1 de outubro de 2015

Capítulo 4

Eu queria contar a Stevie Rae sobre o que tinha acontecido com Loren, o sobre Aphrodite nos pegar, mas eu não estava com vontade de contar as notícias para Damien e as Gêmeas. Não que eles também não fossem meus amigos, mas eu mal tive tempo de processar o que aconteceu, e a ideia dos três conversando feito loucos me fez encolher. Especialmente já que as Gêmeas tinham reorganizado os seus períodos para ir na aula de poesia de Loren, onde elas livremente entraram para passar uma hora inteira, todo dia, só para olhar para ele. Elas perderiam a cabeça completamente quando eu contasse a elas o que tinha acontecido. (Além do mais, algo tinha acontecido? Eu quero dizer, o cara só tocou meu rosto.)
— O que aconteceu com você? — Stevie Rae perguntou.
A atenção que os quatro estavam focando tentando descobrir se havia um cabelo na salada de Erin ou se era apenas um daqueles estranhos barbantes de um pedaço de aipo mudou instantaneamente para mim.
— Nada, estou apenas pensando sobre o Ritual de Lua Cheia no domingo. — Eu olhei para meus amigos. Eles estavam me olhando com olhos que dizia que eles totalmente acreditavam que eu tinha bolado algo, e não faria papel do boba. Eu queria ter a confiança deles em mim.
— Então o que você vai fazer? Você decidiu? — Damien perguntou.
— Eu acho que sim. Na verdade, o que vocês acham dessa ideia... — Eu comecei a falar da ideia do Conselho e do Prefeito, e percebi na metade da explicação que realmente era um plano muito bom. Eu terminei com os cinco ideais que eram aliados com cada elemento.
Ninguém disse nada. Eu estava começando a me preocupar quando Stevie Rae jogou seus braços ao meu redor e me abraçou com força.
— Oh, Zoey! Você vai ser uma Alta Sacerdotisa incrível. — Damien estava com os olhos todos nebulosos e sua voz totalmente adorável. — Eu sinto que estou na Corte de uma grande rainha.
— Ou você poderia ser uma grande rainha — Shaunee disse.
— Vossa Majestade Damien... hee heee — Erin disse, rindo.
— Gente... — Stevie Rae avisou.
— Desculpe — as Gêmeas falaram juntas.
— Foi só muito difícil resistir — Shaunee disse. — Mas sério, adoramos a ideia.
— Yeah, parece um jeito excelente para manter as bruxas de fora — Erin disse.
— Bem, essa é outra coisa que preciso falar com vocês. — Eu respirei fundo. — Eu acho que sete é um bom número para o Conselho. Assim tem um tamanho descente, e é impossível haver empate. — Eles acenaram. — Então, tudo que eu tenho lido – não só sobre as Filhas das Trevas, mas sobre conselhos estudantis em geral – diz que os membros do Conselho são veteranos. Na verdade o Prefeito Sênior, que seria eu, é um, bem, sênior, não um calouro.
— Eu gosto do titulo Terceiranista mais. Parece mais velho — Damien disse.
— Independente de como a gente chame, não é normal sermos tão jovens. O que significa que precisamos de duas pessoas mais velhas no Conselho conosco.
Houve uma pausa, e então Damien disse, — Eu nomeio Erik Night.
Shaunee virou os olhos.
Erin disse, — Ok, quantas vezes vamos ter que explicar isso para você – o garoto não é do seu time. Ele gosta de peitos e vaginas, não pênis e anu –
— Pare! — Eu absolutamente não queria entrar nesse assunto. — Eu acho que Erik Night é uma boa escolha, e não porque ele gosta de mim ou, bem...
— De partes femininas? — Stevie Rae ofereceu.
— Sim, partes femininas versus partes masculinas. Eu acho que ele tem as qualidades que estamos procurando. Ele é talentoso, querido, e é um cara legal.
— E ele é lindo... — Erin disse.
—... de cair morto — Shaunne terminou.
— É verdade; ele é. Mas não vamos basear associação com aparência.
Shaunee e Erin franziram, mas não discutiram. Elas não são superficiais de verdade; elas só são um pouco superficiais.
Eu respirei fundo. — E eu acho que o último membro do Conselho precisa ser um sênior que fazia parte do grupo interno de Aphrodite. Isto é, se alguns deles pedir para se juntar ao nosso Conselho.’
Dessa vez não houve um impressionante silêncio. Erin e Shaunee, como sempre, falaram juntas.
— Uma das bruxas do inferno!
— De jeito nenhum!
Damien falou enquanto as Gêmeas procuravam por fôlego para falar de novo. — Eu não vejo como isso pode ser uma boa ideia. — Stevie Rae só parecia chateada e não disse nada.
Eu levantei minhas mãos, e fiquei satisfeita (e surpresa) por ver que eles realmente ficaram quietos.
