3 de novembro de 2015

Quarenta e cinco

Aterrissamos em nossas poltronas. E, apesar de meu temor, há tanta movimentação antes do voo que ninguém parece notar que aparecemos ali de repente. E quando Damen guarda minha bagagem no compartimento superior, noto que não ele trouxe a sua.
— E você? — pergunto, observando-o tomar o assento a meu lado. — Sei que vai demorar a se acostumar, mas não pode simplesmente materializar coisas novas sempre que precisar, sabia? Terá de ir até uma loja e comprar. Vai precisar de dinheiro, cartões de crédito, passaporte e... ai, minha nossa, você se lembrou de trazer dinheiro, cartões de crédito e passaporte? E por que estamos indo de avião? Por que não aterrissamos direto na Itália?
Damen sorri, interrompendo minhas palavras com seus lábios e dissolvendo instantaneamente minhas preocupações, lembrando-me do que mais importa.
Ele se afasta, passa a mão em meu rosto, coloca uma mecha solta de cabelo atrás de minha orelha e diz:
— Não se preocupe. Cuidei de tudo. Está tudo bem. Ah, e quanto ao avião, você que disse que queria ser normal...
— Primeira classe é normal? — Olho para a cabine espaçosa e bem-equipada, e depois de volta para ele.
— Comigo é. — Ele ri.
Concordo, desfrutando o calor de sua mão na minha, olhando pela janela enquanto o avião se prepara para decolar. Fico maravilhada ao pensar até onde chegamos — até onde ainda vamos chegar. Percebo que estou mais feliz do que já estive em muito tempo. Talvez nunca tenha sido tão feliz assim.
Estou prestes a voltar minha atenção ao vídeo de segurança (agora que não sou mais imortal, preciso me preocupar com questões mundanas como essa) quando a vejo.
Na asa, pulando e acenando para mim.
Riley.
Minha adorável e atrevida irmãzinha fantasmagórica. E, pelo que posso ver, Buttercup está bem a seu lado.
Suspiro de admiração e pressiono a mão contra a janela. Fico imaginando se a visão é real, se realmente posso vê-la agora, ou se é apenas uma ilusão. Então Buttercup late e abana o rabo, enquanto Riley olha em volta, como se esperasse ver alguém, como se estivesse sendo seguida.
Eu me viro para Damen e puxo sua manga, querendo que ele veja também. Mas, quando olhamos, ela já se foi. E, por mais que tente, não consigo trazê-la de volta.
Mas eu a vi.
Sei que era ela.
E também sei que a verei novamente. Seja debruçada nas asas de um avião, seja do outro lado daquela ponte.
Só espero que essa última alternativa não chegue tão rápido.
O avião se posiciona na pista, ganha velocidade, e eu me recosto em Damen. Minha cabeça encontra seu ombro no instante em que uma bela tulipa vermelha aparece do nada e cai em meu colo.
A tulipa que Damen tentou materializar antes.
Nós nos fitamos com os olhos arregalados de espanto, com a prova de que precisávamos de que é realmente verdade.
Tudo o que pode ser feito em Summerland pode ser feito também no plano terreno — só demora um pouco mais.
Pouso minha mão sobre o caule e Damen coloca a mão sobre a minha.
Nós nos aproximamos, ambos felizes, satisfeitos, ansiosos para aceitar o que quer que virá, enquanto o avião ganha o céu.

15 comentários:

  1. Afeee.,. Que bosta de final ruim...

    Poxa, eu esperava mais do final...

    ResponderExcluir
  2. Que lindo e verdadeiro!
    Ame a saga! Lógico que se tivesse um livro extra mostrando o que acontece depois. Eu iria amar.

    ResponderExcluir
  3. Eu preciso de um extra o que aconteceu depois?
    Gostei! O Ultimo livro realmente melhorou!
    Obrigado por postar Karina!

    ResponderExcluir
  4. Pelo anjo, eu estava esperando aquele final! Mas amei, seria bom se tivesse um livro extra!
    Ass: Bina.

    ResponderExcluir
  5. Não foi uma das melhores sagas que já li (confesso que muitas vezes pensei em parar de ler e começar outra saga), mas foi bom ter concluído.
    Bonita a história de amor deles, só acho que podia ter um pouco mais de emoção no final ou então capítulo bônus contando como eles estão depois de cinco ou dez anos hahaha

    Karina obrigada por criar esse blog e postar tantos livros. Vc é demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada eu, Mayara! Espero que continue tendo boas leituras aqui no blog :)

      Excluir
  6. Ameeeeei, infelizmente acabou :( que tenha acontinuação, um livro extra por favor !!!!

    ResponderExcluir
  7. Amei uma das melhores sagas que já li, só esperava mais do fim!! Não sei vocês mas será que só foi eu que percebi que no começo do livro até o fim a autora não parava de escrever "revirei os olhos ou dei um suspiro" kkkkkkkk. Amei o livro e espero encontrar outros livros tão maravilhoso como esse no seu site Karina 😊

    ResponderExcluir
  8. que lindo...Só acha que deveria ter mais .O que aconteceu depois?

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito tb mas adoraria ver mais da vida deles juntos principalmente as partes boas kkkk

    ResponderExcluir
  10. Karina esse é o melhor blog/site de livros que já vi, sou apaixonada por livros, e já li um monte de sagas por aqui, parabéns <3

    Final não podia ser mais perfeito <3 Damen e Ever <3

    ResponderExcluir
  11. Devo admitir que muitas vezes pensei em parar de ler os livra por causa de momentos estudantes, mas a saga evoluiu muito e esse final valeu muito a pra mesmo!
    Karina amo seu blog?!
    Ass: Maria

    ResponderExcluir
  12. Amei a série <3
    Obg por postar tantos livros Karina! Sempre leio um monte aqui e amo seu blog.
    Ass: Mirian ;)

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!