11 de outubro de 2015

Epílogo

Mais tarde...

Nyx deu uma risadinha.
— Posso olhar agora?
Kalona pensou que ela parecia uma jovem donzela despreocupada que era incrível e eternamente sedutora. Ele sorriu, mas conseguiu manter a sua voz neutra, dizendo:
— Ainda não, Deusa.
— Mas eu quero ver o que você tem feito! — disse Nyx.
— Não seria uma surpresa se você soubesse o que estivemos fazendo.
— Erebus, o que você está fazendo aqui? — Kalona rosnou para ele.
— Eu não vou deixar você levar todo o crédito por isso. Afinal, fui eu quem encontrou essa coisa há séculos e a manteve aqui, segura, à espera de seu retorno — respondeu Erebus, rindo do olhar tempestuoso de seu irmão.
— É isso! Eu simplesmente devo olhar!
Antes que a Deusa pudesse abrir os olhos, Kalona a virou a fim de que ela estivesse encarando o mais lindo lago do Outromundo. Ele estava de pé atrás dela, segurando seus ombros suaves em suas mãos, quando ela suspirou e aplaudiu em delírio.
— Meu barco! O que você esculpiu para mim há muito tempo! — ela se virou e jogou os braços em torno de Kalona, rindo e o beijando. — Obrigada!
Erebus pigarreou.
— E quanto a mim?
Nyx abriu um braço, convidando Erebus a compartilhar seu abraço.
— Obrigada, também, Erebus, por sua inabalável fé em nosso Kalona.
— Ah, não foi nada — Erebus respondeu, abraçando os dois.
Kalona devolveu o abraço empurrando-o antes em provocação.
— Nada? Talvez para você não seja nada, mas eu passei dias restaurando o que séculos de negligência causaram.
— Sim, bem, quando você coloca assim, posso dizer que sei exatamente o que você quer dizer — disse Erebus, empurrando seu irmão de volta, bem-humorado.
— Bem, eu amei minha surpresa — Nyx falou, indo para o pequeno barco e passando as mãos apreciativas sobre as esculturas de flores, estrelas, luas e outros símbolos que Kalona há muito tempo criara em memória dela. — E você encontrou uma colcha e uma cesta de piquenique! Isso faz este presente perfeito.
— Encontrei — Kalona confirmou. Então ele olhou para seu irmão e sorriu. — Mas Erebus sugeriu o néctar em vez de vinho, e foi para o reino mortal consegui-lo para você.
— O consegui para vocês dois — corrigiu Erebus, devolvendo o sorriso de seu irmão. — E agora vou deixá-los com seu barco. Subornei as náiades para ficarem longe deste lago por toda a noite e tenho que fazer mais uma viagem ao reino mortal para cumprir esse suborno.
Ele beijou Nyx suavemente no rosto, saudou seu irmão e desapareceu em uma explosão de brilho dourado.
Kalona tossiu e sacudiu o brilho de seu cabelo.
— Eu gostaria que ele parasse de fazer isso.
Nyx, sem sucesso, escondeu uma risada atrás de sua mão.
— Acho que a poeira da luz solar parece adorável em você.
Kalona foi até sua Deusa e a tomou nos braços.
— Se você gosta disso, pedirei para Erebus explodir mais vezes.
Ele reprimiu o riso com um beijo, depois pegou Nyx e gentilmente a colocou no barco sobre o espesso cobertor macio. Ele empurrou o pequeno barco para o lago e, em seguida, se juntou a sua Deusa em seu interior, remando preguiçosamente sobre as águas azul turquesa cintilante.
— Se quiser, podemos voltar para o lago que você tanto amava — ele falou. — Ainda que eu tenha que pedir que chame os elementos para nos esconder. Fui lá mais cedo. Sabia que agora é chamado de Lago Crater e os seres humanos navegam por ele?
— Sim — Nyx respondeu, deixando os dedos passarem sobre a superfície do lago. — Visitei o lugar muitas vezes quando você não estava mais aqui — seus olhos se encontraram, e dentro deles Kalona podia ver uma grande tristeza. — Eu esperava que algum dia pudesse vê-lo lá, embora nunca o tenha visto.
Kalona baixou o remo e tomou-lhe as mãos.
— Isso nunca vai acontecer de novo. Juro que bani meu ciúme e minha raiva. Eu nunca cometerei o erro de ouvir essas emoções baixas novamente e deixar as Trevas ficarem entre nós.
Ele beijou cada uma de suas mãos, lentamente, com reverência, disposto a fazer com que a tristeza deixasse seus belos olhos.
— O erro não foi só seu, meu Guerreiro, meu amor. A culpa também é minha. Eu era tão jovem, tão inexperiente. Permiti que um segredo ficasse entre nós.
— Um segredo? O que você quer dizer? — o estômago de Kalona se apertou.
O que poderia ter acontecido que fizesse Nyx manter um segredo dele?
— Naquela noite, naquela terrível noite em que me encontrei com Erebus. Você entendeu mal as minhas palavras para ele. Eu nunca falei disso depois e deveria ter falado, nem que fosse para assegurar-lhe que seu irmão e eu não o estávamos traindo.
— Não, nós todos juramos silêncio por causa do que aconteceu naquela noite. Era certo manter esse voto — Kalona disse, sentindo uma medida de alívio. — E mesmo então eu não a teria escutado. Eu só podia ouvir o ciúme.
— Bem, eu estava errada em fazer você e Erebus jurarem silêncio, mas acho que o que criamos naquela noite acabou muito bem, mesmo que não tenhamos sido capazes de falar sobre isso.
Kalona encontrou os olhos dela.
— Seus filhos, os vampiros, são notáveis e incomuns, e admito que passei a gostar muito deles.
— Você não quer dizer nossos filhos, os vampiros? Nós dois tivemos uma mão em sua criação.
— Eu mantive minha promessa, Nyx. Nunca falei para eles, ou para qualquer ser vivo — disse Kalona.
— Eu sei — Nyx se inclinou e o beijou. — Você não quebrou esse voto, mesmo quando estava cheio de trevas e raiva. Foi quando comecei a ter esperança de que você encontraria a si mesmo e o seu caminho de volta para mim.
— Eu nunca perderei meu caminho novamente.
Nyx entrou em seus braços, descansando em contentamento completo dentro do círculo do seu amor e força.
— Eu sinto falta deles, no entanto. Nossos vampiros — ele falou. — E, é claro, do meu filho.
Ela sorriu para ele.
— Você deve visitar Rephaim.
Kalona piscou surpreso.
— Você não se importaria?
— Claro que não! Ele é o seu filho, ligado a uma de minhas filhas favoritas e especiais.
Kalona apertou a Deusa com força.
— Esqueço que você nunca foi presa ao ciúme e ódio.
— Nem nunca serei, meu amor — respondeu Nyx. Em seguida, sua expressão séria iluminou. — Vamos olhá-los, nossos filhos?
— Agora? — o olhar de Kalona passou pelo barco, pelo lago preguiçoso, e pela bela Deusa.
Ela sorriu.
— Sim, agora. Mas podemos fazê-lo sem interromper a sua surpresa para mim.
Nyx alterou a sua posição de modo que, mesmo que ela ainda descansasse dentro do círculo de seus braços, suas costas ficassem contra seu peito. Ele olhou por cima do ombro enquanto ela se inclinou sobre a borda do barco e acenou com a mão sobre as águas do lago do Outromundo.

