8 de outubro de 2015

Capítulo 7 - Zoey

— Zoey, você me ouviu?
Percebi que enquanto eu estava escovando Persephone freneticamente, Lenobia tinha entrado na baia e falado comigo. Bem, quero dizer, eu reparei que ela havia dito alguma coisa em voz alta para mim. Mas eu não ouvi o que ela disse de fato. Suspirei e me virei para encarar a Mestra dos Cavalos, encostando-me no dorso quente e robusto da égua, tentando extrair calma e energia da sua presença familiar.
 Não, desculpe. Eu não estava prestando atenção. Estou muito distraída. O que você disse?
 Eu perguntei o que você sabe sobre esse garoto Aurox.
 Nada, exceto que eu posso jurar a você que ele não é só um garoto — respondi.
 Sim. Já estão se espalhando no campus que ele é um transmorfo.
Senti meus olhos se arregalarem de verdade.
 Sério? Essas coisas existem? Como Sam e sua mãe grosseirona e louca e seu irmão?
 Sam?
 True Blood  expliquei.  Eles são transmorfos. Eles podem se transformar em qualquer coisa que eles veem. Eu acho. Mas imagino que eles não podem se transformar em objetos inanimados. Caramba, eu preciso ler esses livros para entender a coisa direito. Enfim, de novo, essas coisas existem?
 Z
 Ah, eu não vejo TV. Nunca adquiri esse hábito. Também vou ter que ler os livros de True Blood.
 Na verdade, os livros chamam As Crônicas de Sookie Stackhouse e foram escritos por uma autora humana legal chamada Charlaine Harris  percebi o olhar de Lenobia e acrescentei rapidamente.  Desculpe, não é sobre isso que você quer falar. Qual é a questão?
 Minha questão volta para a pergunta anterior, existe um monte de coisas por aí, tanto neste mundo como no Outromundo.
Eu engoli em seco.
 Sei disso. Principalmente a parte do Outromundo.
 Isso posto, muitas culturas têm evidências de transmorfos nas suas lendas e na sua mitologia. Isso é um índice de que pelo menos algumas dessas historias devem ser baseadas em fatos reais.
 Não consigo imaginar se isso é bom ou mau  eu disse.
 Acho que o melhor que podemos esperar é que eles sejam como nós, bons ou maus dependendo de cada individuo. O que me leva à minha próxima pergunta. Junto com os boatos sobre Aurox e sua capacidade de pelo menos parecer ser capaz de mudar de forma, estão dizendo que você teve uma reação muito forte a ele. É verdade?
Senti minhas bochechas se esquentando.
 Infelizmente, sim. Fiz papel de idiota na frente da maioria da escola. De novo.
 Por quê? Se você sabe melhor do que ninguém como Neferet pode ser perigosamente manipuladora, por que você iria confrontá-la publicamente dessa forma?
 Porque eu sou uma idiota  respondi desolada.
 Não  ela sorriu gentilmente.  Você definitivamente não é uma idiota, e é por isso que eu quis falar com você sobre isso. Sozinha. Acho que você deve disfarçar sua reação a Aurox, talvez mesmo para os seus amigos mais próximos. Guarde o que você está sentindo para você mesma. Faça cara de pôquer.
 Cara de pôquer? Desculpe, eu só sei jogar damas.
— Fazer cara de pôquer significa controlar a sua reação sobre o que você está vendo e como você se sente sobre isso, de modo que ninguém que a esteja observando perceba nada.
 Por quê? — agora ela realmente tinha conseguido a minha atenção.
Não era típico de Lenobia (ou de qualquer vampiro sensato) pedir a um calouro para guardar seus segredos.
Os olhos dela encontraram os meus e eu fiquei novamente espantada com o tom cinzento incomum deles. Era como se houvesse nuvens de tempestade dentro deles.
 Eu aprendi muito jovem que o mal às vezes gosta de se gabar, mesmo quando seria melhor uma atitude mais discreta. Pela minha experiência, a verdadeira batalha das Trevas não é contra a Luz e a força do amor, de verdade e lealdade. Acho que a maior ameaça ao mal vem do seu próprio orgulho, arrogância e ganância. Nunca vi um brigão que não tripudia ou um ladrão que não se vangloria. É por isso que eles acabam pegos. As Trevas poderiam realizar muito melhor seu trabalho destrutivo se fossem, digamos, mais circunspectas.
