4 de outubro de 2015

Capítulo 4

Eu tive que cerrar a mandíbula pra não arfar junto com as Gêmeas.
— Oh meu Deus, um Imprint? Verdade? — Jack falou.
Aphrodite deu nos ombros. — Aparentemente.
Eu achei que ela parecia normal demais, e ela estava totalmente evitando sequer olhar na direção de Stevie Rae. Mas eu acho que todo mundo no quarto foi enganado pela atitude de — tanto faz— dela.
— Bem, me bate e me chame de baby — Shaunee disse.
— Faça disso um espancamento duplo, Gêmea — Erin disse.
E então as duas começaram a rir semi-histericamente.
— Eu acho que é interessante — Damien disse assim que pode ser ouvido depois da risada das Gêmeas.
— Eu também — Jack disse, em um jeito muito — Oh meu Deus.—
— Parece que o carma finalmente alcançou Aphrodite — Vênus disse com um sorriso que fez a beleza dela parecer reptiliana.
— Vênus, Aphrodite acabou de salvar minha vida. E realmente não está certo você ser má com ela — Stevie Rae disse.
Aphrodite finalmente olhou para Stevie Rae. — Não comece a fazer isso.
— Fazer o que? — Stevie Rae perguntou.
— Me defender. Nós podemos de algum jeito fudido ter tido um Imprint, e isso é ruim o bastante, mas NÃO vá ficar toda amiguinha comigo. — Ela disse devagar, e distintivamente.
— Você ser odiosa não vai mudar isso. — Stevie Rae disse.
— Olha, eu só vou fingir que isso nunca aconteceu.
A onda de risadas vindo das Gêmeas, fez Aphrodite olhar para elas. — Gêmeas nerds eu vou descobrir um jeito de matar vocês enquanto dormem, se não pararem de rir de mim.
Naturalmente as Gêmeas começaram a rir ainda mais. Virando as costas para elas, Aphrodite me encarou.
— Então, como eu estava dizendo antes de ser rudemente interrompida, vezes 10, Vênus pé no saco, essa é Zoey. A super caloura que eu tenho certeza que você tanto ouviu falar. E Darius, o Guerreiro Filho de Erebus com quem você não vai ficar por aí, e Jack com quem você também não vai ficar por aí, mas na maior parte porque ele é gay como uma padaria francesa. A outra metade dele é Damien, o cara que está me encarando como um experimento científico fudido, e você deve saber que as Gêmeas são as cabeças que estão rindo ali.
Eu podia sentir os olhos de Vênus em mim, então eu dei um jeito de tirar o olhar de Imprint com Stevie Rae de Aphrodite, para olhar para ela. Certa o bastante, ela estava me encarando com uma expressão intensa que me deixou instantaneamente na defensiva. Eu ainda estava tentando decidir se a minha reação negativa a Vênus era porque ela era, obviamente, uma vadia, já que estava andando pelos túneis com Erik, ou porque eu tinha um mau pressentimento sobre os calouros vermelhos em geral, quando ela falou.
— Zoey, e eu já nos conhecemos. Mas não foi oficial. Parece que da última vez que eu a vi, ela estava tentando nos matar.
Eu pus a mão no quadril e encontrei os frios olhos azuis dela que me encaravam.
— Enquanto estamos fazendo uma viagem pela Terra das Lembranças, você pode querer lembrar que eu não estava tentando matar ninguém, eu estava tentando salvar um garoto humano. Vocês estavam tentando comer. Ao contrário de você eu prefiro muito mais panquecas de chocolate a jogadores de futebol.
— Isso não faz a garota que você matou menos morta. — Vênus disse enquanto os calouros atrás dela se mexiam agressivamente.
— Z, você matou alguém? — Jack perguntou.
Eu abri minha boca para responder, mas Vênus me passou na frente. — Ela matou.
Elizabeth sem Sobrenome.
— Eu precisei. — Eu disse simplesmente. Falando com Jack e ignorando Vênus e os calouros vermelhos, embora algo sobre eles tenha feito os cabelos da minha nuca se levantarem.
— Eles não iam deixar Heath e eu sairmos daqui com vida. — E voltei minha atenção de volta para Vênus. Ela tinha uma beleza gelada. Vênus estava insinuante e sexy em uma calça jeans de marca apertada e uma simples camiseta sem manga preta que tinha um crânio feito com brilhos nela. O cabelo dela era longo e grosso e de um tipo de loiro que parecia dourado. Em outras palavras, ela definitivamente era atrativa o bastante para andar com Aphrodite, o que é dizer algo, porque Aphrodite é totalmente linda. E, como Aphrodite costumava ser, Vênus era obviamente uma vadia odiosa, e provavelmente tinha sido antes de morrer e voltar a vida. Eu estreitei meus olhos para ela.
