18 de outubro de 2015

Quarenta e seis - A bordo do bom e velho navio Unha do Pé

EU SABIA QUE estava encrencado quando acordei no sonho.
Vi que estava ao lado de Loki no convés de um navio enorme.
— Aí está você! — disse o deus. — Eu estava começando a ficar preocupado.
— Como...? — Reparei na roupa dele. — O que você está vestindo?
— Gostou?
Os lábios cheios de cicatrizes se retorceram em um sorriso. O casaco branco de almirante brilhava com medalhas, mas Loki não estava exatamente usando-o de acordo com os parâmetros militares. Estava jogado sobre uma camisa preta com a cara do Jack Nicholson em O Iluminado. A legenda dizia: AQUIIIII ESTÁ LOKI!
— Onde estamos? — perguntei.
Loki poliu as medalhas com a manga do casaco.
— Ah, nenhum de nós dois está aqui de verdade, claro. Ainda estou preso em um pedaço de rocha com veneno de cobra pingando no rosto. Você está morrendo nas margens de um rio em Jötunheim.
— Estou o quê?
— Quer você viva ou não, essa pode ser nossa última conversa. Eu queria que você visse isso, Naglfar, o Navio das Unhas! Está quase completo.
O navio entrou em foco, um drácar viking bem maior do que um porta-aviões. O convés principal poderia receber a maratona de Boston. Escudos gigantescos formavam a amurada. Na frente e atrás havia carrancas de nove metros com formato de lobos rosnando. Claro que tinham que ser lobos.
Espiei pela lateral, entre dois escudos. Trinta metros abaixo cabos trançados de ferro prendiam o navio a uma doca. O mar cinzento estava coberto de gelo.
Passei a mão pela amurada. A superfície era irregular e áspera, coberta com fragmentos brancos e cinzentos, como escamas de peixe ou raspas de pérolas. A princípio, achei que o convés fosse feito de aço, mas agora percebi que o navio todo era feito desse material estranho, meio transparente. Não  era metal nem madeira, mas alguma coisa estranhamente familiar.
— O que é isso? — perguntei a Loki. — Não vejo madeira e nem pregos. Por que se chama Navio de Unhas?
Loki riu.
— Esse não é um nome figurativo, Magnus. Naglfar é feito das unhas das mãos e dos pés de homens mortos.
O convés pareceu se inclinar sob meus pés. Eu não sabia se era possível vomitar em um sonho, mas fiquei tentado. Não foi só a nojeira óbvia de estar em um barco feito de unhas cortadas que me deixou enjoado, foi também a quantidade delas. Quantos cadáveres tiveram que contribuir com suas unhas para fazer um navio daquele tamanho?
Quando consegui controlar a respiração, olhei para Loki.
— Por quê?
Mesmo com as cicatrizes nos lábios e no rosto, o sorriso de Loki era tão contagioso que quase retribuí. Quase.
— Incrivelmente nojento, não é? — comentou ele. — Antigamente, seus ancestrais sabiam que as unhas carregavam parte do seu espírito, da sua essência... do seu DNA, como vocês chamam agora. Durante toda a vida, os mortais tomavam o cuidado de queimar qualquer unha cortada. Quando eles morriam, as unhas eram aparadas, e os pedaços, destruídos, para que não contribuíssem para este grande navio. Mas, às vezes — Loki deu de ombros — como você pode ver, as precauções adequadas não foram tomadas.
— Você construiu um navio feito de unhas do pé.
— Ah, o navio está se construindo sozinho. E, tecnicamente, Naglfar pertence a Surt e aos gigantes do fogo, mas, quando o Ragnarök chegar, vou guiar este navio para fora do porto. Vamos ter um exército de gigantes liderado pelo capitão Hrym, além de centenas de milhares de mortos desonrados de Helheim, todos que foram descuidados ou azarados de morrer sem uma espada na mão, sem um enterro apropriado e sem uma boa manicure no post-mortem. Vamos velejar até Asgard e destruir os deuses. Vai ser demais.
Olhei sobre a popa esperando ver um exército se reunindo na margem, mas a névoa estava tão densa que não consegui enxergar o fim da doca. Apesar da minha resistência habitual a temperaturas extremas, o ar úmido penetrou nos meus ossos e me fez tremer de frio.
— Por que você está me mostrando isso? — perguntei.