 Mas é da natureza das Trevas se gabar e tripudiar, então as Trevas percebem quanto alguém chama atenção para as suas ações e tal  eu disse, finalmente entendendo o que ela queria dizer.  O que significa que, quando alguém que está lutando pelo bem fica quieto, observa e espera pelo momento certo para agir, o mal é pego desprevenido.
 E é pego despreparado para a força que vem da honestidade, da serenidade e da determinação serena  Lenobia completou.
Respirei fundo, olhei em volta para ter certeza de quem ninguém estava espreitando fora da baia de Persephone e então falei em voz baixa para Lenobia:
 No instante em que eu vi Aurox, minha pedra vidente esquentou. Nas duas vezes em que isso aconteceu antes, a magia antiga estava presente  eu hesitei e então admiti.  Na noite passada, eu olhei através da pedra vidente e vi uma coisa estranha em volta de Stark. Isso me assustou.
 O que Stark disse sobre isso?
 Eu, hã, não contei para ele.
— Não? Por quê?
 Bem, primeiro porque na hora ele me distraiu  continuei apressada, sabendo que eu estava ficando vermelha.  E desde então eu não sei por que não disse nada  pensei então na quase briga que havíamos tido a caminho da escola.  Não, espere, eu sei por quê. Desde toda aquela historia do Outromundo, as coisas entre mim e Stark não são as mesmas. Em parte isso é bom, estamos realmente mais próximos. Mas em parte é estranho também.
Lenobia concordou com a cabeça.
 É compreensível. Uma experiência dessa magnitude pela qual vocês dois passaram deve mesmo mudar a dinâmica de um relacionamento. E ver de relance alguma magia antiga ligada a Stark pode ser simplesmente um resquício do período em que ele ficou no Outromundo  ela sorriu.  Imagino que, se você pudesse olhar através da pedra vidente para si mesma, poderia ver...
 Ah, de jeito nenhum! Não quero ver nada pairando em volta de mim!
O sorriso de Lenobia se esvaeceu.
 Você pareceu amedrontada.
 Estou apavorada, sem dúvida. Acho que já estou farta de magia antiga, do Outromundo e de todas essas coisas por um bom tempo.
 Ah, entendo. Se Aurox carrega traços de magia antiga, é por isso que a presença dele te afeta tanto.
 Ele definitivamente me faz sentir esquisita, mesmo antes de eu vê-lo se transformar em um touro.
 Esquisita? Como se você tivesse com medo também?
 É, mas eu também tive uma sensação estranha de surpresa, como se a minha intuição estivesse vendo algo que a minha mente não conseguiu captar. E então eu fique super ansiosa. Tem alguma coisa errada com aquele cara, Lenobia, e é uma coisa muito, muito antiga.
 Mas você sabe que ele parece um adolescente bonito para o resto do mundo?
— Sim, eu acho  então bufei.  Gostaria de levá-lo até Skye e descobrir o que aquela parte do resto do mundo vê quando olha para ele.
 Sua pedra vidente veio de Skye?
— Sim, a rainha deu a pedra para mim. Ela disse que, se houver magia antiga por perto quando eu olhar através dela, posso vê-la  pensei e Stark, em vultos e em coisas arrepiantes.  Lidar com o que eu posso ver com meus próprios olhos é mais que o bastante para mim. Não quero mais olhar através da pedra vidente de novo  balancei a cabeça, envergonhada da minha fraqueza.  Desculpe. Sou tão criançona. Eu não deveria estar com tanto medo. Eu deveria ter olhado para Aurox através dessa pedra idiota.
 E o que teria acontecido se você tivesse visto algo terrível? Todo mundo que olha através da pedra pode ver a magia antiga?
 Não  enxuguei lágrimas nas minhas bochechas.  É um dom que só algumas Grandes Sacerdotisas têm.
 Então, se você tivesse visto algo das Trevas através da pedra, contasse para todo mundo e dependesse da pedra para mostrar a todos o que você estava vendo, você não teria nenhuma prova real?
