveja” no rótulo, para mim está bom.
Papai estalou os lábios em aprovação e em seguida um copo foi colocado à sua frente. Minha mãe usou sua “voz social” para aceitar um café. Ela passou a utilizar isso em todos os lugares de Londres, como se fosse um dignitário visitante sendo levado pelo anfitrião para conhecer uma linha de produção. Então essa é a cafeteira, é? Nossa, é impressionante. E que máquina inteligente.
Meu pai deu tapinhas no banco ao lado dela.
— Venha se sentar aqui, Lou. Venha. Quero pagar uma bebida para minha filha.
Olhei para Richard.
— Vou aceitar um café, pai — falei. — Obrigada.
Ficamos sentados em silêncio no bar enquanto Richard nos servia, e meu pai ficou à vontade, como se sentia em todo bar, acenando para os colegas que também frequentavam o local, acomodando-se no banco como se fosse sua poltrona favorita. Era como se as garrafas dosadoras enfileiradas e uma superfície dura sobre a qual apoiar os cotovelos criassem um lar espiritual instantâneo. E o tempo todo ele ficou bem próximo da minha mãe, dando tapinhas agradecidos em sua perna ou segurando sua mão. Eles mal se largavam ultimamente, mantinham as cabeças encostadas uma na outra, rindo feito adolescentes. Era muito revoltante, segundo minha irmã. Antes de ir para o trabalho, ela me contou que quase preferia a época em que eles não estavam se falando.
— Precisei dormir com protetores de ouvido no sábado passado. Dá para imaginar o horror? Vovô estava pálido no café da manhã.
Do lado de fora, um pequeno avião cheio de passageiros desacelerou na pista e taxiou em direção ao terminal. Um homem usando colete refletivo gesticulava com pás para guiá-lo. Minha mãe, sentada com a bolsa no colo, ficou observando a cena.
— Thom ia adorar ver isso — disse ela. — Não ia, Bernard? Aposto que ele passaria o dia inteiro diante daquela janela.
— Bem, ele pode vir agora, não é? É pertinho. Treena podia trazê-lo aqui no fim de semana. Eu também posso voltar caso a cerveja seja boa.
— Foi lindo o que você fez, deixando eles ficarem no seu apartamento. — Minha mãe observou o avião sumir de vista. — Sabe que isso vai fazer toda a diferença para Treena, com o salário inicial dela e tudo o mais, não é?
— Bem, fazia sentido.
— Vamos sentir falta dela, mas sabemos que não pode morar conosco para sempre. Tenho certeza de que ela está valorizando muito isso, querida. Por mais que nem sempre demonstre.
Eu realmente não me importava com o fato de ela não demonstrar. Eu me dei conta de uma coisa no instante em que minha irmã e Thom puseram os pés no meu apartamento carregando seus pertences e pôsteres, meu pai logo atrás levando a caixa com os bonecos dos Predacons e Autobots preferidos do neto: naquele momento finalmente me senti confortável em relação ao apartamento que o dinheiro de Will comprara.
— Louisa contou que a irmã dela está se mudando para cá, Richard? — Minha mãe partia do princípio de que praticamente todo mundo que ela conhecia em Londres era seu amigo e, portanto, tinha interesse em saber de todas as novidades da família Clark. Naquela manhã, ela passara dez minutos aconselhando Richard sobre a mastite da esposa dele e não encontrava nenhum motivo para não ir conhecer o bebê do casal. Por outro lado, Maria, do toalete do hotel, iria com a filha tomar chá em Stortfold dali a duas semanas, sendo assim, minha mãe não estava totalmente errada. — Nossa Katrina é uma menina maravilhosa. Muito inteligente. Se algum dia você precisar de ajuda com a contabilidade do bar, ela é a pessoa certa para isso.
— Vou me lembrar disso. — Richard me encarou e depois desviou os olhos.
Conferi o relógio. Quinze para o meio-dia. Fiquei aflita.
— Você está bem, querida?
Era preciso reconhecer que nada passava despercebido por minha mãe.
— Estou bem, mãe.
Ela apertou minha mão.
— Estou muito orgulhosa de você. Sabe disso, não é? Por tudo o que você conquistou nesses últimos meses. Sei que não foi fácil. — Depois ela apontou. — Ah, olhe! Eu sabia que ele viria. Pronto, querida. É isso!
E lá estava ele. Uma cabeça mais alto que todo mundo, andando um pouco hesitante no meio da multidão, o braço à frente do corpo, como se ainda tivesse medo de que alguém esbarrasse nele. Eu o vi antes que ele me visse e abri um sorriso espontâneo. Acenei vigorosamente, e ele me notou, fazendo um sinal afirmativo com a cabeça.
Quando me voltei para minha mãe, ela me observava com um pequeno sorriso se formando nos lábios.
— É um homem bom, esse aí.
— Eu sei.
Ela passou bastante tempo me olhando, seu semblante era uma mistura de orgulho e outro sentimento um pouco mais complicado. Ela deu tapinhas na minha mão.
— Muito bem — disse, descendo do banco. — Está na hora de você viver suas aventuras.

