18 de outubro de 2015

Setenta - Somos sujeitados ao PowerPoint dos infernos

ODIN CONSEGUIU SUA bebida, fez alguns brindes e começou a andar de um lado para outro na frente do trono, falando sobre onde esteve e o que fez nas últimas décadas. Eu estava chocado demais para assimilar a maior parte do discurso. Acho que a maioria dos einherjar também.
As pessoas só voltaram ao normal quando Odin invocou as cintilantes telas da Visão das Valquírias. Os einherjar piscaram e se mexeram, como se saindo de uma hipnose em massa.
— Sou um caçador de conhecimento! — anunciou Odin. — Isso sempre foi verdade. Fiquei pendurado na Árvore do Mundo durante nove dias e nove noites, sentindo dores excruciantes, para descobrir o segredo das runas. Fiquei em uma fila durante seis dias no meio de uma nevasca para descobrir a bruxaria do smartphone.
— O quê? — murmurei.
Blitzen tossiu.
— Deixe pra lá.
— E, mais recentemente — anunciou Odin — passei por sete semanas de treinamento intensivo de discurso motivacional em um hotel em Peoria para descobrir... isto!
Um controle remoto apareceu na mão dele. Em todas as telas, surgiu um slide de PowerPoint com o título: O PLANO DE ODIN — COMO TER UMA PÓS-VIDA ALTAMENTE BEM-SUCEDIDA!
— O que está acontecendo? — sussurrei para Sam.
— Odin gosta de experimentar coisas novas — disse ela. — Está sempre procurando conhecimento em novos lugares. Ele é muito sábio, mas...
Hearthstone sinalizou da forma mais discreta possível: É por isso que trabalho para Mímir.
— Como vocês podem ver — prosseguiu Odin, andando de um lado para outro, com os corvos batendo as asas para manterem o equilíbrio nos ombros do deus — tudo que esses heróis fizeram foi com minha permissão. Eu os acompanhei o tempo todo, em pessoa ou espírito.
A tela mudou. Odin passou a falar a partir de uma lista de tópicos. Comecei a sonhar acordado, mas ele falou sobre o motivo de ter se escondido em Valhala como X, o meio troll:
— Para ver como vocês receberiam um guerreiro como esse e como cumpririam seus deveres quando achassem que eu não estava por perto. Todos vocês precisam trabalhar no seu empoderamento positivo e na sua autoatualização.
Ele explicou por que escolheu Samirah al-Abbas como valquíria:
— Se a filha de Loki é capaz de mostrar tanta bravura, por que não podemos também? Samirah demonstra as sete qualidades heroicas que estarei abordando no meu próximo livro, Sete qualidades heroicas, que estará disponível na loja de presentes de Valhala.
Ele explicou por que a profecia das Nornas não significava o que pensávamos:
— Escolhido por engano, não era sua hora — recitou ele. — Magnus Chase foi escolhido por engano por Loki, que achou que o garoto poderia ser facilmente influenciável. Mas Magnus Chase se mostrou um verdadeiro herói!
Apesar do elogio, eu gostava mais de Odin como um meio troll taciturno do que como palestrante motivacional. As pessoas no jantar também pareciam não saber como lidar com aquilo, apesar de alguns lordes estarem fazendo anotações.
— O que nos leva à sessão das afirmações desta apresentação.
Odin prosseguiu com os slides. Uma foto de Blitzen apareceu. Foi tirada durante a competição com Júnior. Suor escorria pelo rosto dele. A expressão era de agonia, como se alguém tivesse deixado um martelo cair no seu pé.
