18 de outubro de 2015

Cinquenta - Nada de spoilers. Thor está muito atrasado nas suas séries preferidas

É. NÓS MATAMOS os bodes.
Thor jurou que eles ressuscitariam novinhos em folha na manhã seguinte, desde que não quebrássemos nenhum osso. Otis me garantiu que a morte frequente era boa para a terapia de exposição que fazia. Marvin rosnou e disse para eu acabar logo com aquilo e parar de fazer manha.
Foi bem mais fácil matar Marvin.
Depois de dois anos morando na rua, eu achava que sabia o quanto podia ser difícil manter meu estômago cheio, mas tenho que dizer: matar e estripar um animal para o meu próprio jantar foi uma experiência nova. Vocês acham nojento tirar um sanduíche meio comido de uma lata de lixo? Experimentem arrancar a pele de um bode, cortá-lo em pedaços, fazer uma fogueira e cozinhar a carne em um espeto enquanto tenta ignorar as cabeças dos bodes olhando para você da pilha de lixo.
Talvez esse tipo de experiência me fizesse ter vontade de virar vegetariano. Mas não. Assim que senti o cheiro da carne cozinhando, minha fome assumiu o comando. Esqueci os horrores da matança do bode. Os kebabs de Otis foram a melhor coisa que já comi.
Durante o jantar, Thor ficou falando sobre gigantes, Jötunheim e as séries de TV de Midgard, que, por algum motivo, ele acompanhava religiosamente. (Posso dizer que um deus nórdico fazia alguma coisa religiosamente?)
— Gigantes! — Ele balançou a cabeça com repulsa. — Depois de tantos séculos, era de se pensar que teriam aprendido a parar de invadir Midgard. Mas não! Eles são como... como é mesmo o nome? A Liga de Assassinos de Arrow! Sempre voltam! Como se eu fosse deixar alguma coisa acontecer com os humanos! Vocês são minha espécie favorita!
Ele deu um tapinha na minha bochecha. Felizmente, tinha tirado as luvas de ferro, senão teria quebrado meu maxilar. Infelizmente, o deus não tinha lavado as mãos depois de estripar os bodes.
Hearthstone estava sentado perto da fogueira, mordiscando um pedaço da anca de Marvin. Tinha recuperado parte da força, mas, cada vez que eu olhava para ele, precisava me segurar para não chorar. Eu queria abraçar o coitado, fazer biscoitos para ele e dizer o quanto lamentava a infância horrível que teve, mas sabia que ele não ia querer que eu sentisse pena. Hearth não ia querer que eu começasse a tratá-lo de maneira diferente.
Mesmo assim... a runa do cálice vazio pesava muito no bolso da minha jaqueta.
Sam ficou mais afastada de nós, o mais longe de Thor que conseguiu. Falou pouco e não fez movimentos repentinos, o que queria dizer que a maior parte da atenção de Thor estava voltada para mim.
Tudo que o deus do trovão fazia era com vontade. Ele adorava assar os bodes. Adorava comer carne e beber hidromel. Adorava contar histórias. E adorava peidar. Caramba, como ele gostava de peidar. Quando ficava empolgado, fagulhas de eletricidade voavam das mãos dele, dos ouvidos e... bem, vou deixar o resto para sua imaginação.
Diferente da versão do cinema, não havia nada de elegante em Thor. O rosto era bonito de um jeito bruto, como se ele tivesse passado anos treinando em um ringue de boxe. A cota de malha estava imunda, e o colete e a calça de couro, gastos até a cor de neve suja. Tatuagens cobriam os braços musculosos do deus. No bíceps esquerdo, havia o nome SIF inscrito dentro de um coração. Ao redor do antebraço direito, uma Serpente do Mundo estilizada se enrolava. Sobre as falanges das duas mãos, em letra de forma, vi os nomes MAGNI e MÓDI. Primeiro, fiquei nervoso com o nome Magni, porque era parecido demais com Magnus (a última coisa que eu queria era meu nome tatuado na mão do deus do trovão), mas Sam me garantiu que era um nome totalmente diferente.