 Sim, é isso aí. Eu estaria e estou ferrada.
 Não, você foi sábia de ouvir seus instintos. Algo está muito errado com esse fantoche de Neferet. Você percebeu isso no mesmo instante em que o viu, e por causa disso você não podia ficar lá parada, de boca fechada, fingindo ser uma garota insípida.
Tomei nota mentalmente para me lembrar de procurar “insípida” no dicionário ou pedir para Damien uma definição rápida da palavra. Lenobia não havia acabado. Ela continuou a falar seriamente:
 Quero que você passe algum tempo pensando em Aurox. Preste atenção em como se sente e exatamente o que você percebe na próxima vez que você o vir; mas repare nessas coisas em silêncio. Mantenha sua cara de pôquer. Não deixe ninguém saber o que está se passando por baixo desse lindo rosto de adolescente.
 Você não acha que eu devo olhar para ele através da minha pedra vidente?
 Não até que deixe de ter tanto medo do que pode ver. Quando seus instintos disserem que é a hora certa, então, só então, você deve olhar.
 E sobre Stark?  perguntei sem fôlego.
 Stark está comprometido com você e com nossa Deusa. Acho que é uma coisa boa a magia antiga estar ligada a ele. Pare de se preocupar com o seu guerreiro, ele pode sentir e isso não vai fazer bem para ele.
 Sim, ok, isso faz sentido. Então, o fato de eu estar super aliviada por não precisar olhar através da pedra vidente não faz de mim uma criançona ou uma covarde?
Ela sorriu.
 Não, nem uma idiota. Você é uma Alta Sacerdotisa Caloura, a primeira da história, e você está simplesmente tentando encontrar seu caminho em um mundo muito confuso.
 Você é realmente sábia — afirmei.
 Não, eu só sou muito velha.
Então eu ri junto, pois, apesar de eu saber que ela tinha uns cem anos, Lenobia parecia ter uns trinta.
 Bem, você parece ter uns vinte e poucos anos — menti  o que faz com que você seja apenas velha, e não muito velha.
 Vinte e poucos anos! Com essa sua habilidade de dissimular, você vai se sair muito bem guardando seus pensamentos sobre Aurox para si mesma — Lenobia disse. Então eu juro que ela deu uma risadinha típica de adolescente, o que realmente a fez parecer super jovem.  Vinte e poucos! Eu não tenho essa idade há mais de dois séculos!
 Qual é o seu segredo? Botox e injeções labiais? — perguntei, dando risadinhas com ela.
 Sangue B negativo e protetor solar  ela respondeu.
 Ei, você, desculpem interromper  a cabeça loira de Stevie Rae apareceu no nosso campo de visão quando ela espiou dentro da baia.
 Você não está interrompendo, Stevie Rae  Lenobia disse ainda sorrindo. — Venha, junte-se a nós. Estamos apenas falando sobre como envelhecer bem.
 Minha mãe sempre diz que oito horas de sono por dia, beber muita água e não ter nenhum filho é uma receita anti-idade melhor do que qualquer uma que um médico ou a L’Oreal possam inventar  ela abriu o sorriso para Lenobia e então deu um olhar preocupado para Persephone.  E obrigada por me convidar para entrar, mas vou ficar aqui fora. Não gostamos muito de cavalos. Sem ofensas; eles são muito grandes.
 Sem problemas  Lenobia respondeu.  Os guerreiros precisam de algo?
— Não. A arena é ótima para as aulas. Eles estão tendo um monte de diversão masculina, o que significa que eles estão se batendo com espadas de madeira e disparando flechas nas coisas enquanto gritam bastante  nós três reviramos os olhos.  Mas o seu cowboy está aqui, então eu vim buscar você.
— Meu cowboy?  Lenobia pareceu totalmente confusa.  Eu não tenho um cowboy.
 Bem, ele só pode ser seu, pois acabou de aparecer lá na entrada do curral com um trailer gigante de cavalos dizendo que ele estava se apresentando para o trabalho, e perguntando onde podia descarregar suas coisas – Stevie Rae explicou.
Lenobia soltou um longo suspiro. Obviamente irritada, ela disse:
 Neferet. Isso é obra dela. Ele é o primeiro dos humanos locais que ela contratou.
