30 de setembro de 2015

Capítulo 21

— Oi vovó, sou eu.
— Oh! Minha Zoey Passarinha! Você está bem, querida?
Eu sorri para o telefone e limpei meus olhos. — Estou bem vovó. Só sinto sua falta.
— Pequena Ave, eu também sinto sua falta. — Ela parou e então disse — Sua mãe ligou para você?
— Não.
Vovó suspirou. — Bem querida, talvez ela não queira te incomodar enquanto você ainda está se ajustando a nova vida. Eu disse a ela que Neferet me explicou que seus dias e noites estariam virados.
— Obrigado vovó, mas eu não acho que seja por isso que ela não me ligou.
— Talvez ela tenha tentado e você perdeu a ligação. Eu liguei para seu celular ontem, mas caiu na caixa postal.
Eu senti uma onda de culpa. Eu não chequei minha caixa postal. — Eu me esqueci de carregar o telefone. Está no meu quarto. Desculpe por ter perdido a ligação vovó. — Então, para fazer ela se sentir melhor (e fazer ela parar de falar sobre isso), eu disse: — Vou checar as mensagens quando voltar para meu quarto. Talvez mamãe tenha ligado.
— Talvez ela tenha querida. Então, me conte como é aí?
— É legal. Eu quero dizer, tem várias coisas que eu gosto. Minhas aulas são legais. Hey vovó, estou tendo aula até de esgrima e equitação.
— Isso é maravilhoso! Eu lembro o quanto você gostava do Bunny.
— Eu tenho um gato!
— Oh Zoey Passarinha, estou tão feliz. Você sempre amou gatos. Você fez amizades?
— Sim, minha colega de quarto, Stevie Rae, é ótima. E eu já gosto dos amigos dela também.
— Então, se você está se saindo também, porque as lágrimas?
Eu deveria saber que não posso esconder nada da vovó. — É só que... Algumas coisas sobre a Mudança são difíceis de lidar.
— Você está bem, não está? — Preocupação passou pela voz dela. — Sua cabeça está bem?
— Sim, não é nada disso. É... — eu parei. Eu queria contar a ela, eu queria contar a ela tanto que eu poderia explodir, mas não sabia como. E eu estava com medo – medo dela não me amar mais. 
Eu quero dizer, mamãe deixou de me amar, não deixou? Ou, no mínimo, mamãe me trocou seu novo marido. Que, de certa forma, era pior do que ela ter deixado de me amar. O que eu faria se vovó se afastasse de mim também?
— Zoey Passarinha você sabe que pode me contar qualquer coisa — ela disse gentilmente.
— É difícil vovó. — Eu mordi o lábio para me impedir de chorar.
— Então vamos facilitar. Não tem nada que você possa dizer que faria eu deixar de amar você. Eu sou sua vovó hoje, amanhã, e no ano que vem. Serei sua avó até mesmo depois que me juntar a nossos ancestrais no mundo espiritual, e de lá ainda vou amar você, Pequena Ave.
— Eu bebi sangue e eu gostei! — Eu falei.
Sem hesitar, vovó disse — Bem, querida, não é isso que vampiros fazem?
— Sim, mas eu não sou uma vampira. Eu sou uma caloura há apenas alguns dias.
— Você é especial Zoey. Sempre foi. Porque isso deveria mudar agora?
— Eu não me sinto especial. Eu me sinto uma aberração.
— Então se lembre de algo. Você ainda é você. Não importa que você tenha sido Marcada. Não importa que você esteja passando pela Mudança. Por dentro, seu espirito ainda é seu espírito. Por fora você pode parecer um estranho familiar, mas você precisa só olhar dentro de si para descobrir o que você sabe há dezesseis anos.
— O estranho familiar... — Eu sussurrei. — Como você sabia?
— Você é minha garota, querida. Você é a filha do meu espírito. Não é difícil entender o que você deve estar sentido – é muito parecido com o que eu imagino que eu estaria sentido.
— Obrigado, vovó.
— De nada, U-we-tsi a-ge-hu-tsa.
Eu sorri, amando como soa a palavra Cherokee para filha - tão mágica e especial, como se fosse um título dado a uma deusa. Dado a uma deusa...
— Vovó, tem outra coisa.
— Me conte Pequena Ave.
— Eu acho que eu sinto os cinco elementos quando o círculo é lançado.
— Se isso é verdade, você tem um grande poder Zoey. E você sabe que com grande poder vem uma grande responsabilidade. Nossa família tem uma rica história de Anciões Tribais, Homens da Medicina, e Mulheres Sábias. Tenha o cuidado Pequena Ave, de pensar antes de agir. A deusa não teria lhe dado poderes especiais para nada. Os use cuidadosamente, e faça Nyx, assim como os seus ancestrais, olharem para você e sorrirem.