“Lago mágico, pelo seu poder de cristal eu imploro
Abra para mim, trazendo para a luz o que eu procuro.
Meu desejo é ver as pessoas que nos são queridas
Embora longe, eu delas estou próxima.
Do outro lado do véu do tempo e espaço,
Mostre-nos os nossos filhos em seu reino mortal.

As águas cuidadosamente os rodearam, ondulando como se Nyx tivesse jogado uma pedra sobre a superfície do lago, então pararam e ficaram perfeitamente planas como vidro. Como ao equivalente mágico de uma tela de televisão mortal, uma cena era mostrada diante deles, em cores e com som.
— É Zoey, Stark e Vovó Redbird! — disse Kalona. — Eles estão todos nos bastidores do auditório da House of Night.
— Shhh, meu amor — Nyx pediu suavemente. – Vamos assistir sem nos intrometer.
— No que Zoey Redbird se meteu agora? — Kalona sussurrou para sua Deusa.
Os ombros de Nyx balançaram numa risada silenciosa. Kalona passou os braços com mais força ao seu redor e observou, admitindo silenciosamente a si mesmo como estava ansioso por notícias daqueles a quem ele tinha chegado a pensar como sua família.


Zoey
— Estou nervosa. Ugh, e meu estômago está doendo — falei, tentando não roer minhas unhas. — Eu pareço bem? Talvez deva mudar e colocar um jeans. Este vestido é meio exagerado.
Olhei para mim e tirei um longo fio laranja e creme do meu vestido vistoso e olhei para o grande gato laranja que tentava parecer inocente enquanto ronronava e se esfregava contra as pernas Stark.
— Skylar, você não me engana. Você está soltando pelos de propósito.
— Você está linda, Z. Não mude de roupa. Mais uma vez. Não há tempo, de qualquer maneira. E Skylar tem o pelo longo, ele não pode evitar que ele caia. Um monte — disse Stark, e se inclinou para acariciar o grande gato no topo da sua cabeça.
Nala caminhou delicadamente para o cômodo, espirrou em Skylar e em seguida, balançando o corpinho, minha gata gorda correu. Parecendo verdadeiramente como um gatinho fofo, Skylar correu alegremente atrás dela.
— Ele está realmente indo bem comigo — disse Stark, sorrindo para o gato. — E ele não é tão mau como costumava ser.
— Bem, não diga isso a Duquesa. O focinho dela ainda está sangrando onde ele a acertou na outra noite.
— Ela tem que aprender a deixá-lo em paz. Sua nova coleira diz “Mordedor conhecido” — Stark tentava parecer indiferente, mas percebi que ele mesmo estava se remexendo no kilt que escolhera para vestir.
— Acho que as suas pernas podem ser melhores do que as minhas — comentei, brincando um pouco.
— Não diga isso ao seu Galo, u-we-tsi-a-ge-ya. Ele já se inchou o suficiente — brincou Vovó, acariciando o rosto de Stark com carinho.
Ela veio até mim e arrumou o decote baixo em forma de coração do vestido de veludo carmesim que deixei Aphrodite me aconselhar a usar. Então ela tirou outro pelo de gato da imagem bordada em prata da deusa com as mãos erguidas, segurando uma lua crescente e que repousava sobre o meu coração.
— Não, este é o último pelo de Skylar. E você parece absolutamente adorável, Zoey passarinha. Este vestido convém à primeira Grande Sacerdotisa do novo Conselho Supremo da América do Norte.
Grande Sacerdotisa do Conselho Supremo da América do Norte. Quando o meu estômago pararia de se contrair sempre que eu ouvisse o meu novo título?
Como se estivesse lendo minha mente, Vovó pegou meu rosto em suas mãos.
— O título caberá facilmente em você quando descansar facilmente consigo mesma. Acredito que isso deve acontecer depois de concluir o que deve fazer hoje.
— Sim, Z. Você sabe o que precisa fazer. Quanto mais cedo acabar com isso, melhor — disse Stark.
Eu olhei em seus olhos à procura de sinais de ciúme ou raiva, e não vi nenhum. Tudo o que vi foi amor e confiança. Eu respirei fundo.
— Você está certo. Vocês dois estão. Vamos parar de perder tempo. Não vai ser tão ruim assim.
— Ruim, Z? Você está brincando? Vai ser ótimo! Ei, lembre-se: o mundo é um lugar pequeno. Nós não vamos perder ninguém. Eles só vão aprender a voar — Stark riu e me deu seu fofo sorriso arrogante. — Sacou? Voar.
Eu balancei a cabeça, mas consegui não revirar os olhos para ele.
— Saquei.
— Zoey passarinha, você não deve pensar nisso como o fim de algo. Pense como o início de uma grande aventura para todos vocês — disse Vovó.
— Ok, sim, você está certa, Vovó. E de qualquer maneira, vamos traçar o círculo mais uma vez antes de todo mundo partir. Vamos lá.
Com Stark de um lado e minha avó do outro, saí para o palco do auditório.
O auditório estava lotado, e eu podia ver as pessoas que estavam ao longo das paredes laterais e dos fundos.
— De onde todos eles vieram? — sussurrei para Stark, tentando não mover os lábios.
— Hã, Z, seu microfone está ligado — a voz de Stevie Rae se ergueu de algum lugar perto da frente do auditório.
— Ah, inferno — sussurrei.