* * *

Deixei meus pais no bar. Era melhor assim. Era difícil se emocionar na frente de um homem que gostava de citar trechos do manual do League of Legends. Sam conversou brevemente com meus pais – meu pai interrompia de vez em quando com barulhos de sirene – e Richard perguntou pelas lesões de Sam e riu de nervosismo quando meu pai comentou que pelo menos ele se saíra melhor do que meu último namorado. Foram necessárias três tentativas para que meu pai convencesse Richard de que não, ele não estava brincando em relação a Dignitas, e foi tudo muito triste. Talvez tenha sido nesse instante que Richard percebeu que, na verdade, estava muito feliz com a minha saída.
Eu me desvencilhei do abraço da minha mãe, e atravessamos o saguão em silêncio. Segui de braço dado com Sam, tentando ignorar que meu coração batia acelerado e que provavelmente meus pais continuavam me observando. Eu me virei para Sam, sentindo um leve pânico. Pensei que teríamos mais tempo.
Ele olhou para o relógio e depois para o quadro com os horários dos voos.
— Estão tocando sua música — observou ele.
Ele me entregou minha pequena mala de rodinhas. Peguei-a e tentei sorrir.
— Belo traje de viagem.
Olhei para minha camisa com estampa de leopardo e para os óculos escuros estilo Jackie Onassis que eu enfiara no bolso da blusa.
— Escolhi a vibe da alta sociedade dos anos 1970.
— É um belo visual. Para alguém da alta sociedade.
— Então — falei. — Vejo você daqui a quatro semanas... Nova York deve ser agradável no outono.
— Vai ser agradável de qualquer jeito. — Depois ele balançou a cabeça.
— Nossa. “Agradável.” Odeio essa palavra.
Observei nossas mãos, que estavam entrelaçadas. Fiquei olhando fixamente para elas, como se precisasse decorar o toque da mão dele na minha, como se não tivesse conseguido revisar o conteúdo de alguma prova muito importante que viera antes do esperado. Um pânico estranho crescia dentro de mim, e acho que Sam percebeu, porque apertou meus dedos.
— Está tudo pronto? — Ele indicou minha outra mão com a cabeça. — Passaporte? Cartão de embarque? Endereço de onde vai ficar lá?
— Nathan vai me encontrar no aeroporto.
Não queria deixá-lo ir embora. Eu me sentia um ímã danificado, atraída por dois polos. Eu me mantive um pouco afastada enquanto outros casais seguiam juntos para a área de embarque, rumo a suas aventuras, ou se separavam dos braços um do outro com os olhos cheios d’água.
Ele também os observava. Deu um passo para trás, afastando-se de mim com delicadeza, e beijou meus dedos antes de soltar minha mão.
— Está na hora de ir — falou.
Eu tinha um milhão de coisas para dizer, mas não sabia como. Dei um passo para a frente e o beijei, como as pessoas se beijam nos aeroportos, com muito amor e um desejo urgente, beijos que precisam deixar sua impressão no receptor durante a viagem, as semanas, os meses que estão por vir. Com esse beijo, tentei lhe dizer quanto ele significava para mim. Tentei mostrar que ele era a melhor resposta para uma pergunta que eu nem percebera que andava fazendo. Tentei agradecer por querer que eu fosse eu mesma, mais do que queria que eu ficasse. Mas, no fim das contas, acho que só disse que tomei duas xícaras grandes de café e não escovei os dentes.
— Cuide-se — falei. — Não se apresse em voltar para o trabalho. E fique um tempo sem construir nada na sua casa.
— Meu irmão vai assumir o posto de pedreiro amanhã.
— E se não voltar para o trabalho, não fique chateado. Você não é muito bom nesse negócio de não levar tiro.
— Lou. Eu vou ficar bem.
— Estou falando sério. Assim que eu chegar em Nova York vou mandar um e-mail para Donna e dizer que a responsabilizarei pessoalmente se acontecer alguma coisa com você. Ou talvez eu apenas diga para o seu chefe lhe passar trabalhos burocráticos. Ou mandar você para um posto de saúde no norte de Norfolk, onde nada acontece. Ou talvez o obrigar a usar coletes à prova de bala. Será que eles já consideraram a possibilidade de distribuir coletes à prova de bala? Aposto que eu poderia comprar um bom em Nova York se...
— Louisa.
Ele afastou uma mecha de cabelo dos meus olhos. Senti que fiz uma careta. Encostei a cabeça na dele, cerrei a mandíbula e senti seu perfume, tentando roubar um pouco da sua força para mim. E então, antes que eu pudesse mudar de ideia, deixei escapar um “tchau” embargado que poderia ter sido um soluço, uma tosse ou uma risada boba, e acho que nem eu mesma conseguiria distinguir. Depois me virei de costas e andei depressa até a segurança, puxando a mala atrás de mim, antes que eu desistisse.
Para um funcionário cujo rosto eu mal enxergava através das lágrimas, mostrei meu passaporte novo e a autorização de entrada no território americano, que era minha chave para o futuro. E então, enquanto faziam sinal para que eu seguisse em frente, quase por impulso, me virei. Lá estava ele, encostado na barreira, ainda observando. Nossos olhares se cruzaram e ele ergueu a mão espalmada, e levantei a minha em resposta. Guardei essa imagem de Sam na minha mente – o jeito que se inclinava para a frente, a luz batendo em seu cabelo, seu olhar penetrante – em algum lugar onde eu pudesse recuperá-la nos dias solitários. Porque haveria dias solitários. E dias ruins. E dias em que eu me perguntaria que diabo de experiência era essa de que eu tinha aceitado participar. Porque tudo isso também fazia parte da aventura.
Eu te amo, articulei sem emitir som, sem ter certeza se ele conseguia ver o movimento da minha boca dali.
Em seguida, segurando com firmeza meu passaporte, me afastei.
Ele continuaria ali, observando meu avião ganhar velocidade e subir na imensidão do céu azul. E, com sorte, estaria ali, me esperando, assim que eu voltasse.