— Blitzen, filho de Freya! — disse Odin. — Esse nobre anão conquistou a corda Andskoti, que confinou o lobo Fenrir. Ele seguiu seu coração, dominou os medos e serviu com fidelidade ao meu velho amigo, Mímir. Por seu heroísmo, Blitzen, você será libertado da servidão a Mímir e receberá fundos para abrir a loja que sempre quis. Porque tenho que dizer... — Odin passou a mão pela camisa polo do hotel. De repente, ele estava vestindo um colete de cota de malha. — Peguei seu protótipo depois da competição, e é uma peça excelente. Qualquer guerreiro sábio compraria um desses!
Os einherjar murmuraram com aprovação. Alguns fizeram “ohh” e outros fizeram “ahh”.
Blitzen fez uma reverência profunda.
— Obrigado, lorde Odin. Estou... Nem consigo expressar... Posso usar essa declaração na minha linha de produtos?
Odin deu um sorriso benevolente.
— Claro. E agora, temos Hearthstone, o elfo!
A foto de Hearth apareceu nas telas. Ele estava caído na janela do palácio de Geirröd. Tinha um sorriso bobo no rosto. As mãos estavam fazendo o sinal de máquina de lavar.
— Essa nobre criatura arriscou tudo para redescobrir a magia das runas. É o primeiro verdadeiro feiticeiro a aparecer nos reinos mortais em séculos. Sem ele, a missão de prender o Lobo teria falhado muitas vezes. — Odin sorriu para o elfo. — Meu amigo, você também será libertado da servidão a Mímir. E está convidado a permanecer em Asgard, onde vamos ensinar sobre o mistério das runas em uma aula particular de noventa minutos, acompanhada de um DVD e um exemplar autografado do meu livro Magia de runas com o Pai de Todos.
Aplausos educados.
Hearthstone parecia em choque. Ele conseguiu sinalizar um Obrigado.
A tela mudou. Na foto de Sam, ela estava de pé parecendo nervosa no balcão do Falafel do Fadlan, desviando o olhar e corando intensamente enquanto Amir se inclinava na direção dela, sorrindo.
— Ooooooooo — disse a multidão de einherjar, seguido de uma boa quantidade de risinhos.
— Quero morrer — murmurou Sam. — Por favor, me mate.
— Samirah al-Abbas! — disse Odin. — Escolhi você pessoalmente para ser uma valquíria devido à sua coragem, à sua resiliência e ao seu grandioso potencial. Muitos não confiaram em você, mas você não desistiu. Seguiu minhas ordens. Cumpriu seu dever mesmo quando foi insultada e exilada. A você, ofereço uma escolha.
Odin olhou para as valquírias mortas deitadas em frente à mesa dos lordes. Ele permitiu que um silêncio respeitoso se espalhasse pelo salão.
— Gunilla, Margaret e Irene, as três sabiam os riscos de serem valquírias. Todas deram a vida para tornar possível a vitória de hoje. No fim, viram seu verdadeiro valor e lutaram ao seu lado. Acredito que elas concordariam que você deve ser readmitida como valquíria.
Os joelhos de Sam quase cederam. Ela precisou se apoiar em Mallory Keen para não cair.
— Ofereço a você uma escolha — repetiu Odin. — As valquírias precisam de uma capitã. Não consigo pensar em ninguém melhor do que você. Isso permitiria que você passasse mais tempo no mundo mortal, talvez uma chance de descansar depois desta missão difícil. Ou — o olho azul dele brilhou — você pode escolher uma tarefa bem mais perigosa, trabalhar diretamente para mim conforme a necessidade surgir em outras, como posso dizer, missões de alto risco  e altamente recompensadoras.
