2 de outubro de 2015

Capítulo 13

Me recusando a fofocar com Aphrodite sobre Stevie Rae, eu voltei a olhar a TV, mas depois de um tempo eu não consegui ficar parada, então levantei e fui de janela em janela fechando as cortinas e persianas. Isso não levou muito tempo, então fui para a cozinha e comecei a mexer nos armários. Eu já havia notado que a geladeira tinha uma caixa de Perrier(água), duas garrafas de vinho branco, e alguns pedaços daquele queijo importado caro, que tem cheiro de pé. Havia carne e peixe no frezeer e gelo, mas era isso. Os armários tinham várias coisas neles, mas era comida de gente rica. Você sabe, latas importadas de peixe que ainda tem cabeça, ostras defumadas (eesh), outras carnes estranhas e coisas cortadas, e longas caixas de algo chamado bolacha d’água. Não havia uma lata de coca decente.
— Vamos ter que ir para o supermercado — eu disse.
— Você pode manter a Fedida trancada no quarto, tudo o que você tem que fazer é entrar na conta online com o Petty Foods. Clique no que quiser da loja. Eles entregam e meus pais pagam.
— Eles não vão surtar quando virem a conta?
— Nem vão notar — ela disse. — O banco paga diretamente. Não tem nada demais.
— Verdade? — Eu estava surpresa por pessoas realmente viverem assim. — Vocês são ricos.
Aphrodite deu nos ombros. — Yeah. Tanto faz.
Stevie Rae limpou a garganta e Aphrodite e eu pulamos. Ver ela fez meu coração se apertar com força. O cabelo curto dela estava molhado, e estava no rosto dela em curvas familiares. Os olhos dela ainda eram vermelhos e seu rosto ainda era pálido, mas estava limpo. As roupas dela estavam grandes, mas ela parecia Stevie Rae de novo.
— Oi — eu disse suavemente. — Se sente melhor?
Ela parecia desconfortável, mas acenou.
— Você está com um cheiro melhor — Aphrodite disse.
Eu olhei para ela.
— O que? Isso foi gentil.
Eu suspirei e dei a ela um óbvio olhar de você não está ajudando. — Ok, que tal falarmos sobre bolar um plano? Quero dizer, eu sei que Stevie Rae tem, uh, problemas únicos, mas eu não tenho certeza do que você acha que pode ser feito sobre eles. Ela está morta. Ou morta viva. — Ela olhou para Stevie Rae. — Ok, eu não estou realmente tentando ser maldosa, mas –
— Não é maldosa. É apenas a verdade. — Stevie Rae interrompeu ela. — Mas não finja que você se importa agora mais com meus sentimentos do que você sentia antes.
— Eu estava tentando ser gentil — Aphrodite disse, soando o oposto do gentil.
— Tente mais — eu disse. Então, — Sente-se Stevie Rae. — Ela sentou na cadeira de couro do lado do sofá. Eu ignorei minha dor de cabeça e sentei no sofá. — Ok, aqui está o que eu sei. — Eu juntei as pontas dos meus dedos. — Primerio, Stevie Rae não tem mais que viver perto de vampiros adultos, então isso significa que ela completou a Mudança. — Aphrodite começou a abrir a boca então me apressei. — Segundo, ela precisa de sangue, mais do que vampiros adultos normais. — Eu olhei de Aphrodite para Stevie Rae. — Alguma de vocês duas sabe se vampiros adultos ficam loucos se não beberem sangue regularmente?
— Na aula de Sociologia Vampira Avançada aprendemos que adultos precisam beber sangue regularmente para ficarem saudáveis. Isso vale para mente e corpo. — Aphrodite deu nos ombros. — Neferet é a professora dessa matéria, e ela nunca disse nada sobre vampiros ficarem loucos se não beberem sangue. Mas isso pode ser uma das coisas que eles só nos dizem quando completamos a Mudança.
— Eu não sabia nada disso até eu morrer — Stevie Rae disse.
— Pode ser sangue de qualquer mamífero, ou precisa ser humano?
— Humano.
Eu perguntei a Stevie Rae, mas ela e Aphrodite responderam ao mesmo tempo.
— Ok, bem, além de ter que beber sangue e não precisar ficar perto de vampiros adultos, Stevie Rae não pode entrar em casas sem ser convidada.
— Por alguém que vive nela — Stevie Rae acrescentou. — Mas não tem nada demais.
— Como assim? — Eu perguntei.
Stevie Rae virou seu olhar vermelho para mim. — Eu posso obrigar humanos a fazerem coisas que eles não querem.
Com um esforço, eu não tremi.
— Isso não é um choque — Aphrodite disse. — Vários vampiros adultos tem forte personalidade e podem ser muito persuasivos com humanos. É uma das razões deles terem tanto medo de nós. Você deveria saber disso, Zoey.
— Huh?
Aphrodite ergueu uma sobrancelha. — Você sofreu um Imprint com seu namorado humano. O quão difícil foi persuadir ele a deixar você chupar dele. — Ela pausou, e sorriu travessamente. — O sangue, quero dizer.
Eu ignorei o comentário vadio. — Ok, Stevie Rae também tem isso com os vampiros também. Mas vampiros não tem que ser convidados para a casa de alguém, tem?
— Nunca ouvi falar de algo assim — Aphrodite disse.
— É porque eu não tenho alma — Stevie Rae disse numa voz sem qualquer emoção.
— Você não é sem alma — eu disse automaticamente.
— Você está errada. Eu morri e Neferet descobriu um jeito de trazer meu corpo de volta, mas ela não trouxe minha humanidade de volta também. Minha alma ainda está morta.
Eu nem aguentei pensar na possibilidade de que isso pudesse ser possível, e abri a boca para discutir com ela, mas Aphrodite foi mais rápida.
