18 de outubro de 2015

Sessenta e nove - Ah... Então foi esse o cheiro que Fenrir sentiu no capítulo sessenta e três

ACHO QUE PERDEMOS um dia inteiro voltando a Valhala, porque quando chegamos, o jantar estava sendo servido no Salão de Banquete dos Mortos. Valquírias voavam com jarras de hidromel. Os einherjar jogavam pão e Saehrímir assado uns nos outros. Grupos de músicos tocavam espalhados pela sala.
A agitação foi parando conforme nosso grupo se encaminhou na direção da mesa dos lordes. Uma guarda honorária das valquírias carregava os corpos de Gunilla, Irene e Margaret, cobertos com linho branco, sobre macas. Eu tinha esperanças de que os mortos pudessem voltar à vida ao chegar em Valhala. As valquírias não podiam se tornar einherjar? Mas não aconteceu.
Mallory, X, T.J. e Mestiço seguiram as macas. Sam, Blitzen, Hearth e eu ficamos no final da fila. Os guerreiros nos olhavam de cara feia conforme passávamos. As expressões das valquírias eram ainda piores. Fiquei surpreso de não sermos atacados antes de chegarmos aos lordes. Acho que as pessoas queriam nos ver humilhados publicamente. Elas não tinham noção do que havíamos feito. Sabiam apenas que éramos traidores que haviam fugido e foram trazidos de volta para julgamento, com o corpo de três valquírias. Não estávamos algemados, mas eu arrastava os pés como se a corda Andskoti estivesse enrolada nos meus tornozelos. O jarro de cerâmica estava aninhado no braço.
Independente do que acontecesse, eu não podia perdê-lo.
Paramos na frente da mesa dos lordes. Erik, Helgi, Leif e todos os outros Eriks tinham uma expressão sombria. Até meu velho amigo Hunding, o porteiro, parecia em choque e decepcionado, como se eu tivesse roubado a barra de chocolate dele.
Helgi finalmente falou:
— Expliquem.
Não vi motivo para esconder nada. Não falei alto, mas minhas palavras ecoaram pelo salão. Quando cheguei na luta com Fenrir, minha voz falhou. Sam prosseguiu com a história.
Quando ela terminou, os lordes ficaram em silêncio. Não consegui interpretar o que estavam sentindo. Talvez estivessem mais inseguros do que enfurecidos, mas não importava. Apesar da minha conversa com meu pai, eu não sentia orgulho do que fizemos. Só estava vivo porque as três valquírias na minha frente impediram que os gigantes do fogo se aproximassem enquanto prendíamos o lobo. Nenhuma punição dos lordes podia me fazer sentir pior do que isso.
Finalmente, Helgi se levantou.
— Essa é a questão mais séria que chega a esta mesa em muitos anos. Se vocês falam a verdade, realizaram feitos dignos de guerreiros. Impediram que o lobo Fenrir se libertasse. Enviaram Surt de volta a Muspellheim. Mas agiram como desertores, sem permissão dos lordes e... em companhia questionável. — Ele olhou com desprezo para Hearth, Blitz e Sam. — A lealdade, Magnus Chase... a lealdade a Valhala é tudo. Os lordes precisam discutir isso em particular antes de chegarem a um veredito, a não ser que Odin deseje interceder.
Ele olhou para o trono de madeira, que obviamente estava vazio. Empoleirados no encosto, os corvos me observaram com os olhos pretos brilhantes.
— Muito bem — continuou Helgi, suspirando. — Nós...
À minha esquerda, alguém disse:
— Odin deseja interceder.
Murmúrios nervosos se espalharam pelo salão.
X levantou o rosto cinza-pedra na direção dos lordes.
— X — sussurrou T. J. — não é a hora para piadas.
— Odin deseja interceder — repetiu o meio troll com teimosia.
A aparência dele mudou. A forma enorme de troll sumiu como tecido de camuflagem. No lugar de X, havia um homem com aparência de sargento aposentado. Tinha o peito largo, braços enormes em uma camisa polo de mangas curtas do Hotel Valhala. O cabelo grisalho era bem curto, a barba quadrada acentuava o rosto endurecido e maltratado. Um tapa-olho preto cobria o olho esquerdo. O direito era azul-escuro, da cor de uma veia. Ao lado dele estava uma espada tão grande que fez Jacques, o pingente, tremer na corrente.
O crachá do homem dizia: ODIN, PAI DE TODOS, DONO E FUNDADOR.
— Odin.
Sam se curvou, apoiando-se em um joelho.
O deus sorriu para ela. Depois, me deu o que achei que fosse uma piscadela conspiratória, apesar de ser difícil dizer, pois ele só tinha um olho.
O nome dele se espalhou pelo salão. Os einherjar se levantaram. Os lordes se ergueram e fizeram uma reverência profunda.
Odin, antes o meio troll conhecido como X, andou até a mesa e tomou seu lugar no trono. Os dois corvos pousaram nos ombros dele e bicaram as orelhas dele com carinho.
— Bem! — disse Odin, sua voz reverberando. — O que um deus precisa fazer para ganhar uma caneca de hidromel por aqui?