E então apertei os lábios quando o meu “Ah, inferno” ecoou sobre a multidão. Risos ondularam de volta para mim, mas não eram mesquinhos. Pareciam amigáveis. Pisquei, e enquanto meus olhos se acostumavam com as luzes a gás do auditório, eu vi que sim, a multidão era, de fato, enorme, mas ela também estava sorrindo para mim. Procurei os rostos até que encontrei uma cabeça loira encaracolada ao lado de outra loira, cujo cabelo era longo, liso e quase impossivelmente perfeito. Encontrei o olhar de Aphrodite. Ela levantou uma sobrancelha loira e acenou para mim. Então encontrei os brilhantes olhos azuis de Stevie Rae. Ela me deu um grande sorriso e um sinal de positivo.
Soltei a respiração que estava segurando, limpei minha garganta, e comecei.
— Quero agradecer a todos vocês por terem vindo esta noite para a tomada de posse do Conselho Supremo dos Vampiros da América do Norte, especialmente aos humanos que estão aqui e que se tornaram bons amigos desta House of Night.
Era fácil de encontrar o detetive Marx na multidão, ele era mais alto do que quase todos os outros. Sorri para ele e ele tirou um chapéu imaginário para mim. Gostei que uma meia dúzia de policiais o tivesse acompanhado, e fiz uma anotação mental para me lembrar de comprar um monte de bilhetes para o próximo evento de angariação de fundos do Departamento de Polícia de Tulsa.
— Hoje nós faremos algo que nunca antes foi feito na sociedade vampira. Faremos um novo início para nós e incluiremos os humanos nisso.
Parei quando aplausos espontâneos eclodiram, eu estava tão surpresa que podia sentir meu rosto ficando quente.
— Então, bem, começarei chamando ao palco os seis novos membros do nosso Conselho Supremo — encontrei seus olhos e comecei com a minha melhor amiga. — Stevie Rae!
Havia um monte de “uhuu” acompanhados por uma explosão de aplausos provenientes dos lugares atrás de Stevie Rae. Eu sorri, percebendo que sua família viera de Henrietta.
Stevie Rae beijou Rephaim rapidamente, em seguida, correu para o palco.
— Aphrodite!
Todos os Guerreiros Filhos de Erebus liderados por Darius se levantaram e aplaudiram ruidosamente quando Aphrodite jogou seu cabelo e graciosamente veio até o palco.
— Shaunee!
— É isso ai! Bom trabalho, Shaunee — detetive! Marx falou quando ele e os outros membros do DPT, junto com Erik Night, aplaudiram e assobiaram.
— Shaylin!
Fiquei feliz em ver que Erik tinha parado e a abraçado quando ela passou por ele, depois que Nicole a beijou nos lábios.
— Lenobia!
Um grande caubói gritou e acenou com um chapéu branco de forma adequada quando a Mestra dos Cavalos, etérea e bela fez seu caminho para o palco.
— E o último nome que chamo é o primeiro homem a ser um membro de um Conselho Supremo. Damien!
E me juntei aos aplausos enquanto Damien, corando, mas sorrindo, alisou sua camisa impecavelmente bem feita, abraçou Adam Paluka e correu para se juntar a nós.
Meus amigos espalharam-se de ambos os meus lados, todos olhando para mim esperando o que viria a seguir. Eu engoli meus nervos e sentei. Eles seguiram o meu exemplo, tendo os assentos esperando por eles.
Ok, não era como o Conselho Supremo dos Vampiros que ainda reinava na Europa na ilha de San Clemente. Nós não tínhamos tronos de pedra e grandes regras sobre como todos na multidão tinham que agir. Tampouco excluímos os humanos do nosso auditório/sala do Conselho Supremo. Nós havíamos decidido fazer as coisas de maneira diferente aqui. Para começar, decidimos que os nossos “tronos” seriam bancos com confortáveis assentos acolchoados, que eram decorados com o padrão da escola em roxo, azul e verde em um fundo preto. Quando sentei em meu lugar, continuei a cerimônia.
— Agora quero chamar ao palco a nossa vampira poetisa laureada, Kramisha, que também é uma profetisa de Nyx. Ela vai nos empossar como seu novo Conselho Supremo. Kramisha, suba aqui!
Todos os novatos vermelhos aplaudiram superalto quando Kramisha caminhou até as escadas para o palco. Ela usava suas botas favoritas de verniz dourado de quinze centímetros, que combinavam com a sua esvoaçante peruca dourada. Ela tinha um de seus cadernos de folhas roxas, e quando pegou o microfone que Vovó lhe ofereceu, ela abriu em uma página e se pôs de frente para nós.
— Vocês estão prontos?
— Sim — nós sete respondemos.
— Então repitam o que eu disser, e sabemos que este juramento será obrigatório a partir de agora até a sua morte.
— Uh, ou até que o nosso primeiro mandato de quatro anos acabe e as House of Night da América do Norte vote em nós para continuar em nossas posições — eu a corrigi rapidamente.
— Sim, o que Z diz — Kramisha acenou com a cabeça, totalmente inabalável.
Quando ela começou a falar as palavras do juramento, sua voz mudou, foi amplificada e parecia como se Nyx de repente soprasse seu poder pela sua voz.