121 comentários:

  1. Respostas
    1. Isto é muito emocionante choro horrores desdevo outro livro as vezes me pego pensando em Will e Lou e Lily e Sam não como personagens e sim como pessoas realmente acho agora que preciso de terapia :(:(😭

      Excluir
    2. Isto é muito emocionante choro horrores desdevo outro livro as vezes me pego pensando em Will e Lou e Lily e Sam não como personagens e sim como pessoas realmente acho agora que preciso de terapia :(:(😭

      Excluir
    3. Meu Deus 😩😭💔

      Nunca mais me atrevo a ler esse livro... 💔

      Excluir
    4. Amei este segundo livro, mas a primeira história teve mais sabor de entrosamento dos dois.....

      Excluir
    5. Depressão pós termino de livro -_-
      S2

      Excluir
    6. Também fiquei muito triste, e iria ficar muito mas muitooooooO feliz se no próximo livro o Will retornasse, tipo assim, ele poderia não ter morrido e simplesmente enganado a todos para tentar se recuperar, e voltasse para terminar a linda historia com Lou....

      Excluir
  2. Apaixonada por esse livro!
    Apaixonada pela Lou e pelo Sam <3.

    ResponderExcluir
  3. Ester selecionada3 de março de 2016 11:10

    Morta, destruída, acabada! :'(

    ResponderExcluir
  4. Acabou cmg! Tão me achando uma doida aqui por chorar, e foda-se!
    Eu definitivamente preciso de um psicólogo depois desse livro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas desde do primeiro livro que sinto isso rs..😂😂

      Excluir
  5. apaixonada por tudo ,todos. em especial claro o pai da Lou. A Lou. E Sam? Ah Sam,saia desse livro e venha pra minha vida meu qrido. E sempre sempre :Will<3

    ResponderExcluir
  6. Morta, destruída, acabada. Aí JoJo como tem o dom de fazer isso com a gente?

    ResponderExcluir
  7. Deixaraei aqui minha impressao pessoal desse livro:Depois de ler o 1 fica ,meio...digamos dificil,a historia do will faz a gente sofrer demais como se realmente fizesse parte da vida dele,ou melhor ele da nossa,e tem um fim que eu jamais concordaria,mas...seja como for a vida continua,durante o livro 2 tive uma verdadeira mistura de sentimentos quando comecei a ler:ah pelo o amor de Deus,no meio da historia me senti meio sei la meio insuficiente,nao impactada como no primeiro livro,mas depois fui percebendo que é,faz sentido porque as coisas da vida nem sempre sao como gostariamos,mas ainda podem ser boas apesar de tudo,agora...com relaçao a esse final espera mais,mas no fim os fins sempre sao assim,deixam esse vazio em nos?
    Tem continuaçao Karina?vi que tem o filme como eu era antes de vc,acho que fica meio sem graça assitir depois de ler,agnt ja sabe tudo que acontece:P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem continuação sim, Nielly, se chama Depois de você. Tem aqui no blog: http://www.bloglivroson-line.com/2016/02/depois-de-voce.html
      Vai sair o filme em junho, estou ansiosa *-* acho que vou preferir, pq não achei o livro tão maravilhoso assim...

      Excluir
    2. Depois de vc,eu sei eu postei esse comentario assim que acabei de ler depois de vc rs estamos na parte de comentarios dele,acho que voce se confundiu (ja li os dois ate fiz varios comentarios,ou entao fui eu que nao me fiz entender :P )como eu era antes de vc e depois de vc,o que eu queria saber era se se ha ou vai um terceiro livro,mas enfim,creio que nao tera muita graça se tiver acho que gostei mais do primeiro,agora com relaçao ao filme acho que vc pode ter razao pode ser melhor que livro mesmo,eu vi o trailer oficial,so assitindo pra saber,vamos aguardar ne:)

      Excluir
    3. Ah Karina,ia esquecendo:por que voce nao posta a menina feita de espinhos nao sei se vc leu,eu nao li,mas parece muito bom,acho que fala sobre preconceito,alguma coisa assim,nao sei se vc tem interesse,é só uma sugestao...

      Excluir
    4. Ahh sim, eu que me confundi então. Vivo fazendo isso, às vezes não percebo que livro que estou respondendo comentário :P
      Acho que não haverá um terceiro livro - mas também, os fãs não esperavam pelo segundo, então... e estou muito ansiosa pelo filme! *-*

      Excluir
    5. Imagino que de pra confundi com tantos livros e tantos comentarios...tbm to ansiosa pelo filme embora minha fase de sofrer pelo Will ja passou rs leitor eh uma coisa interessante uma hora superenvolvido numa historia de repente ja ta em outra,(agora to aqui tentando entender os mistrios da nora e do Patch)mas quando filme sair acho q vai ser bem legal sim:)

      Excluir
  8. Karina, adorei os dois livros, porém eu amei o segundo. Vai ter continuação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que não, Larissa!