 Eu não entendi o que Neferet está armando  Stevie Rae falou. — Sei muito bem que ela odeia humanos e não liga a mínima se o povo local gosta ou não do fato de a gente estar aqui.
 Neferet está querendo causar problemas  afirmei.
 E ela começou comigo porque sabe que eu estou do lado de vocês  Lenobia concluiu.
 Caos  quando eu falei a palavra, senti como era verdadeira.  Neferet quer causar o caos nas nossas vidas.
 Então vamos dar boas-vindas ao cowboy, fazer com que ele se sinta em casa e mostrar como trabalhar nos meus estábulos pode ser não caótico e totalmente maçante. Se nós fizermos isso, talvez, e apenas talvez, ele resolva se mudar para pastagens mais excitantes e Neferet volte a sua atenção para outro lugar.
Como se estivesse em uma missão, Lenobia marchou para fora da baia de Persephone. Stevie Rae e eu trocamos olhares.
 Não vou perder isso de jeito nenhum  fiz uma carícia de despedida no dorso quente de Persephone e atirei a escova de cavalo dentro da cesta cheia de tachas.
Stevie Rae entrelaçou seu braço ao meu enquanto seguíamos Lenobia.
 O que eu não contei a Lenobia é como o cowboy dela é incrivelmente fofo — ela sussurrou para mim.
— Sério?
 Espere e verá.
Agora eu estava super curiosa e apertei o passo, quase correndo pela areia da arena e apenas acenando rapidamente para Stark, que estava entregando um arco para Rephaim. Stevie Rae tentou jogar um beijo para ele, mas eu a mantive em movimento, então basicamente tudo o que ela fez foi dar uma risadinha e acenar. Tentei ignorar o olhar zangado de Stark e me concentrar em não deixar transparecem nenhum dos sentimentos curiosos, excitados e totalmente confusos que eu estava tendo.
Eu não sabia muito bem por que, mas não queria de modo algum que Stark ficasse me perguntando coisas sobre Aurox.
 Ali, lá está ele. O não-vampiro alto, com um chapéu de cowboy, perto da porta — Stevie Rae apontou para as amplas portas laterais da arena.
Elas estavam levantadas. Logo do lado de fora, havia um grande trailer de cavalos e uma daquelas caminhonetes enormes que os caras de Oklahoma tanto gostam de comprar, de dirigir e de praticamente morar dentro. Em pé na frente do trailer, havia um homem superalto. E Stevie Rae estava totalmente certa. Ele era mesmo muito bonito, mesmo para um cara mais velho.
 Ele parece alguém que poderia estar no canal Western  afirmei.
 Fazendo o papel de um daqueles cowboys heróis dos velhos tempos.
 Sam Elliott, é com ele que o cowboy se parece.
 Quem?  olhei para ela com cara de interrogação.
Ela suspirou.
 Ele está em um monte de filmes de cowboy. Você sabe, como Tombstone – A Justiça Está Chegando.
 Você assiste filme de cowboy?
— Eu assistia, com minha mãe e meu pai, principalmente aos sábados à noite, antes de ir para a cama. E daí?
 E daí nada.
 Não conte para Aphrodite  ela disse.
 Não conte o que para Aphrodite? — Aphrodite perguntou.
Stevie Rae e eu demos um salto quando ela pareceu se materializar no ar atrás de nós.
 É feio assustar os outros e ficar espionando por aí — eu lhe repreendi.
 Eu não faço isso. Sou naturalmente graciosa. É porque eu tenho ossos delicados  ela respondeu. Então ela virou seu olhar azul gelado para Stevie Rae.  De novo, não conte o que para Aphrodite?
 Que o cowboy da Lenobia é super gostoso  Stevie Rae tentou despistar.
Aphrodite olhou para Stevie Rae de um jeito que dizia que ela mentia muito mal, o que era verdade, mas o seu olhar foi logo capturado pela silhueta de ombros largos do homem.
 Aaaaah! Aquele é o...
 Empregado da Lenobia  eu completei por ela, apesar de Aphrodite não estar prestando a menor atenção em mim.  Ele deve trabalhar para Lenobia.