Novos tempos chamam por novos lugares, novos rostos.
Equilíbrio restaurado, agora nós olhamos para frente.

Kramisha pausou. Juntos, nós sete repetimos as palavras obrigatórias de seu poema:

Nossos testes foram grandes, mas permanecemos verdadeiros.
Nossas perdas foram grandes, mas nós as superamos.

Mais uma vez ela fez uma pausa e nós repetimos suas palavras:

Hoje à noite nós nos comprometemos a ficar do lado da Luz.
Para liderar com sabedoria, amor e poder.

Enquanto eu falava as palavras com os meus seis amigos, rezei para que Nyx me ajudasse, ajudasse a eles a continuar a crescer com sabedoria, para sermos preenchidos com amor, e para sempre mostrar aos outros o respeito que mereciam enquanto eu exercesse os dons concedidos pela minha Deusa.

Observem! O novo Conselho Supremo vocês veem!
Então nós escolhemos; que assim seja!

À medida que repetimos as últimas linhas do juramento, nós sete nos levantamos e, como um, nos curvamos para a multidão, que explodiu em gritos desenfreados.
— Ok, Z. Agora, diga-lhes o resto — disse Stevie Rae. — Afinal de contas, a ideia foi sua.
Eu balancei a cabeça, novamente nervosa, mas encarei a multidão e terminei o que tinha começado.
— Como vocês sabem, estamos planejando ser um tipo totalmente novo de Conselho Supremo porque queremos que o mundo veja um tipo novo de vampiro — a multidão se acalmou instantaneamente, ouvindo atentamente. — Parte do que decidi, bem, do que nós sete decidimos, foi que não iremos ficar aqui, mantidos longe do que realmente está acontecendo no mundo lá fora.
— E crescer teias de aranha de nossos traseiros — Stevie Rae acrescentou, provocando os risos da plateia.
— Bem, sim, algo assim — concordei, sorrindo para a minha melhor amiga. — Então, a partir de amanhã, o seu Conselho Supremo sairá pelo país, visitando diversas House of Night, ouvindo os problemas e as preocupações diárias dos vampiros e novatos, assim como dos humanos que vivem em suas comunidades próximas.
Eu respirei fundo, e irrevogavelmente olhei meus amigos.
— Stevie Rae, você vai para o norte.
— Que assim seja — ela respondeu, sorrindo, embora seus olhos estivessem cheios de lágrimas.
— Damien, você vai para o leste.
— Que assim seja — ele concordou solenemente.
— Shaunee, você vai para o sul.
— Que assim seja — ela entoou.
— Shaylin, você vai para o oeste.
— Que assim seja — disse ela, sorrindo gentilmente para mim.
— E eu ficarei aqui contigo — disse Aphrodite, seu olhar sábio e constante no meu.
— Que assim seja — concordei. Virei em direção ao público e falei: — Merry meet, merry part e merry meet again. E que todos vocês abençoados sejam!
Todos aplaudiram, desta vez mais sérios do que antes. Obviamente, um monte de pessoas ficou chocada com a decisão que o Conselho e eu fizéramos, mas eu me senti bem com isso. E, a julgar pelos olhares nos rostos dos meus amigos, eles se sentiam assim também. Nós todos vimos quão bagunçadas as coisas poderiam ficar quando um Conselho Supremo perde o contato com seu povo. Estávamos decididos que não aconteceria conosco.
Mas eu tinha mais uma coisa que precisava fazer, algo que não contei aos meus amigos. Eu me virei para eles e disse:
— Gente, antes de ir, precisamos traçar o círculo pela última vez.
— Traçar um círculo? Agora, Z? — perguntou Stevie Rae.
— Sim, traçar um círculo agora. Vocês estão comigo? É mais fácil mostrar do que explicar.
— Z, se você precisa de nós, estaremos sempre com você — disse Damien.
— Eu vou guiar o Hummer até lá — disse Stark.
— Eu já peguei suas velas de ritual e as coloquei em minha cesta — disse Vovó.
— Tudo bem, vamos lá. A horda de nerds se junta outra vez — Aphrodite falou.


