3 de outubro de 2015

Capítulo 5

— Ah, diabos — eu disse, então meus joelhos cederam e eu tive que me sentar na cama. Meus ouvidos tinham um estranho som neles, e foi difícil para eu respirar.
— Você sabe que isso não significa que vai se tornar realidade com certeza — Stevie Rae disse, dando tapinhas no meu ombro. — Quero dizer, Aphrodite viu a sua avó, Heath, e até eu morrer. Bem, eu digo morrer pela segunda vez. E nada disso aconteceu. Então podemos impedir. — Ela olhou para Aphrodite. — Certo?
Aphrodite se mexeu inquieta.
— Ah, diabos — eu disse pela segunda vez. Então me forcei a superar o medo que estava alojado na minha garganta. — Tem algo diferente sobre a visão que você teve de mim, não tem?
— Pode ser porque eu sou humana — ela disse devagar. — É a única visão que eu tive desde que voltei a ser humana, então, yeah, não parece ser muito errado ela ser diferente das que eu tive quando era caloura.
— Mas? — eu disse.
Ela deu nos ombros e encontrou meus olhos. — Mas ela realmente foi diferente.
— Como?
— Bem, foi mais confusa – mais emocional – mais misturado. E eu literalmente não entendi uma parte dela. Eu quero dizer, eu não reconheci as coisas horríveis que estavam observando pela a escuridão.
— Observando? — eu tremi. — Isso não parece bom.
— Não foi. Eu estava vendo sombras dentro de sombras dentro da escuridão. Era como se fantasmas estivessem voltando a ser coisas vivas, mas as coisas que eles estavam voltando a ser eram muito horríveis para se olhar.
— Quer dizer tipo não humano ou vampiro?
— Yeah, foi o que eu quis dizer.
Automaticamente eu esfreguei minha mão, e uma onda de medo passou pelo meu corpo. — Ah, diabos.
— O que? — Stevie Rae disse.
— Hoje a noite tinha algo que, bem, meio que me atacou quando estava saindo dos estábulos e indo ao refeitório. Foi algum tipo de sombra fria que saiu da escuridão.
— Isso não pode ser bom — Stevie Rae disse.
— Você estava sozinha? — Aphrodite perguntou, a voz soando dura.
— Sim — eu disse.
— Ok, esse é o problema — Aphrodite disse.
— Porque? O que mais você viu na sua visão?
— Bem, você morre de dois jeitos diferentes, o que é algo que eu nunca vi antes.
— D – dois jeitos diferentes? — Estava ficando cada vez pior.
— Talvez devêssemos esperar um pouco e ver se Aphrodite tem outra visão que deixe as coisas mais claras antes de falar sobre isso — Stevie Rae disse, sentando perto de mim na cama.
Eu não tirei os olhos de Aphrodite, e vi um reflexo do que eu já sabia. — Quando eu ignoro as visões, elas se tornam verdade. Sempre — Aphrodite disse finalmente.
— Eu acho que parte dela já pode estar acontecendo — eu disse. Meus lábios pareciam frios e duros, e meu estômago doía.
— Você não vai morrer! — Stevie Rae chorou, parecendo chateada e totalmente como minha melhor amiga de novo.
Eu passei meu braço ao redor de Stevie Rae. — Vá em frente, Aphrodite. Me conte.
— Foi uma visão forte, cheia de imagens poderosas, mas foi totalmente confuso. Talvez porque eu estava sentindo e vendo do seu ponto de vista. — Aphrodite pausou, engolindo com força. — Eu vi você morrer de duas formas. A primeira você morre. A água estava fria e escura. Oh, e fedia.
— Fedia? Como um daqueles lagos de Oklahoma? — Eu disse, curiosa apesar do horror de falar sobre a minha morte.
Aphrodite balançou a cabeça. — Não, tenho quase 100% de certeza que não foi em Oklahoma. Era água demais. É difícil explicar como posso ter certeza, mas parecia grande e profundo demais para ser um lago. — Aphrodite pausou de novo, pensando. Os olhos dela se alargaram. — Eu lembro outra coisa sobre a visão. Tinha algo perto da água que parecia como um palácio de verdade em uma ilha própria, o que significa dinheiro, e provavelmente europeia, e não uma versão brega da classe média de um oohh-eu-tenho-dinheiro-vamos-comprar-um-castelo.