      Excluir
    2. seria muito interessante ver a continuação dessa estoria

      Excluir
  9. Achei médio. Nada de lindo e incrível que o pessoal postou acima. A Lou viaja demais. A jojo viaja demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma eterna viagem né ? Hahahahahaha
      Eu comecei a gostar do 2 livro quase no final.

      Excluir
  10. Amei os dois livros. Já sinto um vazio sempre que acaba um livro que gosto muito. Se tivesse o 3 o 4 etc adoraria. É estranho a sensação de não ter nada legal para ler daqui para frente. Parabéns Jojo.

    ResponderExcluir
  11. é "decepticons" e ñ "predacons" u.u kkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Nossa até que enfim deu tudo certo , amei os dois livros, agora voltar a viver kkkk
    Natália

    ResponderExcluir
  13. Show,mesmo nao concordando com a morte do will no primeiro livro.

    ResponderExcluir
  14. Esse livro foi perfeito pra me nesse momento, tô passando por tudo que a Lou passou e penso como ela... Chorando aqui até sair o 3° contando sobre a vida dela em NY;)

    ResponderExcluir
  15. Esse livro foi perfeito pra me nesse momento, tô passando por coisas que a Lou passou e penso como ela... Chorando aqui até sair o 3° contando sobre a vida dela em NY;)

    ResponderExcluir
  16. Gente essa jojo acabou comigo, nesses dois livro... Apaixonada por cada linha

    ResponderExcluir
  17. Francamente eu li o primeiro livro e foi muito impactante me emocionei muito no livro inteiro. A morte do Will foi realmente desnecessária. Poderia ser uma história de amor linda...mas não foi...ele não a amou como ela... preferiu a morte... Esse segundo livro não me empolgou muito não...era melhor ficar no primeiro livro e deixar o Will viver!

    ResponderExcluir
  18. Adorei ambos! Pena que acabou meio que sem final :/

    ResponderExcluir
  19. Querida Karina, muito obrigada pelas postagens, amei os dois livros, o Quem eu era antes de você me abalou as estruturas, e olhe que estou acostumada a ler muito, uma história muito sensível. Um abraço

    ResponderExcluir
  20. Eu simplesmente amei esse livro! Foi muito bom poder conhecer essa historia. Li os dois e me emocionei bastante, so n gostei do will ter morrido, mas mesmo com isso a historia foi boa e muito empolgante eu realmente amei pena q acabou ... Mas valeu muito a pena ter lido, adorei!

    ResponderExcluir
  21. destruída, mas foi tão bom ler esses dois livros ❤ ai cara to chorando

    ResponderExcluir
  22. Genteeeee, que é isso?!?!?!?! Passei o livro inteiro com o coração na mão. Achei que pelo menos teria um final felizes para sempre... ¬¬ Porque eu gosto de me iludir, hahahahahaha. O primeiro livro eu li na biblioteca municipal e até entendi a morte do Will, doeu, mas entendi... Mas esse aqui acabou com meu coraçãozinho... U.u..
    Parabéns Karina, por mais um livro maravilhoso. Beijocas estreladas e até o próximo.
    PS: Só não estou chorando porque li o livro em pedaços e não de uma vez só, hahahahahahahahaha. =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lica, de nada :) fico feliz que tenha gostado, e que não esteja desidratada de tanto chorar como nós ficamos! heuaehuaheu

      Excluir
  23. DEPOIS DE LER OS 2 LIVROS E CHORAR, MORRER, RIR E FICAR SUPER SENSIVEL A TUDO. EU QUERO LE-LOS DE NOVO E DE NOVO.
    MAIS PERFEITO IMPOSSÍVEL. E POR INCRÍVEL QUE PARECE SINTO FALTA DE WILL COMO SE ELE REALMENTE TIVESSE PARTICIPADO DE MINHA VIDA. ASSIM COMO AGORA IREI SENTIR FALTA DE TODOS COMO SE FOSSEM UMA FAMILIA DISTANTE EM QUE NAO POSSUO MUITO CONTATO.

    ResponderExcluir
  24. O primeiro livro foi realmente incrível... Já esse achei um pouco sem graça.
    De 1 a 10 eu daria nota 6.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo ! o final foi meio sem graça...

      Excluir
  25. Maravilhoso. Me apaixonei por Will antes e me apaixonei por Sam agora. E que família é essa da Lou, kkkk. Livros emocionantes.

    ResponderExcluir
  26. Quase entrei em depressão com os dois livros. Senti muita falta do will, queria que ele não tivesse morrido.

    ResponderExcluir
  27. SAMMMMMMMMM EU TE AMO!!! BERNARD PAI DA LOU - VOCÊ ME FEZ RIR MUITO NOS 2 LIVROS!!!! LOU VC É TANSA, BEM RETARDADA AS VEZES... MAS EU TE AMO <3 LILLY TE DESEJO O MELHOR. BEIJOS KARINAAAAAAAAA VALEU PELOS LIVROS

    ResponderExcluir
  28. Karina amei o blog os dois livros foram demais chorei muito mas ri bastante também a familha da lou é demais obrigada por postar

    ResponderExcluir
  29. Sentimentos confusos invadem o meu pensamento...
    Como uma história pode invadir a sua vida e fazer você pensar em milhares de alternativas que poderiam ser e não foram...
    Talvez se nós tivéssemos a versão de Will, eu compreenderia sua dores física e da alma. Talvez eu entenderia, porque o amor por Lou não foi o suficiente...
    Enfim, termino esta leitura imaginando que Lou é um ser humano especial e que não mudou seus princípios mesmo diante de tanto sofrimento...

