18 de outubro de 2015

Seis - Abra caminho para os patos, senão vai levar um pescotapa

EU JÁ TINHA visto coisas estranhas na vida.
Uma vez, vi um grupo de pessoas usando apenas roupas de praia e gorros de Papai Noel correndo por Boylston no meio do inverno. Conheci um cara que tocava gaita com o nariz, bateria com os pés, guitarra com as mãos e xilofone com a bunda, tudo ao mesmo tempo. Conheci uma mulher que adotou um carrinho de compras e o batizou de Clarence. E havia o cara que dizia ser do sistema de Alfa Centauro e gostava de bater papos filosóficos com gansos.
Portanto, um modelo satânico bem-vestido que era capaz de derreter carros... por que não? Meu cérebro meio que se adaptou para acomodar a esquisitice.
O homem negro ficou parado com a mão esticada. O ar ao redor dele ondulava de calor. Uns trinta metros à frente, o trem da Red Line parou de repente. A condutora ficou olhando, boquiaberta, para o caos diante dela. Dois corredores tentavam tirar um cara de um Prius parcialmente esmagado. A mulher soltava as crianças que choravam do carrinho de bebê, cujas rodinhas estavam meio derretidas e ovais. Ao lado dela, em vez de ajudar, um idiota segurava um celular e tentava filmar a destruição. A mão dele tremia tanto que eu duvidava que ele estivesse conseguindo uma boa imagem.
Às minhas costas, Randolph disse:
— A espada, Magnus. Use-a!
Tive a leve impressão de que meu tio corpulento estava se escondendo atrás de mim.
O homem negro riu.
— Professor Chase... admiro sua persistência. Achei que nosso último encontro o tivesse feito desistir. Mas aqui está você, pronto para sacrificar mais um membro da família!
— Cale a boca, Surt! — A voz de Randolph estava aguda. — Magnus está com a espada! Volte para o fogo donde veio.
Surt não pareceu intimidado, embora eu achasse a palavra donde muito intimidante. O Cara do Fogo me observou como se eu estivesse tão coberto de craca quanto a espada.
— Me entregue a arma, garoto, senão vou mostrar a você o poder de Muspell. Vou incinerar esta ponte e todo mundo nela!
Surt levantou os braços. Chamas deslizaram por entre seus dedos. Sob os pés dele, o asfalto borbulhou. Mais para-brisas se estilhaçaram. Os trilhos do trem rangeram. A condutora da Red Line gritava freneticamente no walkie-talkie. O pedestre com o celular desmaiou. A mãe desabou em cima do carrinho, com as crianças ainda chorando lá dentro. Randolph grunhiu e cambaleou para trás.
O calor de Surt não me fez desmaiar. Só me deixou zangado. Eu não sabia quem era aquele babaca esquentadinho, mas reconhecia um valentão quando encontrava um. Primeira regra das ruas: nunca deixe um valentão roubar suas coisas.
Apontei o que já podia ter sido uma espada para Surt.
— Calma aí. Tenho um pedaço de metal corroído e não tenho medo de usar.
— Assim como seu pai, você não é um guerreiro — debochou Surt.
Eu trinquei os dentes. Tudo bem, pensei, está na hora de estragar a roupa desse sujeito. Mas, antes que eu pudesse agir, alguma coisa passou voando ao lado da minha cabeça e bateu na testa de Surt.
Se fosse uma flecha de verdade, Surt estaria encrencado. Felizmente para ele, era um projétil de plástico com um coração cor-de-rosa na ponta, um artigo de dia dos namorados, talvez. Acertou Surt entre os olhos com um estalo, caiu aos pés dele e derreteu na mesma hora.
Surt piscou. Parecia tão confuso quanto eu.
Atrás de mim, uma voz familiar gritou:
— Fuja, garoto!
Meus amigos Blitz e Hearth avançaram pela ponte. Bem... eu disse avançaram. Isso indica que foi impressionante. Mas não foi. Por algum motivo, Blitz tinha acrescentado um chapéu de aba larga e óculos de sol ao sobretudo preto, então parecia um padre italiano sujo e baixinho. Nas mãos enluvadas, ele segurava uma haste de madeira apavorante com uma placa amarela de trânsito que dizia: ABRA CAMINHO PARA OS PATOS.
