8 de outubro de 2015

Capítulo 29 - Kalona

Rephaim não havia contado a ele. O seu filho tinha deixado que ele acreditasse que a Deusa o perdoara e que, ao fazer isso, presenteara-o com a forma de um garoto humano.
Rephaim não havia mencionado que ele tinha sido condenado a ser um pássaro, uma besta que só podia ansiar algo que era, com a mente de uma criatura, inalcançável para sempre.
 Pelo menos durante a luz do dia, é inalcançável  Kalona disse, andando de um lado para o outro no alto da montanha.
 Nósss vamosss ajudar você?
A raiva de Kalona explodiu ao ouvir o som sibilante e semi-humano da voz do seu outro filho. Ele se virou para Nisroc, levantando a mão para dar uma bofetada nele e fazê-lo ficar em silêncio. Os Corvos Escarnecedores que estavam aglomerados por perto se afastaram para trás rapidamente, saindo do seu alcance. Nisroc se encolheu, mas continuou perto e não tentou escapar da fúria de seu pai.
No meio do caminho, Kalona hesitou. Ele deixou a mão despencar. O imortal encarou seu filho que estava quieto e abaixado, esperando a explosão.
 Por quê?  Kalona deixou o desespero que estava sentindo transparecer na sua voz.  Por que você iria querer me ajudar?
Nisroc levantou a cabeça. Havia confusão no seu olhar vermelho.
 Você é pai.
 Mas eu não tenho sido um bom pai.
Nisroc continuou olhando firme para ele.
— Issso não importa. Pai você ainda é.
Completamente derrotado, Kalona só conseguiu balançar a cabeça e, com uma voz suavizada por emoções que ele mal entendia, afirmou:
 Vocês não podem me ajudar nisso  Kalona fez um gesto em direção ao céu.  Vão em frente. Está totalmente escuro agora. Vocês podem esticar suas asas e voar pelo céu sem serem vistos. Apenas voltem antes do amanhecer.
Eles não hesitaram. Os Corvos Escarnecedores saltaram da montanha e, com berros de corvo, subiram ao céu.
Kalona não percebeu que Nisroc não tinha partido com eles até que ele falou. A voz de seu filho estava suave de modo incomum. Talvez essa suavidade tenha feito com que ele soasse tão humano:
 Ajudar você, eu poderia.
Kalona olhou para o seu filho.
 Obrigado  ele agradeceu.
Nisroc abaixou a cabeça, como se as palavras de seu pai fossem tão palpáveis quanto a explosão que ele quase recebera. Kalona limpou a garganta e desviou os olhos da criatura que ele havia feito do ódio e da luxúria.
 Vá em frente. Junte-se aos seus irmãos. Eu ordeno.
 Ssssim, Pai.
Kalona escutou Nisroc bater suas asas contra o vento. Ele levantou a cabeça para assistir seu filho desaparecer na noite.
Foi quando ele estava sozinho que o telefone começou a tocar. Sentindo-se ridículo, ele pegou aquela coisa na pedra em que a havia deixado na noite anterior. Na tela, estava escrito STEVIE RAE. Sem hesitar, Kalona clicou no botão para atender a ligação e colocou o telefone no ouvido.
 Salve Rephaim! O touro vai matá-lo!  a voz da Vermelha gritou mais alto que um terrível crescente de sons.
Houve um ruído de eletricidade estática e caiu a linha.
O corpo de Kalona já estava em movimento antes que a sua mente processasse a sua decisão. Ele se atirou no céu, levantando consigo os fragmentos etéreos que flutuavam desde o Outromundo, formando correntes no céu dos mortais.
— Eu apelo ao poder do espírito dos imortais ancestrais, que eu posso comandar por direito de nascença. Leve-me ao sangue do meu sangue, ao filho do meu espírito. Leve-me até Rephaim!