Sam fez uma reverência.
— Pai de Todos, você me honra. Eu jamais conseguiria substituir Gunilla. Só peço a chance de me provar, quantas vezes forem necessárias, até que ninguém aqui tenha dúvidas de minha lealdade a Valhala. Aceito a tarefa mais perigosa. Me dê qualquer ordem, e não falharei.
Isso foi muito bem recebido pela multidão. Os einherjar aplaudiram. Alguns gritaram em aprovação. Até as outras valquírias olharam para Sam com expressões menos hostis.
— Muito bem — disse Odin. — Mais uma vez, Samirah, você mostra sua sabedoria. Vamos conversar sobre seus deveres mais tarde. E agora... Magnus Chase.
As telas mudaram. Ali estava eu: paralisado no meio de um grito enquanto caía da ponte Longfellow.
— Filho de Frey, você recuperou a Espada do Verão. Impediu que Surt a tomasse. Você se mostrou... bem, talvez não um grande guerreiro...
— Valeu — murmurei.
— ... mas certamente um grande einherji. Acho que concordamos, todos nós aqui da mesa dos lordes, que você também merece uma recompensa.
Odin olhou para os dois lados. Os lordes se remexeram, murmurando, apressadamente:
— Sim. Hã. Claro.
— Não ofereço isso a qualquer um — continuou Odin. — Mas, se você ainda achar que Valhala não é o seu lugar, o enviarei para Fólkvangr, onde sua tia mora. Como filho de um vanir, talvez seja mais do seu agrado. Ou — seu olho azul pareceu me perfurar — se desejar, posso permitir que volte ao mundo mortal e seja libertado de seus deveres como einherji.
O salão foi tomado por murmúrios e tensão. Pela expressão das pessoas, consegui perceber que era uma oferta incomum. Odin estava correndo um risco. Se ele abrisse um precedente de deixar que einherjar voltassem ao mundo mortal, outros também não poderiam querer?
Olhei para Sam, Blitzen e Hearthstone. Olhei para os meus companheiros do andar dezenove, T.J., Mestiço, Mallory. Pela primeira vez em anos, senti que estava onde deveria. Fiz uma reverência a Odin.
— Obrigado, Pai de Todos. Mas meu lar é onde meus amigos estiverem. Sou um dos einherjar. Sou um dos seus guerreiros. Isso já é recompensa suficiente.
O salão inteiro explodiu em comemoração. Canecas foram batidas nas mesas. Espadas estalaram contra escudos. Meus amigos me cercaram, me abraçaram e deram tapinhas nas minhas costas.
Mallory beijou minha bochecha.
— Você é um imenso idiota. — Então sussurrou no meu ouvido: — Obrigada.
Mestiço bagunçou meu cabelo.
— Ainda vamos transformá-lo em um guerreiro, filho de Frey.
Quando a comemoração parou, Odin levantou a mão. O controle remoto se alongou e virou uma lança branca cintilante.
— Por Gungnir, a arma sagrada do Pai de Todos, declaro que esses sete heróis terão direito total de passagem pelos nove mundos, incluindo Valhala. Para onde quer que eles forem, vão em meu nome, servindo a vontade de Asgard. Que ninguém interfira, sob pena de morte! — Ele baixou a lança. — Hoje, comemoramos em homenagem a eles. Amanhã, nossas companheiras mortas serão entregues às águas e às chamas!