— Isso faz sentido. É o do porque você não conseguir entrar na casa de uma pessoa viva sem ser convidada. É também provavelmente o porque de você pegar fogo se o sol te atingir. Sem alma – não aguenta a luz.
— Como você sabe disso? — Stevie Rae perguntou.
— Eu tenho visões, lembra?
— Eu pensei que Nyx tinha te abandonado e tirado suas visões — Stevie Rae disse cruelmente.
— Isso é o que Neferet quer que as pessoas acreditem porque Aphrodite teve visões sobre ela – e sobre você — eu disse prontamente. — Mas Nyx não abandonou ela e nem você.
— Então porque você está ajudando Zoey? — Stevie Rae jogou a pergunta em Aphrodite. — E não diga aquela merda sobre Nyx ter senso de humor. Qual é a verdadeira razão?
Aphrodite zombou. — Porque estou ajudando não é da sua conta.
Stevie Rae levantou e se moveu pela sala tão rápido que seus movimentos foram um borrão. Antes de eu poder piscar ela tinha colocado as mãos ao redor da garganta de Aphrodite e pressionado seu rosto perto do dela. — Você está errada. É da minha conta, também, porque estou aqui. Lembra, você me convidou?
— Stevie Rae, solta ela. — Eu mantive a voz calma, mas meu pulso estava batendo feito louco. Stevie Rae parecia e soava mais do que apenas um pouco maluca.
— Eu nunca gostei dela, Zoey. Você sabe disso. Eu te disse um zilhão de vezes que ela não era legal e que você deveria ficar longe dela. Eu não sei porque não deveria quebrar o pescoço dela.
Eu estava começando a me preocupar com o quão esbugalhados os olhos de Aphrodite pareciam e o quão vermelho seus olhos estavam ficando. Ela lutou contra Stevie Rae, mas era como alguém tentando se soltar de um grande e maldoso adulto. Me ajude a passar por Stevie Rae. Eu mandei uma reza silênciosa para a deusa quando comecei a me concentrar para poder usar os poderes dos elementos para mim. Então palavras foram sussurradas na minha mente e eu rapidamente as repeti.
— Você não deveria quebrar o pescoço dela porque você não é um monstro.
Ela não soltou Aphrodite, mas Stevie Rae virou sua cabeça para poder olhar para mim.
— Como você sabe disso?
Eu não hesitei, — Porque acredito em nossa deusa, e acredito na parte de você que ainda é minha melhor amiga.
Stevie Rae soltou Aphrodite, que começou a tossir e a esfregar o pescoço.
— Diga que sente muito — eu disse a Stevie Rae. Os olhos vermelhos dela me perfuraram, mas eu levantei o queixo e a encarei. — Diga que sente muito para Aphrodite — eu repeti.
— Eu não sinto muito — Stevie Rae disse quando andou (numa velocidade normal) de volta para sua cadeira.
— Nyx deu a Aphrodite uma afinidade pela terra — eu disse bruscamente. O corpo de Stevie Rae virou como se eu tivesse batido nela. — Então atacando ela você está na verdade atacando Nyx.
— Nyx está deixando ela assumir meu lugar!
— Não. Nyx está deixando ela ajudar você. Eu não posso descobrir isso sozinha, Stevie Rae. Eu não posso deixar nenhum dos meus amigos saberem sobre isso porque se eu fizer vai ser uma questão de tempo antes de Neferet descobrir tudo que eles sabem, e embora eu não saiba muita coisa, eu acredito que Neferet se tornou má. Então basicamente somos nós contra uma poderosa Alta Sacerdotisa. Aphrodite é a única caloura além de mim cuja mente Neferet não pode ler. Precisamos de ajuda.
Stevie Rae estreitou os olhos para Aphrodite, que ainda estava esfregando o pescoço e respirando com força. — Eu ainda quero saber porque ela se incomoda em nos ajudar. Ela nunca gostou de nenhuma de nós. Ela é uma mentirosa e uma vaca total.
— Reparação — Aphrodite conseguiu dizer.
— O que? — Stevie Rae disse.
Aphrodite olhou para ela. A voz dela era áspera, mas ela definitivamente estava recuperando o fôlego e passou de ficar assustada para ficar fula. — Qual o problema? A palavra é muito grande para você? R-E-P-A-R-A-Ç-Ã-O. — Ela soletrou. — Significa que eu tenho que compensar algumas coisas que fiz. Muita coisa, na verdade. Então tenho que fazer o que não fiz antes – que é seguir a vontade de Nyx. — Ela parou e limpou a garganta, e fez uma careta de dor. — Não, eu não gosto tanto quanto você. E, quer saber, você ainda está fedendo e suas roupas country são idiotas.
— Aphrodite respondeu sua pergunta — eu disse a Stevie Rae. — Ela podia ter sido mais gentil, mas você acabou de tentar sufocar ela até a morte. Agora se desculpe a ela. — Eu encarei Stevie Rae enquanto silenciosamente chamei a energia do espírito para mim. Eu vi Stevie Rae recuar, e ela finalmente olhou para longe.
— Desculpe — ela murmurou.
— Eu não consegui ouvir ela — Aphrodite disse.
— E eu não aguento vocês duas agindo como dois bebezões! — eu surtei. — Stevie Rae, se desculpe a ela como uma pessoa normal ao invés de uma pirralha mimada.
— Eu sinto muito — Stevie Rae disse, franzindo para Aphrodite.
— Ok, olha — eu disse. — Precisamos de algum tipo de trégua entre nós. Eu não posso ter medo de virar de costas e vocês duas tentarem se matar.
— Ela não poderia me matar — Stevie Rae disse, virando os lábios de forma nada atraente.