Zoey

— Salve Rephaim! O touro vai matá-lo!  Stevie Rae gritou e derrubou o telefone, que foi engolfado pelo brilho escarlate.
Ela tentou ficar em pé para ir até Rephaim, mas o seu corpo estava preso dentro do poder do círculo. Desesperadamente, ela berrou para mim:
 Feche o círculo! Deixe-me ajudá-lo!
Eu não hesitei. Nós já havíamos visto a verdade sobre o assassinato de mamãe. O círculo podia ser fechado.
 Espírito, terra, água, fogo e ar, eu liberto vocês!
Mas as minhas palavras não fizeram diferença alguma. O brilho vermelho ainda nos aprisionava.
 O que está acontecendo?  Stevie Rae estava chorando e lutando inutilmente para se levantar.
 A morte colocou o seu feitiço em andamento  Thanatos repetiu. — Só a morte pode libertar o círculo.
 Você representa a morte. Você pode nos libertar  eu disse.
 Eu não posso  ela pareceu velha e derrotada.  Perdoe-me.
 Não! Isso não é bom o bastante. Você tem que...
Antes que eu conseguisse terminar a frase, Aurox abaixou a sua cabeça horrível para atacar Rephaim novamente. Sangrando e esgotado, Dragon Lankford cambaleou entre o garoto e a criatura, absorvendo o impacto destinado a Rephaim. O chifre de Aurox atingiu o meio do peito de Dragon, levantando-o dos seus pés quando o touro atravessou completamente o Mestre da Espada.
Aurox deu um passo para trás, balançando a cabeça para que o corpo de Dragon se soltasse e deslizasse para o chão. Nós assistimos Dragon estremecer, tossir e então ele olhou para o nosso círculo e, com o seu último suspiro, disse:
 Se só a morte pode libertar vocês, então que a minha morte os liberte...
Aurox rosnou a sua vitória e contornou o corpo de Dragon para continuar seu ataque contra Rephaim.
Mas a morte de Dragon mudou tudo. O brilho vermelho se levantou do círculo. Ele subiu tão alto que parecia que ia tocar a lua. No céu, ele explodiu e uma neblina prateada voltou para a terra, banhando tudo gentilmente com uma chuva quente com o cheiro da primavera.
No mesmo segundo em que foi libertada, Stevie Rae correu para a frente, chamando:
 Terra, venha para mim! Proteja Rephaim!
Mas o brilho verde que apareceu instantaneamente em volta de Rephaim não foi necessário. Quando a chuva prateada molhou o touro, o corpo da criatura se contorceu, deu um solavanco e então tropeçou. Eu pisquei e enxuguei meu rosto, tentando clarear minha visão, mas percebi que não havia nada errado com ela. Aquela coisa que parecia um touro estava se fundindo, transformando-se e, depois de alguns momentos, Aurox, o garoto que havia me salvado do galho caído, estava de pé no seu lugar.
Ele piscou várias vezes e olhou em volta como se estivesse confuso, como se não soubesse onde estava.
 Afaste-se dele!  Stevie Rae rosnou para Aurox, colocando-se entre ele e Rephaim. As mãos dela estavam emitindo um brilho verde.
Aurox deu um passo hesitante para trás, balançando a cabeça. Ele estava olhando em volta, ainda obviamente aturdido. Eu vi o momento em que o olhar dele encontrou em que o olhar dele encontrou o corpo perfurado de Dragon.
— Não!  Aurox desviou os olhos do corpo machucado de Dragon e então me viu.  Zoey! Eu escolhi um futuro diferente. Eu escolhi!
Então Stark e Darius estavam lá, correndo na direção dele com as espadas levantadas. Aurox ainda estava balançando a cabeça e falando sem parar:
 Eu escolhi um futuro novo... Eu escolhi um futuro novo...
Mas não importava o que as suas palavras diziam, eu percebi que o seu corpo estava começando a se agitar de novo. Ele estava se transformando de volta no touro. Stark e Darius iam matá-lo.
As Trevas nem sempre equivalem ao mal; a Luz nem sempre traz o bem. Veja com a Visão Verdadeira, minha filha...
Veja com a Visão Verdadeira... A voz de Nyx preencheu a minha mente e eu sabia o que tinha que fazer. Ergui a pedra vidente, que descansava entre meus seios, respirei fundo e olhei através dela para Aurox.