— Você é uma metida, Aphrodite — Stevie Rae disse.
— Obrigada — Aphrodite disse.
— Ok, então você viu eu me afogar perto de um lugar em uma ilha de verdade talvez na Europa. Você viu outra coisa que pode ser útil? — eu perguntei.
— Bem, além do fato de você se sentir isolada – eu quis dizer realmente sozinha nas duas visões, eu vi o rosto de um cara. Ele estava com você não muito depois de você morrer. Alguém que eu nunca vi antes. Pelo menos não até hoje.
— O que? Quem?
— Eu vi aquele garoto Stark.
— Ele me mata? — Eu senti que ia vomitar.
— Quem é Stark? — Stevie Rae perguntou, pegando minha mão.
— Garoto novo que chegou hoje transferido da House of Night de Chicago. — Eu disse. — Ele me mata? — eu repeti a pergunta a Aphrodite.
— Eu acho que não. Eu não olhei ele direito, estava escuro. Mas pareceu, mesmo no último deslumbre que você teve dele, que você se sentia segura com ele. — Ela ergueu uma sobrancelha para mim. — Parece que você vai superar aquela confusão do Erik/Heath/Loren.
— Eu sinto muito sobre isso. Aphrodite me contou o que aconteceu — Stevie Rae disse.
Eu abri a boca para agradecer a Stevie Rae, então percebi que Aphrodite e ela não sabiam a profundidade da confusão de Erik/Heath/Loren. Elas estavam longe da escola, e a média humana não tinha reportado nada sobre a morte de Loren Blake. Eu respirei fundo. Eu quase preferia ouvir sobre minha morte do que falar sobre isso.
— Loren morreu — eu disse.
— O que?
— Como?
Eu olhei para Aphrodite. — Dois dias atrás. Foi como a professora Nolan. Loren foi decapitado e crucificado e pregado na frente do portão da escola com um bilhete que citava um verso bíblico sobre ele ser detestavelmente empalado. — Eu falei rápido, sem querer experimentar o gosto das palavras na minha boca.
— Oh não! — Aphrodite ficou branca e sentou do lado de Stevie Rae na cama.
— Zoey, isso é tão horrível — Stevie Rae disse. Eu podia ouvir as lágrimas na voz dela enquanto ela passava um braço ao meu redor. — É como Romeu e Julieta.
— Não! — Então porque a palavra saiu mais afiada do que eu pretendia, eu virei para Stevie Rae e sorri. — Não — eu repeti numa voz mais sã. — Ele nunca me amou. Loren me usou.
— Para sexo? Ah, Z, isso é horrível — Stevie Rae disse.
— Infelizmente, não, embora eu tenha feito uma confusão e transado com ele. Loren estava me usando por Neferet. Ela disse a ele para vir até mim. Ela era a amante de verdade dele. — Eu fiz careta, lembrando da cena de cortar o coração que eu testemunhei entre Loren e Neferet. Eles estavam rindo de mim. Eu dei a Loren meu coração e meu corpo e, através do nosso Imprint, um pedaço da minha alma. E ele estava rindo de mim.
— Peraí. Volta um pouco. Você disse que Neferet fez Loren ir para você? — Aphrodite disse. — Porque ela faria isso se eles fossem amantes?
— Neferet me queria sozinha. — Meu coração congelou enquanto os pedaços do quebra cabeça se juntavam.
— Huh? Isso não faz sentido. Porque Loren agir como se fosse seu namorado te deixaria sozinha? — Stevie Rae perguntou.
— Simples. — Aphrodite disse. — Zoey tinha que fugir para ver Loren, já que ele é era um professor e tudo mais. Meu palpite é que ela não disse a ninguém da horda de nerds que ela estava agindo como uma má estudante com o professor Blake. Meu palpite é também que Neferet tem algo sério a ver com o nosso garoto Erik encontrar Zoey fazendo aquilo com alguém que definitivamente não era ele.