34 comentários:

  1. São sete... são sete não tinha reparado nisso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior!
      Todos eles tbm são meio-sangues?

      Excluir
    2. Caraca velho. De fato. Que massa. To pensando seriamente que o rick deveria juntar todos os seus personagens em um livro só. ..

      Ezequiel

      Excluir
    3. Hum... não. Hearth é elfo por completo, e (acho) que T.J, Mallory e Sam são humanos mesmo

      Excluir
    4. Sam não é filha de Loki? Meio-sangue, tmb.

      Excluir
    5. Eepa, é isso aí! kkkk só me concentrei na parte humana dela... os avós, o noivo...

      Excluir
    6. 7 !!!!!!!!!!!
      Tio Rick e J.K. tem um problema com esse numero

      ~coruja

      Excluir
    7. sete é um bom número, particularmente 3, 7 e 13 são meus números favoritos

      Excluir
  2. samirah virou uma agente secreta ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk
      cospley de 007

      ~coruja

      Excluir
    2. Oh meu deus ~coruja 7 de novo! Vc eh uma gênia. E o Rick um estranho fodão.

      Excluir
  3. Putz... tbm ñ tinha reparado
    Esse numero é visto como um numero mistico em varias culturas e religiões...

    ResponderExcluir
  4. To começando a achar que 7 e o numero da sorte do Tio Rick

    ResponderExcluir
  5. Lara Erudite Maris30 de outubro de 2015 14:46

    " Obrigado, Pai de Todos. Mas meu lar é onde meus amigos estiverem. Sou um dos einherjar. Sou um dos seus guerreiros. Isso já é recompensa suficiente."

    Só eu lemrei do Percy regeitando a imortalidade? (Ô.Ô)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também lembrei !!!!!!!!!!!

      ~coruja

      Excluir
    2. A mesma referência quase só que ao contrário, pelo menos o magnus recusou por causa dos amigos já q não apareceu nenhuma namorada pra ele ainda kkkkkkk

      Excluir
    3. só q aqui é tipo o contrário, já que, como guerreiro, ele é imortal até o ragnarok chegar

      Excluir
  6. Seria ruim se eu, que me considero um filho de Zeus, dissesse que gostei mais de Odin que de Zeus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você seria acertado na cabeça por um raio euaheuaheuahe

      Excluir
  7. Pq qndo me dou conta q sao 7 tenho certeza q vai da merda?

    ResponderExcluir
  8. Putz,Odin escolheu as piores fotos possíveis no PowerPoint kakakakakakaka.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei as fotos, morri de rir, principalmente a do Heart. Esse Odin é muito zoeiro.

      Excluir
    2. ODIN ZOEIRO kkkkkkkkkkkkkkk

      ~coruja

      Excluir
  9. Sete no universo Rick é número de treta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. numero da treta kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      ~coruja

      Excluir
  10. só faltam 2 capítulos :'(

    ~coruja

    ResponderExcluir
  11. 7!! Sempre 7. Amo 7. Naaci dia 7/6. Número da treta, para o Rick. Quanto mais treta, mais livros.

    ResponderExcluir
  12. - Fiquei em uma fila durante seis dias no meio de uma nevasca para descobrir a bruxaria do smartphone. Oi? Odin numa fila pra comprar smartphone? Kkkk
    O Pai de Todos escolheu logo as piores fotos pro PowerPoint kkkk acho que a pior foi do Magnus, e a mais constrangedora a da Sam!

    Quando Magnus recusou voltar a viver pra ficar com os amigos, lembrei do Percy recusando a imortalidade pela Annabeth! Por falar em Annabeth, acho que já ta na hora do Magnus ligar pra ela e explicar pq ele não ta morto, ou está, ou sei lá o quê... Mas pq sempre sete? Vem treta por aí... E eu amo as tretas do Rick Riordan (Ò|Ó)

    ResponderExcluir
  13. Q bom q Odin q é o rei lá, e não o Thor. #VivaOdin #ThorSegundoLugar

    ResponderExcluir
  14. To pensando

    Sam vai casar com Amir quando tiver idade, né?

    Então com quem o Magnus vai ficar?
    Será que vai entrar alguma personagem nova no proximo livro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que não, afinal ficaram sobrando personagens na outra série. Quem sabe? Quanto mais eles se aproximarem mais treta, e mais livros para nós. Por que ser apenas primo de uma grega se pode ser também namorado de uma romana. Devo admitir que ainda não consigo imaginar ele e a Reyna juntos, mas quero tanto que ela não acabe sozinha (nem ele) que tenho esperança.

      Excluir
    2. Mas é tipo se o Magnus fosse bi igual o Nico? Eu admito que tbm queria ver a Reyna com alguém,apesar dela não precisar de um homem, mas acho que essa pessoa não é o Magnus.
      -Sinead

      Excluir
  15. Eu fiz "Oooooo" junto com o povo sobre a imagem ahsgahsh

    AI GENTE QUE CAPÍTULO LINDO ❤❤❤ ADOREI

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!