— Olha, eu disse a vocês para se afastarem e nos deixar sair daqui. Vocês não saíram.
Eu fiz o que precisava para proteger alguém que eu gosto - e todos vocês deveriam saber que eu faria de novo. — Meus olhos passaram de Vênus para os calouros atrás dela enquanto eu reprimia a vontade de chamar alguns elementos e ter vento e fogo dar um pouco de força na minha ameaça.
Vênus me encarou.
— Ok, gente todos temos que nos dar bem. Vocês lembram que todo o mundo exterior pode estar contra nós, ou pelo menos cheio de assustadores bichos papões? — Stevie Rae soava cansada mas ela mesma. Ela sentou, ajeitando a camiseta das Dixie Chicks e devagar se inclinando contra os travesseiros que Darius tinha colocado atrás dela. — Então, com o Tim Gunn de Project Runway diria, vamos fazer funcionar.
— Ohhhh, eu amo esse show — Jack jorrou.
Eu ouvi alguns dos calouros vermelhos murmurarem em concordância e decidi que Stevie Rae podia ter razão sobre um dos muitos argumentos sobre TV: Reality Shows podem fazer o mundo ser um lugar melhor e trazer paz a humanidade.
— Fazer funcionar soa bem para mim. — Mesmo com meu alarme interno ainda me avisando que nem tudo era doçura e luz com os calouros vermelhos, eu sorri para Stevie Rae, que sorriu para mim. Ok, ela obviamente acreditava que podíamos encontrar um jeito de nos dar bem. Então talvez meu sistema de alarme estivesse disparando simplesmente porque Vênus era uma vadia odiosa, e não porque ela e o resto deles eram o mal encarnado.
— Bom. Então, primeiro, por favor, posso ter um refil desse sangue e vinho? Pesado na parte do sangue. — Ela ergueu a taça vazia em direção as Gêmeas, que graciosamente se moveram mais para perto da cama de Stevie Rae e se afastando do grupo de calouros vermelhos. Eu notei que Damien e Jack, com Duquesa ao lado dele, também tinham conseguido ir para onde eu estava parada. — Obrigado — ela disse quando Erin pegou a taça. — E tem uma tesoura na gaveta ali então você não tem que abrir com os dentes. — Ela me deu uma pequena virada de olhos. Enquanto Erin e Shaunee estavam ocupadas pegando mais sangue e vinho para Stevie Rae, ela estudou o pequeno grupo de calouros vermelhos. — Olha, já falamos sobre isso. Vocês sabem que temos que ser gentis com Zoey e o resto dos garotos. — Ela olhou para Darius e sorriu. — Bem, garotos e vampiros, isso é.
— Hey, com licença gente. Eu preciso passar.
Eu me ericei automaticamente enquanto Erik passava pela multidão na porta. Se alguém (Vênus) tentasse morder ele, alguém (eu) ia começar a porrada. Ponto.
Ignorando a tensão no quarto, Darius disse, — O que o rádio informa sobre os acontecimentos no mundo superior?
Erik balançou a cabeça. — Eu não consigo sintonizar nada. Eu até fui para o porão.
Nada a não ser estática. Não consegui fazer meu celular funcionar também. Mas eu ouvi um monte de trovões e pude ver flash de massivos raios. Ainda estava chovendo, embora estivesse ficando mais frio, o que significava que iria virar gelo. Além do mais, o vento batia feito louco. Eu não sei dizer se o tempo é natural, ou se Kalona e aqueles pássaros estão causando isso. De qualquer forma isso provavelmente é o que está fazendo as rádios e a estação de celular não funcionar. Eu achei que você gostaria de saber, então eu desci.
Eu vi os olhos dele passarem de Darius para Stevie Rae já sem a flecha e ele sorriu.
— Você parece melhor.
— Aphrodite salvou ela deixando Stevie Rae beber o sangue dela — Shaunee disse, e então riu.
— Yeah, e agora as duas tem um Imprint — Erin terminou com pressa, e então se juntou a Shaunee rindo.
— Wow, você está brincando. Né? — ele disse, soando totalmente chocado.
— Não, elas não estão brincando. — Vênus disse suavemente.
— Huh. Bem. Isso é interessante. — Eu vi os lábios de Erik se curvarem enquanto ele encarava Aphrodite. Ela totalmente o ignorou e continuou bebendo direto do bico da garrafa de vinho que ela segurava na mão. Ele reprimiu uma grande risada com uma tosse, e então os olhos dele se acenderam em Vênus. Ele acenou, do jeito normalmente fácil e popular dele. — Olá de novo, Vênus.