    ResponderExcluir
  30. Particularmente,gostei mais do primeiro livro, mas a continuação também foi muito boa, com muitas emoções, risos e lágrimas. Amo romance, e me apaixonei pelo romance da lou tanto com wil, quanto com o Sam.
    Digamos que eu esperava mais do segundo livro, achei que teve muita enrolação em certas partes...
    Enfim... Vlw Karina, muito bom!

    ResponderExcluir
  31. gostei muito dos dois livros . rir.chorei .mais fazer parte da vida

    ResponderExcluir
  32. Até que gostei do final.
    Esse livro não é tão envolvente como o 1º teve partes que achei muito chatas, e quando comecei a ficar vidrada msm foi quando o Sam foi baleado (tipo quase no fim 😒)
    Vou sentir falta da família da Lou!!!
    Lily tomou jeito \o/
    O Sam é lindo, pena que não teve mais cenas românticas com a Lou.
    O bom é que não fiquei tão apegada a esse livro pq no 1º fiquei mto mal

    ResponderExcluir
  33. Nossaaaaa....
    Que história, estou completamente ansiosa e esperançosa para que tenha continuação.
    Simplesmente amei, não conseguia parar de ler.

    ResponderExcluir
  34. Olá, pessoal!
    Amei ambos os livros. Quase morri de chorar com "Como eu era antes de você" e me emocionei imensamente com "Depois de você". Mas confesso que levei um baita susto no capítulo 27: o livro veio com erro de impressão, acreditam? Só tinha a primeira página do capítulo 27 e na sequência era uma história "nada a ver" estilo "Cinquenta tons de cinza" e eu quase tive um troço! NÃO ACREDITO QUE ACABA ASSIM! NÃO PODE SER! TEM ALGO ERRADO! OMG! Foi então que decidi entrar na net pra pesquisar e vocês me salvaram rsrsrs. Terminei de ler aqui no "Livros on-line". AMEI o final! Lindoooo... Obrigada por terem salvado o domingo.

    Beijos, Aline Caetano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Aline, sério? :O meus deuses! Fico feliz por vc ter encontrado o blog então, e por poder ajudar. Espero que vc tenha voltado à livraria, ou ao site, e reclamado desse erro de impressão! Assim não dá, poxa, bem no finalzinho!
      De nada, e espero que continue a ler mais livros por aqui :)

      Excluir
  35. Ao longo do livro ouvi as pessoas reclamarem ( claro, opiniao cada uma tem a sua) portanto tenho a minha!
    Amei esse livro ♥ de todo o coraçao e nao tenho nada do q reclamar!
    Cada pessoa muda, ( eu amo as roupas extravagantes da Lou) mas ela mudou,assim como todo mundo, mas ela continua a mesma menina meiga, doce , engraçada!
    Perder alguem eh algo doloroso e isso nos muda por dentro, ateh agora qeria q o Will tivesse vivo e eles fikassem juntos, normal ela ter insegurança, medo, tristeza, mas no Final ela deu a volta por cima com a ajuda da Lilly, do sam e fikei feliz com o final! Amei a Filha do Will, mesmo as vezes ela sendo revoltada, e a familia da Lou EH REALMENTE A MELHOR, dei varias risadas! Goztei da mae do Will sendo destacada, mostrando um lado bom dela. Senti falta do nathan, E a Jojo nos deu o q ela realment sabe fazer ao escrever uma obra , momentos alegres, tristes e emocionantes, engraçado um livro q tem todos os sentimentos q um leitor espera !!!

    ResponderExcluir
  36. ja gostei , ela tem que superar mesmo , ela não pode viver com o sofrimento dele ter morrido , ela ia ter que ser feliz com alguem mas cedo ou mas tarde , porque essa er a vida não podemos inssistir no nosso passado , amei o livro quero o 2 filme e ja amei o Sam ..

    ResponderExcluir
  37. Amei esse livros destruio meus sentimentos😍💔,Ka se vai posta o livro Belo Desastre? Queria sabe bjs...

    ResponderExcluir
  38. Como assim acabou????????? Eu não entendo , eu quero o Will vivo, tinha essa esperança, até o ultimo capítulo, eu só quis ler por isso!! Will morreu mesmo??? Ele não está em Nova york??? Odeio essa escritora, ela fez um final simplesmente lindo! Mas eu quero Will vivo! Fiz até fantasia na minha mente Will vivo em Nova york com Nathan, porque só queira dar espaço paara seus pais, se afasta da Lou, para ela ter uma vida normal, e se arriscar em uma operação que poderia morre, mas nesses 2 anos ele melhorou, e já deu uns passos, e porque Lou não seguiu em frente falou para Nathan oferecer o emprego, e quando ela chegar em Nova York teria surpresa!! Eu queria esse final! Simplesmente odeio esse livro !!! Odeio o Sam, mentira ele foi tudo para Lou conseguir seguir em frente, mas ainda quero Will!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita Cinthia, que sonho seria, hein? ehauehuaheuahe eu mataria o Will se ele fizesse isso. Já pensou todo esse sofrimento causado por nada?

      Excluir
    2. Concordo com voce Cinthia, seria o final perfeito, bem estilo de Will...esperando uma fic que pense nisso...