Thor me presenteou com suas teorias sobre quem venceria em uma disputa mortal hipotética entre Daryl de The Walking Dead e Mike de Breaking Bad. Quando eu era apenas um mendigo em Boston, ficaria feliz em falar sobre séries de TV durante horas só para passar o tempo, mas agora eu tinha uma missão. Perdemos um dia inteiro inconscientes. Especular sobre as séries que estreariam no próximo mês não significaria muito se o mundo fosse consumido em chamas dali a três dias.
Ainda assim, Thor estava se divertindo tanto que era difícil mudar de assunto.
— O que você acha? — perguntou ele. — Qual é o melhor vilão das séries do momento?
— Hã... uau, essa é difícil. — Eu apontei para os dedos dele. — Quem são Magni e Módi?
— Meus filhos! — Thor abriu um sorriso. Com gordura de bode na barba e as faíscas elétricas imprevisíveis voando dos dedos, fiquei com medo de ele pegar fogo. — Tenho muitos filhos, é claro, mas eles são meus favoritos.
— Ah, é? — perguntei. — Quantos anos eles têm?
Ele franziu a testa.
— Ah, isso é meio constrangedor, mas não sei. Talvez ainda nem tenham nascido.
— Como...?
— Magnus — interrompeu Sam. — Os dois filhos de lorde Thor, Magni e Módi, estão destinados a sobreviver ao Ragnarök. Os nomes deles aparecem nas profecias das Nornas.
— Isso mesmo! — Thor se inclinou na direção de Sam. — Qual é seu nome mesmo?
— Hã... Sam, meu senhor.
— Você tem uma aura familiar, garota. — O deus franziu as sobrancelhas ruivas. — Por que será?
— Porque eu era valquíria...? — Sam recuou um pouco mais.
— Ah. Deve ser isso. — Thor deu de ombros. — Você vai ter que me desculpar. Estive em três mil quinhentas e seis batalhas consecutivas no front leste para manter os gigantes longe. Fico meio estressado às vezes.
Hearthstone sinalizou: E cheio de gases.
Thor arrotou.
— O que o elfo disse? Não entendo linguagem de gestos.
— Hã, ele estava querendo saber como você acompanha todas essas séries — menti — considerando que passa tanto tempo em batalha.
Thor riu.
— Eu tenho que fazer alguma coisa para me manter são!
Hearthstone sinalizou: E está funcionando?
— O elfo concorda! — Thor tentou adivinhar. — Posso ver meus programas em qualquer lugar, ou pelo menos podia. Dentre seus muitos poderes, meu martelo, Mjölnir, tinha serviço excelente e resolução HD em qualquer um dos nove mundos.
— Tinha, no passado? — perguntou Sam.
Thor pigarreou alto.
— Mas chega de falar de televisão! Como está a carne? Vocês não quebraram nenhum osso, não é?
Sam e eu trocamos olhares. Quando nos apresentamos para o deus, achei estranho Thor não estar com o martelo. Era a arma dele. Achei que talvez estivesse disfarçada, como minha espada. Agora, eu estava começando a questionar isso. Mas o olhar penetrante e os olhos injetados me fizeram pensar que talvez fosse perigoso perguntar.
— Hã, não, senhor — respondi. — Nós não quebramos nenhum osso. Mas, teoricamente, o que aconteceria se quebrássemos?
— Os bodes ressuscitariam machucados — contou ele. — Os ossos demorariam muito para curar e isso seria bem irritante. Aí, eu teria que matar você ou transformá-lo em meu escravo pelo resto da vida.
Hearthstone sinalizou: Esse deus é louco.