— Erik — ela disse, com um sorriso feral que me fez querer esmagar ela feito um inseto.
— Aphrodite estava certa em começar as apresentações — Stevie Rae disse, e antes de Aphrodite poder, ela continuou, — E não, não estou dizendo isso porque tivemos um Imprint.
— Eu realmente gostaria que vocês parassem de falar sobre isso — Aphrodite murmurou.
Stevie Rae continuou como se não tivesse ouvido ela. — Eu acho que ser educado é realmente uma boa ideia, e apresentações são sempre educadas. Todos vocês conhecem Vênus — ela disse, e então continuou rapidamente. — Então eu vou começar com Elliott.
Um garoto de cabelo vermelho deu um passo para frente. Ok, morrer e voltar a vida não tinha melhorado o garoto nem um pouco. Ele ainda era gordinho e pálido com uma bola de frizz colorida um cabelo despenteado saindo de lugares estranhos da cabeça dele.
— Sou Elliott — ele dissse.
Todos acenaram para ele. — O próximo é Montoya — Stevie Rae disse.
Um baixo garoto hispânico parecia seriamente legal com as calças frouxas e seus muitos piercings acenou a cabeça, mandando o grosso cabelo escuro pro rosto. — Oi — ele disse com só um toque de um sotaque surpreendentemente fofo, e um quente sorriso. — E aquela é Shannon Compton. — Stevie Rae disse o primeiro e último nome juntos, então soou como ShannonCompton.
— ShannonCompton? Hey, você não leu a peça 'Os monólogos da Vagina' ano passado na apresentação da escola? — Damien perguntou.
O rosto bonito dela se iluminou. — Yeah, aquela era eu.
— Eu lembro porque eu só amo 'Os monólogos da Vagina'. Ele é tão poderoso — Damien disse. — E então logo depois do show você... uh... — A voz dele morreu e ele ficou incomodado.
— Eu morri? — ShannonCompton acrescentou tentando ajudar.
— Yeah, exatamente — Damien disse.
— Oh, deus, isso é uma pena — Jack disse.
Aphrodite suspirou. — Ela não está mais morta, idiotas.
— E essa é Sophie. — Stevie Rae disse rapidamente, franzido para Aphrodite, que já estava soando embriagada. Uma morena alta deu um pequeno passo a frente e nos deu um sorriso tentativamente amigável. — Oi — ela disse.
Nós acenamos e demos olá. Eu na verdade já estava me sentindo melhor sobre os calouros vermelhos agora que eles estavam se tornando indivíduos - e não indivíduos que estavam tentando nos fazer em picadinho. Ou pelo menos naquele momento eles não estavam.
— Dallas é o próximo. — Stevie Rae apontou para um garoto parado atrás de Vênus. Ao som do nome dele ele meio que andou desengonçado ao redor dela e murmurou o que soou como uma versão de oi. Ele seria totalmente esquecível se não fosse pela rápida inteligência nos olhos dele e o sorriso meio de flerte que ele jogou para Stevie Rae. Hum, eu pensei, será que algo está acontecendo aí? — Dallas nasceu em Houston, o que todos achamos estranho e confuso — Stevie Rae estava dizendo.
O garoto deu nos ombros. — É uma historia nojenta que meu pai me contou sobre ele e minha mãe me fazerem em Dallas. Eu nunca quis os detalhes.
— Ugh, sexo dos pais — Shaunee disse.
— Completamente nojento — Erin concordou.
Eu podia ver uma pequena risada passar pelo grupo de calouros vermelhos devido ao comentário das Gêmeas, fazendo a tensão que havia entre os nossos dois grupos começar a se soltar.
— O próximo é Anthony, que todos chamam de Ant.
Ant acenou para nós e disse oi. Bem, era óbvio porque todos chamavam ele de Ant.
Ele era um daqueles garotinhos. Você sabe, aqueles que parecem, como, 10 anos de idade quando na realidade tem 14 e já deveriam ter passado pela puberdade. Então, como se tivesse providenciado o maior contraste possível, Stevie Rae foi para o próximo garoto. — Esse é Johnny B.
Johnny B era alto e forte. Ele me lembrava Heath com o corpo atlético e a confiança fácil com que ele se mantinha. — Hey — ele disse, mostrando os dentes brancos e obviamente checando as Gêmeas, que ergueram as sobrancelhas e os checaram também.