— Uh, estou bem aqui. Você não tem que falar sobre mim como se eu tivesse saído do quarto.
Aphrodite bufou. — Se meus palpites estão certos, eu digo que seu bom senso saiu do quarto.
— Você adivinhou certo — eu admiti relutante. — Neferet se certificou que Erik me encontrasse com Loren.
— Droga! Não é de se admirar que ele estivesse tão fulo — Aphrodite disse.
— O que? Quando? — Stevie Rae disse.
Eu suspirei. — Erik me pegou com Loren. Ele surtou. Então eu descobri que Loren estava com Neferet e que ele não se importava comigo, embora a gente tivesse tido um Imprint.
— Imprint! Merda! — Aphrodite disse.
— Então eu surtei — eu ignorei Aphrodite. Eu já estava cheia. Eu definitivamente não queria reviver os detalhes. — Eu estava chorando quando Aphrodite, as Gêmeas, Damien, Jack, e –
— Oh, merda, e Erik. Foi quando te encontramos debaixo da árvore — Aphrodite interrompeu.
Eu suspirei de novo, percebendo que não podia ignorar ela. — Yeah. E Erik anunciou as noticias sobre Loren e eu para todo mundo.
— No que eu poderia chamar de um jeito muito maldoso — Aphrodite disse.
— Droga — Stevie Rae disse. — Deve ter sido muito horrível para Aphrodite dizer que foi maldoso.
— Foi. Horrível o bastante para os amigos dela acharem que ela dormir com Loren foi um tapa no rosto deles. Então seguindo a bomba de Erik de “Zoey é uma vadia” e “Zoey tem escondido o segredo de Stevie Rae morta viva,” e você tem um bando de nerds totalmente fulos que não vão confiar em Zoey de novo.
— O que significa que Zoey está sozinha, exatamente como Neferet planejou — eu terminei por ela, achando perturbador ser tão fácil falar sobre mim na terceira pessoa.
— Essa foi a segunda morte que eu vi para você — Aphrodite disse. — Você estava completamente sozinha. Não houve último deslumbre de um garoto bonito ou da horda de nerds. Sua solidão foi a imagem sobrepujada que eu tive na segunda visão.
— O que me mata?
— Bem, essa parte fica confusa de novo. Eu tenho uma imagem de Neferet como uma ameaça a você, mas a visão fica confusa e estranha quando você é realmente atacada. Eu sei que isso vai soar bizarro, mas no último momento eu vi algo negro flutuando até você.
— Como um fantasma ou algo assim? — Eu engoli com força.
— Não. Na verdade não. Se o cabelo de Neferet fosse preto, eu diria que era o cabelo dela passando ao redor de você em um enorme vento, como se ela estivesse atrás de você. Você está sozinha e realmente, realmente assustada. Você tenta chamar ajuda, mas ninguém te responde e você fica tão apavorada que congela e não luta. Ela, ou o que quer que seja, te alcança e de alguma forma, usando escuridão e uma garra, corta sua garganta. É tão afiada, que corta seu pescoço e separa sua cabeça do corpo — Aphrodite dá nos ombros e acrescenta — O que, caso esteja se perguntando, sangra. Muito.
— Nojento, Aphrodite! Você tem que entrar nos detalhes? — Stevie Rae disse, colocando os braços de volta ao meu redor.
— Não, está tudo bem — eu disse rapidamente. — Aphrodite tem que dar todos os detalhes que puder lembrar – como ela fez quando ela viu as visões sobre as mortes da vovó e Heath. É o único jeito de sabermos como mudar as coisas. Então, o que mais você viu sobre a minha segunda morte? — Eu perguntei a Aphrodite.
— Só que você chama ajuda, mas nada acontece. Todos te ignoram — Aphrodite disse.
— Eu estava assustada hoje quando o que quer que fosse que veio até mim me atacou. Tão assustada que por um segundo eu congelei e não soube o que fazer — eu disse, me sentindo tremula só de lembrar.
— Neferet pode ter algo a ver com o que te aconteceu mais cedo? — Stevie Rae perguntou.