— Porque gosto de você, Magnus. Você tem senso de humor. Tem vida. É tão raro em um semideus! Mais raro ainda entre os einherjar. Estou feliz por minha filha ter encontrado você.
— Samirah... é por isso que ela consegue virar uma mosca. Ela é uma metamorfa como você.
— Ah, ela é a filhinha do papai mesmo. Não gosta de admitir, mas herdou muitas coisas de mim: meus poderes, minha beleza estonteante, meu intelecto apurado. Também consegue identificar talento. Afinal, ela escolheu você, amigo.
Botei a mão na barriga.
— Não estou me sentindo muito bem.
— Dã! Você está à beira da morte. Pessoalmente, espero que acorde, porque, se bater as botas agora, sua morte vai ser sem sentido e nada do que você fez até agora vai ter qualquer importância.
— Obrigado pelo apoio.
— Escute, eu trouxe você aqui para ter um pouco de perspectiva. Quando chegar o Ragnarök, todos os laços vão se romper, e não só as cordas que prendem Fenrir. As cordas deste navio: snap. As amarras que me prendem: snap. Independente de você impedir que Surt bote as mãos na espada, é só uma questão de tempo. Um laço vai se romper e todos os outros vão começar a se soltar, desfiando como uma tapeçaria enorme.
— Você está tentando me desencorajar? Pensei que quisesse adiar o Ragnarök.
— Ah, eu quero! — Ele levantou as mãos. Os pulsos estavam vermelhos e sangrando, como se tivesse sido algemado com muita força. — Estou do seu lado, Magnus! Olhe para as figuras da proa. Os focinhos dos lobos não estão prontos. Tem alguma coisa mais constrangedora do que velejar para a batalha com esculturas mal-acabadas?
— Então o que você quer?
— A mesma coisa que sempre quis — disse Loki. — Ajudar você a lutar contra seu destino. Que outro deus além de mim se deu ao trabalho de falar com você como amigo e igual?
Os olhos dele eram como os de Sam, brilhantes e intensos, de uma cor ardente, mas havia alguma coisa fria e calculista no olhar de Loki, algo que não combinava com o sorriso simpático. Eu me lembrei de como Sam o descreveu: mentiroso, ladrão e assassino.
— Somos amigos agora? — perguntei. — Iguais?
— Poderíamos ser — disse ele. — Na verdade, tenho uma ideia. Esqueça essa história de ir para a ilha de Fenrir. Esqueça a ideia de enfrentar Surt. Conheço um lugar onde a espada vai estar em segurança.
— Com você?
Loki riu.
— Não me tente, garoto. Não, não. Eu estava pensando no seu tio Randolph. Ele entende o valor da espada. Passou a vida procurando-a, se preparando para estudá-la. Você pode não saber, mas a casa dele é muito fortificada com magia. Se você levasse a espada para ele... bem, o coroa não pode usá-la. Mas ele a guardaria. Manteria a espada longe das mãos de Surt. E é isso o que importa, não é? Daria mais tempo para nós.
Fiquei com vontade de rir na cara de Loki e negar na mesma hora. Achei que ele estivesse tentando me enganar. Mas não conseguia ver o que ele ganharia com aquilo.
— Você acha que é uma armadilha — afirmou o deus. — Eu entendo. Mas deve ter se perguntado por que Mímir disse para você levar a espada para a ilha do Lobo, o exato lugar onde Surt quer usá-la. Qual é o sentido disso? E se Mímir estiver enganando você? Pense bem. Aquela velha cabeça decapitada tem uma rede de cassinos! Se você não levar a espada para a ilha, Surt não vai poder colocar as mãos nela. Para que correr o risco?
Lutei para ficar com a mente lúcida.
— Você... você é bom de papo. Seria um ótimo vendedor de carros usados.
Loki deu uma piscadela.
— Acho que o termo é seminovo. Você vai ter que fazer uma escolha em breve, Magnus. Talvez não possamos conversar de novo. Mas, se quiser um gesto de boa-fé, posso melhorar o acordo. Minha filha Hel e eu... nós andamos conversando.
Meu coração deu um salto.
— Conversando sobre...
— Vou deixar que ela conte para você. Mas agora... — Ele inclinou a cabeça para escutar alguma coisa. — Sim, não temos muito tempo. Você está acordando.
— Por que você foi punido? — A pergunta saiu antes de eu ter percebido que estava pensando nela. — Eu lembro que você matou alguém...