— Ele é gostoso  Aphrodite disse.  Não tanto quanto Darius, mas ainda assim GOSTOSO.
 Eu falei para vocês. E ele é tão alto que faz Lenobia parecer ainda menor do que é.
Enquanto Stevie Rae, Aphrodite e eu andávamos por ali como quem não quer nada até atingir uma distância em que podíamos ouvir, e tentávamos, sem sucesso, não parecer tão obviamente embasbacadas, o cowboy tocou seu chapéu em cumprimento para Lenobia e, com um sotaque anasalado típico de Oklahoma, disse:
 Olá, madame. Sou o calouro treinador do estábulo. Agradeço se me indicar o homem responsável por aqui.
Não pude ver o rosto de Lenobia, mas a observei endireitando as costas.
 Xiii...  Stevie Rae sussurrou.
 E lá se vai toda aquela coisa de boas-vindas calorosas  eu disse com um tom de voz suficiente apenas para Aphrodite e Stevie Rae ouvirem.
— O John Wayne simplesmente acabou de ferrar com tudo  Aphrodite comentou.
 Sou Lenobia  sua voz chegou facilmente até nós. Não achei que ela soou irritada, mas sim como uma tempestade de gelo.  Eu sou a mulher responsável por estes estábulos e a sua nova chefe  houve uma espécie de silêncio desconfortável quando Lenobia não ofereceu a mão para ele apertar.
— Brrr  Aphrodite sussurrou.  Ela acabou de me lembrar da minha mãe, e para o John Wayne isso não é nada bom.
 Sam Elliott  Stevie Rae sussurrou de volta.
Aphrodite franziu a testa para a minha melhor amiga. Eu contive um suspiro desanimado.
 Ele não se parece nem um pouco com John Wayne  ela continuou, sussurrando alto.  Mas é idêntico a Sam Elliott.
 Você assistiu a muita TV aberta quando era criança, provavelmente depois do jantar com sua família aos sábados à noite. Patético  Aphrodite balançou a cabeça em sinal de repúdio para Stevie Rae.
Eu fiquei pensando o quanto era bizarro o fato de que Aphrodite tivesse acertado coisas sobre a família de Stevie Rae, quando nós três voltamos nossa atenção para o show do Cowboy.
O homem tocou novamente seu chapéu para cumprimentar Lenobia, sorriu e desta vez pude ver, mesmo da distância em que estávamos, que os olhos dele brilharam.
 Bem, madame, parece que me deram informações erradas. Fico feliz que tudo foi esclarecido rapidamente. Meu nome é Travis Foster. Prazer em conhecê-la, senhora chefe.
 E você não se importou de descobrir que sua chefe é uma senhora?
 Não, madame. Minha mãe era uma senhora e eu nunca trabalhei tão duro e tão feliz quanto na época em que trabalhei para ela.
 Senhor Foster, eu faço o senhor se lembrar da sua mãe?
Achei que a voz de Lenobia seria capaz de congelar a água, mas Travis pareceu não perceber. Na verdade, parecia que ele estava se divertindo. Ele levantou seu chapéu um pouco para trás e abaixou seus olhos para Lenobia, como se a pergunta dela tivesse sido seria em vez de sarcástica.
 Não, madame, pelo menos ainda não.
Lenobia não disse mais nada, e eu estava sentindo aquela sensação de embaraço que conversas estranhas com adultos podem trazer quando Travis deu de ombros, enganchou um dedo no passador do cinto da sua calça Wrangler e falou:
 Então, Lenobia, pode me mostrar onde minha égua e eu vamos nos abancar?
 Égua? Abancar?  Lenobia perguntou.
 Que merda, eu devia ter trazido pipoca  Aphrodite comentou.
 Ela vai fritá-lo com seu olhar a laser  acrescentei.
 Lenobia tem olhar de raio laser?  Stevie Rae se voltou para mim.
Aphrodite e eu olhamos para Stevie Rae como se ela tivesse acabado de perguntar se nós achávamos que Lindsay Lohan estava realmente reabilitada.
— Que tal se eu só olhar e não falar mais nada?  Stevie Rae sugeriu.