— Porque você já está morta ou porque eu não me aproximaria o bastante do seu fedor para chutar sua bunda? — Aphrodite perguntou em uma voz doce.
— É exatamente isso ao que estou me referindo! — Eu gritei. — Parem! Se não podemos nos dar bem, como diabos vamos descobrir um jeito de enfrentar Neferet e resolver o que aconteceu com Stevie Rae?
— Temos que enfrentar Neferet? — Aphrodite disse.
— Porque temos que enfrentar ela? — Stevie Rae disse.
— Porque ela é uma fudida maldosa! — Eu gritei.
— Yeah, e você não foi atingida por um raio ou derreteu nem nada fudido desse tipo — Aphrodite disse alegremente.
— Isso não pareceu certo saindo da sua boca, Z — Stevie Rae disse.
Eu não pude me impedir de sorrir para Stevie Rae. Ela de repente parecia e soava mais como ela e eu senti uma enorme onda de esperança. Ela ainda estava ali. Eu só tinha que descobrir um jeito de fazer ela entrar em contato com o seu –
— É isso! — Eu sentei mais na frente excitada.
— Você xingar? Eu não acho, Z. Não é você — Stevie Rae disse.
— Eu acho que você estava certa quando disse que sua alma está sumida, Stevie Rae. Ou pelo menos parte dela está sumida.
— Você faz parecer que é uma coisa boa, o que eu não entendo — Aphrodite disse.
— Eu odeio concordar com ela, mas sim, eu perder a alma é algo bom? — Stevie Rae disse.
— Porque é assim que eu vou consertar você! — Elas só me olharam, com olhos de boba. Eu virei os olhos. — Tudo que temos que fazer é descobrir um jeito de colocar sua alma inteira no seu corpo. Você pode voltar a ser como era. Claramente, você completou uma Mudança que não é exatamente normal.
— Claramente — Aphrodite murmurou.
— Mas com uma alma curada você tem sua humanidade de volta – você volta ao normal. E isso é o que realmente importa. Todas essas outras coisas — eu fiz um gesto abstrato em direção a ela. — Você sabe, seus olhos estranhos e todo o negócio de beber-sangue-ou-ficar-louca, podem ser lidadas se você voltar ao normal.
— Isso é mais uma daquelas merdas o-lado-de-dentro-é-mais-importante que o de fora? — Aphrodite disse.
— É, e Aphrodite você está me irritando com a sua atitude tão negativa — eu disse.
— Eu acho que seu grupo precisa de alguém pessimista — ela disse, parecendo meio feliz.
— Você não é parte do grupo dela — Stevie Rae disse.
— No momento nem você, Fedida — Aphrodite respondeu.
— Bruxa odiosa! Nunca –
— CHEGA! — Eu virei minhas mãos para as duas enquanto me concentrava no fato das duas precisarem apanhar. O vento obedeceu e elas sentaram de volta quando uma pequena e concentrada ventania ficava atrás delas. — Ok, pare agora — eu disse rapidamente. O vento imediatamente parou. — Uh, desculpa. Perdi a calma.
Aphrodite imediatamente começou a passar os dedos pelos cabelos completamente descabelados. — Eu acho que você perdeu a droga da cabeça — Aphrodite reclamou.
Pessoalmente, eu achei que ela podia ter razão, mas eu não queria admitir. Eu olhei para o relógio e fiquei chocada por ver que eram 7 da manhã. Não era de se admirar que eu estivesse tão cansada. — Olhem, vocês duas. Estamos cansadas. Vamos dormir um pouco e nos encontrar aqui depois do Ritual da Lua Cheia. Eu vou pesquisar mais e ver se descubro algo sobre almas perdidas ou quebradas e como consertar elas. — Pelo menos eu tinha algo para me concentrar agora, ao invés de buscar livremente na biblioteca. Bem, isso quando eu não estava me agarrando com Loren. Ah, diabos. Eu esqueci dele.
— Parece um plano para mim. Estou pronta para sair daqui. — Aphrodite levantou. — Meus pais só voltam daqui 3 semanas então você não precisa se preocupar com eles voltarem para casa. Tem jardineiros que vem aqui duas vezes por semana, mas isso é durante o dia e – oh, yeah – você vai pegar fogo se sair durante o dia, então eles verem você não deve ser um problema também. A empregada normalmente aparece uma vez por semana quando meus pais não estão, para manter a casa perfeita, mas ela só vem aqui quando minha vó está visitando, então isso também não é problema.
— Wow, ela é realmente rica — Stevie Rae disse para mim.
— Aparentemente — eu disse.
— Você tem net? — Stevie Rae perguntou a Aphrodite.
— É claro — ela disse.
— Legal — Stevie Rae disse, parecendo mais feliz desde que tinha morrido.
— Ok, então, vamos sair daqui — eu disse, me juntando a Aphrodite na porta. — Oh, Stevie Rae, eu te comprei um celular. Está na bolsa. Se precisar de algo, me ligue. Eu vou lembrar de manter ele comigo e ligado. — Eu pausei, me sentindo estranhamente incerta sobre deixar ela.
— Vá. Eu te vejo depois — Stevie Rae disse. — Você não precisa se preocupar comigo. Eu já estou morta. O que mais pode dar errado?
— Ela tem razão — Aphrodite disse.
— Ok, bem. Eu entendi — eu disse. Eu não quis dizer que achava que ela também tinha razão. Isso parecia pedir por problemas. Eu quero dizer, ela era morta viva, e isso era muito ruim. Mas haviam outras coisas que podiam dar errado também. A ideia me deu um calafrio na espinha, o que, infelizmente, eu ignorei e continuei imaginando o futuro. Eu não tinha ideia do horror que estava prestes a acontecer.