O sorriso dele ficou rígido. As linhas de fúria ao redor dos olhos o fizeram envelhecer dez anos.
— Você sabe estragar uma conversa — disse Loki. — Matei Balder, o deus da luz. O belo, perfeito e incrivelmente irritante filho de Odin e Frigga. — Ele andou na minha direção e cutucou meu peito para enfatizar cada palavra. — E-faria-tudo-de-novo.
No fundo do meu cérebro, meu bom senso gritava: MUDE DE ASSUNTO! Mas, como vocês já devem ter percebido, não dou muita atenção ao meu bom senso.
— Por que você o matou?
Loki soltou uma gargalhada. O hálito dele tinha cheiro de amêndoas, como cianeto.
— Eu já falei que ele era irritante? Frigga ficou tão preocupada com ele. O pobre bebê estava tendo pesadelos sobre seu destino. Bem-vindo à realidade, Balder! Todos nós temos pesadelos. Mas Frigga não conseguia aceitar a ideia de que seu anjo precioso podia machucar o pezinho. Ela fez tudo na criação prometer não machucar o belo filho dela: pessoas, deuses, árvores, pedras... Você consegue imaginar como é arrancar uma promessa de uma pedra? Frigga conseguiu. Depois, os deuses fizeram uma festa para comemorar. Começaram a jogar coisas em Balder só por diversão. Flechas, espadas, pedras, uns aos outros... nada o machucava. Era como se o idiota estivesse cercado por um campo de força. Bem... sinto muito, mas a ideia de o senhor perfeito também ser o senhor invulnerável me deu enjoo.
Eu pisquei para tentar afastar o ardor dos olhos. A voz de Loki estava tão cheia de ódio que parecia fazer o ar queimar.
— Você encontrou um jeito de matá-lo.
— Visgo! — O sorriso de Loki se iluminou. — Você consegue imaginar? Frigga esqueceu uma plantinha. Fiz um dardo de visgo e o ofereci para o irmão cego de Balder, um deus chamado Hod. Eu não queria que ele ficasse de fora da diversão de jogar objetos mortais em Balder, então direcionei a mão de Hod e... bem, os piores medos de Frigga viraram realidade. Balder mereceu.
— Por ser bonito e popular.
— Sim!
— Por ser amado.
— Exatamente! — Loki se inclinou para a frente até nossos narizes estarem quase se tocando. — Não me diga que você não fez a mesma coisa. Os carros que arrombou, as pessoas que roubou... você escolhia gente de quem não gostava, não era? Escolhia os ricos metidos, bonitos e arrogantes que irritavam você.
Comecei a tremer com mais força.
— Eu nunca matei ninguém.
— Ah, por favor — Loki deu um passo para trás e me examinou com expressão de decepção. — É só uma questão de grau. Eu matei um deus. E daí! Ele foi para Helheim e virou convidado de honra no palácio da minha filha. E a minha punição? Você quer saber sobre a minha punição?
— Você foi amarrado a uma pedra — respondi. — Com veneno de cobra pingando no rosto. Eu sei.
Sabe? — Loki puxou as mangas e me mostrou as cicatrizes em carne viva nos pulsos. — Os deuses não ficaram contentes em me punir com a tortura eterna. Descontaram a ira nos meus dois filhos favoritos, Vali e Narvi. Transformaram Vali em lobo e assistiram com diversão quando ele estripou o irmão, Narvi. Depois, atiraram no lobo e o estriparam também. Os deuses pegaram as entranhas dos meus filhos inocentes... — A voz de Loki falhou, pesarosa. — Bem, Magnus Chase, vamos só dizer que não fui amarrado com cordas.
Alguma coisa no meu peito se encolheu e morreu, possivelmente minha esperança de haver justiça no universo.
— Pelos deuses.
Loki assentiu.
— Sim, Magnus. Os deuses. Pense nisso quando conhecer Thor.
— Vou conhecer Thor?
— Infelizmente, sim. Os deuses nem fingem lidar com o bem e o mal, Magnus. Os aesires não são assim. A força determina o que é certo. Então, me diga... você quer mesmo partir para a batalha em defesa deles?
O navio tremeu debaixo dos meus pés. Névoa rolou pelo convés.
— Hora de ir — disse Loki. — Lembre-se do que falei. Ah, e divirta-se com o boca a boca de um bode.
— Espere... o quê?
Loki balançou os dedos com os olhos cheios de um brilho malicioso. Em seguida, o navio se dissolveu em um nada cinzento.