— Você está certo, Sr. Elfo — disse Thor. — É uma punição justa! Foi assim que consegui meu servo, Thjálfi. — Thor balançou a cabeça. — Pobre garoto. As batalhas estavam começando a lhe fazer mal. Agora ele está de licença. Seria útil ter outro escravo...
Ele me lançou um olhar avaliador.
— Então... — Coloquei de lado minha carne de bode. — Como você foi parar no rio e por que a giganta estava tentando afogar você?
— Ah, ela. — Thor olhou com raiva para o corpo do tamanho de um bairro no meio do pântano gelado. — Ela é filha de Geirröd, um dos meus antigos inimigos. Odeio aquele cara. Ele sempre manda as filhas para me matar. — Thor apontou para os penhascos. — Eu estava indo para a fortaleza dele para ver se... Bem, não importa. Obrigado pela ajuda. Era a espada de Frey, não era?
— Sim. Jacques está em algum lugar por aqui.
Eu assobiei. Jacques veio flutuando.
— Oi, Thor — cumprimentou a espada. — Quanto tempo.
— Rá! — O deus bateu palmas de prazer. — Achei que tinha reconhecido você. Mas seu nome não é Sumarbrander? Por que o humano chamou você de Jarvik?
— Jacques — corrigiu a espada.
— Yak.
— Não — disse a espada com paciência. — Jacques, com sotaque francês.
— Tá, tanto faz. Bom trabalho com a giganta.
— Você sabe o que dizem — falou Jacques com arrogância. — Quanto maior são, mais fácil é entrar voando pela cavidade nasal.
— Verdade — concordou Thor. — Mas achei que você estivesse perdido. Como foi parar com esse pessoal esquisito?
Nós é que somos esquisitos?, disse Hearthstone.
— Lorde Thor — começou Sam — nós viemos procurar o senhor. Precisamos de sua ajuda, como Magnus vai explicar.
Ela ficou me olhando como quem diz: Se souber o que é bom para ele.
Contei a Thor sobre a profecia das Nornas, dali a nove dias, o sol indo para o leste, Surt queimando tudo, o lobo Fenrir, dentes horríveis, comendo o mundo etc.
Thor ficou agitado. Fagulhas voaram dos cotovelos. Ele se levantou e começou a andar de um lado para outro, dando socos nas árvores próximas de tempos em tempos.
— Você quer que eu diga onde fica a ilha — deduziu.
— Isso seria ótimo.
— Mas não posso — murmurou Thor, baixinho. — Não posso mandar mortais aleatórios em passeios de observação de lobos. É perigoso demais. Mas o Ragnarök... Não estou pronto. Não. A não ser... — Ele parou e se virou para nós com um brilho ansioso nos olhos. — Talvez seja por isso que vocês estão aqui.
Não estou gostando disso, sinalizou Hearthstone.
Thor assentiu.
— O elfo concorda! Vocês estão aqui para me ajudar!
— Exatamente! — exclama Jacques, vibrando de empolgação. — Vamos ajudar, seja lá no que for!
Tive um desejo repentino de me esconder atrás das carcaças dos bodes. Qualquer coisa com que o deus do trovão e a Espada do Verão concordassem era algo de que eu não queria fazer parte.
Sam prendeu o machado na cintura, como se previsse precisar dele logo.
— Deixe que eu adivinhe, lorde Thor: você perdeu seu martelo de novo.
— Eu não falei isso! — Thor balançou o dedo para ela. — Você não ouviu isso de mim. Porque, se fosse verdade, hipoteticamente falando, e a notícia se espalhasse, os gigantes invadiriam Midgard na mesma hora! Vocês, mortais, não sabem com que frequência eu salvo vocês. Minha reputação por si só já deixa a maioria dos gigantes com medo demais para atacar seu mundo.
— Espere aí. O que Sam quer dizer com de novo? Você já perdeu seu martelo antes?
— Só uma vez — disse Thor. — Mentira, duas. Três se você contar essa, mas não devia, porque não estou admitindo que o martelo sumiu.
— Certo... — concordei. — E como você o perdeu?