Visto através da minha pedra, o corpo do garoto irradiava um brilho de pedra da lua bem do seu centro, perto do coração. O brilho se expandiu até encobrir Aurox completamente. E então eu percebi o que o brilho realmente era: a imagem de outro corpo, um corpo fantasmagórico e etéreo que não estava apenas encobrindo Aurox, mas obscurecendo-o, pois ele era muito luminoso.
E familiar.
 Heath!  eu berrei o seu nome. Aurox, já parcialmente transformado na criatura, girou a cabeça para olhar para mim. A visão brilhante de Heath se moveu junto com ele e, apenas por um instante, nossos olhares se encontraram. Eu vi os olhos de Heath se arregalarem de surpresa.
— Terra!  eu tomei emprestada a energia do elemento que Stevie Rae já tinha manifestado.  Proteja Aurox! Não deixe que Stark e Darius o machuquem!  eu disse e então um pouco de brilho verde que pairava sobre Rephaim se espalhou pelo chão e se levantou na frente de Aurox, formando uma barreira entre ele e os dois guerreiros.
 Zoey, que diabos você está fazendo?  Stark perguntou, tentando contornar a barreira de proteção.
 Eu sei o que estou fazendo  respondi a Stark, mas não deixei de olhar para Aurox. Mas ele não era mais humano.
A criatura estava totalmente formada e a imagem de Heath tinha desaparecido. A besta rugiu com ódio, agonia e desespero, e então abaixou a cabeça e arremeteu diretamente contra mim.
Eu sei que isso foi uma coisa idiota, mas não me mexi. Em vez disso, continuei encarando os olhos dele e, soando muito mais calma e segura do que eu me sentia, disse:
 Você não vai me machucar. Sei que você não vai.
No último instante, Aurox deu uma guinada para o lado. Passando a apenas poucos centímetros do meu corpo, ele chegou tão perto de mim que eu consegui sentir o cheiro de sangue e de morte nele e a sua pele roçando a minha. E então ele desapareceu dentro da noite.
Eu não sei se era adrenalina ou a burrice que haviam me mantido em pé até aquele momento, mas ambas de repente me abandonaram e eu caí de bunda no chão. O muro verde se dissipou e Stark veio correndo até mim.
 Você se machucou? Você está bem? Caramba, o que há de errado com você?  Stark se agachou ao meu lado e disparou perguntas enquanto passava as mãos por todo o meu corpo.  Você está sangrando?
Eu segurei as mãos dele com força, torcendo para que ele não percebesse como as minhas mãos estavam tremendo.
 Eu estou bem. Sério.
 Você é burra. De verdade  Aphrodite disse, abaixando seu nariz para mim. — Sem brincadeira, Z. Ou é isso ou você está delirando. O menino-touro não é Heath.
 Caramba, é claro que ele não é Heath  Stark falou, olhando para Aphrodite como se ela estivesse louca.
Então ele não me ouviu. Ótimo, talvez ninguém mais tenha ouvido. Eu posso lidar com Aphrodite. Mais tarde. Naquele momento, eu a ignorei, o que foi fácil, pois vovó estava vindo apressado na minha direção, parecendo tão preocupada quanto Stark.
 Ele machucou você?
Eu segurei nas mãos de Stark e ele me ajudou a ficar em pé. Então eu abracei vovó.
 Não, eu estou bem.
Ela me deu um abraço tranquilizador e não me chamou de burra.
Em vez disso, ela afirmou:
 Rephaim não está bem.
 Xiii  Aphrodite disse em voz baixa.
Damien, Erin e Shaunee tinham se juntado a Stevie Rae, que estava ajoelhada ao lado de Rephaim. Nós fomos em direção a ele.
 Isso vai ser péssimo. Realmente péssimo.
Tentei evitar olhar para o corpo de Dragon, mas não consegui. Ele havia caído não muito longe de Rephaim. Se eu apenas visse o seu rosto, poderia pensar que ele estava dormindo. Quero dizer, exceto pelo sangue que escorria pelo canto da sua boca, ele parecia mais em paz do que tinha estado desde a morte de Anastasia. Mas era o corpo dele que estava um horror. Ambos os braços tinham ferimentos. O chifre de Aurox havia atravessado o tecido da calça dele, deixando uma aparência de carne moída em uma das suas coxas. O peito dele era uma coisa horrível de ver. Suas costelas tinham se estilhaçado em volta de um buraco. Do seu peito para baixo, havia sangue por toda parte.