— Vou fazer meu melhor vovó.
— É tudo que peço de você Zoey Passarinha.
— Tem uma garota aqui que também tem poderes especiais, mas ela é horrível. Ela é implicante e ela mente. Vovó, eu acho... Eu acho... — Eu respirei fundo e disse o que estava batendo na minha mente a manhã toda. — Eu acho que sou mais forte que ela e eu acho que talvez Nyx me Marcou para tirá-la da posição em que ela está. Mas - mas isso iria significar que eu tenho que tomar o lugar dela, e não sei se estou pronta para isso, agora não. Talvez nunca.
— Siga o que teu espírito te diz Zoey Passarinha. — Ela hesitou, e então disse. — Querida, você lembra da reza purificadora da nossa gente?
Eu pensei. Eu não conseguia contar o número de vezes que eu fui com ela ao pequeno rio atrás da casa da vovó, e a observei se banhar ritualisticamente na água corrente enquanto falava a reza de purificação. Às vezes eu entrava no rio com ela, e dizia a reza também. A reza foi apresentada para mim em minha infância, falava da mudança das estações, e agradecia pela colheita, pela preparação do inverno que estava por vir, assim como o que quer que fosse quando vovó tinha que enfrentar uma decisão difícil. Às vezes eu não sabia por que ela se purificava e falava a reza. Simplesmente sempre foi assim.
— Sim — eu disse. — Eu lembro.
— Tem água corrente dentro do campus?
— Eu não sei vovó.
— Bem, se não tiver use um galho de reza. Sálvia e lavanda misturados juntos é melhor, mas você pode usar pinho fresco se você não tiver outra opção. Você sabe o que fazer Zoey Passarinha?
— Me esfregar, começando pelos pés e indo para cima, frente e costas — eu recitei, como se eu fosse uma criança de novo e vovó estava me ensinando o caminho da nossa gente. — E então me virar para o leste e falar a reza da purificação.
— Ótimo você lembra. Peça para a deusa por ajuda Zoey. Eu acredito que ela vai ouvir você. Você pode fazer isso antes do nascer do sol amanhã?
— Acho que sim.
— Eu vou fazer a reza também, e acrescentar a voz da sua avó para pedir à deusa que guie você.
E de repente eu me senti melhor. Vovó nunca estava errada sobre esse tipo de coisa. Se ela acreditava que eu ficaria bem, então eu realmente ficaria bem.
— Eu vou fazer a reza de purificação antes do amanhecer. Eu prometo.
— Ótimo Pequena Ave. Agora é melhor essa velha mulher deixar você ir. Você está no meio da aula, não está?
— Sim, estou a caminho da aula de Teatro. E vovó, você nunca será velha.
— Não enquanto puder ouvir sua jovem voz, Pequena Ave. Eu amo você, U-we-tsi a-ge-hu-tsa.
— Eu amo você também, vovó.
Falar com vovó tirou um enorme peso do meu coração. Eu ainda estava assustada e surtando sobre o futuro, e não estava certa sobre a ideia de derrubar Aphrodite. Sem mencionar que eu não tinha ideia do que fazer. Mas eu tinha um plano. Ok, talvez não fosse um “plano”, mas pelo menos era algo para fazer. Eu completaria a reza de purificação, e então... Bem... Eu descobriria o que fazer depois.
É isso vai funcionar. Ou pelo menos foi o que fiquei dizendo a mim mesma na aula. No almoço eu decidi o lugar para fazer o ritual - debaixo da árvore onde encontrei Nala. Eu pensei sobre isso enquanto pegava a salada atrás das Gêmeas. Árvores, especialmente carvalhos, eram sagradas para o povo Cherokee, então essa pareceu ser uma boa escolha. Além do mais, era isolado e um lugar fácil de chegar. Claro, Heath e Kayla tinham me encontrado lá, mas eu não estava planejando sentar no topo da parede de novo, e eu não conseguia imaginar Heath aparecendo no amanhecer dois dias seguidos, tendo ele Imprinted ou não. Eu quero dizer, esse era o cara que dormia até duas da tarde no verão, todo dia. Eram necessários dois despertadores e a mãe dele gritar com ele para fazê-lo levantar para ir a aula. O cara não iria levantar até antes do amanhecer de novo. Provavelmente levaria meses para ele se recuperar de ontem. Não, na verdade, ele provavelmente saiu de casa e encontrou K (sair de fininho sempre foi fácil para ela, os pais dela são completamente sem noção), e estiveram acordados a noite toda. O que significa que ele perdeu aula e provavelmente estaria se fingindo de doente e dormindo nos próximos dois dias. De qualquer forma, eu não estava preocupada com ele aparecer.