— A próxima é Gerarty. Ela é a melhor artista que eu já conheci. Ela começou a decorar partes dos túneis. Vai ficar muito legal quando ela terminar. — Stevie Rae apontou para outra loira, só que Gerarty não era alta e parecida com uma Barbie. Ela era bonita, mas o cabelo loiro dela era mais lavado do que platinun, e cortado no estilo anos 70. Ela acenou para nós e parecia desconfortável.
— E por fim, mas não menos importante, Kramisha.
Uma garota negra saiu do grupo. Era um testemunho do quão distraída eu estava com Vênus e Aphrodite e Stevie Rae eu não ter notado ela antes. Ela estava usando uma camiseta amarela de corte baixo para mostrar o topo do sutiã e uma jeans de cintura alta que estava ajustada com um cinto de couro que combinava com as botas douradas. O cabelo dela estava cortado geometricamente curto na cabeça dela, e metade estava pintado de laranja.
— Vamos deixar claro desde agora que não vou dividir minha cama com ninguém — Kramisha disse, acenando a cabeça ao redor e parecendo entediada e irritada ao mesmo tempo.
— Kramisha, eu te disse um zilhão de vezes, não faça um problema de algo que não é um problema — Stevie Rae disse.
— Eu só quero ser clara sobre mim mesma — Kramisha disse.
— Tudo bem. Você está clara. — Stevie Rae pausou e olhou para mim com expectativa.
— Ok, esse é o meu grupo.
— E esses são a extensão dos calouros vermelhos? — Darius perguntou antes deu poder começar minhas apresentações.
Stevie Rae mordeu o lado de dentro da bochecha e não encontrou os olhos de Darius. — Yeah, esses são todos os meus calouros vermelhos.
Ah oh, esse é o olhar de eu-não-estou-contando-toda-a-verdade. Eu sabia, mas quando ela encontrou meus olhos, ela tão claramente me implorou para não dizer nada que eu decidi manter a boca a fechada e pegar a história toda quando não fôssemos o foco de atenção de todos.
Mas eu deixar de lado o questionamento a Stevie Rae não deixou de lado o pressentimento que tinha voltado, sinos de alarme tocando dentro da minha cabeça, alto e claro, com a evasão dela. Tinha definitivamente algo acontecendo com os calouros vermelhos, e eu não acho que esse algo fosse ser bom.
Eu limpei minha garganta. — Bem, eu sou Zoey Redbird. — Eu tentei soar educada e normal numa situação em que eu não sentia nenhum dos dois.
— Eu contei a vocês tudo sobre Zoey. Ela tem uma afinidade com os cinco elementos, e é através dos poderes dela que eu fui capaz de Mudar e todos termos nossa humanidade de volta — Stevie Rae disse. Eu notei que ela estava olhando diretamente para Vênus.
— Bem, não foi só através de mim que isso aconteceu. Meus amigos tiveram muito a ver com isso também. — Eu acenei para Aphrodite, que ainda estava bebendo direto do gargalo. — Vocês obviamente conhecem Aphrodite. Ela é humana agora, mas vamos apenas dizer que ela não é normal — Eu disse, completamente evitando o assunto do recém-Imprint dela com Stevie Rae.
Aphrodite bufou mas não disse nada.
— Essas são Erin e Shaunee, as Gêmeas. Erin tem uma afinidade com a água, Shaunee com o fogo. — As Gêmeas acenaram e falaram oi.
— Damien e Jack são um casal — eu disse. — Damien tem uma afinidade com o ar. Jack é o nosso cara do audiovisual.
— Oi — Damien disse.
— Olá — Jack disse. Ele ergueu a bolsa que ele ainda estava carregando. — Eu fiz sanduíches. Alguém está com fome?
— Alguém pode explicar porque tem um cachorro aqui? — Vênus disse, ignorando totalmente o ato amigável de Jack.
— Ela está aqui porque é minha — Jack disse. — Ela fica comigo. — Ele se abaixou e acariciou as orelhas suaves de Duquesa.
— Duquesa fica com Jack — eu disse firmemente, dando a Vênus um olhar duro e pensando que eu podia felizmente estrangular ela com a coleira de Duquesa antes de continuar as apresentações. — E esse é Erik Night.
— Eu lembro de você da aula de teatro — Shannonconpton disse, as bochechas ficando rosas. — Você é realmente famoso.
— Oi, Shannon. — Erik sorriu facilmente para ela. — Bom ver você de novo.
— Eu lembro de você também. Você estava com Aphrodite — Vênus disse.
— Não mais — Aphrodite disse rapidamente, dando um olhar a Darius.
— Obviamente. Você não é mais uma calouro — Vênus disse em uma voz sedosa que soava interessada demais. — Quando você Mudou?