O cachecol listrado de vermelho e branco de Hearth voava atrás dele como asas esfarrapadas. Ele armou outra flecha no arco de plástico cor-de-rosa de Cupido e a disparou contra Surt.
Abençoados fossem os coraçõezinhos dementes deles. Eu entendi onde eles conseguiram as armas ridículas: na loja de brinquedos na rua Charles. Eu mendigava na frente da loja algumas vezes e vi aquelas coisas na vitrine. De alguma forma, Blitz e Hearth deviam ter me seguido até ali. Na pressa, pegaram os objetos mortais mais próximos. Sendo mendigos meio malucos, eles não escolheram muito bem.
Foi estúpido e inútil? Pode apostar. Mas aqueceu meu coração eles quererem cuidar de mim.
— Vamos lhe dar cobertura! — Blitz passou correndo por mim. — Fuja!
Surt não esperava um ataque de mendigos. Então ficou parado enquanto Blitz o acertava na cabeça com a placa de ABRA CAMINHO PARA OS PATOS. A flecha seguinte de Hearth desviou e me acertou na bunda.
— Ei! — reclamei.
Como era surdo, Hearth não conseguiu me ouvir. Ele passou correndo por mim e entrou na batalha, acertando Surt no peito com o arco de plástico.
Tio Randolph segurou meu braço. A respiração dele era um chiado alto.
— Magnus, temos que ir. AGORA!
Talvez eu devesse ter saído correndo, mas fiquei paralisado, vendo meus dois únicos amigos atacarem o senhor do fogo com brinquedos de plástico.
Finalmente, Surt se cansou da brincadeira. Deu um tapa em Hearth e o jogou longe de encontro ao asfalto. Chutou Blitz no peito com tanta força que o homenzinho cambaleou para trás e caiu de bunda bem na minha frente.
— Chega! — Surt esticou o braço. Da mão aberta, o fogo espiralou e se alongou até ele estar segurando uma espada curva feita de chamas brancas. — Estou irritado agora. Vou matar todos vocês.
— Galochas dos deuses! — gaguejou Blitz. — Não é um gigante do fogo qualquer. É o Negro!
Tipo, o contrário do Amarelo?, tive vontade de perguntar, mas a visão da espada flamejante sufocou minha vontade de fazer piada.
As chamas começaram a rodopiar ao redor de Surt. A tempestade de fogo se espalhou, derretendo carros até virarem pilhas fumegantes, liquefazendo o asfalto, estourando rebites da ponte como se fossem rolhas de garrafas de champanhe.
E eu achando que estava quente antes. Agora, Surt estava mesmo colocando tudo para ferver.
Hearth se apoiou na amurada a uns dez metros de distância. Os pedestres inconscientes e os motoristas presos nos carros também não durariam muito. Mesmo que as chamas não os tocassem, eles morreriam de asfixia ou insolação. Mas, por algum motivo, o calor não me incomodava.
Randolph cambaleou e se apoiou no meu braço com todo o seu peso.
— Eu... eu... hã, humm...
— Blitz — disse — tire meu tio daqui. Arraste-o se precisar.
Os óculos de sol de Blitz estavam soltando fumaça. A aba do chapéu estava começando a fumegar.
— Garoto, você não tem como lutar com aquele cara. Aquele é Surt, o Negro!
— Você já disse isso.
— Mas Hearth e eu... nós é que deveríamos proteger você!
Tive vontade de gritar: E estão fazendo um ótimo trabalho com a placa de ABRA CAMINHO PARA OS PATOS! Mas o que eu podia esperar de dois sem-teto? Eles não eram soldados. Eram apenas meus amigos. E não os deixaria morrer me defendendo. Quanto a tio Randolph... eu nem o conhecia direito. Não gostava muito dele. Mas era da família. Disse que não suportaria perder outro membro da família. É, nem eu. Desta vez, eu não fugiria.
— Vá — disse para Blitz. — Vou pegar Hearth.
De alguma forma, Blitz conseguiu carregar meu tio. Juntos, eles se afastaram cambaleando.
Surt riu.
— A espada será minha, garoto. Você não pode mudar o destino. Vou reduzir seu mundo a cinzas!
Eu me virei para encará-lo.
— Você está começando a me irritar. Vou ter que matar você agora.
E andei em direção à parede de chamas.

