4 de outubro de 2015

Capítulo 30

Apesar do fato de que tinha começado a cair novamente, Damien, as Gêmeas, Aphrodite, e Darius chegaram poucos minutos depois que o sinal tocou.
— Boa nota — disse Erin.
— Muito esperto o que você fez para chegarmos aqui sem que pensássemos nisso antes — Shaunee disse.
— Muito boa, você foi! — Damien disse.
— Mas vocês estão pensando agora, portanto precisamos ter a certeza que esses pensamentos estão protegidos, e avançar e avançar mais rápido do que nunca, é o que vamos fazer — disse Darius.
— Concordo — eu disse. — Rapazes, convoquem seus elementos e façam uma barreira protetora ao redor das suas mentes.
— Sem problemas — disse Erin.
— Sim, nós praticamos — Shaunee disse.
— Vocês precisam de mim para lançar um rápido círculo? — Eu perguntei.
— Não, Z, só precisamos que você se cale um segundo — Damien disse. — Já temos nossos elementos preparados e esperando.
— Orda de nerds, façam logo! — Aphrodite disse.
— Cale a boca! — as Gêmeas gritaram juntas pra ela.
Aphrodite bufou para eles e foi para perto de Darius, que automaticamente colocou o braço em torno dela. Percebi que o corte em seu rosto estava quase completamente curado, e havia apenas uma fina linha rosa onde antes havia uma laceração desagradável.
Me fez pensar na minha cicatriz e, enquanto as Gêmeas e Damien estavam ocupados invocando seus elementos, e Aphrodite estava com Darius, eu virei minhas costas para eles e cuidadosamente espiei na frente da minha camisa. E tremi com o que eu vi. Ok, minha cicatriz não era uma longa, fina linha rosa. Estava enrugada e irregular, e ainda estava vermelho e com aparência irritada. Eu desloquei meus ombros. Não, não estava realmente machucado. Só estava dolorido ao toque. E feio. Realmente, realmente feio.
Pensei em alguém vendo minha desagradável cicatriz (“alguém” como Stark, ou Erik, ou mesmo Heath, para esse assunto) eu queria chorar. Talvez eu nunca estivesse com outro cara. Iria certamente tornar minha vida menos complicada...
— Cicatrizes de batalha na guerra contra o mal é um conjunto que tem a sua própria beleza — Lenobia disse.
Eu pulei. Ela estava de pé perto de mim, e eu não tinha ouvido a sua chegada. Eu olhei para ela de forma constante. Ela era absolutamente perfeita e completamente linda e bonita. — Isso soa bonito na teoria, mas quando a cicatriz pertence a você, a realidade é uma bem diferente da teoria.
— Eu sei do que falo, Sacerdotisa. — Ela tirou os cabelos do seu ombro, para que eu pudesse ver a parte de trás do pescoço dela, e com a sua outra mão, puxou de lado a gola da sua blusa branca para expor uma terrível cicatriz que percorria para cima, dando volta em seu pescoço, e desaparecia, espessa e enrugada, em sua volta.
— Ok! Estamos todos com nossos elementos — Erin chamou.
— Sim, nós estamos prontos para o mal e a sujeira — Shaunee disse.
— Então, qual é a mais recente? — Damien disse.
Lenobia e eu trocamos uma rápida olhada. — Essa história irá esperar por um outro tempo — disse ela suavemente. Eu segui de volta aos meus amigos, me perguntando que tipo de mal que ela poderia ter combatido para ficar com essa terrível cicatriz.
— Zoey descobriu quem são as pessoas do poema — Lenobia disse sem qualquer preâmbulo. — E o lugar de poder em que eles precisam se juntar.
Todos olharam para mim. — Que é a Abadia das Irmãs Beneditas. Me lembrei que uma das razões de Irmã Mary Angela não ficar totalmente chocada quando eu mostrei que podia invocar os elementos de que ela iria se sentir elementar. Ela disse que a abadia foi construída sobre um lugar de poder espiritual. Eu não acho que muito depois. — Eu pausei e sorri um pouco. — Na verdade, eu não levei a sério, e pensei que ela estava apenas sendo Louca-por-religião.
— Bem, em sua defesa, a freira é bem diferente — disse Aphrodite.
Darius concordou, — Pelo menos ela é uma freira.
— Ela é também o Espírito que o poema fala — eu disse.
— Uau, você descobriu isso! — Damien sorriu para mim. — Quem personifica o resto?
— Bom o Sangue é Stevie Rae.
— Ela definitivamente gosta o suficiente — disse Aphrodite, no seu jeito.
— Você é a Humanidade — eu disse a ela com firmeza, fazendo meu anúncio com um grande sorriso.
— Ótimo. Simplesmente fantástico. Permita fazer um registro agora: Eu. Não. Quero. Ser. Mordida. Outra. Vez. Nunca. — Então ela olhou para Darius e sua expressão mudou, e acrescentou, — Exceto por você, bonitão.