— Eu não assumi as Filhas das Trevas para começar uma guerra na escola. Eu assumi porque Aphrodite era uma valentona, e tinha que ser parada. Agora que eu estou no comando das Filhas das Trevas eu quero que ela seja um grupo pessoal e seja honrado para participar. E eu não quero dizer só um grupo selecionado, como quando Aphrodite era a líder. As Filhas e Filhos Negros deve ser um grupo difícil de entrar e deve ser seletivo. Mas não porque apenas os amigos da líder atual tiveram a chance de entrar. Eu quero que as Filhas e Filhos Negros seja algo que todos sintam orgulho, e eu acho que permitindo que alguém do antigo grupo participe do meu Conselho irá mandar a mensagem certa.
— Ou você vai deixar a cobra entrar no ninho — Damien disse quietamente.
— Me corrija se eu estiver errada, Damien, mas cobras não são aliadas de Nyx? — Eu falei rapidamente, seguindo o sentimento intuitivo que estava batendo em mim. —Elas não tem uma má reputação porque historicamente elas foram o símbolo do poder feminino, e os homens queriam tomar esse poder das mulheres e fizeram dele algo nojento e assustador?
— Não, você está certa — ele disse relutantemente, — mas isso não significa que deixar uma pessoa da gangue de Aphrodite entrar no nosso Conselho seja uma boa ideia.
— Vê, esse é o ponto. Eu não quero que seja nosso Conselho. Eu quero que isso vire uma tradição na escola. Algo que dure além de nós.
— Então você está querendo dizer que se algum de nós não sobreviver à Mudança, encontrar uma pessoa nova para as Filhas das Trevas será como se nós continuássemos a viver — Stevie Rae disse, e eu vi que ela capturou o interesse do resto deles.
— É exatamente o que eu quero dizer – embora eu não acho que tenha percebido isso até esse segundo — eu disse com pressa.
— Bem, eu gostei dessa parte, embora não tenha intenção de me afogar em meus próprios ensanguentados pulmões — Erin disse.
— É claro que você não vai, Gêmea: é um jeito nada atraente de morrer.
— Eu não quero nem pensar sobre não conseguir passar pela Mudança — Damien disse, — mas se – algo horrível acontecer comigo, eu gostaria que algo sobre mim vivesse aqui na escola.
— Podemos ter quadros? — Stevie Rae perguntou, e eu notei que de repente ela estava parecendo pálida demais.
— Quadros? — Eu não fazia ideia do que ela estava falando.
— Yeah. Eu acho que devemos ter uma quadro ou algo que grave o nome dos... dos... do que você os chamou?
— Prefeitos — Damien disse.
— Yeah, Prefeitos. O quadro, ou algo assim, pode ter o nome dos Prefeitos do Conselho a cada ano, e ficará a mostra para todos verem.
— Yeah — disse Shaunee, aumentando a ideia. — Mas não só um quadro. Precisamos de algo que seja mais legal que um quadro.
— Algo que seja único – como nós — Erin disse.
— Impressões de mão — Damien disse.
— Huh? — Eu perguntei.
— Nossa impressão de mão é única. Se fizermos um gesso com nossas impressões de mão, e então assinarmos nossos nomes embaixo — Damien disse.
— Como as estrelas em Hollywood! — Stevie Rae disse.
Ok, parece meio brega, o que significa que eu não posso não gostar. A ideia era como nós – única – legal – e beirando a brega.
— Eu acho que impressões de mão são uma ideia excelente. E sabe qual é o lugar perfeito para elas? — Eles olharam para mim com alegres e brilhantes olhos, a preocupação deles com um dos amigos de Aphrodite se juntar a nós, assim como o medo constante de uma morte repentina que sempre carregávamos conosco, temporariamente esquecidas. — O jardim é o lugar perfeito.
O sino tocou, nos chamando de volta para a aula. Eu pedi para Stevie Rae dizer a nossa professora de espanhol, Prof. Garmy, que eu tive que ir ver Neferet, então vou me atrasar. Eu realmente queria contar a ela sobre minhas ideias enquanto elas ainda estavam frescas na minha mente. Eu não iria demorar – só daria a ela a base e ver se ela gostava da direção em que eu estava indo. Talvez... talvez eu até peça a ela para vir no Ritual da Lua Cheia no domingo, e esteja lá quando eu anunciar o novo processo de seleção para associação as Filhas e Filhos Negros. Eu estava pensando sobre o quão nervosa eu ficaria se Neferet estivesse lá, me observando lançar o círculo e liderar meu próprio ritual, e estava dizendo a mim mesma que eu tinha que me livrar dos meus nervos... que era a melhor coisa para as Filhas das Trevas se Neferet estivesse lá para mostrar seu apoio em meus novos ideais e –