      Excluir
  39. Eu achei até interessante a história.Mas continuo achando a morte do will desnecessária .E eu gostei do Sam mas para min sempre será WILL TRAYNOR!!!!FOREVER!!!Porque pra min o livro tinha que mostrar como o amor de lou salvou o WILL que mesmo ele tendo ficado tetraplégico a vida dele nao acabou sendo que isso serviria até de estímulo para outras pessoas que infelizmente estão nessa triste situacao .Então ainda prefiro mil vezes o primeiro livro!!!Mesmo chorando demaais com a morte do will!!!

    ResponderExcluir
  40. Eu achei até interessante a história.Mas continuo achando a morte do will desnecessária .E eu gostei do Sam mas para min sempre será WILL TRAYNOR!!!!FOREVER!!!Porque pra min o livro tinha que mostrar como o amor de lou salvou o WILL que mesmo ele tendo ficado tetraplégico a vida dele nao acabou sendo que isso serviria até de estímulo para outras pessoas que infelizmente estão nessa triste situacao .Então ainda prefiro mil vezes o primeiro livro!!!Mesmo chorando demaais com a morte do will!!!

    ResponderExcluir
  41. Amei, foi perfeito. Acredito que foi o melhor final para Louisa, amei.
    PS: Saudades do Wiil forever.

    ResponderExcluir
  42. Como assim acabou...
    Estava preparada pra tudo menos pra isso.

    ResponderExcluir
  43. Lindo demais, chorei,ri, pensei n vida, muito lindo,adorei...

    ResponderExcluir
  44. nossa simplesmente perfeitos amei cada capitulo li os dois.... esperava que Sam iria atras de Lou... mais eu amei mto obgda por ter nos dado a honra desse compartilhamento conosco ;)

    ResponderExcluir
  45. Acho que depois dessa continuação entendo mais a decisão do Will, não acho que ele não amou Lou o suficiente, pelo contrário, a amou tanto que preferiu que ela vivesse tudo que seria capaz de viver se não estivesse 'ligada' à ele. Fiquei feliz que ela encontrasse um bom homem como Sam, e entendesse que podia amar e ser feliz sem a culpa de estar 'traindo' Will. Quanto à decisão da autora em realmente ter dado fim à vida de Will, acho que deveríamos nos colocar no lugar de alguém vivendo nas mesmas condições, pode-se sim ser feliz e seguir em frente e descobrir que estar vivo é um privilégio, mas me parece que ele se sentia um peso e ninguém foi capaz de lhe provar o contrário, uma pena. Mas independente das circunstancias da morte, que eu inclusive não concordo, a lição é que a vida sempre continua... Para quem já perdeu alguém que tanto amou, sim, com muita saudade, a vida continua...

    ResponderExcluir
  46. Esse livro realmente fez uma grande diferença para mim! Quando terminei de ler Como eu era antes de você, eu senti um enorme vazio dentro de mim, ficava pensando "é só isso, acabou", mas ai eu vi que tinha continuação e embarquei nessa aventura de Depois de você. Esse livro acabou com o vazio que eu estava sentindo! É muito bom saber que todos tiveram um final feliz.

    ResponderExcluir
  47. Nada contra mas N chorei tanto nesse livro, sla, prefiro o primeiro mesmo. Depois de ler esse segundo livro a gente acaba meio que entrando de luto pelo will, rindo das confusões da lou e entendendo como a vida funciona, nunca as coisas acontecem como a gente quer, isso é apenas um fato. Enfim, will me ensinou a viver e louisa me mostrou que a gente tem que correr riscos as vezes e deixar viver, aproveitar enquanto ainda temos tempo.

    ResponderExcluir
  48. Gostei do livro, mas prefiro cm eu era antes de vc( o filme e lindo),ainda n consigo imaginar o will morto e a lou sem ele, n da!

    ResponderExcluir
  49. Para mim os dois livros sao perfeitos, chorei muito como final do primeiro, e ja o segundo eu chorei do comeco ao fim. Senti muitas saudades do Will<3<3 meu personagem preferido
    Obrigada Karina por compartilhar estes livros maravilhosos!!!

    ResponderExcluir
  50. como assim? acabou?
    ela vai precisar escrever quantos livros dessa personagem,para q tenha um final satisfatório?

    ResponderExcluir
  51. Não chorei neste livro como todos diziam nos comentários, mas simplesmente perfeito... queria uma continuação ;-; PS: em "como eu era antes de você" me acabei de chorar ;-; e não eu não sou uma insensível. 😘

    ResponderExcluir
  52. SABE LI OS DOIS LIVROS E APESAR DE AMAR O WILL E ATÉ CONCORDAR COM O QUE ELE FEZ,PERCEBO QUE ELE FOI UM GRANDE EGOÍSTA E REALMENTE NUNCA AMOU A LOU, ALIAS ELE NÃO AMAVA NINGUÉM, ALEM DELE MESMO.
    E A LOU COITADA, ILUDIDA, SEMPRE COLOCANDO A NECESSIDADE DOS OUTROS NA FRENTE DAS SUAS, NÃO ESTUDOU, NÃO FEZ NADA, É UMA VERDADEIRA ÁGUA PARADA RSSSS, SABE PORQUE TODOS OS LEITORES SENTEM FALTA DO WILL? POR QUE ELE É PILAR DESTE LIVRO, RSSSS ESTOU FRUSTADA COM ESTE ULTIMO LIVRO, A LOU É MUITO INDECISA O LIVRO FALTOU ALGUÉM PARA GUIA LÁ, TIPO O EGOÍSTA DO WILL. RSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  53. amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei,amei,chorei,emocionei