As Gêmeas soltaram ruídos.
— A Terra é a minha avó — eu continuei, ignorando todas elas.
— Ainda bem que sua avó já está no mosteiro — Damien disse.
— E quem é a Noite? — Shaunee perguntou.
— É Zoey — Aphrodite disse.
Levantei minhas sobrancelhas para ela.
Ela rolou os olhos. — Quem é mais poderia ser? Quem é mentalmente perturbado ou partilha um cérebro — ela deu um olhar para Damien e as Gêmeas — o que poderia sair disso?
— Ok, sim, eu sou a Noite — eu disse.
— Portanto, temos de chegar ao mosteiro das Irmãs Beneditas — Darius disse, isso, como é habitual, direto ao coração da nossa logística de “operação”. Digo “operação” porque geralmente acho isso como eu fico imaginando coisas e bagunçando elas, não é exatamente uma Operação.
— Sim, e você precisa chegar rapidamente, antes que Kalona e Neferet possam causar qualquer dano a mais ao nosso povo — disse Lenobia.
— Ou começar uma guerra com os humanos — disse Aphrodite.
Todos exceto Darius olharam para ela. E eu vi através da sua beleza, como ela parecia sempre totalmente em conjunto, a escuridão moída sob os olhos dela e vagamente a tonalidade avermelhada que ainda não tinha observado na parte branca.
— Você teve outra visão — eu disse.
Ela acenou.
— Ah, merda. Eu não vou morrer novamente?
Ouvi Lenobia chocada puxando o ar. — Uh, longa história — eu disse.
— Não, idiota. Você não vai ser morta. Mais uma vez — disse Aphrodite. — Mas eu tive um flash da guerra a mesma que vi antes, só que desta vez eu reconheci os Corvos Escarnecedores. — Ela pausou, suspirou. — Sabia que eles podem violar as mulheres? Não é uma visão confortável. Seja como for, Neferet junta com Kalona para cumprir seu louco regime guerra-com-os-humanos.
— Mas a última vez que você teve a visão da guerra, salvando Zoey ela não iria acontecer — disse Damien.
— Eu sei disso. Sou a garota visão, lembra? O que eu não sei o motivo por que foi um presente diferente, exceto que agora Kalona foi adicionado na mistura. E, bem, eu odeio a pista de você sobre isso, Porque ele é mais do que um pouco assustador, mas tem Neferet que totalmente passa para o lado negro. Ela está se transformando em algo, e é como nenhum Vampiro; nunca antes conhecido.
Algo dentro de mim se alertou, e com as peças do quebra cabeça se juntando, eu sabia o que estava acontecendo. — Ela está se tornando Rainha Tsi Sgili, o primeiro Vampiro Tsi Sgili, e isso é algo que nunca foi conhecido antes. — Eu disse em uma voz que soava tão fria quanto eu sentia.
— Sim. Isso é o que eu vi — disse Aphrodite, olhando pálida. — Sei também que a guerra começa aqui, em Tulsa.
— Assim, que o conselho estiver aqui na House of Night — eu disse.
— Conselho? — Lenobia disse.
— É demais para explicar agora. Digamos que é uma boa coisa eles não apenas pensar regionalmente e sim globalmente — eu disse.
— Isso significa que se fizermos Kalona e, esperamos, Neferet ir com ele, fugindo de Tulsa, então, talvez a guerra não seja iniciada — Darius disse.
— Ou, pelo menos, ela não começara aqui — eu disse. — E isso pode nos dar tempo para descobrir como se livrar dele permanentemente, uma vez que ele parece ser o ator principal na guerra.
— É Neferet — disse Lenobia em uma voz tão calma que pareceu quase morta. — Ela é o impulso por trás de Kalona. Ela planeja ter uma guerra contra os humanos há muitos anos. — Ela encontrou meus olhos. — Você pode ter que matá-la.
Eu fiquei branca. — Matar Neferet! De jeito nenhum. Eu não vou fazer isso!
— Você pode ter que fazer — Darius disse.
— Não! — Eu chorei de novo. — Se fosse para matar Neferet, eu não teria esta terrível dor no meu intestino só de pensar nisso. Nyx iria me deixar saber que era a vontade dela, mas eu não posso acreditar que assassinar a Alta Sacerdotisa seria a vontade da Deusa.
— Ex-Alta Sacerdotisa — Damien disse.
— E um trabalho como Alta Sacerdotisa você pode perder? — Shaunee perguntou.
— Sim, não é um daquelas ‘coisas’ para a vida toda? — Erin disse.
— Além disso, ela é realmente uma Alta Sacerdotisa se ela está se transformando em outra coisa, como Rainha Tsi Sgili?— Aphrodite acrescentou.
— Sim! Não! — Eu enrolei. — Eu não sei. Vamos apenas sair do assunto de matar Neferet. Eu, portanto, não posso fazer isso.