— Pensei que a cidade tivesse concordado em construir um muro em torno desta parte do parque para manter curiosos para fora — Aphrodite comentou, franzindo a testa na frente da gruta enegrecida de pedra selada.
— Eles concordaram. Mas eu lhes pedi para esperar até depois de hoje — expliquei.
— E então, Z? — perguntou Stevie Rae.
— Bem, é o seguinte, Aurox não me deixa — contei a eles.
— Aurox? Não é ele ali, mantendo Neferet presa? — perguntou Shaylin, apontando para a gruta.
— Ele está ali, mas também está nos meus sonhos — falei a meus amigos.
— Que tipo de sonhos? — perguntou Aphrodite.
Balancei minha cabeça.
— Eu realmente não sei. Não me lembro de nada deles, exceto que Aurox continua chamando meu nome e não importa quantas vezes eu tente responder-lhe, não consigo alcançá-lo. Mas sei que ele está ali. Sei que ele precisa de mim.
— O que você acha que isso significa? — Damien perguntou.
— Bem, acho que significa que ele está preso e eu preciso libertá-lo — falei.
— Espere, não. Se você deixá-lo sair de lá — Aphrodite empurrou o queixo para a gruta. — Neferet e seus seguidores repugnantes vão escapar.
— Na verdade, não acho que isso é o que vai acontecer. Eu não vou libertar a magia antiga de Aurox. Só vou liberar sua alma.
— Mas a alma dele já se foi. Nós a vimos naquela noite, pouco antes de ele ir para a gruta e era definitivamente Heath, que saiu do corpo do Touro — Stevie Era falou.
— Sim, aqui vai o que eu acho sobre isso, e não acredito que Aurox estava sem alma, sem Heath. Acredito que Aurox ganhou sua própria alma por causa das escolhas que fez, e é ela que está presa lá dentro — expliquei.
— E porque Thanatos está morta, você está disposta a agir em seu lugar e ajudar Aurox a passar para o Outromundo — disse Damien.
— Bem, estou disposta a tentar, se vocês me ajudarem.
— Oh, pelo amor de Deus. Trace o círculo, horda de nerds. Qual é a pior coisa que pode acontecer? As Trevas serem soltas no mundo? Mais uma vez? — Aphrodite deu um grande bocejo fingido. — Já estivemos nessa situação e chutamos o traseiro delas.
— Nós vamos ajudá-la, Z — Stevie Era falou.
— Sim, nós confiamos em você — Shaunee disse.
— Se você diz que Aurox precisa de sua ajuda, então nós estamos aqui com você — Damien concordou.
— Absolutamente — Shaylin confirmou.
— Obrigada. Estou tão malditamente orgulhosa de ser parte dessa horda de nerds — falei fungando e limpando os olhos.
— Z. Você colocou os nerds na horda. Trace o círculo antes que comece a ficar cheia de catarro — Aphrodite pediu. — E não pragueje. Nunca soa bem quando você tenta.
Sorri para ela enquanto o meu círculo se espalhava, tomando seus lugares familiares. Vovó entregou a cada um de nós as nossas velas. Fui até Damien e comecei onde tudo tinha começado, e que agora parecia ter sido há muito tempo.
— Ar está por toda parte, de modo que faz sentido que seja o primeiro elemento a ser chamado para dentro do círculo. Ar, peço que me ouça e o invoco a este círculo.
Toquei a vela amarela com o fósforo aceso, e ar soprou em torno de Damien e eu, levantando nossos cabelos.
Ele sorriu para mim, embora lágrimas se agrupassem sem se derramar de seus olhos.
— Isso foi o que você disse que na primeira vez em que chamou o ar ao nosso círculo, na primeira vez que meu elemento se manifestou para mim.
— Você se lembra! — falei, piscando com força para não chorar.
— É claro que eu me lembro. Vamos todos lembrar, Z — disse Damien.
Sorrindo através das minhas lágrimas, eu me virei para o sul e fui até Shaunee.
— Fogo me lembra as noites frias de inverno, o calor e a segurança da fogueira que aquece a cabana da minha avó. Peço que me ouça, fogo, e o invoco a este círculo.
A vela vermelha de Shaunee se inflamou antes que eu pudesse acendê-la. Ela sorriu para mim.
— Vá em frente, Z. Estamos aqui com você.