    ResponderExcluir
  54. O maisssssssss é que lí mais de uma vez os dois livros,vê se pode uma coisa dessas?!? Leio, leio e não me canso ♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  55. Bom eu li os dois livros. Como eu era antes de Você foi simplesmente o livro que acabou comigo, MESMO !!! Fiquei dias desanimada tinha parecido que alguem da minha familia tinha morrido SÉRIO!! Chorava toda hora que lembrava do Will esse livro destroiu meu coração e de todos os outros leitores tenho certeza!! Bom Depois de Você foi um livro surpreendente porque a Lou muito ensegura de si mesma evoluiu muito ao longo do Livro eu também amei muito esse livro não quanto eu amei o anterior chorei sim também nesse livro (mas confesso que chorava mesmo quando falavam do Will) que falta ele fez nesse livro nossa! Bom por fim esses dois livros me emocionou muito simolismente amei, vou sentir muita falta de todos da Lou (do will já sinto falta desde que ele tomou a decisão de se suicidar) do Sam também pq ele foi um amorzinho com a Lou, vou sentir saudades da familia Clark, JoJo Moyes fez esses maravilhosos livros pra ler mais não me ensinou a viver sem eles!! Ain mds tem que ter q continuação da Lou em NY mais eu creio que não vai ter!! Bom é isso, Obrigada blog, realmente me fez muito feliz de ler esses dois livros aqui ...

    By: "Carol Clark" ops "Carol Traynor"

    ResponderExcluir
  56. paralisada aq, n acredito que acabou :(

    ResponderExcluir
  57. Aprendi a amar... obrigada Jojo! ♥

    ResponderExcluir
  58. ESTOU AQUI PRA DAR A MINHA OPINIAO!
    BOM QUANDO LI A PRIMEIRO LIVRO "COMO EU ERA ANTES DE VOC" EU ADOREI TUDO A GEITO Q ELA FOI CONTADA O LIVRO REALMENTE me PRENDEU TERMINEI DE LE BEM RAPIDO E QUANDO ACABOU FIQUEI COM AQUELE GOSTO DE QUERO MAIS AI LOGO COMECEI LER ESTE "DEPOIS DE VOC" FIQUEI DECEPCIONADA ACHEI UM LIVRO CHATO SEM EMOCAO COMECAVA A LER E ME DAVA SONO DEMOREI MUITO PRA TERMINAR DE LE "A UNICA PARTE Q ACHEI BOA FOI A QUE SAM TOMOU UM TIRO"
    SOBRE FILME TBM N GOSTEI FALTO MUITAS COISAS TEM FALAS TROCADAS COISAS Q N ACONTEU TIPO " O PAI DA LOU N APOIOU ELA IR A MORTE DE WIL COMO APARECEU NO FILME" MAIS EM FIM O PRIMEIRO LIVRO FOI BOM . KK

    ResponderExcluir
  59. Amei os dois livros!
    Fiquei triste com a morte de WILL, mas foi uma linda historia...
    Se ele não tivesse morrido , não teria o segundo livro que foi lindo também, com outro personagens, historias de superação e recuperação de muitos.
    Me emocionei demais!
    Mylla Araújo

    ResponderExcluir
  60. Meninas, li Como era antes de vc, que me levou há uma viagem de todas as pessoas maravilhosas que já passaram pela minha vida e tiveram seu significado especial, muitas permanecem presentes, outras como um contato, e infelizmente com ou sem morte muitas partiram. Percebi também, que de fato o livro fala sobre seguir, porque a vida deixam marcas, assuntos inacabados, palavras que nunca serão ouvidas, ou expressadas pra alguém que partiu ou quis ir... A morte de Will me devastou,entretanto a superação de Lou, sua dor, o vacuo logo preenchido pelo novo, me alegrou, pois se Will, não tivesse passado pela vida dela ainda de maneira intensa e arrasadora, que deslocou ela de um mundo pacifico e acomodado, para um amor puro sem intenções secundárias,que a sabotou para este futuro lindo, e nele esta LILY, SAM... Isso me preencheu! A.M.E.I.
    Enfim li que JOJO continuara por mais dois livros, então até ás próximos capítulos.

    ResponderExcluir
  61. Li esse capítulo e fui procurar o outro e estou simplesmente chocada!!! Acabou....e agora...??? Acho que pra sempre vou levar eles comigo, a bondade de Lou, as coisas que Lily falara rsrsr, a grande familia, o amor e o porto seguro de Sam e o jeito único e inigualável de Will....

    ResponderExcluir
  62. Adorei toda a história, os dois livro são simplismente maravilhoso, e sua superação a cada novo acontecimento. Sam da ambulância que foi perfeito.amei amei amei

    ResponderExcluir
  63. legal mas gostei mais do primeiro livro

    ResponderExcluir
  64. Adorei tudo....uma linda historia de Amor!

    ResponderExcluir
  65. Ola,li os 2 livros, gostei mais do 1. Acho q nao precisava de uma continuaçao.
    Achei o seguno Livro bem cansativo.