Vi Darius, Lenobia, Aphrodite em uma longa troca de olhar, que eu definitivamente optei por ignorar. Então Lenobia disse, — Voltar a pensar em tirar vocês daqui. Penso que é algo que precisamos fazer agora.
— Agora? — Shaunee disse.
— Como este segundo? — Erin acrescentou
— Quanto mais cedo melhor — eu disse. — Quero dizer, eu posso sentir seus elementos, e eu sei que eles estão protegendo seus pensamentos, mas a verdade é que, se Neferet está tentando entrar na sua mente, ela vai saber que algo está acontecendo quando der de frente contra uma parede elementar. Ela só não vai saber exatamente o quê. — Eu olhei em volta, esperando ver ela flutuando, espectralmente nas sombras com suas aranha. — Ela também apareceu duas vezes para mim como um fantasma nojento, por isso digo que precisamos fazer o inferno para sairmos daqui. Agora.
— Eu não gosto do som disso — disse Erin.
— Digo sobre isso — eu disse. — Mas sair daqui vai ser um problema. O tempo não vai definitivamente nos ajudar. Eu não podia nem andar do edifício principal para os estábulos sem quase quebrar meu traseiro. Tive de usar o fogo para derreter alguns dos estúpidos gelos. — Eu olhei para Shaunee e ela sorriu um pouco.
— Peraí, o que você disse sobre o uso do elemento fogo para derreter o gelo? — Lenobia quebrou o ar.
Eu suspirei. — Eu só estava cansada de quase cair. Então eu centrei algumas chamas na calçada. E derreti o gelo sem nenhum problema.
— Na verdade, Fácil-fácil — Shaunee disse. — Eu tenho feito isso sozinha.
Lenobia parecia cada vez mais animada. — Você acha que você poderia projetar a chama especificamente suficiente que poderia derreter o gelo no seu pé e do grupo, se você andar?
— Sim, eu acho que sim. Se pudéssemos descobrir alguma forma, de não queimar os pés, também. Não sei quanto tempo eu poderia fazê-lo, apesar de tudo. — Eu olhei questionadoramente para Shaunee.
Ela acenou. — Claro, eu poderia ajudar, e não iria mesmo queimar os meus pés. Com nós duas unidas poderemos manter por mais tempo do que conseguiríamos sozinhas.
— Isso, Gêmea — disse Erin — Vinte e um com a Lewis fica a apenas uma meia milha de rua. Zoey procurou isso hoje, então vocês devem ser capazes de manter o calor por muito tempo.
— Mesmo com o problema do gelo resolvido, não sei se nos moveremos rápido o suficiente a pé, e eu não posso encobrir o Hummer porque não é orgânico — eu disse.
— Acho que tenho uma solução para você — disse Lenobia. — Vem comigo. — Nós a seguimos e ela nos levou a baia de Persephone. A égua estava comendo contentemente, e ela simplesmente levantou suas orelhas para trás quando Lenobia cumprimentou ela, ela se deslocou e, desceu, e disse — Olá, doce menina.
Persephone obedientemente levantou sua perna. Lenobia tirou a palha que estava no seu casco, e, depois, ainda manteve a perna da égua para cima, ela olhou para Shaunee. — Você pode enviar a chama para aquecer o seu casco?
Shaunee olhou surpresa com o inusitado pedido, mas disse, — Fácil-fácil. — Então ela deu uma respiração profunda, e eu ouvi ela sussurrar alguma coisa que eu não podia entender, e ela apontou um dedo brilhante pata o casco de Persephone. — Vamos, baby, queime! — disse ela. O brilho de seu dedo foi e se assentou no casco de Persephone. Em alguns momentos ele começou a brilhar, também. Persephone parada comendo, virou a cabeça e lhe deu um olhar curioso, respirou e, em seguida, voltou a comer.
Lenobia verificou o casco, e colocou o dedo para ver se o ferro estava quente, rapidamente puxando o dedo a distância da superfície brilhante. — Definitivamente funcionou. Pode fazê-lo ir embora agora, Shaunee.
— Obrigado, fogo! Pode voltar para mim agora! — O brilho saiu do cavalo, novamente, e então voltou para Shaunee cujo o corpo enrijeceu e ela amarou a cara — Só se
estabelece.
Lenobia colocou o casco do cavalo, para baixo, ela acariciou a pata carinhosamente, e disse, — Assim que vocês vão sair daqui e ir para o Mosteiro rapidamente. Com os cavalos, o que, na minha opinião, é a melhor maneira de viajar, de qualquer forma.
— A ideia tem mérito — disse Darius. — Mas o que fazer para escapar? Certamente os Corvos Escarnecedores não vão nos deixar sair pelo portão da frente.
Lenobia sorriu. — Talvez eles deixem.

3 comentários:

  1. Eu to me apaixonando mesmo sendo livro que e meio de menina mas mesmo asim e muito legal

    ResponderExcluir
  2. #cair fora kkkk
    ass:leticia

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!