51 comentários:

  1. Esse cara tem atitude gostei dele, e na minha opinião ele é filho de Loki, primeiro pq fogo não o afeta e segundo pq como o Surtada disse, o pai dele não é um guerreiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade,eu acho que ele e filho de Skirnir pelo fato dele ter uma espada magica.(eu não li o livro,eu so sei um pouco de mitologia nordica)

      Excluir
    2. "Errei feio, errei rude" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK meu Deus

      Excluir
  2. Tem certeza que esse garoto não é grego, ele tem cada ideia louca e suicida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Gregos! Vamos... hum... matar uns monstros aí!" - Jackson, Perseu
      Realmente

      Excluir
    2. Se aqui fosse o face, vc ia ganhar o meu like

      Excluir
    3. Malu essa foi foda
      Mas é tipo isso "pegue essa espada e corra para o CRACKEN"

      Excluir
    4. Para, para, para! Assim vc vai acabar arrancando o olho de alguém! Não é CRACKEN, é KRAKEN!

      Excluir
    5. HAHAHHAHAAHA eu ri mtoo nessa parte! Mto boa Malu

      Excluir
    6. Melhores citações nesses comentários 😂😂😂

      Excluir
    7. CUIDADO!!SEMIDEUSES PASSANDO,MANTENHA DISTÂNCIA,(não nos responsabilizamos por quaisquer danos a casas ou carros esmagados por porcos voadores gigantes)

      Excluir
  3. Q q ta con te seno
    Pensei: Se Satanás fosse real, seria como esse sujeito.
    Depois pensei melhor: Não, Satanás seria considerado desleixado perto dele. Esse cara é tipo o consultor de moda do Satanás.

    ResponderExcluir
  4. O Percy e o Leo tem mais um membro no clube: PALHAÇOS E IRÔNICOS kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Seis - Abra caminho para os patos, senão vai levar um pescotapa"

      como o Will costuma dizer: Nunca confie em um pato!

      :v

      Excluir
  5. Esse cara tinha que ser parente da Annabeth, como se ela já não tivesse um suicida Cabeça de Alga pra se preocupara. Mais um motivo pra manter os mundos separados, cada um com as suas tretas.

    ResponderExcluir
  6. Os deuses egipicios me decepcionaram em comparação aos gregos e romanos, mas agora os nórdicos estou adorando viu. Suas "crias" louquinhas iguais as gregas

    ResponderExcluir
  7. "— Você está começando a me irritar. Vou ter que matar você agora."
    percy 2

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkk Deuses kkkk Magnus e uma mistura de Percy i Leo i e tao quente quanto Apolo kkkk

    ResponderExcluir
  9. E andei em direção à parede de chamas.








    ISSO FOI MUITO PERCY
    Magnus é grego !!!!! Magnus PRECISA ser grego

    ResponderExcluir
  10. 'tenho um pedaço de metal corroído e não tenho medo de usar'...morri de rir....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que li isso pensei: Tétano. É a sua arma secreta.

