8 de fevereiro de 2016

Capítulo 1

As cortinas que balançavam ao vento da tempestade foram o único indício da entrada dela. Ninguém havia reparado quando escalou a parede do jardim da mansão escura, e com o trovão e o vento fustigante do mar ali próximo, não a ouviram subir agilmente pelo cano, impulsionar o corpo até o batente da janela e entrar despercebida no corredor do segundo andar.
A campeã do rei pressionou o corpo contra uma alcova ao ouvir ruídos de passos se aproximando. Escondida por uma máscara preta e um capuz, ela desejou se misturar às sombras, se tornar nada além de um filete de escuridão. Uma serva se dirigiu com passo arrastado à janela aberta, resmungando ao fechá-la. Segundos depois, a moça desapareceu escada abaixo, na outra ponta do corredor. Não reparou nas pegadas úmidas no piso de tábuas.
Um relâmpago piscou, iluminando o corredor. A assassina respirou fundo, repassando o esquema que memorizara arduamente durante os três dias que passou observando a mansão nos limites da Enseada do Sino. Cinco portas de cada lado. O quarto de Lorde Nirall era o terceiro à esquerda.
Ela tentou ouvir se mais algum servo se aproximava, mas a casa permanecia em silêncio conforme a tempestade urrava ao redor.
Silenciosa e com a sutileza de um fantasma, a campeã seguiu pelo corredor. A porta do quarto de Lorde Nirall se abriu com um leve rangido. Ela esperou pelo próximo rugido de trovão para fechar a porta atrás de si com cuidado.
Outro flash de relâmpago iluminou duas figuras dormindo na cama com dossel. Lorde Nirall não tinha mais que 35 anos, e a mulher dele, de cabelos pretos e linda, dormia profundamente nos braços do marido. O que tinham feito para ofender o rei tão gravemente a ponto de ele desejar a morte dos dois?
A assassina seguiu pé ante pé até a beira da cama. Não cabia a ela fazer perguntas. Seu trabalho era obedecer. E sua liberdade dependia disso. A cada passo em direção a Lorde Nirall, ela repassava o plano novamente.
A espada da assassina deslizou para fora da bainha com um gemido quase inaudível. Ela respirou fundo e estremeceu, preparando-se para o que viria a seguir.
Os olhos de Lorde Nirall se abriram no momento em que a campeã do rei ergueu a espada sobre a cabeça dele.

10 comentários:

  1. Melhor começo não existe!
    Tô adorando essa série!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Adoro inícios impactantes da mais adrenalina.

    ResponderExcluir
  4. Estou amando, não consigo parar de lê.

    ResponderExcluir
  5. Terminei o primeiro agora e já chego no segundo livro com um capítulo desses é de enlouquecer.
    O meu problema é ler uma série inteira como se fosse apenas um livro. Tendo três ou doze livros é sempre assim, então é horrível quando ainda não lançaram o último livro. É como parar, para mim, na metade de um livro, é como esperar terminarem de lançar o último episódio de um anime. É terrível. Ainda mais que em três dias no máximo, já leio os outros três.

    ResponderExcluir
  6. Já acabei um, e virando a página!!!

    ResponderExcluir
  7. eu já li todos q estão aq no blog, gostei tanto q vim pra ler de novo!!!!!!!

    amo esse começo!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!