Eu estava parada ali, olhando, quando um manto de veludo de Thanatos apareceu tremulando na minha frente. Ela havia soltado o broche que o prendia aos seus ombros e, com um floreio, a Alta Sacerdotisa cobriu o corpo de Dragon. Ela tinha uma expressão estranha no rosto, e eu estava tentando entender o que estava acontecendo, quando ela falou:
 Você pode seguir em frente agora. Você estava destinado a morrer nesta noite, recuperando o seu Juramento e seguindo no seu verdadeiro caminho... ou sair desta noite com o seu corpo vivo, mas com o seu espírito morto para tudo o que é digno de honra  Thanatos sorriu, e eu percebi que a sua expressão parecia estranha porque ela estava falando com o ar acima do corpo de Dragon.  Sacrificando-se por Rephaim, você encontrou a misericórdia de novo e, através dela, a nossa Deusa  Thanatos fez um gesto levantando o braço rapidamente para o céu, e eu achei que era incrivelmente graciosa e bonita.  Este é o seu caminho. Siga em frente para o Outromundo e o seu novo futuro.
Então eu arfei surpresa quando o céu acima de Thanatos se fragmentou. A noite se abriu e uma árvore familiar ficou à vista. Ela era verde e exuberante, como se fosse a junção de uma sorveira e de um espinheiro. Os pedaços de pano que estavam amarrados na sua enorme cobertura de galhos ficavam em uma brisa morna, que tinha cheiro de terra, musgo e primavera.
 A árvore de pendurar desejos da Deusa  Stark sussurrou.
 Você também consegue vê-la?  eu murmurei para ele.
 Sim  ele respondeu.
 Eu também consigo  Aphrodite disse.
 Eu também  Darius falou.
E por toda a minha vida, meus amigos assentiram, sussurraram e ficaram olhando maravilhados quando uma garota saiu de trás da árvore.
Ela era loira, estava sorrindo e parecia deslumbrante com uma saia comprida azul topázio, que tinha contas de vidro, conchas e franjas de couro branco em toda a bainha e no decote do top sem mangas que combinava com a saia.
— É Anastasia!  Damien a reconheceu.
 Ela está tão jovem  eu falei sem pensar e então fechei a boca, com medo de dizer algo que fizesse a visão desaparecer.
Mas parecia que Anastasia não estava nos vendo. A atenção dela estava totalmente voltada para o jovem que surgiu andando decididamente em direção a ela. Ele tinha o cabelo longo, grosso e amarrado para trás, e seus olhos castanhos reluziam com lagrimas não derramadas.
 É Dragon  Shaunee afirmou.
 Não  Thanatos a corrigiu.  É Bryan, o Bryan de Anastasia.
O Jovem Bryan Lankford tocou o rosto de Anastasia cheiro de reverência.
— Minha vida  ele disse.
 Minha vida  ela repetiu.  Eu sabia que você ia se encontrar novamente.
— E fazendo isso, eu encontrei você  sorrindo, ele a puxou para dentro dos seus braços e, quando eles se beijaram, o céu tremeluziu de novo e as portas para o Outromundo se fecharam.
Stark me estendeu um lenço Kleenex todo amassado que ele pegou no bolso da sua calça jeans. Eu assoei o nariz.
 Agora Rephaim vai morrer também?
A pergunta de Stevie Rae nos trouxe rápido de volta à terra. Eu me virei e vi que ela estava ajoelhada ao lado de Rephaim. Eu estava perto o bastante para perceber que ele estava sangrando com uma ferida profunda na cabeça. Ele parecia pálido e imóvel... imóvel demais.
 A sua afinidade é com a morte  Stevie Rae continuou. Enxugando as lágrimas com as costas da sua mão, ela encarou Thanatos.  Então, diga-me a verdade. Rephaim vai morrer?
Houve um som muito alto de vento e Kalona desceu do céu. Stark e Darius instantaneamente levantaram suas armas e se colocaram na frente de mim e de Aphrodite. Mas Kalona nem olhou para nós. Ele correu para Rephaim.
— Você chegou tarde demais!  Stevie Rae berrou para ele.  Eu o chamei, mas você chegou muito tarde.
Kalona desviou os olhos de seu filho e se virou para Stevie Rae.