Continuei andando ao redor do círculo para Shaylin.
— Água é um alívio em um quente dia de verão em Oklahoma. É o oceano impressionante que finalmente vi, e a chuva que faz crescer nossa lavanda. Eu peço que você me ouça, água, e a invoco a este círculo.
A vela azul do Shaylin se iluminou com facilidade, e o cheiro de chuva da primavera preencheu o espaço que nos rodeava.
— Estou contente por Nyx ter me presenteado com essa afinidade — disse Shaylin. — Estou feliz de ser parte de seu círculo.
— Eu também, Shaylin — respondi.
Em seguida, me movi para ficar na frente da minha melhor amiga.
— Mais uma vez, Z. Vamos fazer isso, e fazer direito — disse Stevie Rae.
Engoli o nó que ficava tentando subir na minha garganta e continuei:
— A terra nos dá suporte e nos cerca, nós não seríamos nada sem ela. Peço que me ouça, terra, e a invoco a este círculo.
Os sons e aromas de um prado encheram o ar. Minha melhor amiga e eu sorrimos uma para a outra.
Então me movi para o centro e completei o círculo, acendendo minha vela roxa.
— O último elemento é aquele que preenche a tudo e a todos. Ele nos torna únicos e sopra vida em tudo. Peço que me ouça, espírito, e eu o invoco a este círculo.
Espírito girava em torno e através de mim quando o meu círculo foi fechado em uma luz prateada brilhante. Fechei os olhos e orei.
— Nyx, não se surpreenda ao saber que não estou realmente certa do que estou fazendo, apenas sei que preciso estar aqui. Por favor, me oriente e me fortaleça.
Abrindo os olhos, andei para ficar diante das pedras enegrecidas que tinham sido marcadas a ferro em conjunto para fechar o túmulo vivo de Neferet. Pensando em Thanatos, e lembrando do que a a vi fazer por Kalona, estendi minha mão e disse:
— Aurox! Você deve pegar minha mão!
Aconteceu muito mais rápido do que eu tinha previsto. Um globo ofuscante da cor de pedras da lua surgiu a partir do centro das rochas enegrecidas. Alongou-se e expandiu até que se tornou... Aurox!
— Ohminhadeusa, Z, você estava certa! — Stevie Rae engasgou.
— Oi — falei. — Você consegue me ver?
Eu consigo. Ele respondeu. Um sorriso brilhante iluminou seu rosto. Você me ouviu. Você voltou por mim!
— Sim, eu voltei. Não deixo parte da horda de nerds para trás.
Parte da horda nerds. Eu gosto disso. Vou me lembrar disso.
— Lembre-se de outra coisa. Lembre-se de que eu voltei por você.
Aurox parecia totalmente chocado, e, em seguida, seu sorriso estava de volta. Você realmente se importa comigo.
— Eu realmente me importo — concordei.
Do lado de fora do círculo, Stark acrescentou:
— Todos nós nos importamos de verdade, Aurox.
Aurox voltou seus olhos brilhantes para Stark. Nós ainda podemos tomar cerveja juntos algum dia?
— Com certeza! — Stark respondeu. — Da próxima vez.
Da próxima vez. Aurox repetiu. Então ele olhou para mim. E agora?
— Agora você vai parar de manter a Deusa à sua espera — eu disse. — Aqui, pegue minha mão de novo.
Eu não tenho certeza de que estou pronto.
Sorri para ele.
— Eu tenho.
Ele pegou minha mão e eu a ergui novamente, imaginando como se eu o estivesse jogando para o céu. A luz de prata que tinha nos cercando canalizou-se através de mim, e com um grande impulso de energia, Aurox foi atirado para cima.
O céu noturno acima de nós estremeceu e depois se separou como uma cortina aberta para revelar Nyx diante de um belo lago azul. Kalona estava ao seu lado, sorrindo para nós. Vi como a Deusa abriu os braços para abarcar Aurox como se ela fosse uma mãe acolhedora recebendo em casa o seu filho amado.
— Eu finalmente fiz a coisa certa! — falei, enxugando as lágrimas do meu rosto.
Antes de a cortina para o Outromundo se fechar, o olhar de Nyx foi para mim. A deusa sorriu. Ela parecia mais jovem e mais feliz do que eu já tinha visto antes. E então, muito claramente, Nyx, Deusa da noite, piscou para mim. 