Eu dei nos ombros. — Eu não sei. Eu não vi nada a não ser uma assustadora escuridão.
— Assustadora escuridão foi tudo que eu vi também. Por mais que eu odeie dizer, você tem que se certificar que a horda de nerds não fique mais fula com você, porque você ficar sem amigos não é uma coisa boa — Aphrodite disse.
— Mais fácil falar do que fazer — eu disse.
— Eu não vejo porque — Stevie Rae disse. — Só conte a eles a verdade sobre Neferet estar atrás do Loren e você, e diga que não pode dizer nada sobre mim ser morta viva quando eu estava morta porque Neferet iria... — As palavras de Stevie Rae morreram quando ela percebeu o que estava dizendo.
— Yeah, isso é brilhante. Diga a eles que Neferet é uma vadia do mal que está por trás de fazer vários garotos mortos vivos e assim que algum deles entrar na distância de um pensamento de Neferet, toda a merda vai acontecer. O que significa que nossa maldosa vaca de Sacerdotisa não vai só saber o que sabemos, mas provavelmente vai fazer algo muito ruim com seus amiguinhos. — Aphrodite pausou e bateu no queixo. — Huh, pensando bem, uma parte desse cenário não parece tão ruim.
— Hey — Stevie Rae disse. — Damien e as Gêmeas e Jack já sabem que algo que vai meter eles em grandes problemas com Neferet. Eles sabem sobre mim.
— Ah, diabos — eu disse.
— Bem, merda — Aphrodite disse. — Eu esqueci totalmente sobre o detalhe de Stevie Rae não estar morta. Me perguntou porque Neferet não arrancou isso dos seus amigos e já não surtou sobre isso?
— Ela está muito ocupada tramando uma guerra — eu disse. Quando Aphrodite e Stevie Rae piscaram confusas para mim, eu percebi que Loren não era a única noticia que elas não sabia. — Quando Neferet soube do assassinato de Loren, ela declarou guerra contra os humanos. Não uma guerra aberta, é claro. Ela quer que seja uma horrível guerra estilo terrorismo. Deus, ela é tão nojenta. Eu não sei porque todos não conseguem ver.
— Sangue e entranhas com humanos? Huh. Isso é interessante. Acho que os Filhos de Erebus devem ser nossa arma de destruição em massa — Aphrodite disse. — Yum, estamos numa péssima situação.
— Como você pode estar tão tanto faz sobre isso? — Stevie Rae disse, saindo da cama.
— Primeiro de tudo, eu realmente não gosto muito de humanos. — Aphrodite levantou para impedir Stevie Rae de falar, — Ok, yeah, eu sei. Eu sou humana agora. O que me faz dizer ugh. Segundo, Zoey está viva e bem, então não estou particularmente assustada com essa pequena guerra.
— Do que diabos você está falando, Aphrodite? — Eu disse.
Aphrodite virou os olhos. — Dá pra você me acompanhar? Olá – faz perfeito sentido agora. Minha visão era sobre uma guerra entre humanos e vampiros e algum monstro nojento. Na verdade, foram eles que provavelmente te atacaram e podem muito bem ser amiguinhos de Neferet que não conhecemos. — Ela pausou, parecendo temporariamente confusa, então deu nos ombros e continuou, — Mas, tanto faz. Com sorte não vamos ter que descobrir o que são, porque a guerra só acontece depois de você ser morta. Tragicamente e grotescamente, eu devo dizer. De qualquer forma, acho que se te mantermos viva, vamos impedir a guerra de acontecer.
Stevie Rae respirou fundo. — Você tem razão, Aphrodite. — Ela virou para mim. — Temos que te manter viva, Zoey. Não apenas porque te amamos muito, mas porque você tem que salvar o mundo.
— Oh, ótimo. Eu devo salvar o mundo? — Tudo que eu podia pensar era, e eu costumava a me estressar com geometria.
Ah, diabos.

4 comentários:

  1. realmente geometria vs salvar o mundo!!! agora fudeu geral!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ass: aninha

    ResponderExcluir
  2. eu so acho que o Loren nao esta morto.

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!