— Eu não hesitei. Vim assim que você me chamou  ele respondeu e então me deixou totalmente chocada ao se ajoelhar ao lado de Stevie Rae. Devagar, ele estendeu o braço e tocou o rosto de seu filho.  Ele está vivo.
 Não por muito tempo  Thanatos disse em voz baixa.  Aproveitem o tempo que resta para dizerem adeus. A morte marcou Rephaim para si.
O olhar âmbar de Kalona pareceu fuzilar a Alta Sacerdotisa. O poder da sua voz era tão terrível quanto o seu sofrimento.
 A morte não pode levá-lo! Ele é meu filho, e eu sou imortal. Ele não pode morrer.
 Você não renunciou a ele e disse que ele não era mais seu filho?
A dor que atravessou o rosto de Kalona era de cortar o coração. Percebi que ele estava tentando falar, mas as palavras lhe faltavam. Stevie Rae tocou o braço do imortal. Ele virou seu olhar intenso para ela.
 Todos nós dizemos coisas que não queremos às vezes, principalmente quando estamos bravos. Se você não queria dizer isso, por que você simplesmente não tenta se desculpar?  ela desviou os olhos do imortal e olhou para o filho dele.  Diga isso a Rephaim. Talvez ele escute você  então ela se afastou, deixando Kalona sozinho ajoelhado ao lado de Rephaim.
Kalona se inclinou para a frente e puxou seu filho, colocando Rephaim sobre o seu colo. O imortal olhou para ele pelo que pareceu bastante tempo e então, com uma voz instável pela emoção, disse:
 Rephaim, eu sinto muito. Você é meu filho. Você sempre vai ser meu filho. Perdoe-me pela minha raiva e pela minha idiotice  então o guerreiro caído de Nyx fechou os olhos, abaixou a cabeça e acrescentou:  Deusa, por favor. Não deixe que ele pague pelos meus erros.
Uma única lágrima escorreu pelo rosto de Kalona e caiu na testa de Rephaim, em cima do ferimento ensanguentado. Houve um lampejo de luz tão brilhante e pura que me cegou por um momento. Depois que pisquei até sumirem os pontinhos da minha visão, eu vi Rephaim respirar fundo e abrir os olhos. O ferimento na sua testa tinha desaparecido. Ele parecia um pouco confuso. Kalona se moveu desajeitadamente para ajudá-lo a se sentar sozinho, o que Rephaim fez facilmente. Ele sorriu de modo hesitante, mas soou perfeitamente normal quando falou:
 Oi, Pai. Quando você chegou aqui?
Stevie Rae envolveu Rephaim com seus braços e o apertou com força, mas o seu rosto estava levantado, então era óbvio que ela estava se dirigindo a Kalona quando respondeu por ele:
 Na hora certa. Seu pai chegou aqui na hora certa.
Kalona ficou em pé. Naquele momento, ele não era um imortal fascinante, poderoso e totalmente assustador. Ele era apenas um pai que não tinha a menor ideia do que dizer ao seu filho.
 A Vermelha...  Kalona fez uma pausa e então começou de novo. — Stevie Rae me chamou. E eu vim.
Rephaim sorriu, mas logo em seguida sua alegria desapareceu quando ele claramente se lembrou.
 Dragon. Onde ele está? Ele não estava tentando me ferir. Eu sei que ele não estava.
Stevie Rae mordeu o lábio. Lágrimas escorreram dos seus olhos quando ela disse:
 É, nós sabemos. Dragon salvou você de Aurox.
 Aurox? A criatura de Neferet? Ele esteve aqui?  Kalona quis saber.
— Estava. Ele tentou matar o seu filho e interromper o ritual de revelação. Dragon Lankford deu a vida para salvá-lo  Thanatos explicou.
Todos os nossos olhares se voltaram para o corpo coberto pela mortalha.
Eu não sabia o que dizer. Como eu ia explicar para eles que eu realmente tinha visto a alma de Heath dentro do corpo de Aurox? E o que eu ia fazer em relação a isso?
 Você deve saber que Neferet se aliou às Trevas  Kalona falou.
 Sim, eu sei  Thanantos confirmou.  E o Conselho Supremo dos Vampiros vai saber disso também.
 O que vai acontecer?  eu perguntei a Thanatos.
 Neferet vai perder o seu titulo de Alta Sacerdotisa e vai ser marginalizada por todos os vampiros  Thanatos respondeu.
 Ela vai lutar  Kalona afirmou sombriamente.  E ela tem aliados poderosos nas Trevas, na sua criatura e nos vermelhos que a seguem.
