31 de janeiro de 2016

Capítulo 9

Celaena ficou sorrindo diante do espelho de jacarandá.
Ela passou uma das mãos pelo vestido. Renda branca como espuma do mar florescia pelo decote ondulante, espalhando-se sobre seus seios a partir do oceano de seda verde-escuro que constituía o vestido. Uma faixa vermelha cobria-lhe a cintura, formando uma seta invertida que separava o corpete da explosão de saias abaixo. Estampas feitas de miçangas verde-claro bordavam espirais e arabescos ao longo do vestido todo, e alinhavos cor de marfim se estendiam na altura das costelas. Presa dentro do corpete estava a pequena adaga improvisada com os grampos de cabelo, embora cutucasse impiedosamente o peito de Celaena. Ela ergueu as mãos para tocar os cabelos enrolados e presos.
Celaena não sabia o que planejava fazer depois de vestida, principalmente se tivesse de se trocar antes do início da competição, mas...
Saias farfalharam à porta, e Celaena ergueu os olhos de seu reflexo e viu Philippa entrar. A assassina tentou não se empertigar, mas falhou terrivelmente.
— É uma pena você ser quem é — disse Philippa, virando-se para encarar Celaena. — Eu não ficaria surpresa se conseguisse fisgar algum lorde com quem se casar. Talvez até mesmo Sua Alteza, se você for encantadora o bastante. — Ela ajustou as dobras verdes do vestido de Celaena antes de se ajoelhar para limpar as sandálias cor de rubi da assassina.
— Bem, parece que os boatos já sugerem isso. Ouvi uma garota dizer que o príncipe herdeiro me trouxe aqui para me cortejar. Achei que toda a corte soubesse sobre essa competição idiota.
Philippa se levantou.
— Quaisquer que sejam os boatos, tudo será esquecido em uma semana, espere e verá. Deixe-o encontrar uma nova mulher de que goste e você desaparecerá dos sussurros da corte. — Celaena se esticou quando Philippa consertou um cacho rebelde. — Ah, não foi uma ofensa, bonequinha. Moças bonitas são sempre associadas ao príncipe herdeiro, deveria se sentir lisonjeada por ser atraente o bastante para ser considerada amante dele.
— Eu preferiria não ser vista dessa forma.
— Melhor do que como uma assassina, imagino.
Celaena olhou para Philippa, então gargalhou.
Philippa balançou a cabeça.
— Seu rosto fica muito mais bonito quando sorri. Até mesmo feminino. Muito melhor do que aquela careta que sempre exibe.
— Sim — admitiu Celaena — você pode estar certa. — Ela indicou que iria se sentar no otomano malva.
— Ah! — exclamou Philippa, e Celaena congelou e ficou de pé imediatamente. — Vai amassar o tecido.
— Mas meus pés doem nestes sapatos. — A assassina franziu a sobrancelhas de modo sofrido. — Não pode esperar que eu fique de pé o dia todo? Mesmo durante as refeições?
— Somente quando alguém me disser como você está linda.
— Ninguém sabe que você é minha criada.
— Ah, eles sabem que fui designada para a amante que o príncipe trouxe para o Forte da Fenda.
Celaena mordeu o lábio. Seria algo bom ninguém saber quem ela realmente era? O que pensariam seus concorrentes? Talvez uma túnica e calças tivessem sido melhores.
Celaena estendeu a mão para mover um cacho que lhe coçava o pescoço, e Philippa afastou essa mão com um tapa.
— Vai estragar o cabelo.
As portas do apartamento de Celaena se escancararam, seguidas por um familiar rosnado e passadas. Ela observou pelo espelho enquanto Chaol surgia à porta, ofegante. Philippa fez uma reverência.
— Você — começou ele, então parou quando Celaena o encarou. As sobrancelhas de Chaol se abaixaram enquanto os olhos do capitão percorriam o corpo da assassina. A cabeça dele se inclinou, e o homem abriu a boca para dizer algo, mas apenas sacudiu a cabeça, exibindo uma expressão de irritação. — Lá em cima. Agora.
Celaena fez uma reverência e ergueu o rosto para ele com as pálpebras abaixadas.
— Aonde vamos, por favor?
— Ah, não seja cínica comigo. — Chaol segurou-a pelo braço e guiou-a para fora do quarto.
— Capitão Westfall! — brigou Philippa. — Ela vai tropeçar no vestido. Pelo menos deixe que segure as saias.
Celaena de fato tropeçou no vestido, e os sapatos arranharam seus calcanhares de modo bem feio, mas Chaol não ouvia as objeções de Celaena conforme a arrastava até o corredor. A assassina sorriu para os guardas do lado de fora da porta, e o sorriso de Celaena se tornou malicioso quando os homens trocaram olhares de aprovação. A mão do capitão a segurou mais forte, até doer.
— Depressa — disse ele. — Não podemos nos atrasar.
— Talvez se tivesse me avisado com antecedência eu teria me vestido mais cedo e você não teria de me arrastar!
Era difícil respirar com o corpete esmagando-lhe as costelas. Enquanto subiam apressados uma longa escadaria, Celaena levou uma das mãos aos cabelos para se assegurar de que não haviam desmanchado.
— Minha mente estava em outro lugar; por sorte você estava vestida, embora eu desejasse que tivesse usado algo menos... elaborado para ver o rei.
— O rei? — Celaena agradeceu por ainda não ter comido.
— Sim, o rei. Achou que não o veria? O príncipe herdeiro lhe contou que a competição começaria hoje, essa reunião marcará o início oficial. O trabalho de verdade começa amanhã.
Os braços de Celaena ficaram pesados, e ela se esqueceu dos pés doloridos e das costelas esmagadas. No jardim, o esquisito e excêntrico relógio da torre começou a soar a hora. Eles chegaram ao topo da escadaria e correram por um longo corredor. Celaena não conseguia respirar.
Enjoada, ela olhou pelas janelas que ladeavam a passagem. A terra estava muito longe – muito, muito longe. Estavam no anexo de vidro. Ela não queria estar ali. Não conseguia ficar no castelo de vidro.
— Por que não me disse mais cedo?
— Porque ele acabou de decidir ver você. Originalmente, tinha dito que seria esta noite. Espero que os outros campeões cheguem mais atrasados do que nós.
Celaena sentia que desmaiaria. O rei.
— Quando entrar — falou Chaol, por cima do ombro dela —, pare onde eu parar. Curve-se... bastante. Quando erguer a cabeça, mantenha-a alta e fique de pé, ereta. Não olhe nos olhos do rei, não responda a nada sem acrescentar “Vossa Majestade” e não, sob circunstância alguma, seja insolente. Ele a enforcará se você não o agradar.
Celaena estava com uma dor terrível na têmpora esquerda. Tudo era nauseante e frágil. Estavam bem no alto, tão perigosamente no alto... Chaol parou antes de dobrar uma esquina.
— Você está pálida.
Ela estava com dificuldades para visualizar o rosto do capitão enquanto inspirava e expirava repetidas vezes. Odiava corpetes. Odiava o rei. Odiava castelos de vidro.
Os dias que permearam a captura e a sentença de Celaena tinham sido como um sonho febril, mas ela conseguia visualizar perfeitamente o julgamento – a madeira escura das paredes, a maciez da cadeira sob si, o modo como os ferimentos da captura ainda doíam e o terrível silêncio que lhe tomara corpo e alma. Celaena olhara para o rei – apenas uma vez. Fora o bastante para torná-la inconsequente, para fazê-la desejar uma punição que a levasse para longe dele – até mesmo uma morte rápida.
— Celaena. — A assassina piscou. As feições de Chaol se suavizaram. — Ele é apenas um homem. Mas um homem que deve tratar com o respeito que o título exige. — O capitão começou a andar com ela novamente, mais devagar. — Essa reunião é apenas para lembrar você e os outros campeões por que estão aqui, o que devem fazer e o que podem ganhar. Não está sob julgamento. Não será testada hoje. — Os dois entraram em um longo corredor, Celaena viu quatro vigias posicionados diante de enormes portas de vidro na outra ponta. — Celaena. — Chaol parou a alguns metros dos vigias. Os olhos dele eram de um castanho forte e acolhedor.
— Sim? — A pulsação dela se acalmou.
— Você está muito bonita hoje. — Foi tudo o que Chaol disse antes de as portas se abrirem e os dois prosseguirem.
Celaena ergueu o queixo enquanto entravam no salão lotado.