    ResponderExcluir
  66. Achei que o final ficou meio no ar. Quando a Lou finalmente se encontra, está feliz, com um namorado e amigos. Ela vai para um lugar desconhecido,ficar triste e sozinha de novo, parece que ela continua fugindo de alguma coisa! Essa relação a distancia acho que não vai durar..

    ResponderExcluir
  67. Lindo, lindo e lindo! Amo final feliz!

    ResponderExcluir
  68. ai meu coração, apaixonada pelo SAM

    ResponderExcluir
  69. Ai agora estou me sentindo em cacos depois de ler esses dois livros!! Me sentindo Órfã ... Alguém pra indicar outros livros para que eu posso preencher essa lacuna deixada pelo Will .. Lou .. Sam .. Lily ???...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A hospedeira <3 Quem é você, Alasca, Cidades de papel, A culpa é das estrelas..

      Excluir
  70. Quero a Contunuação da louisa em a Nova York... Por favor

    ResponderExcluir
  71. To com os olhos ainda embargados com esses livros me apaixonei por todos os personagens são incríveis fiquei indignada, chorei,e igual ao sam quase estorei de rir com os pais de lou obrigada jojo por nos proporcionar uma história tão incrível e karina por postar

    ResponderExcluir
  72. Sabe os dois livros sao ptimos o filme e bem interessante
    SO QUE EU TO SUPER DESTRUIDA MAL COMO SE EU ESTIVESSE PERDIDO O WILL E ISSO NAO E NORMAL E NEM MESMO SAM FOI CAPAZ DE SUPRIR A FALTA QUE EU SINTO DELE ,
    ENFIM GOSTEI DOS LIVROS SO QUE ESSE AGORA LENDO A HISTORIA JA NAO APARECIA MAIS A LOU E SIM OUTRA LOU ALGUEM QUE DEPOIS DA MORTE DE WILL
    TOMOU LUGAR DELA E NEM COM O SAM ELA FOI A MESMA ,
    Ass: tassiane alessandra
    Estou desposta a descutir sobre o livro

    ResponderExcluir
  73. Destruída 💔😭.... Que fim é esse gente????? Pelo amor de Deus 💔

    ResponderExcluir
  74. O primeiro livro é fantástico, realmente amei ... O dois muito bom, mas Lou gente que pessoa difícil de andar pra frente ... inacreditável como tudo que o Wil ensinou a ela foi esquecido. E o fim esperava que o Sam fosse com ela.

    ResponderExcluir
  75. No começo eu achei que esse livro era só um tapa buraco,para amenizar o que aconteceu com o Will,mas eu estava enganada. Lou nunca vai deixar de amar o Will,mas isso não quer dizer que ela não tenha seguido em frente.Esse livro me mostrou que para cada fim,há sempre um recomeço,e eu não acreditava nisso,não acreditava até terminar esse capítulo,mas eu estava enganada.Nunca me senti tão feliz por não ter razão de algo.

    ResponderExcluir
  76. Hammmm, perfeito ,refleti muito sobre tudo.nao vou perder o meu (Sam),por bobeira . Te amo Rogério! Tenho a segunda chance vou aproveitar.

    ResponderExcluir
  77. Gente... NÃO acredito que acabou!!! Já estou com saudades, esse livro me fez rir e chorar tanto... pft! Quero o próximo! Eu preciso!

    ResponderExcluir
  78. Me sinto tão perdida quando acabo de ler um livro...
    E agora, sem a Lou... Me apeguei tanto... :'(

    ResponderExcluir
  79. Fico feliz em saber que essa história ñ é real! Simplesmente ñ consigo esquecer Will!😢

    ResponderExcluir
  80. Fico feliz em saber que essa história ñ é real, ñ consigo esquecer Will e ñ consigo me imaginar no lugar de Lou e Lily!😢😭

    ResponderExcluir
  81. Karyna,posta A Ultima Carta de Amor, por favor?

    ResponderExcluir
  82. Ué, gente como assim? é assim q acaba o livro? '-'...karaks... sinceramente, qro uma continuação oh.. S.M

    ResponderExcluir
  83. Bom quem não sofre com uma perda? Mais a vida continua, confesso que não aceitei bem o segundo livro, sabe é como se o primeiro livro fizesse eu sentir as emoções que eles sentiam, O segundo faltou inspiração , não que seja ruim o livro ou algo do tipo, mais é que o primeiro me fez sentir todo tipo de sentimento junto, uma explosão, que o segundo livro não conseguiu me passar, talves pela falta do Will, com seu jeito unico de ser, viver, amar enfim <3 ps: Ri mt com a familía de Lou e com as galinhas e suas personalidades kkkk - Val

    ResponderExcluir
  84. Melhor livro da minha vida simplesmente apaixonada por Sam
    Louisa de sorte
    Depois de uma grande perda se deu a chance de amar novamente
    Só não gostei do final deveria terminar com ela voltando pra ficar com ele..

    ResponderExcluir
  85. Acho que poderia ter a continuação desse também né kkkkk 😍😍😍😍😍

    ResponderExcluir
  86. Adorei,chorei,ri muito,me questione quanto ao rumo da minha vida, é simplesmente fantástico essa história parabéns à aurora.

    ResponderExcluir
  87. nossa que livro emocionante eu quase nao dormi como tantas emoções acabei de ler estou sem fôlego até agora . ja quero ler outro saber se vai da certo o trabalho é seu amor a distância por sam. massa

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!