 Então nós vamos nos defender  Thanatos disse.
— Isso significa que você vai ficar em Tulsa? Ou você vai voltar para a sua ilha italiana e deixar que essas crianças combatam as Trevas? — Kalona a questionou.
Thanatos estreitou seus olhos para ele.
 A House of Night de Tulsa tem uma nova Alta Sacerdotisa, e ela é a Morte.
Kalona encarou Thanatos e então olhou para o seu filho. Eu vi a indecisão no seu rosto e imaginei que ele estava se preparando para ir embora voando – na verdade, passou pela minha cabeça o pensamento de que, apesar de ele ter se desculpado com Rephaim e parecer ter uma trégua conosco, nós não podíamos realmente ter certeza de que ele não estava mais envolvido com Neferet. Quero dizer, eu tinha acreditado nele antes de Heath morrer por causa disso.
Mas quando o imortal se mexeu não foi para ir embora voando. Ele andou decididamente em direção a Thanatos e então se abaixou, apoiando-se sobre um joelho e dizendo:
 Parece que a sua House of Night vai precisar de um novo Mestre da Espada. Eu me comprometo com meu corpo, meu coração e minha alma proteger você, Alta Sacerdotisa. Acredito que é justo que eu sirva como guerreiro da Morte. Você vai aceitar meu juramento?
 Que merda!  ouvi Aphrodite murmurar.
Ao meu lado, Stark se mexeu de modo inquieto e eu o vi trocar aquele olhar com Darius.
 Eu aceito o seu Juramento, Kalona, e eu vou tomá-lo como um compromisso.
Kalona abaixou sua cabeça e cruzou seu punho sobre o coração.
 Obrigado, Alta Sacerdotisa  quando ele se levantou, seu olhar se voltou diretamente para o seu filho.
O sorriso de Rephaim era radiante, apesar de o seu rosto estar encharcado de lágrimas.
 Você fez a coisa certa  ele falou para o seu pai.
Kalona concordou.
 Sim. Finalmente.
 Bem, então podemos voltar para a nossa House of Night e ver o que nos aguarda por lá?  Thanatos perguntou.
Todos nós assentimos, apesar de eu saber que não era a única com dor no estômago e com vontade de sair correndo e gritando do que quer que a gente fosse encontrar em Tulsa.
Mas nenhum de nós saiu correndo. Nenhum de nós disse quase nada enquanto seguíamos a Morte e o seu guerreiro alado até o ônibus. Darius e Stark carregavam o corpo de Dragon enrolado no manto. Eu dei um beijo de despedida em vovó. Depois, olhei pela janela do ônibus quando passamos pelo círculo que havia sido destruído pelas Trevas e que agora estava repleto de linhas de lavandas em flor.
 Espere  eu falei para Darius.  Pare o ônibus.
Eu abri minha janela e escutei o barulho dos meus amigos fazendo o mesmo. Então, como se a gente fosse um só, inspiramos profundamente, inalando o aroma mágico das lavandas abençoadas novamente.
 Olhem!  Stevie Rae gritou, apontando para cima do círculo.
Levantei os olhos e lá, pairando no ar, estava a nossa Deusa. Ela estava vestida com um manto da cor da noite e usava um enfeite na cabeça decorado com estrelas. O sorriso dela envolveu todos nós e, com a fragrância das flores, as suas palavras flutuaram pelo ônibus:
Guardem a lembrança da cura que aconteceu aqui esta noite
Vocês vão precisar dessa força e dessa paz para a luta que está a caminho.
Fechei meus olhos, abaixei a cabeça e pensei, ah, que inferno!

6 comentários:

  1. caraca esse foi o melhor livro da série até agora

    ResponderExcluir
  2. Pense em um final tenso... Pois foi o desse livro.

    ResponderExcluir
  3. Um pequeno erro.
    "— Eu não hesitei. Vem (vim) assim que você me chamou — ele respondeu e então me deixou totalmente chocada ao se ajoelhar ao lado de Stevie Rae. Devagar, ele estendeu o braço e tocou o rosto de seu filho. — Ele está vivo."

    ResponderExcluir
  4. OMG . quase explodindo de tanta emoção !
    #ansiosaPeçoFilme

    ResponderExcluir
  5. MDS, esse foi o melhor de todos. Tô indo ler o próximo

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!