— Você acha que milhos bebês são assustadores? Tem só algo errado sobre o corpo pequeno deles.
Eu dei um pulo e quase derrubei a concha de molho na vasilha com o líquido branco, e olhei para os olhos azuis de Erik enquanto ele ria.
— Oh, olá — eu disse. — Você me assustou.
— Z, eu acho que estou fazendo um hábito aparecer de fininho pra você.
Eu ri nervosa, muito ciente de que as Gêmeas estavam observando cada movimento que nós fazíamos.
— Você parece que se recuperou de ontem.
— Sim, sem problemas. Estou bem. E dessa vez não estou mentindo.
— E eu fiquei sabendo que você se juntou as Filhas das Trevas.
Shaunee e Erin sugaram o ar juntas. Eu fui cuidadosa para não olhar para elas.
— Sim.
— Isso é legal. Aquele grupo precisa de sangue novo.
— Você diz “aquele grupo” como se você não pertencesse. Você não é um Filho da Treva?
— Sim, mas não é o mesmo que ser uma Filha da Treva. Nós somos apenas ornamentais. Meio que o oposto do que é no mundo humano. Todos os caras sabem que só estamos lá para parecer bem e manter Aphrodite divertida.
Eu olhei para ele, lendo algo mais nos olhos dele. — E é isso que você ainda está fazendo, divertindo Aphrodite?
— Como eu disse ontem à noite, não mais, o que é uma das razões do porque eu realmente não me considero parte do grupo. Eu tenho certeza que elas me expulsariam se não fosse por aquela coisinha de atuação que eu faço.
— Você quer dizer “pequena” como na Brodway e Los Angeles que já estão interessados em você.
— É o que eu quis dizer. — Ele riu para mim. — Não é real, você sabe. Atuar é fingir. Não é o que eu realmente sou. — Ele se curvou e sussurrou no meu ouvido. — Na verdade, eu sou um nerd.
— Oh, por favor. Essa cantada funciona para você?
Ele exagerou um olhar de estar ofendido. — Cantada? Não, Z. Essa não é uma cantada, e eu posso provar.
— Claro que você pode.
— Eu posso. Venha ver o filme hoje à noite. Vamos assistir meu DVD favorito de todos os tempos.
— Como isso prova algo?
— É Star Wars, os originais. Eu sei as falas de todas as partes. — Ele se inclinou para perto e sussurrou de novo. — Eu consigo fazer até as partes do Chewbacaa.
Eu ri. — Você está certo. Você é um nerd.
— Eu falei para você.
Chegamos no fim do Buffet de salada e ele andou comigo até a mesa onde Damien, Stevie Rae, e as Gêmeas já estavam sentados. E, não, eles não estavam tentado esconder que eles estavam totalmente nos olhando feito bobos.
— Então, você vai... Comigo... Hoje à noite?
Eu consegui ouvir os quatro segurando a respiração. Literalmente.
— Eu gostaria, mas hoje à noite não posso. Eu-uh - já tenho planos.
— Oh. Ok. Bem... Da próxima vez. Vejo você por aí. — Ele acenou para mesa e se afastou.
Eu sentei. Eles estavam me encarando. — O que? — perguntei.
— Você perdeu a cabeça — Shaunee respondeu.
— Meus pensamentos exatos, Gêmea — comentou Erin.
— Eu espero que você tenha uma boa razão para dispensar ele — exigiu Stevie Rae. — É obvio que você o magoou.
— Você acha que ele me deixaria confortá-lo? — Damien perguntou, ainda olhando sonhador para Erik.
— Desista — aconselhou Erin.
— Ele não joga no seu time — completou Shaunee.
— Quieta! — Stevie Rae exclamou. Ela virou para mim e olhou diretamente nos olhos. — Porque você disse a ele não? O que poderia ser mais importante que um encontro com ele?
— Se livrar de Aphrodite — respondi simplesmente.

3 comentários:

  1. cara estou literalmente vomintado arco-íris aq amei esse capitulo
    vai zoey mostro q vc e fodona e acaba com essa tal de Aphrodite...
    chorando rius so de pensa o encontro q ela acabo de perder com erik eu shippo mui eles dois 😍😍❤

    ResponderExcluir
  2. Que burra!!
    Devias ter aceitado.
    mesmo assim ele foi fofo!! ❤Erik ❤

    ResponderExcluir

• Não dê SPOILER!
• Para comentar sem conta, escolha a opção Nome/URL. Escreva seu nome/apelido e deixe URL em branco

Os comentários estão demorando alguns dias para serem aprovados... a situação será normalizada assim que possível. Boa leitura!