 Obrigada  Aphrodite e eu dissemos juntas, o que fez que ela me fuzilasse com os olhos, antes de nós três voltarmos a olhar estupidamente para a cena, tentando escutar.
 Bem, madame  Travis falou de modo arrastado.  Eu disse para a Alta Sacerdotisa de vocês quando ela me contratou que a minha égua e eu éramos um pacote fechado e que eu iria precisar de um lugar para ela no estábulo aqui. Como acabei de concluir uma temporada treinando cavalos nos estábulos de Durant Springs, vou precisar de um lugar para me acomodar também  o homem fez uma pausa e, como Lenobia não falou nada, ele acrescentou:  Durant Springs fica no Colorado, madame.
 Eu sei onde fica  Lenobia respondeu ríspida.  O que faz você pensar que pode ficar aqui no campus? Não temos acomodações para humanos.
 Sim, madame, foi o que a Alta Sacerdotisa disse. Como a vaga tinha que ser preenchida logo, eu disse a ela que ficaria bem acomodado junto com Bonnie até eu encontrar um lugar aqui por perto.
— Bonnie?
Travis arrumou seu chapéu, dando o primeiro sinal de que ele poderia estar pouco à vontade.
 Sim, madame, o nome da égua é Bonnie  como se fosse a sua deixa, um som surdo e forte veio de dentro do trailer de cavalos. Ele andou em direção à porta enquanto continuava a explicar para Lenobia. — Ficaria grato se eu tivesse a sua permissão para descarregá-la. Do Colorado até aqui, é um caminho longo para uma garota grande como ela.
 Vocês acham que o cavalo dele é gordo?  Stevie Rae perguntou em voz baixa.
 Caipira, achei que você não ia falar mais nada  Aphrodite disse.
 Acho que ele acabou de arrombar a porteira — falei.
Lenobia não ia deixar de jeito nenhum um cavalo cansado ser rebocado para a Deusa sabe lá aonde.
 Descarregue sua égua. Você e eu vamos discutir sobre onde você vai ficar depois que ela estiver confortável  Lenobia afirmou.
Percebi que Travis já tinha soltado as alavancas e correntes que mantinham a porta fechada, então só tivemos que esperar uns segundos até a rampa abrir.
— Venha, garota. Para tráááás  Travis disse em uma voz que tinha deixado de ser educada e às vezes ligeiramente divertida e se tornado afetuosa, gentil e doce.
Então o cavalo dele saiu de ré do trailer e ofegos de choque e espanto vieram de toda a nossa volta. Desviei os olhos do cavalo a tempo de ver que Stevie Rae e eu não éramos as únicas embasbacadas ali. Darius, Stark, Rephaim e a maioria dos calouros tinha de algum modo dado um jeito de se aproximar da gente.
 Aquilo não pode ser um cavalo  Stevie Rae disse e deu um passo para trás, apesar de a gente estar vários metros do animal.
 Caraca. É um dinossauro  Aphrodite falou.
 Tenho certeza que é um cavalo — afirmei, observando a égua.  Mas é realmente um animal muito, muito grande.
 Ah, uma Percherão! Ela é rara!  Lenobia disse.
Todo mundo ficou olhando quando a pequena Lenobia foi em direção à égua enorme sem nenhuma hesitação. Ainda menor em comparação com a equina gigantesca, a Mestra dos Cavalos levantou levemente sua mão.
A égua a observou por um instante e então abaixou seu focinho, bufando contra a mão de Lenobia. Rindo como uma garota, ela acariciou o imenso focinho da égua e falou carinhosamente:
 Ah, você é mesmo uma menina muito boazinha e querida...  ela desviou os olhos do cavalo e se virou para o cowboy. O gelo na sua voz tinha derretido completamente e achei que ela estava quase alegre. — Não vejo um Percherão desde que vim da França quando eu era criança, e isso faz mais tempo do que eu gosto de admitir. Havia um casal dessas belezonas no navio comigo. Lembro deles com carinho e desde então os cavalos de carga despertam minha curiosidade. Ela tem uma cor cinza mesclada adorável. Imagino que vai clarear conforme envelhecer. Posso dizer que ela acabou de completar cinco anos há um mês...  Lenobia fez uma pausa, inclinou a cabeça e olhou dentro dos olhos do cavalo antes de continuar:  Não, ela fez cinco anos há dois meses. Ela pertence a você desde que nasceu, certo?