7 comentários:

  1. Será q no livro q a vó da Z dei a ela nao tem alguma ajuda??
    Gi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TOMARA GI
      LANNY

      Excluir
    2. Como assim? o livro que a vó dela deu é "Drácula"

      ????????

      Excluir
  2. Estou rindo muito com essas discussões da Stevie com a Aphrodite uahsuah A Stevie estrangulou a Aphrodite ASHUAH GRITO

    ResponderExcluir
  3. "— Você sofreu um Imprint com seu namorado humano. O quão difícil foi persuadir ele a deixar você chupar dele. — Ela pausou, e sorriu travessamente. — O sangue, quero dizer."

    SCRR ASHUASHUAH

    ResponderExcluir
  4. Ok, olha — eu disse. — Precisamos de algum tipo de trégua entre nós. Eu não posso ter medo de virar de costas e vocês duas tentarem se matar.
    — Ela não poderia me matar — Stevie Rae disse, virando os lábios de forma nada atraente.
    — Porque você já está morta ou porque eu não me aproximaria o bastante do seu fedor para chutar sua bunda? — Aphrodite perguntou em uma voz doce."
    melhor parte rsrsrsr

    ResponderExcluir
  5. " O que mais pode dar errado?"

    Porque e que ela foi dizer isso! Sempre que alguem diz as coisas correm mal!!

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!