27 comentários:

  1. Eu amei a serie ate o ultimo livro, acho que a autora deixou muitas lacunas sobre varias historias, mas apesar disso ainda é uma das minhas series favoritas

    ResponderExcluir
  2. gostei e não gostei:
    1 acho que o epilogo deveria ter sido um outro capitulo e o epilogo deveria zoey ter encontrado com a encarnação do heath e do aurox.
    2 ela não deu muita imporancia do heath pq?
    na parte em que os espiritos disseram que iam levar o verdadeiro amor dela ela pensou que fosse o stark mais não era o heath.
    e tambem tem um livro que nix falo pro heath que la ele ia ficar com o verdadeiro amor dele... nada disso aconteceu
    minha deusa mais eu amei essa serie bastante inovadora com conteudo diferente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, concordo quanto à parte do Heath, coitado! Tudo bem que no início da série ele não era lá essas coisas, mas melhorou tanto... morreu, e morreu de novo, e Zoey nem ligou mais

      Excluir
  3. Acho que grande parte do que devemos aprender com esse último livro é que sacrifícios são necessários. Ainda mais quando pensamos no bem maior. Ah, não posso deixar de dizer que a morte grande parte das vezes é melhor do a agonia da vida, e era isso que Heath vivia, creio eu. Preso no corpo que não é o dele, tudo isso por quem ama, a missão dele foi cumprida, ele foi em paz. Acho que não devemos dizer que a a Zoey "não ligou mais". Ela apenas seguiu em frente.
    Enfim, amei o livro, obrigada por disponibilizá-los à nós, Karina. Gratidão!

    ResponderExcluir
  4. Chorando litros aqui com esse final mds como amo essa série...Não consigo pensar que acabou na minha cabeça tenho que clicar em próximo capítulo e continuar lendo mas não da então simplesmente digo que eu amo demais essa série❤

    ResponderExcluir
  5. Caramba… Anos acompanhando essa série,ainda não caiu a ficha que acabou. Me emocionou bastante… Obrigada por ter postado, Karina :)

    ResponderExcluir
  6. Gente acabou!
    Depois de tanto tempo tantas noites em claro lendo alucinadamente acabou e deixouum delicioso gostinho fde quero mais.
    quero mais.
    quero mais Zoey e seus lindos namorados, heart Stark Erick Aurox.
    Quero mais Aphrodite e Dárius.
    Quero mais Stevie Rae e Raphem.
    Quero mais horda de nerds.
    Quero mais...

    ResponderExcluir
  7. Nem acredito que acabou, não sei como vou lidar com isso, já estou com saudades .. Amo muito essa série, quero maais.
    Chorando rios aqui. Enfim ameei o livro.