Eu vi Traves piscar surpreso. Ele abriu a boca, fechou-a e depois a abriu de novo. Então limpou a garganta.
 Bem, sim, madame  ele fez uma pausa e começou a acariciar o pescoço incrivelmente grosso de Bonnie, como se precisasse se ancorar em algo para recobrar a razão.
Eu sabia por que ele estava tão confuso de repente. Todo mundo que já tivesse observado Lenobia perto de cavalos saberia por quê.
Quando Lenobia entra em comunhão com cavalos, ela deixa de ser simplesmente muito bonita e passa a ser deslumbrante. E ela estava em forte comunhão com essa égua. A alta voltagem de sua adoração por cavalos deixou o cowboy excitado. Não que ele fosse o objeto pretendido do enorme poder de atração dela, ele estava apenas pegando a rebarba. Mas era uma rebarba e tanto.
Travis limpou a garganta novamente, mexeu seu chapéu e disse:
— A mãe dela morreu assim que Bonnie nasceu, de um jeito bizarro: atingida por um raio no meio de um pasto. Eu a criei dando mamadeira na boca dela.
Lenobia voltou seus olhos cinza para o cowboy. Ela pareceu surpresa, como se tivesse esquecido que ele estava ali. Sua adoração por cavalos desapareceu num lampejo, como se ela houvesse desligado um interruptor.
 Você fez um bom trabalho. Ela é grande, com certeza tem mais de um metro e oitenta. Boa musculatura. Está em excelente condição  apesar de ela ter continuado o que estava dizendo antes, o seu tom soou mais irritado do que agradável.
Foi só quando ela olhou e sorriu para a égua que sua expressão se alterou novamente para a adoração e o prazer verdadeiro.
— Você é uma garota esperta, não é?  Lenobia disse para Bonnie, que estava parede em pé, nada irrequieta, apenas com suas orelhas agitadas, olhando admirada para todos nós enquanto olhávamos para ela.  E você é segura o bastante para se comportar bem mesmo em um ambiente novo — Lenobia desviou o olhar da égua para o cowboy e sua expressão se congelou em uma cordialidade fria. Ela então balançou a cabeça em um sinal rápido e decisivo de concordância.  Bem, então é isto. Você e Bonnie podem me seguir. Vou mostrar um estábulo aonde vocês vão se acomodar.
Lenobia se virou e começou a andar rapidamente de volta pela arena. Quando ela atingiu o meio do caminho, parou e se dirigiu a todos nós:
 Calouros e vampiros, este é Travis Foster. Ele vai trabalhar para mim. O nome de sua égua é Bonnie. Deem a ela o respeito que ela merece como um exemplo perfeito da majestosa Percherão. Guerreiros, por favor, prestem atenção no seu tamanho e no seu poder. Os ancestrais dela eram cavalos de guerra no passado.
Eu olhei para o cowboy e o vi sorrir e concordar com o comentário de Lenobia, enquanto acariciava carinhosamente a grande égua, antes de disparar um olhar igualmente carinhoso na direção da Mestra dos Cavalos.
Lenobia nem olhou para ele. Em vez disso, franziu a testa e fuzilou todos nós com os olhos.
 E agora vocês podem parar de bisbilhotar. Voltem ao trabalho — Lenobia marchou pela arena até o estábulo sem sequer dar uma olhadinha para Bonnie e Travis, que a seguiram como se fossem mariposas e ela, uma luz super brilhante.
 Isso traz possibilidades interessantes  Aphrodite comentou.
— Não brinca, aquela égua parece simplesmente demais. Quero dizer, grande, mas mesmo assim muito legal  eu disse.
Aphrodite revirou os olhos.
 Não estou falando do cavalo, Z.
Eu estava franzindo a testa para Aphrodite quando Damien chegou correndo.
— Zoey, que bom, você está aqui. Você precisa voltar para o prédio principal.
 Você quer dizer depois da sexta aula? Já está quase acabando — respondi.
 Não, meu bem, agora. Sua avó está aqui, e tenho certeza de que ela andou chorando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!