      Excluir
    2. Maria eduarda, tétano é uma doença dãã

      Excluir
    3. Pensando assim, tétano parece nome de Deus estranho.. tipo "Tremam diante de Tétano, o deus da comida enlatada e do hambúrguer sem glúteo! "

      Excluir
    4. MEU DEUS KKKKK TÉTANO CARA, KKKKKKKKKKKK SÉRIO, TO MORRENDO AGORA

      Excluir
  11. O mais estranho dessa espada é que ela só tem a lamina, não tem cabo pra segurar kkk

    ResponderExcluir
  12. Perae,mais um no clube irônicos junto com Leo e Percy, ele tem cada ideia louca que nem o Percy, 'Eu sou nerd' claro oque esperar da família Chase 😂😂😂😂

    ResponderExcluir
  13. Nossa, rir quando a flecha acertou a bunda de Magnus, o pior que Hearth era surdo e nao podia ouvir reclamaçoes de Magnus. Hilário!

    ResponderExcluir
  14. tenho um pedaço de metal coroido e não tenho medo de usar kk
    Percy ,Leo, Sandie tem mais um membro pro clube
    I LOVE MAGNUS

    ~coruja

    ResponderExcluir
  15. "tenho um pedaço corroido de metal e naõ tenho medo de usar " kkkkkkk morri de rir nessa parte kkkkkkkkk ps: valeu Karina

    ResponderExcluir
  16. Eu. Boiando. Tipo... Q ???? Esses comentários mo confundem ... Alguem mi explica ?????

    L.

    ResponderExcluir
  17. Onde é Boylston? Isso está escrito no começinho do texto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma rua em Boston (também fui procurar pra ver não estava escrito errado)

      Excluir
  18. Só eu que achei que a Annie ia aparecer e dar cabo do administrador de moda do Hades nórdico?

    ResponderExcluir
  19. EU JÁ TINHA visto coisas estranhas na vida.

    Uma vez, vi um grupo de pessoas usando apenas roupas de praia e gorros de Papai Noel correndo por Boylston no meio do inverno. Conheci um cara que tocava gaita com o nariz, bateria com os pés, guitarra com as mãos e xilofone com a bunda, tudo ao mesmo tempo. Conheci uma mulher que adotou um carrinho de compras e o batizou de Clarence. E havia o cara que dizia ser do sistema de Alfa Centauro e gostava de bater papos filosóficos com gansos.

    Portanto, um modelo satânico bem-vestido que era capaz de derreter carros... por que não? Meu cérebro meio que se adaptou para acomodar a esquisitice.
    Kkkkkkk

    já amo muito o Magnus. Por um lado é até bom que a Annabeth tenha ficado afastada dele, senão eu acho que ela odiaria muito o Percy quando o conhecesse. Não existiria Percabeth pq conviver com uma mistura de Jackson e Valdez por 16 anos não deve ser coisa fácil, faria ela odiar quem quer q se parecesse com ele. Já achava que o Magnus é filho do Loki, por ele ser irônico e agora que o Estilista do Satã disse que o pai dele não é guerreiro... Mas ele tb pode ser filho de Skirnir, por ter uma espada mágica. (amo mitologias e aprendi um pouco da nórdica sem querer)

    ResponderExcluir
  20. Magnus com certeza tem sangue grego, ou tem amizade com percy ele tipo "q ideia idiota, vms fzr la" ele e meio percy sempre qrendo defender os amgs
    Ja ti amuh magnus

    ResponderExcluir
  21. ''Sou nerd, sim, e daí? Me processe.'' Me identifiquei ushuahsuahs me representa. u.u
    bu Thalita

    ResponderExcluir
  22. Guh Valdez Prior5 de maio de 2016 17:52

    Cadê a Annie pelo amor de Zeus !!!¡!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  23. Ás vezes penso em comprar os livros para ler, mas lembro que não tenho dinheiro e que no livro físico não tem esses comentários que me matam de rir. Kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É para isso que estamos aqui, para tornar a sua tarde mais agradável! Eu com os livros, e os leitores com os comentários! heuaheuaheua

      Excluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!