33 comentários:

  1. porque eu tenho essa impressão que o Loki shippa a Sam e o Magnus? :v

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tenho essa impressão. Mas para o que seria isso eu já não sei.
      Loki não é alguem que pode deixar de lado, por que ele é muito complicado

      Excluir
    2. Não é só você :P

      Excluir
  2. Destruidor esse Loki ai eim? Não posso negar que ele realmente foi muito injustiçado quer dizer ele matou um cara de fato mas os filhos dele eram inocentes detesto a sensação de que um inocente sofre no lugar de outra pessoa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas se for pra pensar assim balder e hur eram inocentes. Só pq o cara tem proteção divina vou mata-lo? Acho que foi elas por elas...

      Ezequiel

      Excluir
    2. Exato, só o Loku que deveria pagar, elesnnão

      Excluir
  3. Sou so eu que escuto a voz do Loki como a voz dos filmes? ;x kkk

    ResponderExcluir
  4. Sabe, sempre gostei mais do Loki do que do Sr. Perfeitinho Thor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. senhorita vc devia rever seus conceitos de perfeitos, pq thor nunca fui perfeito o cara era um mendigo, glutão e barbaro

      Excluir
  5. Como sempre deuses sendo idiotas

    ResponderExcluir
  6. Dor no coração agora com essa história do Loki. Juro que me deu vontade de chorar.... tomara que ele apareça várias outras vezes na história, e que apareça ele falando com a Sam :3

    ResponderExcluir
  7. Na minha opinião tem uma frase que resume muito bem a história do Loki: "O lobo será sempre mau se você só ouvir a versão da Chapeuzinho".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lobo na pele de cordeiro

      Excluir
    2. Amei essa frase!
      Mas pq sempre o maldito lobo? Ñ poderiam ser patos? Facilitaria

      Excluir
  8. Toda vez que o loki aparece eu imagino o ator dos vingadores conversando com o kurt cobain

    ResponderExcluir
  9. Nao importa qual deus seja. Imagino todos igual o Apolo (amor incondicional) so q em versoes diferentes.

    ResponderExcluir
  10. Algo na conversa dele.. Me lembrou Luke

    ResponderExcluir
  11. Melhor que o loki da Marvel. Maus ai Tom Hiddleston,você é o cara tbm

    ResponderExcluir
  12. Eu só acho que o Loki shippa Sanus ou Magirah (er o segundo nome ficou melhor hehe) mas eu sou a única pessoa que tá lembrada que a linda da Sam TÁ NOIVA DO AMIR????
    Ps.: eu só consigo imaginar o Loki como o Tom Hiddleston kkkkkkk
    -- Rafaela :)

    ResponderExcluir
  13. Estranhamente eu estou gostando do Loki, tirando essa parte meio macabra dele ter matado o cara, ele ta parecendo um cara legal '-' E tipo o fato dos deuses terem feito isso com os filhos dele deixam eles no mesmo nivel do Loki, então ta todo mundo no mesmo nível de justiça e tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também to achando ele legal e acho que não deveriam ter castigado os filhos dele eles não tem culpa de nada :(
      - Mariana

      Excluir
    2. Acho que se fosse eu já teria mudado de lado! Kkk

      Excluir
  14. Não confio no Loki, ele me lembra Ares, bom de labia, mais não necessariamente bom, sem falar que histórias tristes costumam ser gatilhos pra maldade, mais nós estamos falando do tio Rick, entã Loki pode ser muito bem um Hades da mitologia nórtica

    ResponderExcluir
  15. Meu Deus, eu só penso no Loki como o Tom, desculpa mundo hahaha

    ResponderExcluir
  16. Meu Deus! Loki é Loki em todo lugar! Meu segundo vilão favorito de tudo, o primeiro é o Coringa claro!

    ResponderExcluir
  17. Coitado do Loki! Os filhos dele não tinham culpa, se bem que o irmão cego tb não. Mas que raio de ideia é essa? Matar uma pessoa só pq ela é a queridinha?!?! Ele fala igualzinho ao Luke: O que os deuses já fizeram por vc? Ou como a Calipso? Só defendi os Titãs pq eles são minha família, não vá me dizer q vc não faz o mesmo! Existem vilões que simplesmente não tem como odiar ^_^ como o Luke (meu favorito) Voldemort, Bellatrix, o Loki S2....

    ResponderExcluir
  18. Sobre a história do Loki... Eu tenho sentimentos, quem diria...
    Eu nunca apoiei os deuses. Nenhum deus, exceto, talvez, os egípcios. E Loki. Até em vingadores eu torcia mais pro Loki q pro Thor.

    ResponderExcluir
  19. Eita gente,tadin do Loki.
    Ele faz maldade pra caramba,mas ainda sim tem sentimentos ;u;

    "— Como...? — Reparei na roupa dele. — O que você está vestindo?

    — Gostou?

    Os lábios cheios de cicatrizes se retorceram em um sorriso. O casaco branco de almirante brilhava com medalhas, mas Loki não estava exatamente usando-o de acordo com os parâmetros militares. Estava jogado sobre uma camisa preta com a cara do Jack Nicholson em O Iluminado. A legenda dizia: AQUIIIII ESTÁ LOKI!"

    Loki,o maior seguidor de moda que você respeita ahsbajdjs

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!