— Apenas alguns dias atrás. — Ele disse. — Eu estava a caminho de uma academia de atores europeia quando Shekinah pediu que eu assumisse o lugar da Professora Nolan temporariamente na House of Night.
— Wow, eu sabia que aquela Alta Sacerdotisa parecia familiar. Era mesmo a Shekinah! — Shannoncompton disse. — Eu vi ela logo antes dela começar a andar em direção ao cara com as asas e — Ela parou de falar e mordeu o lábio de forma preocupada.
— E ela foi morta por Neferet — eu terminei por ela.
— Ela foi? Você tem certeza? — Darius perguntou.
— Ela está morta e eu vi Neferet fazer isso. Eu acho que ela a matou com a mente — Eu disse.
— Rainha Tsi Sgili — Damien murmurou. — É verdade então.
— Eu preciso de tudo isso explicado para mim — Darius disse diretamente.
— E esse é nosso guerreiro Filho de Erebus, Darius — eu disse.
— Ele tem razão — Stevie Rae disse. — Precisamos que seja explicado para nós o que aconteceu hoje a noite.
— Não apenas os acontecimentos de hoje — Darius disse. O olhar dele descansou no grupo de calouros incomuns. — Eu preciso de informação se vou proteger você. Eu devo saber tudo que tem acontecido.
— De acordo — eu disse, feliz além das palavras que tivéssemos um experiente Filho de Erebus no nosso grupo.
— Poderíamos comer e conversar — Jack disse. Quando eu olhei para ele, ele me deu um enorme sorriso. — Sempre ajuda comer junto. Uma refeição faz as coisas melhores.
— A não ser que você seja a refeição —Eu ouvi Aphrodite murmurar.
— Jack tem razão — Stevie Rae disse. — Porque todos nós não pegamos alguns dos ovos que temos na cozinha e umas batatinhas e algo assim. Vamos comer a conversar.
— Algo assim seria mais sangue? — Vênus disse.
— Sim, seria — Stevie Rae disse de forma — alias,— claramente não querendo fazer nada demais sobre a questão do sangue.
— Tudo bem. Eu vou pegar mais — Vênus disse.
— Hey, enquanto você está pegando o sangue, pega outra garrafa de vinho para mim — Aphrodite disse.
— Você sabe que eu não gosto de caridade, então você vai me pagar — Vênus disse.
— Eu lembro — Aphrodite disse. — E você deve lembrar que eu sempre pago minhas dividas.
— Yeah, era assim que costumava ser, mas parece que você mudou — ela disse.
— Não brinca? Quer dizer que você acabou de notar que eu virei humana?
— Não era disso que eu estava falando. Então só recoloque o vinho — ela acrescentou antes de sair do quarto.
— Hey, vocês não eram colegas de quarto? — Stevie Rae perguntou a Aphrodite.
Aphrodite ignorou Stevie Rae e eu tive a vontade de chacoalhar ela e gritar. Não falar com ela ou não olhar para ela não vai quebrar seu Imprint com ela.
— Sim, elas eram — Erik disse pelo ar morto, me lembrando que porque ele e Aphrodite tinham estado juntos, ele conhecia a colega de quarto dela, talvez bem demais.
— Yeah, bem, as coisas mudam. — Aphrodite encontrou a voz dela.
— As pessoas mudam — eu disse, puxando meu olhar de Erik.
Aphrodite encontrou meus olhos. Os lábios dela se curvaram num triste e sarcástico sorriso. — E isso é verdade demais — ela disse.

4 comentários:

  1. "Não falar com ela ou não olhar para ela não vai quebrar seu Imprint com ela." - Há alguns livros atrás, lá estava a Zoey, querendo parar de ver e falar com o Heath porque essa distância poderia quebrar o Imprint deles *em crise de riso pela ironia*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O imprint tem chances de ser quebrado com a distancia física entre os envolvidos. No caso da Zoey e do Heath daria certo o "parar de ver e falar" pq eles não conviviam juntos. Era só eles pararem de se encontrar. Já no caso da Aphrodite e da Stevie não funcionaria, pq elas não podem se afastar, já que não podem sair do subterrâneo. É isso que a zoey quer dizer, se as duas pararem de se falar não adianta nada, já que não podem dar distância uma pra outra.

      Excluir
  2. Eu me ericei automaticamente enquanto Erik passava pela multidão na porta. Se alguém (Vênus) tentasse morder ele, alguém (eu) ia começar a porrada. Ponto. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk morri !!!!
    # eu seguro e zoey bate

    ResponderExcluir
  3. Já estou querendo estrangular essa Vênus.

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!