— Não sei! — Thor começou a andar de um lado para outro de novo, com o cabelo ruivo e comprido soltando fagulhas e estalando. — Foi só... Puf! Eu tentei refazer meus passos. Tentei o aplicativo Encontre Meu Martelo, mas não funcionou!
— Seu martelo não é a arma mais poderosa do universo? — perguntei.
— É!
— Achei que era tão pesado que ninguém além de você conseguisse levantar.
— Verdade. Até eu preciso da força das luvas de ferro para levantá-lo! Mas os gigantes são astutos. São grandes e fortes e têm magia. Com eles, muitas coisas impossíveis são possíveis.
Pensei na águia Big Boy e na facilidade com que me enganou.
— É, eu entendo. Era por isso que você estava indo atrás de A-Rod?
— Geirröd — corrigiu Thor. — Sim. Ele é um provável suspeito. Mesmo que não esteja com ele, talvez saiba quem o roubou. Além do mais, sem meu martelo, não posso ver minhas séries. Estou uma temporada atrasado em Sherlock e isso está me matando! Eu estava pronto para ir à fortaleza de Geirröd, mas estou feliz de vocês terem se oferecido para ir em meu lugar!
Nós nos oferecemos?, perguntou Hearthstone.
— Esse é o espírito, Sr. Elfo! Fico feliz de você estar pronto para morrer pela minha causa!
Não mesmo, sinalizou Hearth.
— Vão até a fortaleza de Geirröd e procurem meu martelo. É claro que é importante vocês não deixarem ninguém saber que ele sumiu. Se Geirröd não estiver com ele, não queremos que saiba que eu não estou. Mas se não estiver mesmo com o martelo, perguntem se ele sabe com quem está, mas, é claro, sem admitir que o perdi.
Samirah apertou as têmporas com os dedos.
— Estou ficando com dor de cabeça. Lorde Thor, como devemos encontrar seu martelo se não podemos mencionar...
— Vocês vão dar um jeito! — encorajou ele. — Humanos são inteligentes. Depois que tiverem determinado a verdade, vou saber que vocês são dignos de encarar o lobo Fenrir. Vou dar a localização da ilha e vocês poderão impedir o Ragnarök. Se me ajudarem, eu ajudo vocês.
Parecia mais se me ajudarem, vocês vão me ajudar um pouco mais, mas eu duvidava que houvesse um jeito educado de recusar sem levar um soco de luva de ferro na cara.
Sam devia estar pensando a mesma coisa. O rosto dela ficou do mesmo tom de verde do hijab.
— Lorde Thor — disse ela — invadir a fortaleza de um gigante com apenas três pessoas seria...
Suicídio, sinalizou Hearthstone. Burrice.
— Complicado — concluiu Sam.
Nessa hora, um pinheiro próximo tremeu. Blitzen caiu dos galhos e mergulhou até a cintura em uma pilha de neve derretida.
Hearthstone foi até lá e o ajudou a sair.
— Obrigado, amigão — disse Blitz. — Viagem idiota pela árvore. Onde...?
— É amigo de vocês? — Thor levantou um punho coberto de metal. — Ou devo...?
— Não! Quer dizer, sim, ele é nosso amigo. Blitzen, Thor. Thor, Blitzen.
— Thor? — Blitzen fez uma reverência tão profunda que pareceu que estava tentado desviar de um golpe. — É uma honra. De verdade. Oi. Uau!
— Muito bem, então! — O deus do trovão sorriu. — Vocês têm quatro pessoas para invadir a fortaleza do gigante! Amigo anão, coma da minha carne de bode e aproveite minha fogueira. Quanto a mim, depois de ficar tanto tempo preso naquele rio, vou deitar cedo. De manhã, vocês podem partir para procurar meu martelo, que, é claro, não está desaparecido oficialmente!
Thor foi até a cama de peles, se jogou nela e começou a roncar com tanto gosto quanto peidava.
Blitzen franziu a testa para mim.
— Em que enrascada você nos meteu?
— É uma longa história — expliquei. — Aqui, coma um pouco de Marvin.