22 comentários:

  1. nussa essa eu nem mais eu nem desconfiei mesmo muito bom!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Esse é o espírito (ainda que na minha cabeça ele é igual o da Marvel)

    ResponderExcluir
  3. Essa nem meu super poder de dedução, digno de um Cahill conseguiu detectar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca tinha imaginado isso. Miiiiiiitico...

      ezequiel

      Excluir
  4. Tbm vejo ele como nos filmes do Thor...

    ResponderExcluir
  5. Caralho, eu nunca teria adivinhado

    ResponderExcluir
  6. Gnt, esse tempo todo ele tava disfarçado, minha capacidade d dedução é péssima, mas msm assim, ngm conseguiu adivinhar
    -Tayná

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. por isso o lobo ficou falando que eles tinham companhia blá blá blá, mas ninguém entendeu

      Excluir
  7. Cho-ca-da. Q isso tio Rick!!!!
    E todos aqueles q zuaram o X morreram agora kkkkkk

    ResponderExcluir
  8. DANCINHA DA VITÓRIAAAAAAAAA!!!
    Aêêêeêêêê!!!
    Cara, eu nunca imaginei isso. >-<

    ResponderExcluir
  9. Eu gostava tanto de X,Imagino odin como Zeus,espero que ele seje mais legal e menos..mulherengo ..

    ResponderExcluir
  10. Eu pensei: "- Aposto que o Odin vai aparecer!"
    Ai o X falou "Odin deseja interceder" e eu fiquei tipo: "- Ah, não me diga que esse é o..."
    "A aparência dele mudou"
    Eu: "- É. É ele."

    ResponderExcluir
  11. Eu achei que ele simplesmente ia se materializar no trono, e so o troll tava vendo o incio da aparição.
    Sei lá só aparecer "Puff" !!!

    ResponderExcluir
  12. Eu achei que ele simplesmente ia se materializar no trono, e so o troll tava vendo o incio da aparição.
    Sei lá só aparecer "Puff" !!!

    ResponderExcluir
  13. Nossa!!!! Tio Rick, q quê isso? Quase q eu infarto com essa!! Minha mãe aqui perguntando pq eu tô rindo igual uma louca Kkkkkk
    Mas sério, eu ñ esperava por essa (e acho q ninguém tb não). Todos os que zuaram o X se borraram agora! Nem pras valquírias trazerem cuecas novas Kkkkkkk

    ResponderExcluir
  14. Hã?! Dez horas depois, revisando o capítulo, o título do capítulo e o capítulo quarenta e três eu entendi o que ele quis dizer. Cara, depois dessa o Percy que me desculpe, mas esse é O MELHOR começo de saga da história. Se continuar assim, essa será a melhor série do tio Rick (fãs do Percy, Percy e deuses gregos por favor não me matem!!! Eu também amo aquele Cabeça de Alga)

    ResponderExcluir
  15. Nossa por essa ninguém esperava!!

    ResponderExcluir
  16. Tipo WHAT??? com essa eu nem sonhava... Mando bem na surpresa tio Rick AMEI.

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!