24 comentários:

  1. MUDEI DE IDEIA to shippando ela com o Cao agora (esses nomes são muito difíceis, dsclp)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
    2. Acho que tem um romance vindo por ai...

      Excluir
  2. Será que Chaol sente algo por Celaena?!
    Ass: Bina.

    ResponderExcluir
  3. Não quero saber de triângulo amorosa!

    Ass:Bia

    ResponderExcluir
  4. Oow palida e linda..

    ResponderExcluir
  5. Todo livro tem esse negocio: shippa um, não, não, o outro é melhor, mas, AI, para tudo, shippa um, pq esse momento foi fofo, não, shippa outro, ai, nem sei mais quem eu shippo!
    Mas seria bem legal, o guarda e a assassina ♡♡♡

    Bella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh eu prefiro Chaol huehaeah

      Excluir
    2. Eu também. O príncipe é muito galinha...😒

      Excluir
  6. Triângulo amoroso chegou pra causar discórdia

    ResponderExcluir
  7. Ja to chipando ♥♡♥♥♥

    ResponderExcluir
  8. Celaena e Chaol,sera?

    ResponderExcluir
  9. Um triângulo amoroso, uma garota, um príncipe, um guarda...
    Isso tá me lembrando de outro livro que eu li...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um rei que bate no filho...
      Isabela

      Excluir
    2. E a garota sempre Ta tipo foda-se a vida .Ta nem ai se é príncipe ou não ...responde mesmo .

      Excluir
    3. Ai gente, para de ficar comparando livros. Ainda mais comparar A Seleção com Trono de Vidro, sendo q A Seleção é meio infantilzinho.

      Excluir
  10. estou sentindo um shipp

    sempre gostei mais do chaol do que do príncipe mesmo...

    ResponderExcluir
  11. shipp Celaena e Chaol S2S2

    ResponderExcluir
  12. Celaol ou Doraena, eis a questão!!! kkkkk
    😂😂😂😂😂
    Meus shipps são horríveis! Pf, quiem melhores!

    Ass.: Mutta Chase Hayes

    Ps:
    É a segunda vez q leio o livro e ainda não me decidi qual shippo mais.
    Eu ficaria realmente triste se a Celaena n ficasse com nenhum dos dois. Aí eu daria uns sacodes nela!😣
    Acho q voto no Triângulo Amoroso mesmo! (Mas tendo a pesar para o lado do Chaol!🤗)

    Ass.: Mutta Chase Hayes

    ResponderExcluir
  13. To lendo pela terceira vez e como conselho eu acho que é melhor so começarem os shippis no terceiro livro

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!