37 comentários:

  1. A sorte deles é que Thor não assiste Game of Throneskkk

    ResponderExcluir
  2. Velho o Thor curte Arrow, Arrow cara! Tipo eu não curto muito (prefiro The Flash ou Agente Carter ) mas que se foda ele curte Arrow

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que foda VC curte agent Carter
      (Meu top 3 e agent Carter, agents of shields e how i met your mother)

      Excluir
    2. Meu top 3 é Agent Carter, How to get Away With murder e how I met your mother ^_^

      Excluir
    3. Meu top 3 três é Game of thrones, Game of thrones e... a é Game of thrones, é são só essas mesmo. :3

      Excluir
  3. Se eu não estivesse atrasado em Sherlock eu teria rido

    ResponderExcluir
  4. Esse capítulo ficou parecendo o episódio que Ares manda o Percy em uma missão pra depois dar o q o Percy precisava.

    ResponderExcluir
  5. Isso é repetitivo, fazer favores para deuses, pra conseguir o que quer. Já achei chato o Percy fazendo pro Ares, não mudou muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. deuses são assim ,até mesmo nos velhos contos viviam fazendo isso

      Excluir
  6. O Thor e o Hearth juntos é engraçado ri de mais nesse capítulo kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. Tio rick sempre surpreendendo
    Espero que ninguem da Marvel leia isso. Tipo, Arrow (que eu amooo) é da DC , tio Rick é muito troll mesmo
    Quero mais Annabeth # saudades do precy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tio Rick troll
      chorando de rir

      ~coruja

      Excluir
    2. Arrow é da dc? Kkkkkkk entendi... Thor, q foi "adotado" pela marvel curtindo dc..

      Excluir
    3. Nossa, o que eu mais quero é o diretor do Thor 3 (que se por sinal se chama Ragnarok) leia isso! Quero um Thor viciado em série assistindo Sherlock com a Darcy!

      Excluir
  8. Ishii, melhor estar atrasado mesmo em Sherlock, a próxima temporada só vai ser lançada em 2017. Aproveita pra ver o especial de natal em 2016.

    ResponderExcluir
  9. Eu pensei que não existia ninguém pior que Ares
    Thor o superou com esse célebro minusculo

    ResponderExcluir
  10. Thor, a mistura perfeita entre Apolo piadista e Ares imbecil.
    É por isso que eu prefiro Loki <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apolo + Ares = Thor

      ~coruja

      Excluir
    2. Ares n é imbecil! Vc desonrou meu pai, agora vai perecer pela fúria de uma filha de Ares, MORRA!!!!!!

      (finge q tá morrendo. Eu concordo cm vc mas se meu souber disso eu já era)

      Excluir
    3. hahahahahahahaahahaahahahaha... essa foi boa Killer, e concordo com vc Thais.

      Excluir
  11. Cinquenta - Nada de spoilers. Thor está muito atrasado nas suas séries preferidas

    Isso me definiu completamente,so que em séries de livros.

    ResponderExcluir
  12. KKKKKKKKKKK AMEI O THORRRR
    Tipo o Loki é todo "não me subestime pq se não eu te mato" ou sla o que ( mas ainda assim é altamente divosamente divosooooooo) e o Thor CURTE ARROW MANO KRL ELE ER MT ENGRA E PEIDA PRA KRL KKKKKKKKKKKKKK RINDO ATÉ PORCOS VOAREM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. em Percy Jackson e o Ultimo Olimpiano não tem um porco que voa ?

      ~coruja

      Excluir
    2. Então Sr. Anônimo, pode parar de rir

      Excluir
  13. A Liga de Assassinos de Arrow! Caramba! O Rick mencionou arrow!!! To tão feliz!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  14. Só eu que pensei no Percy partindo em busca do Raio mestre de Zeus ??

    ResponderExcluir
  15. — Foi só... Puf! Eu tentei refazer meus passos. Tentei o aplicativo Encontre Meu Martelo, mas não funcionou!
    Kkkkkkkk preciso de um aplicativo desses, mas não pra encontrar meu martelo, pra encontrar meu dinheiro Kkkkk

    Tio Rick sempre surpreendendo, amei esse capítulo! Só o título me fez rir por um tempão Kkkkk

    ResponderExcluir
  16. Cara, Thor assistindo Arrow? The Walking Dead?!? Só falta o Magnus assistir The Big Bang Theory kkkkkn (amo essa série (^_^) Sou Nerd, me Processem!

    ResponderExcluir
  17. Thor é tão divoso... ou n. Prefiro Loki. Amem o Loki. VIDA LONGE AO LOKI!

    ResponderExcluir
  18. — Rá! — O deus bateu palmas de prazer. — Achei que tinha reconhecido você. Mas seu nome não é Sumarbrander? Por que o humano chamou você de Jarvik?
    Hum, não é Summerbrander, Karina?

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!