    ResponderExcluir
  8. To chocada...... Ficha ainda não caiu

    ResponderExcluir
  9. Eu sinceramente adorei a série mas n gostei mt do final.
    Não sabemos se Erick e Shaunee realmente ficaram juntos
    A parte do Jack também pois ele iria encontrar Daimem novamente mas não lembro dele ser citado parece q foi esquecido. Também tem Erin sabe Eles mereciam ter sido citados na parte final pois eram especiais bom pelo menos pra min e a última coisa Neferet foi derrotada muito fácil ñ acham? Enfim no geral foi uma das melhores sagas que ja li

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luanaroque13@gmai.com6 de agosto de 2016 07:42

      Concordo com vc tbm não gostei muito do final deveriam ter citado os outros personagens que foram especiais e morrram e tbm acho quem Neferet foi derrotada muito facil podia ter dado um pouco mais de trabalho para dar mais impacto no final mais amei muito a seri tbm muito obrigada Karina

      Excluir
    2. concordo com vc é como se tivessem ficado lacunaa.

      Excluir
  10. E mais uma coisa apos reler o capítulo oq acontece com os filhos de Kalona

    ResponderExcluir
  11. Agora é o fim de verdade verdadeira, fala serio.

    ResponderExcluir
  12. EU amei a série inteira, mais faltou algumas explicações.
    1eles deveriam ter contado o que aconteceu com os outros filhos de Kalona
    2 e o raphim deveria ter se tornado garoto completo no ultimo livro
    3 e eles deveriam ter mencionado os outros personagens,erim , Jack
    na minha opinião, eles deveriam ter dado essa explicações, pra jente saber que foi realmente um final feliz e completo. mais mesmo assim a série inteira foi show,e seria legal se a autora fizesse a continuação da morada da noite, com a neferet escapando ou melhor ainda já pensou se em cada país que a a horda de nerd está um mal é despertado. iria ser legal! e esse site é muito maneiro e fácil de ler obrigada Karina.e eu queria pedir um favor, será que vcs poderiam publicar o livro a série do sussuro hush hush é um livro muito legal e dá até pra competir com marcada! seria bem legal,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gostei da ideia de um mal desperta em cada house of night

      Excluir
  13. Chorei rios ameei, caramba zoey ganhou outra afinidade?
    Sortudaa rsrs essa foiii a melhor serie q ja li KARINA obg por posta essa serie , eu tava ficando piradinha pq aqui na minha cidade nso encontrei Traida . . .

    ResponderExcluir
  14. Oi li todos os livros e amei,muito obrigado por posta - lo. Vou começa outra série agora Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Amei chorei bastante também

    ResponderExcluir
  16. Kalona antes de morrer pede para rephaim cuidar de seus irmãos

    ResponderExcluir
  17. E quanto ao sacrifício que Stevie Rae fez para o touro preto? Foi dito e eu não reparei?

    ResponderExcluir
  18. 😭😭😭 Quero mais.....
    Amei os livros!!! Poderia ter mais uns dois capítulos para ficar mais explicado. Mas tudo bem! Feliz!

    ResponderExcluir
  19. affss caboo,acho q deveria ter os doze filmes conforme os livros ia ser tão top

    ResponderExcluir
  20. luanaroque13@gmai.com6 de agosto de 2016 09:07

    Putz a ficha ainda não caiu fiquei madrugadas acordada lendo e agora quando escrevo é com lagrimas nos olhos amei a seri não posso acreditar mais tbm tem coisas que acho que estao faltando como as participações de personagens que ja foram especiais

    ResponderExcluir
  21. Putz estou quase chorando passei madrugadas acordada des de o final do ano passado lendo essa seri não posso acreditar que acabou preciso de mais desses livros não posso ficar sem eles eu amei esses livro quase que minhas notas cairam pq eu não queria eatudar eu quero ler sobre a Zoy, sobre a Stve Rae, sobre o Damin, sobrea Shaunne e sobrea Sheilyn não estou mais aguentando. Quando comecie a ler a seri achei facinante e muiinto interessante tipo é outro tipo de vampiro que pra mim era desconhecido eu amei e depois que eu li o decimo primeiro livro fiquei louca pelo ultimo livro mais não conseguia achar em lugar nenhum quase fiquei isolada não queria sair de Casa mais tive que continuar mi.ha vida edepois de muito tempo procurando pela internet eu achei e li, li tao rapido que nem vi os capitulos passarem e agora que acabou o que vou ler? Tbm achei que faltou falare dos personagens que foram especiais e que morreram e Neferet deveria ter cido derrotada mais lentamente assim teria dado mais impacto no final mais mesmo assim amei a serie vou ficar com um buraco em minha vida mais obrigado Karina por não ter me deichado enlouqueser por ter
    me dado
    ais alguns dias de felicidade e por ter postado esse livro amei o livro muiiiiiiiiiiiinto obrigado mesmo Karina vc é mi.ha eroina amo vc por isso.
    Ass. Luanaroque

    ResponderExcluir
  22. Na boa depois q HEATH morreu a serie ficou muito ruim,pq nada subistitui o amor verdadeiro q eu acreditava q existia so com HEATH e Z.A autora deveria ter dado + importancia a esse amor que era linduuu..

    ResponderExcluir
  23. Agora sim. Esse que é um final digno da House of Nighit

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!