— Mas foi o que eu vi! — A voz de Aphrodite, carregada pela porta aberta da sala de Neferet, me tirou dos meus pensamentos e me fez parar. Ela soava horrível – totalmente chateada e talvez até assustada.
— Se sua visão não é melhor que isso, então talvez seja hora de você parar de compartilhar o que você vê com os outros. — A voz de Neferet era gelada, assustadora, fria, e dura.
— Mas, Neferet, você perguntou! Tudo que eu fiz foi dizer o que eu vi.
Do que Aphrodite estava falando? Ah, diabos. Ela podia ter ido correndo contar a Neferet que ela tinha visto Loren tocar meu rosto? Eu olhei ao redor para o corredor vazio. Eu deveria sair daqui, mas de jeito nenhum se a bruxa estava falando de mim – mesmo que parecesse que Neferet não estava acreditando em nada que ela estava dizendo. Então ao invés de ir embora (como uma garota esperta), eu andei rapidamente e silenciosamente para o canto escondido perto da porta parcialmente aberta. E então, pensando rápido, eu tirei um dos meus brincos prateados e o joguei no canto. Eu ia e vinha da aula de Neferet bastante – não é estranho eu vir procurar um brinco perdido perto da porta dela.
— Você sabe o que eu quero que você faça? — As palavras de Neferet estavam tão cheias de raiva e poder que eu podia ver elas se espalharem na minha pele. — Eu quero que você aprenda a não falar de coisas que são questionáveis. — Ela disse. Ela estava falando sobre fofocar sobre Loren e eu?
— Eu – eu só queria que você soubesse. — Aphrodite começou a chorar, e ela disse as palavras entre o choro. — Eu pensei que talvez pudesse haver algo que você pudesse fazer para impedir.
— Talvez seja sábio da sua parte pensar isso por causa das suas ações egoístas no passado, Nyx está retendo seus poderes de você porque você não é mais a favor dela e o que você está vendo agora são imagens falsas.”
Eu nunca ouvi esse tipo de crueldade que enchia a voz de Neferet. Nem parecia ela, e me assustou de um jeito que era difícil definir. O dia que eu fui Marcada, eu sofri um acidente antes de vir para a House of Night. Quando eu estava inconsciente a deusa me disse que ela tinha um plano especial para mim, e então ela beijou minha testa. Quando eu acordei minha Marca estava completa. Eu tinha uma poderosa conexão com os elementos (embora não tenha percebido isso até mais tarde), e também tinha um novo pressentimento que as vezes me dizia para fazer ou dizer certas coisas – e algumas vezes me dizia muito claramente para manter minha boca fechada. Agora meu pressentimento estava me dizendo que a raiva de Neferet estava toda errada, mesmo que fosse uma resposta a maliciosa fofoca de Aphrodite sobre mim.
— Por favor não diga isso, Neferet! — Aphrodite chorou. — Por favor não diga que Nyx me rejeitou!
— Eu não tenho que te dizer nada. Procure em sua alma. O que está dizendo a você?
Se Neferet tivesse dito as palavras gentilmente, elas não seriam nada mais que a sabedoria de um professor, uma sacerdotisa, dando a alguém que estava perturbado uma direção – como procurar dentro de si, e consertar, o problema. Mas a voz de Neferet era fria e cruel e de desprezo.
— Está – está me dizendo que eu – eu, uh, cometi erros, mas não que a deusa me odeia.
Aphrodite estava chorando tanto que estava ficando cada vez mais difícil entender.
— Então você deveria olhar mais atentamente.
O choro de Aphrodite aumentou. Eu não conseguia mais ouvir. Deixando meu brinco, eu segui meu instinto e sai dali.

10 comentários:

  1. A coisa vai ficar feia

    ResponderExcluir
  2. Não confio na Neferet, não sei por que

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Intuição bem... Vc logo vai descobrir o pq n confiar nela...

      Excluir
  3. Eu simplesmente não consigo gostar da Neferet... ARGH.
    E estou com pena da Aphrodite. Realmente começando a gostar dela *-*

    ResponderExcluir
  4. Nem todo claro é bom . foi isso que nyx quiz dizer? Que neferet era ruim?

    ResponderExcluir
  5. Nossa que piranha essa Neferet, essa crueldade dela com a Aphrodite diz muito sobre quem ela é, se ela não quer que a Aphrodite fale sobre as visões, então está armando algo. Se a Zoey não se ligar, eu bato nela.

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!